RESUMO DE GEOGRAFIA ­ 9º ANO

A Revolução industrial iniciou-se no séc. XVIII.
Indústria - consiste na transformação de matérias-primas em produtos
acabados ou é uma actividade económica que consiste na transformação dos
produtos.
Tipos de indústria (Classificação ­ correspondem ao Sector II):

- Quanto ao destino dos produtos (bens de produção);
* Indústrias de bens de equipamento ­ implica elevados investimentos e
tecnologia mais avançada.
* Indústrias de bens de consumo ­ produzem bens que se destinam a um
consumo imediato e fácil; exemplo: têxteis, vestuário, calçado, alimentação.
- Quanto ao nível tecnológico:
- quando este nível é avançado a indústria chama-se ­ Indústria de Ponta.

Factores de localização industrial:
· Mão-de-obra;
· Matérias-primas;
· Transportes;
· Energia;
· (Boa) acessibilidade;
· Decisão política;
· Capital.

Impactes resultantes da actividade industrial:
- Impactes positivos:
* gera/cria emprego;
* aumenta o dinamismo económico das regiões.
- Impactes positivos:
* encerramento das unidades industriais (indústrias);
* implica desemprego e
* graves problemas sociais.

- Impactes industriais:
* poluição das águas, solos e atmosfera;
* destruição da paisagem;
* sobre-exploração dos recursos.

Distribuição da população pelos sectores de actividade
A evolução da população activa nos diversos sectores de actividade, tem
sido diferente e tem-se registado grandes alterações ao longo dos anos.
O êxodo rural implicou um forte crescimento urbano (das cidades) o que
fez com que houvesse um aumento das actividades terciárias (serviços,
comércio, ...).
Nos países desenvolvidos o sector terciário é o dominante na economia.

Relativamente ao comércio, divide-se em dois:
· Interno ­ o que se faz dentro do país,
· Externo ­ diz respeito às exportações e importações.

Revolução Industrial:
A revolução industrial surgiu no séc. XVIII em Inglaterra, os utensílios que
o ser humano utilizou, eram fabricados à mão ­ chamou-se manufactura.
Com o aparecimento da máquina a vapor, outras máquinas surgiram e
foram associadas ao processo produtivo, sendo que uma componente era
manual e a outra era mecânica. Daqui resultou um processo de transformação
designado por maquinofactura.
Indústria ­ actividade económica que transforma matéria-prima em
produtos acabados ou semi-acabados.
A indústria corresponde ao sector II e pode classificar-se de acordo com
vários critérios:

· No critério que se refere ao destino da produção, as indústrias podem
classificar-se em:
o Indústrias de bens de consumo ­ são indústrias que produzem bens
que são consumidos directamente. Exemplos: vestuário, livros e calçado.

o Indústrias de bens de equipamento ­ são indústrias que produzem bens
para

outras

indústrias

ou

outras

actividades.

Exemplos:

tractores,

computadores, cimento, química, ...
As indústrias também se podem classificar em indústrias de ponta. Estas
são indústrias que estão à frente do desenvolvimento industrial. Exemplo:
electrónico, aeroespacial, robótica, cibernética, etc.

Factores de localização industrial:
São vários os factores de localização industrial, tais como:
· Mão-de-obra;
· Matéria-prima;
· Transportes;
· Energia;
· Acessibilidade;
· Capital;
· Decisão política.

Se a indústria é condicionada ou precisa de muita mão-de-obra então
esta tende a localizar-se junto ou nas regiões onde há muita mão-de-obra.
Exemplo: indústria de confecção ­ têxteis, calçado e artes gráficas.
Se a indústria necessita de uma mão-de-obra qualificada vai localizar-se
junto das universidades ou centros de investigação.
Se a indústria necessita de muita matéria-prima vai localizar-se junto à
fonte fornecedora de matéria-prima. Exemplos: indústria de conservas,
lacticínios, cimenteiras, etc.
Se a indústria necessita de um mercado consumidor, tende a localizar-se
próximo dos centros urbanos (cidades), porque é onde existe muita população
e os produtos têm de ser rapidamente consumidos. Exemplo: panificação,
legumes e outros produtos de curta duração.
Então a localização industrial depende de vários factores, sendo uns mais
importantes que outros. No início da revolução industrial, a indústria localizavase junto às fontes de energia e das matérias-primas. Mas, com a evolução dos
transportes e das tecnologias de comunicação os factores de localização

alteraram-se, sendo actualmente os transportes e as tecnologias os factores
mais importantes.
A intervenção ou políticas do Estado também são importantes para a
decisão/localização industrial, uma vez que os incentivos fiscais e financeiros
causam grande impacto na localização industrial.

