PREFEITURA MUNICIPAL DE MARANGUAPE
CONCURSO PÚBLICO
CARGO: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - GEOGRAFIA
DIDATICA/LEGISLAÇÃO
QUESTÃO 01
Ensinar ­ aprender não é permanecer em
uma atitude apenas contemplativa, sem
envolvimento ou apenas produzir dados
culturais. Sobre a formação e conduta do
professor e sua ação pedagógica,
assinale o item correto:
a) A docência deve ser baseada na
competência técnica, sem, contudo,
associar a concepção de educação ao
seu papel na sociedade;
b) O professor deve basear sua ação
docente na competência técnica, teórica
e no compromisso político, sem tratar sua
atividade, apenas, como mercadoria;
c) A formação de professores não pode
levar em consideração a internalização
do saber;
d) A atuação do professor enquanto ser
histórico não pode influenciar a ordem
pedagógica.
QUESTÃO 02
As tendências pedagógicas ajudaram a
formar a prática pedagógica do Brasil.
Sobre essas tendências, assinale o item
correto:
a) As tendências pedagógicas ajudam o
professor a se distanciar das demandas
de sua clientela e ficar seu trabalho, na
sala de aula;
b) As tendências pedagógicas foram
concebidas, baseadas em visões de
pensadores, em relação ao contexto
histórico das sociedades, em que
estavam inseridos, além das concepções
de homem e de mundo;
c) O conhecimento das tendências
pedagógicas serve, apenas, para orientar
os professores, quanto à elaboração de
seus planos de ensino;

d) A
aplicação
das
tendências
pedagógicas em nada contribui para o
processo de aprendizagem do aluno,
apenas, serve como instrumento de
trabalho para o professor.
QUESTÃO 03
"Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe
tudo.
Todos nós sabemos alguma coisa.
Todos nós ignoramos alguma coisa.
Por isso aprendemos sempre." Paulo
Freire
Por
muitos
anos,
a
Educação
estruturava-se, colocando o professor
como centralizador do conhecimento e o
aluno como uma tabula rasa que deveria
ser preenchida com informações que
seriam transmitidas pelos docentes. Mas,
para termos a educação como fonte
transformadora do ser humano e da
sociedade, é preciso que o professor
coloque-se como mediador e em
contínuo processo de formação, e essa
não é uma tarefa fácil.
Para ver coisas novas é necessário
renovar o olhar e se desprender das
antigas ideias. Em relação a esse novo
processo de ensino, analise os itens a
seguir:
I. O professor é uma pessoa em
construção, portador de um nó formativo
central e contínuo, sincronizado com o
seu tempo. Ser professor, hoje, implica
assumir uma profissão, que está em
constante processo de redefinição e
ressignificação;

1

II. Nos últimos trinta anos, a Educação
Escolar passou por profundas mudanças
sociais
que
repercutiram
nos
comportamentos, estilos de vida, atitudes
e valores, com elevado impacto na vida
dos profissionais da educação e,
também, dos alunos.
III. Com tantas mudanças, é preciso,
também, atualizar o ensino para que as
demandas atuais sejam atendidas. A
realidade do professor é um sistema vivo
complexo, presente nas aulas e, é nesse
contexto de incerteza que os professores
da "escola de hoje" devem trabalhar,
tentando
responder,
positivamente,
àquilo que a atualidade exige;
IV. Assim, somente a experiência
profissional docente passa a não ser
suficiente. O professor está em constante
processo de ensino e de aprendizagem,
também. Está aprendendo sobre e com
seus alunos, sobre novas descobertas,
diferentes técnicas, didáticas, postura
profissional,
adquirindo
novos
conhecimentos, atualizando-se. Deste
modo, o professor reavalia o método e
começa a ensinar e estimular seus
alunos a serem pensadores e não
somente repetidores de informação.
Analisados os itens, é correto afirmar
que:
a) Todos os itens estão corretos
b) Apenas os itens I e IV estão corretos
c) Apenas os itens I, II e IV estão
corretos
d) Apenas os itens II, III e IV estão
corretos
QUESTÃO 04
Desde sua promulgação, em 20 de
dezembro de 1996, a Lei de Diretrizes e
Bases da Educação Nacional vem
redesenhando o sistema educacional
brasileiro em todos os níveis: da creche,
desde então incorporada aos sistemas de
ensino, às universidades, além de todas
as outras modalidades de ensino,
incluindo
a
educação
especial,
profissional, indígena, no campo e ensino
a distância. Um dos avanços da Lei 9394,
de Diretrizes da Educação Nacional, é:

