Prova 3 ­ Geografia
Q
QU
UE
ES
STTÕ
ÕE
ES
SO
OB
BJJE
ETTIIV
VA
AS
S
N.o DE ORDEM:

N.o DE INSCRIÇÃO:

NOME DO CANDIDATO:

IIN
OV
VA
A
NS
STTR
RU

ÇÕ
ÕE
ES
SP
PA
AR
RA
AA
AR
RE
EA
ALLIIZZA

ÇÃ
ÃO
OD
DA
AP
PR
RO
1. Confira os campos N.o DE ORDEM, N.o DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta fixada em sua
carteira.
2. Confira se o número do gabarito deste caderno corresponde ao constante na etiqueta fixada em sua carteira. Se houver
divergência, avise, imediatamente, o fiscal.
3. É proibido folhear o Caderno de Provas antes do sinal, às 9 horas.
4. Após o sinal, confira se este caderno contém 20 questões objetivas e/ou qualquer tipo de defeito. Qualquer problema,
avise, imediatamente, o fiscal.
5. O tempo mínimo de permanência na sala é de 2 horas após o início da resolução da prova.
6. No tempo destinado a esta prova (4 horas), está incluído o de preenchimento da Folha de Respostas.
7. Transcreva as respostas deste caderno para a Folha de Respostas. A resposta correta será a soma
dos números associados às proposições verdadeiras. Para cada questão, preencha sempre dois
alvéolos: um na coluna das dezenas e um na coluna das unidades, conforme exemplo ao lado:
questão 13, resposta 09 (soma das proposições 01 e 08).
8. Se desejar, transcreva as respostas deste caderno no Rascunho para Anotação das Respostas
constante nesta prova e destaque-o, para retirá-lo hoje, nesta sala, no horário das 13h15min às
13h30min, mediante apresentação do documento de identificação do candidato. Após esse período,
não haverá devolução.
9. Ao término da prova, levante o braço e aguarde atendimento. Entregue ao fiscal este caderno, a
Folha de Respostas e o Rascunho para Anotação das Respostas.

.......................................................................................................................

Corte na linha pontilhada.

R
STTA
OS
PO
SP
ES
RE
SR
AS
DA
O 22001111
OD
NO
ÃO
RN
ÇÃ
ER

VE
NV
OTTA
NO
AN
AA
RA
AR
A 33 ­­ IIN
PA
VA
OV
OP
RO
HO
PR
NH
UN
CU
SC
S ­­ P
AS
AS
RA
N.o DE ORDEM:

01

02

03

NOME:

04

05

06

07

08

09

10

11

12

13

14

15

UEM ­ Comissão Central do Vestibular Unificado

GABARITO 3

16

17

18

19

20

GEOGRAFIA
Questão

Questão

01

Com relação à formação e à conservação dos solos,
assinale a(s) alternativa(s) correta(s).
01) Os fatores de formação dos solos são: o material de
origem, o clima, o relevo, os organismos e a ação do
tempo.
02) A perda anual de toneladas de solos agricultáveis
devido à erosão se dá, principalmente, em função da
retirada total da vegetação para implantação das
culturas agrícolas e das pastagens.
04) Boçoroca é o método que consiste em construir
obstáculos no terreno em forma de lombadas,
seguindo as cotas altimétricas do relevo, a fim de
reduzir a perda de solo agricultável.
08) Em áreas com declividade acentuada, os solos são
mais profundos devido à maior infiltração da água,
aumentando, assim, a intensidade da ação do
intemperismo.
16) A Geografia, em particular a Pedologia, considera
solo a parte natural e integrada à paisagem que dá
suporte às plantas que nele se desenvolvem.