As regiões mais industrializadas
Localizam-se nos E.U.A. (Nordeste e Noroeste).
Na Europa (Ocidental e Central) devido à existência de mão-de-obra
qualificada.
No Sudeste Asiático (devido à abundância de mão-de-obra).
Nos países desenvolvidos localizam-se as indústrias de bens de
equipamento porque implicam grande investimento de capitais.
Nos países em desenvolvimento, localizam-se ou predominam indústrias
de bens de consumo, uma vez que não necessitam de grandes investimentos
nem grandes quantidades de mão-de-obra.

Impactes da actividade industrial
· Impactes positivos económicos:
o A actividade industrial gera/cria emprego e aumenta o dinamismo
empresarial. Exemplos: Bancos, Seguros, Comércio.
· Impactes negativos sociais:
o Encerramento de indústrias implica desemprego e graves problemas
sociais.
· Impactes ambientais:
o Sobre-exploração dos recursos naturais;
o (vários) tipos de poluição ­ atmosférica, dos solos, das águas,
acumulação de resíduos.

Actividades do sector terciário
Este sector III é caracterizado por incluir uma grande quantidade e
diversidade de actividades. Exemplos: comércio, restauração, transportes,
actividades financeiras, imobiliárias, segurança social, educação, saúde,
comunicações, etc.

Segundo algumas classificações as actividades ­ micro-electrónica,
biogenética e industrial espacial podem ser designadas como sector terciário
superior ou quaternário.
Nos países desenvolvidos, o sector terciário constitui o sector dominante
da economia ­ chamado por isso, Tercearização.

COMÉRCIO
O comércio é uma actividade que pertence ao sector III e consiste na
compra e venda de bens para satisfazer as necessidades da população.
O marketing e a publicidade têm um papel muito importante na divulgação
dos produtos.
As actividades comerciais podem desenvolver-se dentro do mesmo país
(comércio interno) ou entre países (comércio externo).
O comércio interno pode realizar-se em estabelecimentos próprios.
Exemplos: centros comerciais, lojas especializadas, supermercados, em feiras,
por catálogo, na internet. Actualmente em grandes espaços ­ hipermercados.
O comércio externo consiste na troca de bens e serviços entre países.
- Compra de bens que em países efectue a outro (Importação).
- venda de bens de um país a outro (Exportação).

TURISMO
Actualmente o comércio mundial é liderado pelo Japão, E.U.A., e países
da U.E.
Devem salientar-se países como a China, Coreia do Sul e Malásia, onde
a estabilidade política, incentivo ao investimento e a mão-de-obra barata, tem
contribuído para aumentar as exportações.

Turismo - é um ramo económico do sector dos serviços.

Este engloba as viagens e estadias dos visitantes. Os visitantes são:
· Turistas ­ visitantes que dormem pelo menos uma noite no local que
visitam.
· Excursionistas ­ visitantes que não dormem no local que visitam.

Segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT) são seis os principais
motivos para a realização de turismo:
1. Lazer, recreio, férias ­ Turismo Balnear e Turismo da Natureza;
2. Saúde ­ Turismo termal;
3. Religião ­ Turismo religioso;
4. Outros motivos ­ Turismo cultural;
5. Negócios e motivos profissionais;
6. Visitas a amigos e familiares.