a) A
criação
dos
cursos
profissionalizantes;
b) A incorporação da Educação Infantil à
Educação Básica;
c) A extinção da obrigatoriedade da
Educação Física;
d) A criação das áreas de concentração.
QUESTÃO 05
Todos os países que chegaram a grau
mais
elevado
de
progresso,
alavancaram-se
a
esta
condição,
priorizando a educação. Esta tem uma
função
social
muito
importante,
especialmente, no que se refere ao
mundo do trabalho. Nesta perspectiva,
conforme a concepção crítico-social, a
educação deve ter como objetivo:
a) Preparar mão-de-obra especializada,
para suprir as necessidades de
desenvolvimento do sistema capitalista,
atendendo, assim, as exigências da
produtividade e de crescente divisão
social do trabalho;
b) Formar pessoas capazes de pensar,
criticamente,
potencializando
o
desenvolvimento de suas capacidades
intelectuais, emocionais, culturais e
relacionais,
para
o
pleno
desenvolvimento da sociedade;
c) Formar cidadãos para ocuparem
lugares fixos e funcionais, na estrutura
hierárquica da produção e da sociedade;
d) Capacitar, prioritariamente, pessoas
para o domínio das técnicas e tecnologia
do mundo do trabalho, dotando-o de
capacidade intelectual de competir com
os outros.
QUESTÃO 06
De acordo a LDB ­ Lei de Diretrizes e
Bases da Educação Nacional (9394/96),
os conteúdos e metodologias e formas de
avaliação no ensino médio organizar-seão de maneira que o estudante
demonstre:
I. Domínio de princípios científicos e
tecnológicos que presidem a produção
moderna
II. Conhecimento
das
formas
contemporâneas de linguagem
2

III. Domínio dos conhecimentos de
Filosofia e de Sociologia necessários ao
exercício da cidadania;
IV. Capacidade de intercambiar áreas de
conhecimento de maneira recíproca,
gerando exegese dos conhecimentos e
enriquecimento pessoal
Estão corretos:
a) Apenas os itens II e IV;
b) Apenas os itens I, II e IV;
c) Apenas os itens I, III e IV;
d) Apenas os itens I, II e III.
QUESTÃO 07
A origem do PAIC aponta para o trabalho
desenvolvido pelo Comitê Cearense para
a Eliminação do Analfabetismo Escolar,
criado em 2004, pela Assembléia
Legislativa do Estado do Ceará, através
da iniciativa do deputado Ivo Gomes. O
Comitê era constituído pela Assembléia
Legislativa,
UNICEF,
APRECE,
UNDIME/CE,
INEP/MEC,
e
Universidades Cearenses como UECE,
UFC, UVA, URCA e UNIFOR. Em
relação ao Programa de Alfabetização na
Idade Certa, sua história e evolução é
correto dizer que:
a) O pacto de cooperação surgido,
inicialmente, do trabalho do Comitê, teve
a finalidade de comprometer os
municípios com algumas metas, entre
elas a de erradicar o analfabetismo, no
Ceará, em 10 anos;
b) Em 2005, o Governo do Estado do
Ceará, por meio da SEDUC, assumiu a
execução do PAIC, tornando o programa
uma política pública. Em parceria com a
UNDIME/CE, UFC e UNICEF;
c) Alfabetizar todos os alunos das redes
municipais até o segundo ano do Ensino
Fundamental foi o objetivo geral proposto
para o PAIC;
d) Em 2010 o Governo do Estado lançou
o PAIC MAIS, visando estender as ações
que eram destinadas às turmas de
Educação Infantil, 1º e 2º ano do Ensino
Fundamental até o 5º ano nas escolas
públicas dos 184 municípios cearenses.