Questão

02

03

Sobre a deriva continental e a tectônica de placas,
assinale o que for correto.
01) Há cerca de 250 a 300 milhões de anos, existia uma
única grande massa continental, denominada
Pangeia, cercada por um único oceano, chamado
Pantalassa. A partir da fragmentação da Pangeia,
deu-se origem à configuração atual dos continentes.
02) A isostasia é o estado de equilíbrio dos blocos
continentais que flutuam sobre o manto. Os blocos
mais espessos, portanto, mais pesados, encontram-se
profundamente mergulhados no substrato magmático,
enquanto os blocos mais finos e leves encontram-se
pouco mergulhados no magma.
04) A litosfera compreende as rochas da crosta, formada
por placas rígidas e móveis, conhecidas como placas
tectônicas. A mobilidade dessas placas se dá devido à
existência de uma camada logo abaixo da litosfera,
chamada de astenosfera, constituída por rochas
parcialmente fundidas e menos rígidas.
08) A cordilheira dos Andes é formada a partir do contato
entre duas placas tectônicas divergentes: a Placa SulAmericana e a Placa do Pacífico. Nesse caso, as
placas deslizam lateralmente entre si, não ocorrendo
destruição nem formação da crosta, tratando-se,
assim, de placas conservativas, embora provoquem
falhas e terremotos.
16) A Dorsal Meso-Atlântica é formada pelo contato
entre a Placa Sul-Americana e a Placa de Nazca. A
Placa Sul-Americana, por ser menos densa, mergulha
sob a Placa de Nazca, formando uma subducção no
assoalho marinho, que causa o estreitamento do
fundo do Oceano Atlântico.

Sobre a posição geográfica do Brasil no mundo, sua
localização na América do Sul e a porção que ocupa no
continente, assinale o que for correto.
01) O Brasil é o maior e também o único país da América
do Sul banhado por dois oceanos: o Atlântico, a leste,
e o Pacífico, a oeste de seu território.
02) O Brasil é o único país do mundo atravessado, ao
mesmo tempo, pela linha do Equador, ao norte, e
pelo Trópico de Capricórnio, ao sul.
04) Nos seus mais de 8 mil quilômetros quadrados de
extensão, o Brasil só não faz fronteiras com quatro
países sul-americanos: o Chile, o Equador, a Bolívia
e a Venezuela.
08) O Brasil situa-se na parte ocidental da América do
Sul e ocupa o equivalente a 47% do território do
continente.
16) Por causa de sua grande extensão territorial no
sentido da longitude (leste-oeste), o Brasil possui
quatro fusos horários diferentes.

GABARITO 3

UEM/CVU
Vestibular de Inverno/2011 ­ Prova 3
Geografia

2

Questão

04

Questão

No que se refere à ocupação do território e às primeiras
atividades econômicas do Paraná, assinale o que for
correto.
01) A ocupação ocorreu, primeiramente, na região
litorânea, avançando em seguida em direção às
regiões interioranas.
02) As primeiras atividades econômicas estiveram
ligadas ao extrativismo mineral e vegetal e a uma
agricultura muito dependente das condições naturais.
04) As lavouras de café foram implantadas na região
Norte do Paraná no final do século XVIII, altamente
dependentes do trabalho escravo, substituído, a partir
das correntes migratórias, pelo trabalho dos
imigrantes europeus, principalmente italianos e
japoneses.
08) Cidades como Umuarama e Guaíra surgiram em
função da extração do xisto betuminoso, por serem
pontos de extração do mineral utilizado na
pavimentação de rodovias.
16) Jazidas de ouro descobertas na região dos Campos
Gerais, entre o final do século XVII e o início do
século XVIII, impulsionaram a economia no período
e foram responsáveis pela transferência da capital do
Estado, de Paranaguá para Curitiba.

05

A respeito das correntes marítimas e sua influência sobre
o clima, assinale o que for correto.
01) A corrente do Golfo, por ser uma corrente fria, causa
uma diminuição da temperatura do Mar do Norte,
provocando o aumento dos rigores climáticos do
inverno, como as fortes nevascas na porção oriental
da Europa.
02) O Brasil sofre a influência de duas correntes
marítimas quentes: a corrente do Brasil e a corrente
das Guianas, que contribuem para a existência de
climas quentes.
04) A corrente da Califórnia, no hemisfério norte, é uma
corrente quente que causa um aumento da
temperatura e umidade nas áreas litorâneas do leste
dos Estados Unidos, provocando fortes chuvas e
tufões nessa região.
08) A corrente de Humboldt, no hemisfério sul, é uma
corrente fria que causa uma queda na temperatura das
áreas litorâneas no norte do Chile, ocasionando
condensação do ar e chuvas no oceano. A massa de
ar chega seca ao continente e dá origem ao Deserto
do Atacama.
16) Nos locais de ocorrência de correntes frias, a
atividade pesqueira é modesta porque essas áreas são
dispersoras de cardumes, devido à diminuição na
disponibilidade de plâncton, acarretando, desta
forma, a pouca oferta de alimentos aos peixes.

