PLANO DE TRABALHO DOCENTE
ANO - 2011
Colégio Estadual Anastácia Kruk ­ Ensino Fundamental e Médio
Professora: Luciele Henrique
Série: 7ª A
Turno: manhã
Período: anual
Disciplina: História
CONTEÚDO
ESTRUTURANTE
Relações de
Trabalho.
Relações de poder.
Relações culturais.

CONTEÚDOS
BÁSICOS
- História das
relações da
humanidade com o
trabalho.
- O trabalho e a vida
em sociedade.
- O trabalho e as
contradições da
modernidade.
- Os trabalhadores e
as conquistas de
direito.

CONTEÚDOS
ESPECÍFICOS
1º Bimestre
- A Queda do Antigo
Regime.
- Os Iluministas ­ os
contestadores do
Antigo Regime do
século XVIII.
- O fim do
absolutismo.
- Revolução na
América e na Europa.
- Revolução
Industrial.

JUSTIFICATIVA

O estudo da História
visa proporcionar a
reflexão do mundo
que nos cerca, para
isso é fundamental
compreender os
diferentes tempos
das sociedades,
fazendo uma ligação
dos temas estudados
com a realidade
vivida pelo
educando. Pensar a
abordagem histórica
2ºBimestre
em seu caráter
- França ­ Um estado transformador da
forte e centralizado.
sociedade vigente,
- Independência da
para que o ser
América Espanhola. humano perceba o
- A Vinda da família seu papel de agente
real para o Brasil.
transformador, de
O processo de
sujeito da história.
Independência do
Brasil.
- O período regencial
do Brasil.

ENCAMINHAMENTO
METODOLÓGICO
A abordagem
metodológica dos
conteúdos para o ensino
fundamental para a
história local/ Brasil
para o mundo. Deverão
ser considerados os
contextos relativos às
histórias local da
América Latina da
África e Ásia. Os
conteúdos básicos
pretendem desenvolver
a análise das
temporalidades
(mudanças,
permanências,
simultaneidade e
recorrências) das
periodizações. Os
conteúdos específicos
devem estar articulados
aos conteúdos básicos e
estruturantes. O
confronto de
interpretações

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
(RECUPERAÇÃO)
Avaliar de modo processual as
estruturas que simultaneamente
inibem e possibilitam as
manifestações culturais que os
sujeitos promovem numa
relação com o outro instituído
por um processo histórico.
Pretende que os estudantes
compreendem: a experiência
humana, os sujeitos e suas
relações com o outro no tempo,
a cultura local e a cultura
comum. Verificar a
compreensão do aluno acerca da
utilização do documento em
sala de aula, propiciando
reflexões sobre a relação do
passado/presente. Elencar
diferentes instrumentos
avaliativos capazes de
sistematizar as idéias históricas
produzidas pelos estudantes. No
processo avaliativo deve-se
fazer uso: de narrativas e
documentos históricos,
inclusive os produzidos pelos

- O Segundo Reinado
no Brasil.
3ºbimestre
- O mundo sob o
domínio da burguesia
liberal.
- A segunda
Revolução Industrial.
- As grandes
potências no final do
século XIX.
- O Imperialismo: redivisão do mundo
pelas grandes
potências
econômicas.

historiográficas e
documentos históricos
que permitem aos
estudantes formularem
idéias históricas
próprias e expressa-las
por meio de narrativas
históricas.

alunos; verificação e confronto
de documentos de diferentes
naturezas como: os mitos;
lendas; cultura popular; festa e
religiosidade; constituição do
pensamento científico; formas
de representação humana;
oralidade e a escrita e formas de
narrar à história, etc.

4ºBimestre
- A escravidão no
Brasil colonial.
- O imperialismo no
Brasil.
- Guerra do Paraguai.
- O período
republicano no Brasil.
REFERÊNCIAS:
- Projeto Araribá: História/ obra coletiva concebida, desenvolvida e produzida pela editora Moderna; Maria Raquel Apolinário Melani. 1ª edição. São Paulo.
200
- Diretrizes Curriculares da Educação Básica de História do Ensino Fundamental Paraná, 2008.
- História do Paraná / Ruy Wachwicz, 9ª edição, 2001.