PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAITUBA ­ CONCURSO PÚBLICO
PROVA OBJETIVA: 26 de janeiro de 2014

NÍVEL SUPERIOR
PROFESSOR DE GEOGRAFIA
Nome do Candidato: ______________________________________________________
Nº de Inscrição: ________________________
________________________________________
Assinatura

INSTRUÇÕES AO CANDIDATO
Confira se a prova que você recebeu corresponde ao cargo/nível de escolaridade ao
qual você está inscrito, conforme consta no seu cartão de inscrição e cartão-resposta.
Caso contrário comunique imediatamente ao fiscal de sala.
1.

2. Confira se, além deste BOLETIM DE QUESTÕES, você recebeu o CARTÃO-RESPOSTA, destinado à marcação
das respostas das questões objetivas.
3. Este BOLETIM DE QUESTÕES contém 30 (trinta) questões objetivas, sendo 10 de Português, 05 de
Informática, 05 de Meio Ambiente e 10 de Conhecimento Específico. Caso exista alguma falha de impressão,
comunique imediatamente ao fiscal de sala. Na prova há espaço reservado para rascunho. Esta prova terá
duração de 04 (quatro) horas, tendo seu início às 8:00h e término às 12:00h (horário de Itaituba).
4. Cada questão objetiva apresenta 04 (quatro) opções de resposta, identificadas com as letras (A), (B), (C) e (D).
Apenas uma responde adequadamente à questão, considerando a numeração de 01 a 30.
5. Confira se seu nome, número de inscrição, cargo de opção e data de nascimento, consta na parte superior do
CARTÃO-RESPOSTA que você recebeu. Caso exista algum erro de impressão, comunique imediatamente ao
fiscal de sala, a fim de que o fiscal registre na Ata de Sala a devida correção.
6. O candidato deverá permanecer, obrigatoriamente, na sala de realização da prova por, no mínimo, uma hora
após o início da prova. A inobservância acarretará a eliminação do concurso.
7. É obrigatório que você assine a LISTA DE PRESENÇA e o CARTÃO-RESPOSTA do mesmo modo como está
assinado no seu documento de identificação.
8. A marcação do CARTÃO-RESPOSTA deve ser feita somente com caneta esferográfica de tinta preta ou azul,
pois lápis não será considerado.
9. A maneira correta de marcar as respostas no CARTÃO-RESPOSTA é cobrir totalmente o espaço
correspondente à letra a ser assinalada, conforme o exemplo constante no CARTÃO-RESPOSTA.
10. Em hipótese alguma haverá substituição do CARTÃO-RESPOSTA por erro do candidato. A substituição só
será autorizada se for constatada falha de impressão.
11. O CARTÃO-RESPOSTA é o único documento válido para o processamento de suas respostas.
12. O candidato deverá devolver no final da prova, o BOLETIM DE QUESTÕES e o CARTÃO-RESPOSTA.
13. Será automaticamente eliminado do Concurso Público da Prefeitura Municipal de Itaituba o candidato que
durante a realização da prova descumprir os procedimentos definidos no Edital Nº 001/2013 do referido concurso.

Boa Prova.

2

PORTUGUÊS
LEIA ATENTAMENTE O TEXTO ABAIXO PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES DE 01 A 10.

Balanço
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23

Foi na horta da escola, cavando os canteiros, que Dona Maria, minha primeira
professora, me exemplificou a mais importante das lições: havia nascimento e morte. Ela
me ensinava a proteger e bem cuidar das sementes para que os tomates fossem belos e
fortes. E, para tanto, era preciso bem adubar, podar os excessos de galhos para nutrir os
frutos e dar firmeza aos caules. E se existia tempo de nascer e tempo de morrer, havia o
momento de replantar as sementes. Assim, a horta estava sempre viva. Nunca precisei
me esquecer dessas suas lições. Elas são definitivas ainda agora, quando me afirmam
que os tempos mudaram.
E quando nosso trabalho ia sendo colhido e reservado na cantina da escola, tudo
era "somado" para ser "dividido". Nossa fome era "subtraída" e nossa alegria,
"multiplicada". Aprender as quatro operações passava a ser coisa simples. Aprendia-se
experimentando o sabor quente da sopa cultivada por todos.
Não sei se o que aprendi na minha escola, naquele outro tempo, deve ser
totalmente ignorado. Quando professor já desconfiava que existem lições que duram a
vida toda, independente dos rumos dos tempos. Eu reconhecia, espiando as descobertas
dos alunos, que a maleabilidade, o constante movimento, o eterno vir a ser do mundo é
que o tornava mais sedutor. Eu via a mutação das sociedades, as invenções das
tecnologias, mas desconfiava que os problemas humanos eram os mesmos desde que a
matéria tomou consciência de si: o medo da morte, a lágrima pela perda, a busca do
encontro, a dúvida sobre o depois. E no susto que meus alunos sentiam com os trovões,
na surpresa com a argila queimada, na descoberta dos animais cambiantes que as
nuvens formavam, no silêncio para não espantar o pássaro que chocava no ninho, eu
acreditava que, na escola, era o mistério da vida que merecia estar em questão.
QUEIRÓS, Bartolomeu Campos de. Sobre ler, escrever e outros diálogos. Belo Horizonte: Autêntica, 2012, p. 51.