GABARITO 3

UEM/CVU
Vestibular de Inverno/2011 ­ Prova 3
Geografia

3

Questão

06

Questão

A modernização da agricultura paranaense gerou algumas
consequências sociais e econômicas. Assinale a(s)
alternativa(s) correta(s) segundo tais consequências.
01) Com a modernização, a pequena propriedade foi
completamente eliminada da estrutura agrária
paranaense. Não tendo como se manter no campo, os
pequenos proprietários tiveram que vender suas
pequenas áreas aos grandes proprietários rurais,
constituindo-se, assim, o que é chamado de
monopólio da terra.
02) A modernização não foi seletiva no Paraná.
Privilegiou, ao mesmo tempo e nas mesmas
proporções, todos os produtores rurais, todos os
produtos agrícolas e todas as regiões do Estado.
04) A introdução de novas tecnologias no cultivo agrícola
e a substituição de culturas tradicionais por produtos
que permitem uma maior mecanização ocasionaram
uma drástica redução da mão de obra empregada no
campo e o consequente êxodo rural.
08) A modernização da agricultura paranaense, ao
privilegiar a grande e a média propriedades com
incentivos agrícolas subsidiados, fez com que os
produtos agrícolas destinados à indústria de
transformação e de exportação fossem favorecidos
em relação à produção destinada ao mercado interno
para a alimentação da população.
16) O novo modelo agrícola, consolidado no Paraná a
partir dos anos 1970, fortaleceu as cooperativas de
agricultores, que evoluíram de empresas mercantis,
que recebiam e comercializavam matérias-primas,
para grandes empresas industriais.

07

Considerando os problemas ambientais que têm a
agricultura como causa, assinale a(s) alternativa(s)
correta(s).
01) Os desmatamentos provocam impactos ambientais
muito graves. Alguns deles são: a extinção ou a
redução da biodiversidade, a erosão e o
empobrecimento dos solos, o assoreamento do leito
dos rios e o rebaixamento do lençol freático.
02) As técnicas agrícolas modernas envolvem o uso de
vários produtos que, por um lado, facilitam o trabalho
do homem do campo e, por outro lado, agridem a
natureza. São eles os fertilizantes químicos,
pesticidas
e
herbicidas,
conhecidos
como
agrotóxicos.
04) A desertificação é um problema ambiental que
ocorre, principalmente, nas regiões oeste de São
Paulo, sul de Mato Grosso e norte do Paraná.
Extensas áreas são transformadas em desertos, depois
de seguidos anos de intensiva exploração agrícola
sem o uso de adubos químicos para a recuperação do
solo.
08) O sistema de roças é responsável por problemas
ambientais. Nesse sistema, o trabalho é dividido em
três fases: a derrubada da mata seguida de queimada,
o plantio e a colheita e o abandono do local. Depois,
outras áreas são procuradas para se iniciar um novo
ciclo.
16) A retirada da camada superficial do solo para
recomposição da fertilidade em laboratórios
especializados tem gerado ganhos de produtividade
para o agricultor, mas, em compensação, provoca o
processo de arenização: camadas inferiores,
constituídas de material arenoso, emergem à
superfície na forma de grandes faixas de areia
impróprias para a agricultura.

GABARITO 3

UEM/CVU
Vestibular de Inverno/2011 ­ Prova 3
Geografia

4

Questão

08

Questão

Sobre a forma e os movimentos da Terra, assinale o que
for correto.
01) Eratóstenes, astrônomo e matemático grego, foi o
primeiro estudioso a calcular, há mais de 2 mil anos,
com uma precisão impressionante para a época, a
circunferência terrestre.
02) O movimento de translação, movimento realizado
pela Terra ao redor do Sol, e a inclinação do eixo
terrestre em relação à eclíptica, são os responsáveis
pela ocorrência das diferentes estações do ano.
04) Entre os dias 21 e 23 de março, os raios solares
incidem perpendicularmente sobre o Trópico de
Câncer, ocorrendo o solstício de verão no hemisfério
norte e o equinócio de primavera no hemisfério sul.
08) Devido ao movimento de revolução da Terra,
realizado ao redor do seu próprio eixo, ocorre a
sucessão entre dias e noites. Como consequência,
pontos com iguais latitudes não possuem diferenças
de horário.
16) A esfericidade de nosso planeta é responsável pela
existência das diferentes zonas climáticas: polares,
temperadas e tropicais. Quanto mais nos afastamos
do Equador, maior é a inclinação com que os raios
solares incidem na superfície, o que torna as
temperaturas progressivamente mais baixas.

