GEOGRAFIA
QUESTÃO 02
A política urbana permanece setorializada: não há integração entre políticas habitacionais, programas de infraestrutura e serviços urbanos. O modelo socioterritorial de segregação contribuiu, durante anos, para a produção
de cidades cada vez mais excludentes e insustentáveis dos pontos de vista social, ambiental e econômico.
Atualmente, para atender a demanda por moradia, bairros são construídos cada vez mais distantes das áreas
centrais e zonas industriais, levando a população a enfrentar diariamente, horas no deslocamento entre moradiatrabalho-moradia.

Com base nas informações acima, responda as questões a seguir.
a) Explique a relação existente entre a construção de moradias cada vez mais distantes das áreas centrais e o
alto valor das tarifas do transporte público.
b) Apresente três motivos que levam a população a preferir o uso de transporte particular em detrimento do
transporte público.
c) Explique, no mínimo, dois problemas socioambientais produzidos pelo uso excessivo de transporte particular
que comprometem a qualidade de vida na cidade.
Resolução:
A) A construção de moradias cada vez mais distantes das áreas centrais pode ser explicada elo aumento da
demanda por moradia pelo crescimento urbano e pela especulação imobiliária, que provocam um processo
deperiferização das cidades aumentando as distâncias entre os bairros e os locais de trabalho, exigindo um
custo operacional mais elevado dos transportes coletivos, o que consome boa parte da renda e do tempo
dos trabalhadores.
B) Ineficácia e elevado custo dos transportes coletivos (geralmente lotados); maior flexibilidade e mobilidade dos
veículos particulares, oferecendo mais conforto nos deslocamentos; facilitado através de aquisição desses
financeamentos e o "status" social propiciado pelo veículo próprio.
C) O excesso de veículos nas ruas provoca congestionamentos que aumentam consideravelmente o tempo
dos deslocamentos, e o aumento na emissão de poluentes e dos acidentes de trânsito, contribuindo para o
estresse urbano e a piora da qualidade de vida.