01. Em "Balanço", Bartolomeu Campos de Queirós
(A) reflete sobre o papel da escola.
(B) critica o ensino da matemática.
(C) censura as banalidades ensinadas na escola.
(D) julga favoráveis as mudanças por que passam os tempos.
02. Julgue os itens a seguir com base nas ideias desenvolvidas no texto.
I. O autor dá a entender que se aprende mais facilmente quando há prazer e partilha.
II. Infere-se do texto que, na escola da vida, a atitude mais importante é "podar os excessos".
III. A palavra "balanço", que dá título ao texto, significa, no contexto em que foi empregada, "exame,
análise".
IV. Ao mencionar as quatro operações, o autor, além de referir-se à aprendizagem da aritmética, faz
alusão ao exercício da solidariedade.
V. Depreende-se do texto que as lições que o autor aprendeu com sua primeira professora tornaramse, com as mudanças dos tempos, obsoletas.
Estão corretas as afirmativas
(A) I, II e V.
(B) I, III e IV.
(C) II, III e V.
(D) II, III e IV.

03. Ocorre um desvio no que diz respeito às regras da regência verbal em
(A) "quando me afirmam que os tempos mudaram" (linhas 7-8).
(B) "Nunca precisei me esquecer dessas suas lições" (linhas 6-7).
(C) "Ela me ensinava a proteger e bem cuidar das sementes" (linhas 2-3).
(D) "Dona Maria (...) me exemplificou a mais importante das lições" (linhas 1-2).

3

04. Analise os itens a seguir com base na estrutura linguística do texto.
I.
II.
III.
IV.
V.

O termo "multiplicada" (linha 11) encontra-se no feminino singular para concordar com seu referente
"fome" (linha 10).
De acordo com as regras de pontuação, a oração subordinada adverbial temporal (linha 9) deveria
ser isolada por vírgulas.
O valor adversativo da conjunção "e" (linha 20) permite sua substituição por "mas", sem que a
argumentação do texto seja prejudicada.
Poder-se-ia reformular o trecho "E se existia ... sementes" (linhas 5-6), sem prejuízo da correção
gramatical e do sentido original, da seguinte maneira: "Assim como existia tempo de nascer e de
morrer, havia também o momento de replantar as sementes".
Em "Eu reconhecia, espiando as descobertas dos alunos, que a maleabilidade, o constante
movimento, o eterno vir a ser do mundo é que o tornava mais sedutor" (linhas 15-17), o verbo
"tornar" deveria flexionar-se no plural caso se eliminassem os termos sublinhados.

Está correto o que se afirma em
(A) III e V.
(B) I, II e V.
(C) II, IV e V.
(D) II, III e IV.

05. Julgue os itens abaixo quanto ao emprego dos recursos coesivos.
I. A locução conjuntiva "desde que" (linha 18) introduz a ideia de condição.
II. Os pronomes "tanto" (linha 4) e "tudo" (linha 9) retomam e resumem ideias expressas anteriormente.
III. Há ambiguidade no emprego do pronome "suas" (linha 7), visto que não se pode identificar seu
referente.
IV. O pronome "o" (linha 17) refere-se a "mundo" (linha 16) e poderia ser substituído, sem prejuízo do
sentido e da correção, por "aquilo".
V. Seriam mantidos o sentido textual original e a correção gramatical se a conjunção "mas" (linha 18)
fosse substituída por qualquer uma das seguintes conjunções: porém, contudo, entretanto, todavia.
Está correto o que se afirma em
(A) II e V.
(B) II e III.
(C) I, IV e V.
(D) I, III e IV.