09

A superfície do Paraná é dividida em cinco regiões
naturais,
levando-se
em
conta
os
aspectos
morfoestruturais. São elas: Litoral, Serra do Mar,
Primeiro Planalto, Segundo Planalto e Terceiro Planalto.
Sobre essa compartimentação, assinale o que for correto.
01) A Serra do Mar é formada por rochas da Era Azoica,
portanto, muito antigas, onde aparecem em grande
quantidade os granitos e gnaisses. É nesse
compartimento que estão localizadas as maiores
altitudes do Estado.
02) O Litoral é a região de menor altitude do Estado. Ele
é recortado por duas baías: a baía de Paranaguá, onde
está situada a Ilha do Mel, e a baía de Guaratuba,
onde se encontra um dos mais antigos balneários
paranaenses.
04) O Primeiro Planalto paranaense, também conhecido
como Planalto de Curitiba, é limitado a leste pela
Serra do Mar e, a oeste, pela serra Devoniana. Ao
norte desse planalto, encontra-se a zona montanhosa
do Açungui com relevo movimentado provocado pela
ação do rio Ribeira e seus tributários.
08) O Segundo Planalto Paranaense tem seus limites
definidos a leste pela Escarpa Devoniana e a oeste
pela serra Geral. Na primeira, são encontradas várias
serras como denominações locais, tais como: serra
São Luiz, serra das Furnas, serra Purunã, serra São
Joaquim, entre outras.
16) O Terceiro Planalto Paranaense, também conhecido
como Planalto de Ponta Grossa, é o menor dos
compartimentos. As rochas mais comuns encontradas
nesse planalto são os Arenitos de Vila Velha e
Furnas, distribuídos nos grupos Passa Dois e Itararé.

Questão

10

Sobre atividade industrial, seus bens e meios de produção
e sua força de trabalho, assinale o que for correto.
01) São bens de produção: mercadorias utilizadas na
produção de outras mercadorias. Exemplos: matériasprimas, energia, máquinas e equipamentos.
02) São bens de capital: resultado financeiro da atividade
industrial, exclusivamente aplicado no fortalecimento
da empresa e nos mercados especulativos.
04) São bens intermediários: matérias-primas que já
sofreram algum tipo de industrialização, mas não se
destinam ao consumidor final.
08) São meios de produção: a edificação onde está
instalado o negócio e os instrumentos de trabalho, ou
seja, máquinas, ferramentas, matérias-primas.
16) É força de trabalho a capacidade física que todas as
pessoas têm para realizar trabalho e que é direcionada
para a atividade industrial.

GABARITO 3

UEM/CVU
Vestibular de Inverno/2011 ­ Prova 3
Geografia

5

Questão

11

Questão

Sobre os caminhos que marcaram antigos processos de
penetração no território paranaense, assinale o que for
correto.
01) O caminho de Peabiru, aberto pelos Portugueses,
estendia-se desde a cidade de Guaíra, situada na
região nordeste do Paraná, até a atual capital,
Curitiba. Atualmente, o trecho que liga Ponta Grossa
a Curitiba, pela BR-277, coincide com parte desse
caminho.
02) O caminho da Graciosa, aberto pelos índios, ligava
Antonina e Paranaguá a Curitiba. Atualmente, é
conhecido como Estrada da Graciosa, que, cercada
por muitas belezas naturais, é um dos pontos
turísticos do Estado.
04) O caminho de Viamão ligava a cidade de Viamão, no
Rio Grande do Sul, a Sorocaba, em São Paulo. Por
ele transitavam os tropeiros, conduzindo gado para
ser vendido na feira da cidade paulista. Várias
cidades foram criadas no Paraná ao longo desse
trajeto. Entre elas estão: Lapa, Ponta Grossa, Castro,
Piraí do Sul e Jaguariaíva.
08) O caminho do Arraial ligava a região oeste de Santa
Catarina à cidade de Cascavel, no Paraná. Foi o
principal caminho utilizado pelos primeiros
catarinenses na colonização do sudoeste do Paraná,
no final do século XIX e início do século XX.
16) O caminho de Itupava, até o século XVIII, foi o
principal caminho que ligava a cidade de
Guarapuava, na região central do Paraná, à capital
Curitiba. Dessa rota principal, havia bifurcações tanto
para norte, ligando cidades como Pitanga e
Ortigueira, como para o sul, ligando cidades como
União da Vitória e Rio Negro.