QUESTÃO 08
"O
educador
nunca
estará,
definitivamente pronto, formado, pois que
sua maturação faz-se no dia-a-dia na
meditação teórica, sobre a prática."
(Lukesi)
Nos itens abaixo, discorremos sobre o
compromisso social e ético do professor:
I. O trabalho docente constitui o exercício
profissional do professor e este é seu
primeiro compromisso com a sociedade.
Sua responsabilidade é preparar os
alunos para se tornarem cidadãos ativos
e participantes na família, no trabalho,
nas associações de classes, na vida
cultural e política;
II. É uma atividade, fundamentalmente
social, porque contribui para a formação
cultural e científica do povo, tarefa
indispensável para outras conquistas
democráticas;
III. A característica mais importante da
atividade profissional do professor é a
mediação entre o aluno e a sociedade,
entre as condições de origem do aluno e
sua destinação social na sociedade,
papel que cumpre, provendo as
condições e os meios;
IV. O sinal mais indicativo da
responsabilidade
profissional
do
professor é seu permanente empenho na
instrução e educação dos seus alunos,
dirigindo o ensino e as atividades de
modo
que
estes
dominem
os
conhecimentos básicos e as habilidades,
capacidades físicas e intelectuais, tendo
em vista prepará-los para enfrentar os
desafios da vida prática no trabalho e nas
lutas sociais pela democratização da
sociedade. (Libâneo,J.C.)
Em que itens temos, claramente
expresso, o compromisso social e ético
dos professores:
a) Apenas nos itens I, II e IV;
b) Apenas nos itens I, III e IV;
c) Em todos os itens;
d) Em nenhum dos itens.

3

QUESTÃO 09
Quando
falamos
em
Aspectos
Fundamentais
da
Pedagogia
encontramos
formas
distintas
de
abordagem, que se equivalem em
conteúdo, embora usem nomenclaturas
diferentes para seus tópicos. Em relação
ao tema é INCORRETO dizer que:
a) Os aspectos fundamentais de uma
verdadeira Pedagogia e os requisitos que
todo o educador deve ter em conta,
desejar-se fazer obra educativa séria e
fecunda, devem levar em conta estes três
aspectos: a pedagogia descritiva, a
pedagogia normativa e a pedagogia
prática ou metodológica;
b) Em outras linguagens, os aspectos
fundamentais da pedagogia nos remetem
a três pontos fundamentais: o aspecto
filosófico, o aspecto técnico e o aspecto
científico;
c) O aspecto filosófico é a relação da
pedagogia com a vida, com os valores,
ideais e os objetivos da educação;
d) O aspecto técnico apoia-se em dados
apresentados por outras ciências, como
as físicas, biológicas e sociológicas;
QUESTÃO 10
Em relação ao financiamento da
educação, a LDB trouxe aspectos
positivos e negativos. Em relação aos
percentuais
mínimos
das
receitas
resultantes de impostos, incluindo as
transferências constitucionais, marque o
item correta:
a) A União aplicará, anualmente, nunca
menos de vinte e cinco, e os Estados, o
Distrito Federal e os Municípios, dezoito
por cento;
b) A União aplicará, anualmente, nunca
menos de dezoito, e os Estados, o
Distrito Federal e os Municípios, vinte e
cinco por cento;
c) A União aplicará, anualmente, nunca
menos de dezoito, os Estados vinte e o
Distrito Federal e os Municípios, vinte e
cinco por cento;
d) A União aplicará, anualmente, nunca
menos de vinte, e os Estados, o Distrito
Federal e os Municípios, vinte e cinco por
cento.

QUESTÃO 11
Na concepção pedagógica baseada na
teoria de Vygotsky (a obra do psicólogo
ressalta o papel da escola no
desenvolvimento mental das crianças e é
uma das mais estudadas pela pedagogia
contemporânea) pode-se afirmar que:
a) Não são valorizadas as relações
sociais, apenas, o desenvolvimento
cognitivo;
b) São valorizadas as relações sociais na
construção do conhecimento;
c) É valorizada a fixação de regras e
fórmulas;
d) É valorizado o processo de repetição
de exercícios.
QUESTÃO 12
Em relação ao financiamento da
educação pública, o acompanhamento e
o controle social, sobre a repartição, a
transferência e a aplicação dos recursos
do Fundo a que se refere à Lei 9.424/96
serão exercidos:
a) Por Conselhos, instituídos em cada
esfera de governo;
b) Pelo Tribunal de Contas da União;
c) Pelo Poder Executivo Federal;
d) Pelo Conselho Nacional de Educação.
QUESTÃO 13
É de competência dos municípios, entre
outras coisas, de acordo com o que
ordena a LDB, entre outras:
a) Autorizar, credenciar e supervisionar
os estabelecimentos do seu sistema de
ensino e os estabelecimentos de
educação básica da rede privada,
existentes na cidade;
b) Oferecer,
complementarmente,
formação de professores em nível
superior, em instituições municipais,
especialmente criadas, para este fim, ou
através de convênios, com universidades
oficiais;
c) Organizar, manter e desenvolver os
órgãos e instituições oficiais dos seus
sistemas de ensino, integrando-os às
políticas e planos educacionais da União
e dos Estados;
4