06. Julgue as afirmações abaixo com base nas noções de semântica.
I. Há antítese em "havia nascimento e morte" (linha 2).
II. A expressão "estar em questão" (linha 23) significa "estar em pauta, em apreço".
III. O vocábulo "trabalho" (linha 9) foi empregado para designar os frutos da semeadura.
IV. O deslocamento dos adjetivos nas expressões "o constante movimento, o eterno vir a ser" (linha 16)
alteraria o sentido textual.
V. Há palavras empregadas em sentido conotativo em "Ela me ensinava a proteger e bem cuidar das
sementes para que os tomates fossem belos e fortes" (linhas 2-4).
Está correto o que se afirma em
(A) II e IV.
(B) I, II e III.
(C) II, IV e V.
(D) II, III e IV.

07. Em "E quando nosso trabalho ia sendo colhido e reservado na cantina da escola, tudo era `somado'
para ser `dividido'" (linhas 8-9), há, entre as ações, uma relação de
(A) sucessão de fatos interdependentes.
(B) causalidade entre fatos simultâneos.
(C) alternância entre ocorrências semelhantes.
(D) simultaneidade de ocorrências independentes.
4

08. Quanto aos fatos de língua, é falso afirmar que
(A) a forma verbal correta derivada do vocábulo "sabor" (linha 12) é "saborear".
(B) falta paralelismo sintático em "Ela me ensinava a proteger e bem cuidar das sementes" (linhas 2-3).
(C) as palavras "lágrima" (linha 19) e "dúvida" (linha 20) são acentuadas em decorrência da mesma
regra gramatical.
(D) se substituíssemos o vocábulo "independente" (linha 15) por "independentemente" a correção
gramatical do período seria prejudicada.

09. Com a substituição do segmento sublinhado pela expressão entre parênteses, seria necessário
colocar no plural o verbo do enunciado
(A) "tudo era `somado" (o resultado dos nossos esforços).
(B) "a horta estava sempre viva" (a horta formada de viçosos legumes).
(C) "o mistério da vida que merecia estar em questão" (os enigmas da vida).
(D) "para não espantar o pássaro que chocava no ninho" (o bando de aves).

10. Nos enunciados "Elas são definitivas ainda agora" (linha 7) e "os problemas humanos eram os
mesmos" (linha 18), as palavras sublinhadas poderiam ser substituídas, sem prejuízo do sentido textual,
por
(A) "agorinha" e "eram os próprios".
(B) "mesmo hoje" e "não diferiam".
(C) "senão também" e "eram inerentes".
(D) "não obstante" e "eram discordantes".

5

INFORMÁTICA
11. No Microsoft Internet Explorer 7, o usuário pode fechar a Guia atual sem a necessidade de fechar o
navegador web, caso pressione as teclas
(A) ALT + J.
(B) CTRL + ALT + G.
(C) CTRL + W.
(D) CTRL + F.

12. Para inserir imagens num texto que está sendo editado no Microsoft Office Word 2010, o usuário
seleciona a Guia: Inserir

Grupo: _________

Botão: Clip-art.

- A palavra que preenche corretamente a lacuna acima é
(A) Formas.
(B) Ilustrações.
(C) Figuras.
(D) Símbolos.

13. A impressora é um periférico que não faz parte de um computador. Sua função é efetuar a
impressão de textos e imagens em papel. Sobre o periférico denominado impressora, considere as
afirmativas abaixo.
I. A impressão numa impressora jato de tinta é realizada por meio do gotejamento numa folha de papel
de um jato de tinta liberado por uma agulha extremamente fina.
II. As impressoras térmicas imprimem as imagens a partir de uma cera especial ou de um plástico
sobre um filme com as cores básicas.
- É correto afirmar que
(A) todas as afirmativas estão corretas.
(B) somente a afirmativa I está correta.
(C) somente a afirmativa II está correta.
(D) nenhuma das afirmativas está correta.

14. A UCP (Unidade Central de Processamento) executa instruções através da UC (Unidade de
Controle), que recebe as instruções e as processa na sequência em que foram armazenadas na
memória principal do computador. O total de comandos que a UCP reconhece e consegue executar é
chamado de
(A) Instruções de Controle.
(B) Unidade de Instrução.
(C) Set de Instruções.
(D) Barramento de Instruções.
15. Sobre os tipos de vírus de computador, considere as afirmativas abaixo.
I. Vírus de macro infectam documentos que possuem macros instaladas.
II. Vírus de arquivo infectam arquivos no formato PDF.
- É correto afirmar que
(A) todas as afirmativas estão corretas.
(B) somente a afirmativa II está correta.
(C) nenhuma das afirmativas está correta.
(D) somente a afirmativa I está correta.