12

Sobre as massas de ar e suas influências no clima do
Brasil, assinale o que for correto.
01) A Massa Equatorial Atlântica (mEa) se origina nas
proximidades do arquipélago português dos Açores,
na África. É uma massa de ar quente e úmido que
atua, principalmente, durante a primavera e o verão
no litoral das regiões Norte e Nordeste do Brasil.
02) A Massa Equatorial Continental (mEc), por ser
originada no interior do continente, é uma massa
quente e seca. Sua principal interferência no clima
brasileiro é a ocorrência do clima semiárido do sertão
nordestino.
04) A Massa Tropical Continental (mTc), por ter sua
origem na depressão do Chaco, no Paraguai, local
com baixas temperaturas e muita umidade, atua,
principalmente, nos estados do Acre e Rondônia,
provocando o fenômeno local conhecido como
"friagem".
08) Por se originar no oceano Atlântico, em uma zona de
média latitude, a Massa Polar Atlântica (mPa) tem ar
frio e úmido. Essa massa atua, principalmente, no
período de inverno, ocasionando as chamadas chuvas
frontais na região Sul do Brasil.
16) A Massa Tropical Atlântica (mTa), de ar quente e
úmido, tem sua origem no Atlântico Sul. No litoral
das regiões Sul e Sudeste, o encontro dessa massa
com as áreas elevadas da serra do Mar provoca
chuvas orográficas, responsáveis pelas principais
tragédias nas encostas dessas regiões serranas.

GABARITO 3

UEM/CVU
Vestibular de Inverno/2011 ­ Prova 3
Geografia

6

Questão

13

Questão

Sobre os rios e as bacias hidrográficas brasileiras e sua
utilização, principalmente em relação ao potencial
energético, assinale o que for correto.
01) Os rios brasileiros têm diversos usos, como para a
irrigação, para o lazer, para a pesca, para a geração de
energia e para o transporte. Em regiões planálticas,
eles apresentam um enorme potencial hidrelétrico e
em regiões de planície são aproveitados para a
navegação.
02) A bacia do São Francisco tem como curso principal o
rio São Francisco. Ele banha vários estados das
regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste. Seu
potencial energético é muito baixo, não havendo
usinas hidrelétricas de grande expressão em seu
curso. Suas águas, em grande parte, são aproveitadas
para a irrigação das áreas semiáridas nordestinas.
04) A bacia do Tocantins-Araguaia é a maior bacia
inteiramente brasileira. Ela possui grande potencial
hidrelétrico. Em seu rio principal, o Tocantins, foi
construída a hidrelétrica de Tucuruí, que abastece o
projeto Carajás, cujo processo de extração e
beneficiamento de minério apresenta um alto
consumo de energia elétrica.
08) A bacia Platina é constituída de três bacias
secundárias: a bacia do Paraná, a bacia do Paraguai e
a bacia do Uruguai. A bacia do Paraná é a segunda
maior em extensão do mundo e com mais alto
aproveitamento hidrelétrico do Brasil. Nela estão
localizadas várias hidrelétricas, das quais a maior é a
usina de Itaipu.
16) O principal rio da Bacia Amazônica é o rio
Amazonas. Ele nasce na serra da Neblina, divisa do
Estado do Amazonas com a Venezuela, onde tem o
nome de rio Negro, e apenas depois de receber as
águas do rio Solimões é que passa a se chamar rio
Amazonas. Ele apresenta um alto potencial
hidrelétrico, sendo suas principais usinas a de Paulo
Afonso e a de Tucunaré.

14

Sobre as características das formações vegetais
brasileiras, assinale o que for correto.
01) A mata das Araucárias ou mata dos Pinhais é uma
floresta na qual predominam as araucárias. A
araucária, também conhecida como Pinheiro-doParaná, recebe essa designação porque sua área de
abrangência está restrita ao Estado do Paraná. É um
bioma que ainda está bem preservado devido à baixa
qualidade de sua madeira; portanto, ela não é
aproveitada economicamente.
02) A vegetação litorânea ou costeira constitui-se de
formações vegetais como as restingas e os
manguezais. A restinga se desenvolve na areia, com
predominância de arbustos e ocorrências de algumas
árvores. Os manguezais são nichos ecológicos
responsáveis pela reprodução de grande número de
espécies de peixes, moluscos e crustáceos.
04) A maior parte da floresta Amazônica é composta de
formação florestal latifoliada, que apresenta as
seguintes características: perene, heterogênea, densa
e higrófica. Podem ser distinguidos, nessa floresta,
três níveis de vegetação em relação ao relevo e às
margens dos rios: a mata de igapó, a mata de várzea e
a mata de terra firme.
08) A caatinga é uma vegetação adaptada ao clima
úmido, na qual predominam árvores de porte médio a
alto com características perenefólias. Esse bioma
recebe tal denominação devido ao forte odor exalado
pelas espécies que a compõem: o pau-d'alho e a
canela.
16) O cerrado é o segundo bioma mais extenso do Brasil,
distribuído entre as regiões Centro-Oeste, Nordeste e
Sudeste. Sua vegetação está associada ao clima
tropical continental, com uma estação chuvosa e
outra seca.