d) Assumir o transporte escolar dos
alunos, desde que comprovado estado
de pobreza das famílias e a distribuição
de merenda a todos os alunos do ensino
fundamental.
QUESTÃO 14
O compromisso com a construção da
cidadania pede, necessariamente, uma
prática educacional voltada para a
compreensão da realidade social e dos
direitos e responsabilidades em relação à
vida pessoal e coletiva e a afirmação do
princípio da participação política. Nessa
perspectiva é que foram incorporadas
como Temas Transversais as questões
da Ética, da Pluralidade Cultural, do Meio
Ambiente, da Saúde, da Orientação
Sexual e do Trabalho e Consumo. Os
temas transversais relacionados nos
Parâmetros
Curriculares
Nacionais,
PCN's, referem-se, EXCETO:
a) Questões que interferem na vida dos
alunos e com as quais se veem
confrontados no seu dia-a-dia;
b) Constituem novas áreas para trabalhar
com os alunos;
c) Meio ambiente, saúde e ética são
temas transversais;
d) É um conjunto de temas que
aparecem transversalizados nas áreas
definidas.
QUESTÃO 15
Sobre a fixação do valor mínimo anual
por aluno nas verbas do FUNDEF, a
competência para fixar esse valor ao qual
se refere à Lei 9.424/96, com a
exceção do que estabelece o § 4º do
artigo 6º será por:
a) Ato do secretário de Educação de
cada Estado;
b) Ato do ministro da Educação;
c) Ato do Presidente da República;
d) Ato do governador de cada Estado.

ESPECÍFICA
QUESTÃO 16
O clima predominante do sertão e do
litoral
do
Estado
do
Ceará,
respectivamente é:
a) Semiárido e Tropical.
b) Semiúmido e Tropical.
c) Sertanejo e Litorâneo.
d) Semiárido e Semiúmido.
QUESTÃO 17
O Estado do Ceará possui, em sua
população, uma característica de:
a) a maioria serem jovens e com uma
distribuição regular, entre as cidades.
b) ter grau de instrução baixo, nas
cidades e alto, no campo.
c) ter conseguido controlar, de forma
eficaz, o seu crescimento em todos os
locais do Estado.
d) a maioria é formada por adultos e ter
sua distribuição, de forma irregular.
QUESTÃO 18
No atual cenário econômico brasileiro,
estamos vendo que existem empresas
que vem administrando associações e
coligações, entre duas ou mais firmas, a
esses eventos damos o nome de:
a) Cartel.
b) Monopólio.
c) Holdings.
d) Multinacionais.
QUESTÃO 19
Quando
verificamos
os
setores
econômicos do Estado do Ceará, vemos
que o que mais influencia em nosso PIB
(Produto Interno Bruto) é o setor:
a) industrial;
b) de serviços;
c) agropecuário;
d) de exportação.
QUESTÃO 20
Os
movimentos
migratórios
são
constantes em nosso País. Quando
temos trabalhadores que vivem em uma
cidade, mas trabalham em outra,
estamos falando de:
5

a) Êxodo Rural.
b) Êxodo Urbano.
c) Movimento Pendular.
d) Movimento Perpendicular.
QUESTÃO 21
Quando um determinado local possui
uma área, em que um núcleo urbano é,
densamente povoado, e com áreas
vizinhas menos povoadas temos:
a) Área metropolitana.
b) Megalópole.
c) Conurbação.
d) Eixo urbano.
QUESTÃO 22
Bacia que possui um grande potencial
hidrelétrico e possui várias usinas, em
seu percurso. Estamos falando da bacia:
a) Amazônica.
b) São Francisco.
c) Uruguai.
d) Jaguaribe.
QUESTÃO 23
A formação dos escudos ou maciços
antigos brasileiros, surgiram:
a) na Era pré-cambriana.
b) na Era cenozoica.
c) na Era cambriana.
d) na Era moderna.
QUESTÃO 24
A
estrutura
geológica
brasileira
conhecida Bacias Sedimentares, possui
como característica correta, apenas no
item:
a) Possui a formação mais antiga
encontrada e ocupa mais da metade do
Brasil.
b) Possui formação nova, por isso é bem
pequena, em relação às outras
formações.
c) Possui formação antiga e é
responsável pela produção de petróleo,
em
nosso
país.
d) Possui formação mais recente e ocupa
mais da metade do território.