6

MEIO AMBIENTE
16. A conversão de nitrato a nitrogênio gasoso realizada por bactérias do gênero Pseudomonas
denomina-se
(A) nitrificação.
(B) nitratação.
(C) nitrosação.
(D) desnitrificação.

17. Analise os seguintes usos da água:
I. abastecimento industrial;
II. construção de barramentos;
III. irrigação de culturas.
- Alternativa que reúne usos não consuntivos da água:
(A) I.
(B) II.
(C) I e III.
(D) II e III.

18. A estratégia ambiental preventiva desenvolvida pela Organização das Nações Unidas para o
Desenvolvimento e aplicada de forma contínua e integrada ao processo, aos produtos e aos serviços
para aumentar a ecoeficiência e reduzir riscos para os seres humanos e para o meio ambiente
denomina-se
(A) Tecnologia limpa.
(B) Produção mais limpa.
(C) Tecnologia sustentável.
(D) Desenvolvimento sustentável.

19. Analise as afirmativas referentes à Política Nacional de Educação Ambiental.
I. A educação ambiental deve ser desenvolvida como uma prática educativa integrada, contínua e
permanente em todos os níveis e modalidades do ensino formal.
II. Nos cursos de pós-graduação, de extensão e nas áreas voltadas ao aspecto metodológico da
educação ambiental, quando se fizer necessário, é facultada a criação de disciplina específica.
III. A educação ambiental deve ser implantada como disciplina específica no currículo de ensino.
- Estão corretas as afirmativas
(A) I e II.
(B) I e III.
(C) II e III.
(D) I, II e III.

20. No processo de licenciamento ambiental de empreendimentos de aproveitamento hidroelétrico, a
Licença de Instalação (LI) deverá ser obtida
(A) antes do fechamento da barragem.
(B) no início do estudo de viabilidade da Usina.
(C) antes da realização da licitação para construção do empreendimento.
(D) antes da efetiva colocação da usina em geração comercial de energia.

7

CONHECIMENTO ESPECÍFICO
21. "De todas as disciplinas ensinadas na escola, no secundário, a geografia, ainda hoje é a única [...]
sem a menor aplicação prática fora do sistema de ensino. [...] Nenhuma esperança de que o mapa
possa aparecer como uma ferramenta, como um instrumento abstrato do qual é preciso conhecer o
código para poder compreender pessoalmente o espaço e nele se orientar ou admiti-lo em função de
uma prática".
(Yves Lacoste. A geografia - isso serve, em primeiro lugar, para fazer a guerra. Campinas-SP: Papirus, 1988, p. 56.)

Considerando o conteúdo do fragmento de texto acima e seus conhecimentos sobre a Geografia e seu
ensino, é correto afirmar que
(A) apesar de ter sido escrito há bastante tempo, esse texto ainda expressa uma verdade, haja vista
que a Geografia, enquanto disciplina escolar, continua sem utilidade na vida cotidiana.
(B) os mapas e/ou cartas geográficas constituem instrumentos relevantes para a representação dos
fenômenos geográficos, fato que justifica o destaque do autor à utilização deste recurso no ensino
de Geografia.
(C) os mapas são recursos didáticos de extrema importância no ensino de Geografia, visto
representarem uma imagem real do espaço mapeado, em tamanho e proporção.
(D) nos dias atuais, devido o avanço tecnológico dos instrumentos utilizados para levantamento de
dados cartográficos, como o uso de satélites, dentre outros, tornaram-se sem nenhuma utilidade os
levantamentos in loco para a elaboração de mapas e cartas geográficas.