GABARITO 3

UEM/CVU
Vestibular de Inverno/2011 ­ Prova 3
Geografia

7

Questão

15

Questão

No que se refere à ordem econômica mundial e suas
relações políticas, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).
01) A sociedade capitalista é constituída, basicamente, de
duas classes sociais: a burguesia, composta pelos
capitalistas, e o proletariado, constituído por aqueles
que, não possuindo meios de produção, têm de
trabalhar para aqueles que os possuem, em troca de
um salário.
02) Entende-se por fase monopolista do capitalismo a
concentração das grandes empresas multinacionais
em um único espaço geográfico, em um país
altamente rico e desenvolvido. Nesse espaço, as
empresas conseguem controlar o mercado mundial de
capitais e de bens de consumo durável.
04) O capitalismo se caracteriza por apresentar uma
economia de mercado e uma sociedade de classes.
08) O socialismo tem como características uma economia
planificada e uma sociedade teoricamente sem
classes.
16) No sistema de economia planificada, o mercado de
capitais (compra e venda de ações) é controlado pelo
Estado, que se apropria do lucro de todas as
transações, reinvestindo nas empresas públicas sob
seu controle.

Questão

16

"O Japão sofreu o maior terremoto de sua história. Com
magnitude 8,9, foi o maior e mais intenso tremor do
mundo desde o tsunami na Indonésia que deixou mais de
200 mil mortos em 2004" (Folha de S.Paulo, 12 /3/2011,
primeira página). Sobre tsunami e terremoto, assinale a(s)
alternativa(s) correta(s).
01) Tsunamis são colunas de ar giratório em formato de
funil, surgidas devido a tempestades e ventos
intensos, que se deslocam do oceano em direção ao
continente.
02) Tsunamis são provocados por terremotos submarinos,
embora existam outras causas de menor importância.
04) Terremotos são formados a partir de fortes
deslocamentos de placas tectônicas, geralmente em
grandes profundidades da crosta terrestre. Ocorrem
na linha de colisão entre uma e outra placas
tectônicas.
08) No Brasil, dificilmente ocorre um terremoto com as
características do ocorrido no Japão, em 12 de março
de 2011, porque o território brasileiro está localizado
sobre a zona central de uma placa tectônica, a Placa
Sul-Americana.
16) O Japão é recordista mundial em terremotos e
tsunamis em função das características físicas de seu
território: um arquipélago formado há milhões de
anos em função da erosão eólica que tem os ventos
fortes como a principal causa.

17

Sobre os mapas e as tecnologias modernas aplicadas à
Cartografia, assinale o que for correto.
01) Os mapas primitivos eram gravados em pedra ou
argila. Depois, passaram a ser desenhados em couro,
pergaminho ou papiro. Com a invenção da imprensa,
começaram a ser impressos em papel. Hoje, são
produzidos em computador e podem ser analisados
diretamente na tela.
02) Para a representação da realidade em um mapa, é
necessário estabelecer uma correspondência entre as
dimensões do terreno e as do papel. Essa
correspondência é chamada de escala. Desta maneira,
num mapa com escala de 1:25.000 (um por 25 mil)
significa dizer que a realidade foi reduzida 25 mil
vezes para ser representada no papel.
04) Com a intensificação das mudanças realizadas no
espaço geográfico, tais como construções de novas
estradas, surgimento de novos loteamentos em áreas
urbanas e rurais, alternância e mudança de culturas
em espaços agrícolas, houve a necessidade de se
realizarem atualizações contínuas nos mapas. O ramo
da Cartografia responsável por essas atualizações é
conhecido como Projeção Cartográfica.
08) Os Sistemas de Informação Geográfica (SIGs) são o
resultado da utilização conjunta de mapas digitais,
crescentemente elaborados com base em imagens de
satélite e o auxílio do GPS, e de bancos de dados
georreferenciados. Esses sistemas computadorizados
permitem coletar, armazenar, processar, recuperar,
correlacionar e analisar diversas informações sobre o
espaço geográfico.
16) O receptor GPS (Global Position System) é um
aparelho que recebe ondas de rádio de satélites que
cumprem órbitas fixas ao redor da Terra. A partir do
recebimento dessas ondas, o aparelho calcula, além
das coordenadas geográficas ­ latitude e longitude, a
altitude local, o que facilita os trabalhos de campo na
confecção e atualização de mapas.

