1

VI - Independência do Brasil
Napoleão Bonaparte.
França contra a Inglaterra.
Bloqueio Continental (1806)
Vinda da Corte do Reg. D. João para o Brasil.
Abertura dos portos (1808).
Autorização de manufaturas.
Banco do Brasil.
Jardim Botânico.
Academia militar/Cursos superiores/Biblioteca real.
Tipografia: Gazeta do RJ/Jornal do Commércio.
Arte: Missão francesa e outros estrangeiros.
Fim do Pacto Colonial. Domínio inglês. Tratados de
1810. Taxa: 15%.
Brasil elevado a Reino Unido de Portugal (1815).
2

Revolução Pernambucana (1817).

Participantes: Latifundiários, padres, elite
militar e comerciantes.
Ideais iluministas.
Insatisfação com aumento de impostos.
Governo republicano.
Intensa repressão pelo Governo.
Revolução do Porto: monarquia constitucional e
retorno de D. João VI a Portugal.

D. Pedro - Príncipe Regente do Brasil.
Agremiações rivais: Partido Português

(recolonização do Brasil) - Partido Brasileiro
(aristocracia).
D. Pedro é intimado a retornar a Portugal: em
9/01/1822 ("Fico") e a 7/09 ("Grito do
Ipiranga"). Nasce o Império.
3

VII - O Primeiro Reinado











Lutas pela Independência (Bahia): Thomas
Cochrane e Pedro Labatut (mercenários).
Joana Angélica e Maria Quitéria.
EUA reconhecem o Brasil livre.
Portugal e Inglaterra mediante negociação.
Tratado de Aliança, Comércio e Amizade (Tarifa
preferencial aos produtos ingleses). Dívida externa.
Disputa pelo poder: Imperador Pedro I e
aristocracia nacional.
Assembleia Constituinte (1822): brasileiros versus
portugueses.
Dissolução da Constituinte. Noite da Agonia.
4

Constituição de 1824
Características:
Outorgada
Monarquia Constitucional
Estado Unitário
Quatro poderes: Moderador,
Executivo, Legislativo e Judiciário
Poder centralizado
Voto censitário (masculino)
Eleições primárias e secundárias
Deputados ­ 4 anos
Senadores ­ cargo vitalício
Igreja Católica subordinada ao Estado
5










Confederação do Equador (1824) ­ Frei Caneca.
Política de D. Pedro e Descontentamento
Questão sucessória portuguesa
Sangrenta repressão em Pernambuco
Guerra Cisplatina (Uruguai)
Pasquins
Sentinela da Liberdade (Cipriano Barata)
Aurora Fluminense (Evaristo da Veiga)
O Tribuno do Povo (Oliveira França)
Observador Constitucional (Líbero Badaró)
Assassinato do jornalista de oposição Líbero
Badaró (1830)
Noite das garrafadas
7/04/1831, abdicação de D. Pedro
6

Referências

COTRIM, G.. História Global ­ Brasil e Geral. São Paulo: Saraiva,
2007.
FIGUEIRA, G. D.. História. São Paulo: Ática, 2005. (Série: Novo
Ensino Médio).
MOTA, M. B. e BRAICK, P. R.. História das Cavernas ao Terceiro
Milênio. São Paulo: Moderna, 2000.
MORAES, J. V.. Caminhos das Civilizações. São Paulo: Atual, 1955.
CAMPOS F. e MIRANDA, R. G.. Oficina de História: História
Integrada. São Paulo: Moderna, 2001.
BURNS, Edward McNall. História da Civilização Ocidental ­ O
drama da raça humana. 27. ed. Rio de Janeiro: Globo, 1986. V.
I e II.
VAINFAS, Ronaldo et al. HISTÓRIA:das sociedades sem Estado às
monarquias absolutistas. São Paulo: Saraiva, 2010. V. 1 e 2.
7