22. A Geografia, seja como ciência seja como disciplina escolar, tem passado ao longo do tempo por
uma série de modificações, não só no estudo e visões da parte teórico-conceitual como também no seu
ensino. Acerca desse assunto, é correto afirmar que
(A) para a Geografia Tradicional, fundamentada no Positivismo Clássico, o conceito de região apresenta
um empirismo exacerbado, com forte carga naturalista, limitando-se à descrição dos fenômenos e
não ao seu questionamento; defende a neutralidade do pensamento. Com uma visão fragmentada
do saber, discute a relação homem-natureza considerando muito importantes as relações sociais e
as contradições que delas resultam.
(B) A geografia humanista, que só no presente século ganhou expressão, privilegia o global e descarta
o particular. Para essa corrente da Geografia, o essencial é o estudo do espaço vital moldado por
Ratzel, categoria que foi totalmente abandonada na visão Lablachiana.
(C) A Geografia Crítica avalia a geografia tradicional e propõe uma geografia baseada nos
ensinamentos marxistas e no método dialético. Surge a partir dos anos 60. O centro da preocupação
passa a ser as relações sociedade-trabalho-natureza na produção do espaço geográfico, estudo,
portanto, por ela priorizado.
(D) O termo região, de uso corriqueiro na linguagem cotidiana, teve sua origem no latim para designar
áreas subordinadas a Roma. Nos dias atuais, o termo é usado para denominar áreas administrativas
submetidas ao Estado. Como categoria de análise, essa visão é privilegiada apenas na concepção
Tradicional da Geografia.

23. "Na Geografia, particularmente, a expressão lugar constitui-se em um dos seus conceitos-chave".
Pós-modernamente, surge a categoria do não lugar, que caracteriza os ambientes
(A) vazios de seus conteúdos culturais originais, reorganizados nas suas formas e nos seus conteúdos,
com o objetivo de satisfazer outras relações sociais, que proporcionam novos sentidos e valores e
que não evidenciam suas raízes.
(B) totalmente artificiais, que negam a natureza e dela se distanciam, seja em suas formas e processos
seja em suas representações simbólicas.
(C) recriados, transformados, mas que mantém inalterada a identidade cultural do espaço em que está
inserido, a exemplo de espaços de antigos portos revitalizados.
(D) -símbolos, representativos da modernidade, marcados por ritmos e relações típicos do mundo
contemporâneo e globalizado, sendo, por isso, ligados exclusivamente à vida das grandes áreas
urbanas, em especial das metrópoles.

8

24. Nas últimas décadas, tem se agravado a questão energética no mundo, e muitos debates têm
ocorrido sobre o assunto, em especial após o vazamento ocorrido em uma usina nuclear no Japão.
Sobre o assunto, é correto afirmar que
(A) no caso brasileiro, os problemas energéticos têm reduzidas dimensões, fato relacionado à utilização
de fontes de origens diversas e exploradas em todo o território nacional, embora nossa matriz
energética seja a hidroeletricidade.
(B) muitos países do Oriente Médio são grandes produtores e exportadores de petróleo e seus
derivados, fato que tem contribuído significativamente para o acelerado desenvolvimento industrial
desta região.
(C) a maior parte da energia consumida no mundo é originária de fontes renováveis e não poluentes, a
exemplo da energia eólica, o que tem estimulado as pesquisas neste tipo de exploração, em
especial nos países europeus, como a Alemanha e Holanda.
(D) a presença de grandes reservas petrolíferas no Oriente Médio tem despertado interesses
geopolíticos sobre a região, principalmente das grandes potencias industriais, como é o caso dos
Estados Unidos.

25. A tirinha abaixo, de autoria do argentino Quino, foi editada no período da Guerra Fria, e satiriza
aspectos geopolíticos desse período. Considerando o contexto do período de sua criação e seus
conhecimentos sobre o assunto, é correto afirmar que

(A) o mundo era dividido simbolicamente em "leste" e "oeste", lados ideologicamente contrários, que
tinham como barreira o Muro de Berlim, chamada na tirinha de Cortina de Ferro. Mafalda se refere
ao "muro" como um ponto de resistência ideológica entre os dois mundos.
(B) havia uma divisão ideológica rígida quanto à localização geográfica nos dois hemisférios Desse
modo, todas as nações do hemisfério leste (a oriente do meridiano de Greenwich) eram comunistas
e as de oeste eram capitalistas.
(C) o "leste" e o "oeste" representavam os hemisférios da Terra, cujo referencial geográfico era o
Meridiano de Greenwich, na tirinha simbolicamente chamado de "Cortina de Ferro".
(D) o espaço geográfico mundial apresentava-se geopoliticamente multipolar, sendo a Cortina de Ferro
apenas o ícone geográfico entre mundo industrializado e desenvolvido, o "leste", e outro antagônico,
agrícola e subdesenvolvido, o "oeste".