QUESTÃO 25
A Região Litorânea possui características
peculiares,
dentre
elas
podemos
destacar:
a) é composta, totalmente, por planície.
b) o relevo fica nas depressões
existentes da localidade.
c) é bastante frequentada por turistas,
porém está contida em uma pequena
extensão territorial.
d) um de seus relevos é formado por
barreiras.
QUESTÃO 26
Dentre as fases da Revolução Industrial,
as características da Terceira Revolução
Industrial estão destacadas, na opção:
a) Estabeleceu o domínio da informática,
sem precisar de outros meios de energia.
b) Utiliza várias fontes de energia, desde
o petróleo, até a elétrica e nuclear.
c) A utilização do vapor, como fonte
principal de energia.
d) A monopolização europeia, nessas
indústrias.
QUESTÃO 27
O Brasil possui vários fusos horários,
com isso, temos que adiantar, em uma
hora nosso relógio (sem contar com
horário de verão) quando viajamos:
a) do Ceará para São Paulo.
b) Do Pará para Fernando de Noronha.
c) Do Ceará para o Pará.
d) De Pernambuco para o Ceará.
QUESTÃO 28
As característica de um rio, ser
considerado intermitente, está destacada
no item:
a) Ser o principal rio do território, por
responder por metade da economia do
local.
b) Ser um rio que não é atingido, pela
época de estiagem.
c) Ser um rio que pode vir a sofrer com a
seca, na época de estiagem.
d) Não seca e, sempre, serve como
produção de energia hidrelétrica.

6

QUESTÃO 29
As condições apresentadas abaixo que
fazem um País se considerado,
subdesenvolvido são:
a) Dependência econômica externa e
grandes desigualdades sociais.
b) Dependência política e estabilidade
econômica.
c) Independência política e econômica,
perante o cenário mundial.
d) Grandes desigualdades sociais e uma
moeda forte, perante o dólar.
QUESTÃO 30
São características das chuvas ácidas
que podem prejudicar o solo e matar
peixes:
a) Composição de oxigênio e hidrogênio
com PH alto.
b) Composto por dióxido de carbono,
dióxido de enxofre e óxido de nitrogênio
com PH baixo.
c) Composto por gás carbônico e gás
hélio fazendo o PH cair para se tornar
ácido.
d) Composição igual a de uma chuva
normal, com exceção do gás nitrogênio
evaporado dos lixões.
INFORMÁTICA
QUESTÃO 31
O vírus ________ é executado através
de páginas da Web que possuem
códigos maliciosos, interpretados pelo
navegador.
a) Polimórfico;
b) De Macro;
c) De Arquivos;
d) De Script.
QUESTÃO 32
Qual a sequência CORRETA acerca dos
Comandos na figura de botões do
Microsoft Excel?

a) Organizar os dados em ordem
descendente e Função Sigma;
b) Organizar os dados, em ordem
ascendente e Organizar os dados em
ordem descendente;
c) Organizar os dados em ordem
descendente e Organizar os dados em
ordem ascendente;
d) Mostrar ou ocultar a barra de fórmulas
e
organizar
dados,
em
ordem
ascendente.
QUESTÃO 33
Sobre o Windows XP, assinale a opção
CORRETA.
a) Já vem instalado por padrão, um
aplicativo
que
permite
compactar
arquivos do tipo `zip' e `rar';
b) Para apagar um arquivo sem ser
enviado para a Lixeira, usa-se a
combinação das teclas SHIFT + DEL;
c) Não suporta sistemas de arquivos
NTFS e FAT;
d) Permite compartilhar disco e, apenas,
as impressoras da HP.
QUESTÃO 34
Em relação aos recursos do Painel de
Controle do Windows é CORRETO
afirmar que
a) A opção Vídeo exibe as propriedades
de vídeo e permite alterar a resolução da
tela;
b) Para saber a identificação de um
computador, na rede, deve-se usar o
recurso Opções de acessibilidade;
c) Para configurar uma rede doméstica
ou conectar à Internet, deve-se utilizar o
recurso Adicionar ou remover programas;
d) A inversão das funções dos botões,
direito e esquerdo do mouse é feita por
meio
do
recurso
Opções
de
acessibilidade.