GABARITO 3

UEM/CVU
Vestibular de Inverno/2011 ­ Prova 3
Geografia

8

Questão

18

Questão

Sobre Geografia, seu objeto de estudo e conceitos
utilizados, assinale o que for correto.
01) Paisagem é tudo aquilo que nós vemos, o que nossa
visão alcança. Paisagem pode ser definida como o
domínio do visível.
02) Território constitui-se num importante elemento de
análise da Geografia para interpretar a sociedade e
suas relações com a natureza. Podemos falar em
território nacional, território indígena, território das
gangues, etc.
04) Espaço geográfico é o espaço natureza, ou seja,
aquele que ainda não sofreu qualquer tipo de ação do
homem, que não passou por nenhuma alteração na
sua forma original. É o principal objeto de estudo da
ciência geográfica.
08) Lugar é a porção do espaço apropriável para a vida.
Lugar pode ser o bairro, a praça, a rua, a
Universidade Estadual de Maringá.
16) Domínios naturais abrangem a compreensão e a
descrição geral das características sociais e
econômicas e dos processos que as constituem.

Questão

19

Assinale a(s) alternativa(s) correta(s) em relação a
subdesenvolvimento e às características principais de
países considerados subdesenvolvidos.
01) Os países subdesenvolvidos, em geral, estão
endividados, vivem em regime de dívidas externas
vultosas, sendo suas credoras grandes empresas
financeiras internacionais, quase sempre localizadas
em países desenvolvidos.
02) Os países subdesenvolvidos não apresentam relações
com o mercado externo, tanto nas compras como nas
vendas, e dependem da agricultura de subsistência
para a manutenção de suas populações.
04) Geralmente, os países subdesenvolvidos têm sua
economia baseada na exportação de produtos
primários ou produtos industrializados com baixa
tecnologia e importam produtos industrializados com
elevada tecnologia.
08) Em função de sua moderna estrutura industrial, de
sua agricultura de exportação e de sua
autossuficiência na geração de energia elétrica, o
Brasil deixou de ser país subdesenvolvido no ano de
1998, passando a figurar entre os países
desenvolvidos, juntamente com a Índia e a Coreia do
Norte.
16) Pode-se afirmar que dois elementos são essenciais
para a definição de subdesenvolvimento: a
dependência econômica e tecnológica e as grandes
desigualdades sociais.

20

Sobre globalização, assinale o que for correto.
01) Globalização é o nome que se dá à atual fase da
mundialização capitalista. Está para o capitalismo
informacional como o colonialismo esteve para seu
período comercial e o imperialismo para sua etapa
industrial e financeira.
02) A Globalização é um fenômeno muldimensional.
Apresenta uma faceta econômica, a mais evidente e
perceptível, mas também possui outras dimensões,
como a social, a política e a cultural, dentre outras.
04) Globalização
consiste
em
uma
crescente
interdependência das economias de todas as nações, o
que pode ser observado pela intensidade cada vez
maior do comércio e do turismo internacionais, dos
investimentos no exterior e dos meios de
comunicação e de transporte.
08) Globalização só ocorre, como processo gerado pelas
relações capitalistas, nos países onde existem as
chamadas cidades globais e as redes urbanas por elas
polarizadas. São elas importantes centros urbanos,
geralmente localizados no hemisfério norte,
dinamizador da economia mundial.
16) No Brasil, a globalização, que ainda não está
consolidada, teve início com a política neoliberal
implantada nos anos de 1990, marcada pela
privatização de empresas públicas e pela liberação
das bolsas de valores para a entrada do capital
externo.

GABARITO 3

UEM/CVU
Vestibular de Inverno/2011 ­ Prova 3
Geografia

9