9

26. Nos tempos coloniais, o território brasileiro era constituído apenas do espaço demarcado pelo
Tratado de Tordesilhas, assinado entre Portugal e Espanha no final do século XV, acordo que dividia as
terras da América do Sul entre as duas nações. Atualmente, contudo, nossa configuração territorial é
fruto de vários acontecimentos ocorridos ao longo do processo de formação. Sobre o assunto, é correto
afirmar que
(A) ainda no século XV, foi estabelecida a primeira divisão do território para fins administrativos, quando
se criaram as capitanias hereditárias, que tinham por objetivo transferir a particulares a incumbência
de ocupar e administrar o território brasileiro, favorecendo, assim, o uso social e coletivo da terra e
de sua produção, prática comum das populações indígenas desde antes da colonização europeia.
(B) todas as atuais unidades administrativas do país (os Estados) originaram-se das antigas capitanias
hereditárias, fato que originou uma pacífica e harmoniosa constituição do território, com ausência de
áreas de litígios e intenso aproveitamento da base produtiva do território.
(C) o processo de organização do território brasileiro sofreu reduzidas alterações desde os tempos
coloniais, quando o Brasil era apenas fornecedor de matérias primas de variadas origens,
principalmente de produtos agrícolas, para a metrópole e outros países europeus.
(D) a atual configuração das fronteiras internacionais do país, bem como as interestaduais, resulta de
um longo processo que contou com fragmentações e anexações de território que culminaram com o
estabelecimento do poder político das classes privilegiadas locais, regionais e/ou nacionais, as
quais, na maioria das vezes, concentravam a maior porção das terras produtivas.

27. Leia o texto abaixo, de autoria do compositor Adoniran Barbosa.
Saudosa Maloca
Si o senhor não "tá" lembrado
Dá licença de "contá"
Que aqui onde agora está
Esse "edifício arto"
Era uma casa véia
Um palacete assombradado
Foi aqui seu moço
Que eu, Mato Grosso e o Joca
Construímo nossa maloca
Mais, um dia
Nóis nem pode se alembrá
Veio os homi c'as ferramentas
O dono mandô derrubá
Nele, Adoniran Barbosa expressa poeticamente um dos sérios problemas enfrentados pela população
brasileira de baixa renda, a moradia, que se faz presente em muitas áreas urbanas do país. Auxiliado
pelos conhecimentos geográficos sobre o tema, assinale a alternativa que expressa uma verdade sobre
o assunto tratado no poema.
(A) Os "movimentos de ocupação", ações coletivas que vêm ocorrendo em diversas cidades brasileiras,
tiveram, nos últimos anos, um processo de recrudescimento, graças às ações públicas que
garantem moradia a grande parcela da população de baixa renda.
(B) A moradia é um dos graves problemas enfrentados por grande parte da população brasileira de
baixo poder aquisitivo que, sem condições de adquirir um imóvel no solo urbano, ocupa espaços nos
morros e periferias, estabelecendo um severo processo de autossegregação.
(C) Surgidas pela necessidade dos trabalhadores de se estabelecerem em locais que apresentem
segurança policial, as favelas e periferias, com ocupações irregulares e insalubres, são locais
segregados que proliferam no espaço urbano, em especial nas grandes cidades. Esse processo se
intensificou ultimamente no Rio de Janeiro, graças à instalação das UPPs, unidades de polícia
pacificadora nas favelas cariocas.
(D) A cena descrita na poesia é frequente nas grandes cidades brasileiras e tem relação com a
especulação imobiliária surgida com o processo de industrialização, tendo-se intensificado nas
últimas décadas devido à crescente urbanização e à escassez de áreas disponíveis para novas
moradias.

10

28. No processo de (re)organização do espaço brasileiro, o modelo recente de ocupação e produção
tem ocasionado impactos socioambientais de grande magnitude, como é o caso do(a)
(A) aumento e expansão da semiaridez, na caatinga, fato relacionado à expansão da fruticultura de
irrigação que prosperou de modo significativo após a conclusão do projeto de transposição do Rio
São Francisco, que tornou em terras agriculturáveis espaços antes impróprios à atividade agrícola.
(B) desmatamento das florestas, em especial da Amazônica, principalmente pelas chamadas
populações tradicionais que, sem outras opções de atividades para manter suas sobrevivências,
praticam intensiva e indiscriminadamente a exploração madeireira, contribuindo para o extermínio
de muitas espécies nativas, a exemplo da castanha-do-pará e do mogno, que não mais existem nem
em reservas extrativistas.
(C) utilização dos campos limpos do Marajó, que apresentam intensa biodiversidade e fertilidade, com
fins de cultivo comercial, principalmente de grãos, entre eles, a soja, que provoca um rápido e
definitivo esgotamento do solo, uma vez que não há condições de regeneração.
(D) expansão do cultivo comercial em áreas de cerrado, haja vista que a sojicultora tem contribuído
decisivamente para a diminuição da biodiversidade nesse domínio morfoclimático, prática em que os
solos do cerrado foram devidamente corrigidos por meio da "calagem".