7

QUESTÃO 35
Usando Word, em um documento,
configurei o número de página do rodapé,
de tal maneira que na primeira página
não aparece número nenhum. A guia do
item "Configurar Página" localizado no
menu Arquivo que utilizo, para que isso
seja possível é:
a) Margens;
b) Origem do papel;
c) Layout;
d) Tamanho do papel.
LÍNGUA PORTUGUESA
TEXTO
Algumas pessoas acreditam que
trabalho e felicidade não têm qualquer
relação,
sendo,
antes,
conceitos
contraditórios: feliz é quem não precisa
trabalhar. Contudo, há aqui claramente
um paradoxo, talvez típico da cultura
brasileira: ao mesmo tempo em que as
pessoas desejam o trabalho quando não
o têm, elas diminuem seu valor quando
empregadas. A angústia de ser
desempregado só se iguala à angústia de
ter um patrão.
É provável que esse paradoxo se
explique no contexto da tradição
ocidental sobre a felicidade: de um lado,
o ideal da felicidade como vida boa ­
uma vida simples, tranquila e estável,
com poucos desejos, mas desejos certos;
de outro, o ideal moderno do sucesso ­
uma vida agitada, acossada pelo
fantasma do fracasso, pelo medo de não
ter status ou de ficar "empacado". Ambos
os ideais estão costurados no sentido do
trabalho no Brasil. A consequência disso
é a relação de amor e ódio típica do
brasileiro com o trabalho: o desejo de
que logo chegue o final de semana e o
tédio quando as férias se prolongam.

Talvez isso mostre que o mais
importante para a felicidade no trabalho
seja a atividade em si, e não o modo
como ela se institucionaliza. Fazendo eco
ao que Karl Marx disse há mais de um
século, o trabalho (não o emprego) é
meio privilegiado para a auto-expressão
do indivíduo. Naturalmente, essa é uma
visão inteiramente contaminada pela
modernidade. Nesta, o "ser" se revela na
ação, e não na contemplação. Pessoas
que não têm uma atividade, que não
canalizam suas energias para sua
finalização, podem simplesmente se
desconectar do convívio social, seja pela
violência ou mesmo pela mais pura
passividade e apatia. Nesse sentido, o
trabalho é uma importante forma de
pedagogia do caráter.
Entretanto, sabemos que o
trabalho pode ser igualmente uma das
mais funestas causas de sofrimento
mental e físico. Basicamente, isso ocorre
quando a sua organização (leia-se, sua
institucionalização) impõe limites àquela
auto-expressão do indivíduo. Aqui temos
um outro paradoxo, pois quanto mais, na
sociedade em geral, se difunde a
obrigação generalizada da busca pela
felicidade, mais as pessoas tornar-se-ão
reticentes em embarcar em um trabalho
desprovido de conteúdo.
Desse modo, a contrapartida da apologia
da felicidade é uma elevação no patamar
de exigências quanto ao grau de sentido
e prazer que um trabalho deve ter para
ser
satisfatório.
Com
isso,
as
expectativas com relação ao RH das
empresas estão se tornando cada vez
maiores.
As organizações, no entanto, não
são lugares para se encontrar a
felicidade. Enquanto instituições, são
conservadoras: não podem oferecer mais
do que um contrato de troca. Elevar as
expectativas quanto à sua capacidade de
nos conceder mais do que isso é
depender de uma crença ou fé
semelhante à que os antigos gregos
temiam por saberem que não poderiam
8

deixar sua vida em mãos tão fortuitas e
passionais como as dos deuses.
O "princípio do prazer", regido pela
lógica do "quero, logo tenho; quero, logo
sou", faz da vida uma tragédia ­ pois,
queiramos ou não, o mundo não está
aqui para atender a todos os nossos
desejos; no fim, o acaso (ou a deusa
Fortuna, para os antigos romanos) é
muito mais forte.
Enquanto a felicidade depender de
acumulação de renda, patrimônio,
sucesso, status e poder, continuaremos a
ser infelizes. E por quê? Porque, diria
Schopenhauer refletindo os antigos, não
temos controle sobre as coisas externas
a nós. Não há acumulação suficiente que
possa
saciar
nossas
aspirações;
propriedade e desejo nunca se ajustam,
exceto em equilíbrio instável.
(Extraído e adaptado de:Pedro F.
Bendassolli. Felicidade e trabalho. FGV
executivo, p. 61, 2015)
QUESTÃO 36
Assinale a citação que expressa a ideia
central do texto.
a) O segredo da felicidade no trabalho
está contida em uma palavra: excelência.
Saber como fazer bem alguma coisa é
desfrutá-la. (Pearl Buck).
b) O trabalho não justifica a existência. A
gente trabalha para existir e vice-versa.
(John Lennon).
c) Toda felicidade é um misto de
coragem e trabalho. (Honoré de Balzac).
d) Para nos mantermos bem é
necessário comer pouco e trabalhar
muito. (Aristóteles).
QUESTÃO 37
Assinale a opção que aponta o paradoxo
aludido no primeiro parágrafo do texto.
a) Algumas pessoas acreditam que
trabalho e felicidade não têm qualquer
relação.
b) Feliz é quem não precisa trabalhar.
c) Ao mesmo tempo em que as pessoas
desejam o trabalho quando não o têm,
elas se diminuem quando empregadas.