Factores que explicam o crescimento do Turismo no mundo:

Factores económicos:
· Melhoria dos rendimentos das famílias;
· Melhoria do nível de vida das famílias;
· Introdução do euro em alguns países.
Factores tecnológicos:
· Desenvolvimento dos transportes;
· Desenvolvimento das tecnologias de informação.
Factores políticos:
· Facilidade em fazer viagens internacionais (no estrangeiro) devido à
libertação ou eliminação das barreiras entre países (nas alfândegas).
Factores demográficos:
· Envelhecimento da população;
· Antecipar a idade da reforma.
Condições de vida e de trabalho:
· Aumento do stress nas cidades, nos países desenvolvidos e
subdesenvolvidos.
Principais fluxos turísticos (entradas e saídas de Portugal):
O Plano Estratégico Nacional do Turismo, identificam 10 produtos
turísticos estratégicos para Portugal:
1. Sol e mar;
2. Cultural;
3. Paisagístico;

4. Saúde e bem-estar;
5. Turismo e natureza;
6. Reuniões/Congressos;
7. Turismo residencial;
8. Turismo náutico;
9. Golfe;
10. Gastronomia.

Portugal é um país de destino turístico.
O turismo tem contribuído para melhorar as condições de vida da
população.
Dentro do turismo de natureza, a canoagem, a escalada e o parapente,
são os desportos que mais adeptos têm ganho.
Através do turismo religioso tem-se conhecido no mundo muitos lugares.
Exemplos: cidades/locais de peregrinação, como Fátima (Portugal); Meca; Las
Vegas; Lurdes (França).
O turismo foi o sector de actividade económica que apresentou as
maiores taxas de crescimento nas últimas décadas do séc. XX.

Impactes do Turismo
Impactes económicos:
· O turismo gera/cria emprego ­ através do alojamento, restauração,
agência de viagens, animação turística.
· O turismo gera emprego ­ pelo desenvolvimento de outras actividades
económicas ­ construção civil, indústria têxtil, comércio.
· O turismo cria riqueza ­ pela entrada de divisas/dinheiro.
Impactes sociais e culturais:
· O turismo possibilita a melhoria da qualidade de vida das populações
(uma vez que beneficiam da construção de estradas, espectáculos culturais,
desportos, ...).
· O turismo é uma das formas mais eficazes de conhecer outras culturas.
Impactes ambientais:
· A actividade turística deve contribuir para a protecção e conservação do
ambiente.

· Mas podem ocorrer impactes ambientais negativos que resultam do
excessivo número de visitantes e da quantidade de construção que acabam por
provocar alterações na paisagem.
Impactes territoriais:
· O turismo pode contribuir para reduzir as diferenças que existem entre
as regiões, pois umas são mais desenvolvidas do que outras, isto é, existem
regiões que têm mais trabalho/empresas, fábricas, melhores estradas,.. do que
estas regiões.

Tipos de Turismo:
· Balnear ­ actividade associada às explorações de áreas litorais.
Exemplo: praia.
· Cultural ­ actividade relacionada com visita ou descoberta de aspectos
culturais, históricos, artísticos, patrimoniais, etnográficos, ... Exemplo: visita ao
centro histórico das cidades, museus, património construído em lugares com
simbolismo histórico e cultural: Pirâmides, Muralha da China, estátua da
Liberdade, ...
· Desportivo ­ actividade associada à prática de desportos activos.
Exemplos: vela, mergulho, esqui, escalada, canoagem, parapente, surf, etc.
· Da Natureza ­ actividade que inclui passeios pedestres em parques
naturais e áreas protegidas, a observação da paisagem e de animais,
observações astronómicas e os safaris.
· Montanha ­ actividade associada à exploração das áreas montanhosas.
Exemplos: passeios pedestres, escalada, alpinismo, e outros desportos de
montanha.
· Rural ­ actividade associada à exploração dos recursos relacionados
com o modo de vida rural e que se desenvolve em áreas rurais. Exemplos:
casa de campo, solares, hotéis e parques de campismo rurais.
· Termal ­ actividade que se baseia na utilização terapêutica das águas
termais em certas áreas que possuem nascentes cujas águas são
consideradas de valor medicinal. Exemplos: Termas de Chaves, entre outras.
· Religioso ­ actividade associada às áreas de interesse religioso, inclui
peregrinações que são fluxos muito importantes. Exemplos: Fátima, Meca,
Jerusalém, ...

· Cinegético ­ actividade associada à prática da caça. Exemplos: safaris
em África, excursões com fins fotográficos.