29. Leia o fragmento de texto abaixo:
"'Erga essa ponte porque eu quero passar', foi a frase tão imperativa quanto inútil de um ribeirinho, de
pé em sua canoa, num grito de protesto dirigido ao construtor de uma ponte rasa e rústica, destinada à
transposição de caminhões e tratores para a outra banda do pequeno curso d'água, numa fase inicial de
implantação de uma grande agropecuária na faixa da Belém-Brasília (década de 70). Mal sabiam os
velhos herdeiros da `civilização do igarapé' que os recém-chegados estavam cortando todas as
possibilidades de livre circulação pelos igarapés, até então os únicos caminhos vicinais panamazônicos, utilizados pelas populações tradicionais".
(Aziz N. Ab Saber, Amazônia: do discurso à práxis. p. 145)

- O fato acima descrito, a implantação das rodovias, provocou mudanças consideráveis no espaço
geográfico amazônico. Acerca do assunto, é correto afirmar que
(A) a abertura das rodovias tornou mais complexo o espaço da circulação nessa região, que antes
dependia principalmente das vias fluviais e das poucas ferrovias existentes; sua organização
territorial foi redefinida, intensificando-se o fluxo de pessoas e mercadorias.
(B) apesar do significativo esfacelamento cultural que atingiu a maioria das populações tradicionais no
período pós-"conquista" da Amazônia, os ribeirinhos mantiveram intacto seu tradicional cotidiano
centrado nos rios e igarapés, considerando-se que estes ainda representam para os mesmos fonte
de alimentação, transporte e lazer.
(C) a partir da abertura das chamadas rodovias de integração, ocorreu uma retração das levas
migratórias para a região, especialmente de trabalhadores nordestinos que, antes, constituíam o
grupo mais significativo de trabalhadores que buscavam a região à procura de terras e emprego.
(D) a retração em larga escala do desmatamento é um fato relacionado à mudança no perfil econômico
regional, que passou de extrativista vegetal, uma das mais tradicionais atividades amazônicas, para
extrativista mineral exportador, haja vista a implantação dos projetos minero-metalúrgicos, que
forçou essa mudança.

11

30. Na Amazônia, a coleta florestal e o cultivo sustentável de espécies adaptadas ao ecossistema
representam alternativas para a geração de empregos, renda e exportações. Alguns produtos dessas
atividades têm o potencial de atingir amplos mercados consumidores no exterior e no centro-sul do país;
outros, de servir como matérias-primas para indústrias farmacêuticas, alimentícias e têxteis. Acerca do
assunto, é correto afirmar que
(A) a seringueira, Hevea brasiliensis, é atualmente o principal produto extrativo vegetal no contexto
regional, graças à produção oriunda das RESEX, que não só mantêm a exploração gomífera como
lucrativa, mas que também estimulam o cultivo racional dessa espécie, experiência que teve grande
sucesso no início do século XX no oeste paraense, em especial em Belterra e Fordlândia.
(B) graças ao estímulo de empresas industriais que utilizam o guaraná, Paulinia sorbilis, como matéria
prima, a exemplo da Coca-cola, o cultivo racional dessa espécie nativa da Amazônia tem adquirido
nos últimos anos significativa importância no contexto nacional.
(C) o aproveitamento da maioria das espécies vegetais da Amazônia, em especial nos últimos anos,
tem adquirido uma conotação de atividade moderna, com grande verticalização da cadeia produtiva,
e fonte de lucros para as populações tradicionais.
(D) a produção de oleaginosas como a castanha-do-pará (Bertholetia excelsa) tem decrescido nos
últimos anos, fato que tem estreita relação com o desmatamento da floresta, responsável em grande
parte pela dizimação dos castanhais nativos localizados principalmente no Polígono dos Castanhais.

12