d) Ao mesmo tempo em que as pessoas
desejam o trabalho quando não o têm,
elas o diminuem quando empregadas.
QUESTÃO 38
Para o autor do texto, trabalho e emprego
são:
a) Conceitos diferentes, pois trabalho é a
atividade
e
emprego,
a
sua
institucionalização.
b) Conceitos sinônimos, pois podem "ser
igualmente uma das mais funestas
causas de sofrimento mental e físico".
c) Conceitos sinônimos, pois o ser se
revela na ação, e não na contemplação
em qualquer atividade.
d) Conceitos diferentes, pois um traz o
ideal moderno da "vida boa" e o emprego
traz o ideal moderno de "sucesso".
QUESTÃO 39
Assinale a opção em que a expressão
verbal destacada deve ser conjugada
com a mesma colocação pronominal de
tornar-se-ão.
a) Estas são as pessoas que irão lhe
dizer a verdade.
b) Amanhã vou lhe falar a respeito
daqueles jovens.
c) No escritório continuamos silenciosos,
mas deveríamos dizer a verdade todos
juntos à secretária.
d) Eram vocês os que iriam me
procurar?
QUESTÃO 40
Assinale a opção que exprime uma
relação CAUSAL com o enunciado: "as
expectativas com relação ao RH das
empresas estão se tornando cada vez
maiores":
a) As organizações não são lugares
para se encontrar a felicidade.
b) ...instituições são conservadoras.
c) ...uma elevação no patamar de
exigências quanto ao grau de sentido e
prazer que um trabalho deve ter para ser
satisfatório.
d) ...as pessoas tornar-se-ão reticentes
em embarcar em um trabalho desprovido
de conteúdo
9

QUESTÃO 41
Assinale a opção em que consta o
significado da palavra fortuitas.
a) Cheias de poder.
b) Contingentes.
c) Dotadas de força física.
d) Secretas.
QUESTÃO 42
Assinale a opção em que reescrita do
trecho "Elevar as expectativas quanto à
sua capacidade de nos conceder mais do
que isso é depender de uma crença ou fé
semelhante à que os antigos gregos
temiam..." está correta.
a) Elevar as expectativas quanto ao seu
poder de nos conceder mais do que isso
é depender de uma crença ou fé
semelhante à que os antigos gregos
temiam...
b) Elevar as expectativas quanto a seu
poder de nos conceder mais do que isso
é depender de uma crença ou fé
semelhante à que os antigos gregos
temiam...
c) Elevar as expectativas quanto a seu
poder de nos conceder mais do que isso
é depender de uma crença ou fé
semelhantes às que os antigos gregos
temiam...
d) Elevar as expectativas quanto ao seu
poder de nos conceder mais do que isso
é depender de uma crença ou fé
semelhantes as que os antigos gregos
temiam...
QUESTÃO 43
No enunciado "quero, logo tenho; quero,
logo sou", utilizam-se aspas, sinal de
pontuação empregado em todos os
casos abaixo, EXCETO:

a) Indicar o título de uma obra nos
manuscritos.
b) Acentuar o valor significativo de uma
palavra ou expressão.
c) Fazer
sobressair
termos
ou
expressões, geralmente não peculiares à
linguagem normal de quem escreve.
d) Assinalar a supressão de um fonema
no verso.
QUESTÃO 44
Assinale a opção em que o emprego dos
termos destacados no enunciado "E por
quê? Porque, diria Schopenhauer
refletindo os antigos, não temos controle
sobre as coisas externas a nós."
apresenta explicação conforme à norma
escrita culta brasileira.
a) Junção da preposição por + pronome
relativo que/Ocorrência antes de um
ponto.
b) Ocorrência antes de um ponto/
Junção da preposição por + pronome
relativo que.
c) Ocorrência antes de um ponto/
Conjunção causal ou explicativa.
d) Conjunção causal ou explicativa/
Ocorrência antes de um ponto.
QUESTÃO 45
Assinale a opção em que se encontra a
classificação
sintática
do
termo
sublinhado em O "princípio do prazer",
regido pela lógica do "quero, logo tenho;
quero, logo sou", faz da vida uma
tragédia.
a) Objeto direto
b) Oração subordinada adverbial causal
c) Complemento verbal
d) Adjunto adnominal

10

Leia os poemas e responda às questões que seguem.
Poema 1
Epigrama nº. 2 (Cecília Meireles)
És precária e veloz, Felicidade.
Custas a vir e, quando vens, não te demoras.
Foste tu que ensinaste aos homens que havia tempo,
e, para te medir, se inventaram as horas.
Felicidade, és coisa estranha e dolorosa:
Fizeste para sempre a vida ficar triste:
Porque um dia se vê que as horas todas passam,
e um tempo despovoado e profundo, persiste.
Poema 2
Na Casa Defronte (Fernando Pessoa)
Na casa defronte de mim e dos meus sonhos,
Que felicidade há sempre!
Moram ali pessoas que desconheço, que já vi mas não vi.
São felizes, porque não sou eu.
As crianças, que brincam às sacadas altas,
Vivem entre vasos de flores,
Sem dúvida, eternamente.
As vozes, que sobem do interior do doméstico,
Cantam sempre, sem dúvida.
Sim, devem cantar.
Quando há festa cá fora, há festa lá dentro.
Assim tem que ser onde tudo se ajusta --
O homem à Natureza, porque a cidade é Natureza.
Que grande felicidade não ser eu!
Mas os outros não sentirão assim também?
Quais outros? Não há outros.
O que os outros sentem é uma casa com a janela fechada,
Ou, quando se abre,
É para as crianças brincarem na varanda de grades,
Entre os vasos de flores que nunca vi quais eram.
Os outros nunca sentem.
Quem sente somos nós,
Sim, todos nós,
Até eu, que neste momento já não estou sentindo nada.
Nada! Não sei...
Um nada que dói..

11

QUESTÃO 46
Assinale as opções verdadeiras (V) e
falsas (F).
I- Nos dois poemas a felicidade é vista
como algo intangível.
II- Apenas no poema 1 a felicidade é
vista como algo doloroso.
III- Apenas no poema 2 a felicidade é
vista como algo sempre pertencente a
outrém.
a) Apenas a afirmativa III é verdadeira.
b) Todas as afirmativas são verdadeiras.
c) Apenas a afirmativa I é verdadeira.
d) Todas as afirmativas são falsas.
QUESTÃO 47
Assinale a opção em que a descrição da
classificação
sintática
do
termo
sublinhado em "És precária e veloz,
Felicidade" está correta.
a) Termo
oracional
de
natureza
substantiva ou pronominal que se refere
a uma expressão de mesma natureza
para melhor explicá-la ou para servir-lhe
de equivalente.
b) Termo que pode desempenhar na
oração papéis sintáticos próprios de
nomes, pronomes e advérbios.
c) Termo que presenta um chamado ou
evidenciação do ser a quem alguém se
dirige.
d) Expressão
que
denota
uma
circunstância adverbial em referência a
um chamado.

QUESTÃO 49
Assinale a opção que expressa as
condições de emprego do verbo
sublinhado no enunciado "Foste tu que
ensinaste aos homens que havia tempo
(...)".
a) O verbo haver, no sentido de "existir",
"ocorrer" ou "tempo decorrido", é
impessoal.
b) Nas locuções verbais, o verbo principal
é sempre o último; os demais são verbos
auxiliares.
c) No sentido empregado no texto, o
verbo "haver" pode ser usado no plural.
d) O verbo empregado no enunciado tem
o mesmo emprego que em "Havia
tempos que não nos falávamos, então
retomamos o contato."
QUESTÃO 50
No enunciado "Porque um dia se vê que
as horas todas passam (...)", assinale a
função do termo destacado.
a) Conjunção subordinativa integrante
b) Pronome apassivador
c) Conjunção subordinativa causal
d) Índice de indeterminação do sujeito

QUESTÃO 48
Assinale a opção cujo encontro vocálico
se separa como em "precária".
a) Renunciamos
b) Renunciar
c) Renuncia
d) Renúncia

12

13