UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

EDITAL DE SELEÇÃO AO CURSO DE DOUTORADO EM HISTÓRIA ­ UFES
PROCESSO SELETIVO 2018/1
(Retificado em 17/05/2017)
A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em História, área de Concentração em
História Social das Relações Políticas, da Universidade Federal do Espírito Santo faz
saber que o processo seletivo para ingresso no curso de Doutorado em História no
semestre 2018/1 será regido pelas normas do presente edital.
1. PROGRAMA: O Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal
do Espírito Santo (PPGHIS / UFES) oferece o curso de Doutorado em História desde
2011 e o curso de Mestrado em História desde 2003. O Programa mantém perfil de
qualificação acadêmica atestado pela CAPES, conceito 5 (cinco) desde a última
avaliação trienal (2013). O curso de Doutorado em História foi recomendado pela
CAPES através do Of. 177-20/2010 do CTC/CAPES, de 16/12/2010.
1.1. Informações suplementares podem ser obtidas pelo telefone (27) 3335 2324 ­
R. *5254 ou *5181, pelo e-mail [email protected] ou na página
eletrônica www.historia.ufes.br
2. CLIENTELA: Poderão candidatar-se graduados em História, Ciências Sociais,
Geografia, Filosofia, Letras, Comunicação Social, Direito, Serviço Social, Economia,
Pedagogia, Psicologia, Artes, Arquivologia e Arquitetura. Os profissionais de outras
áreas que não as mencionadas acima devem, no ato da inscrição, apresentar uma
carta endereçada à Banca Examinadora explicando as razões do seu interesse pelo
Programa de Doutorado.
3. NÚMERO DE VAGAS: 27 vagas distribuídas segundo o item 15 do presente Edital.
3.1. Eventualmente pode ocorrer que, em virtude da falta de candidatos
habilitados, algumas vagas não sejam preenchidas.
3.2. Caso ocorra a aprovação de um número de candidatos superior ao número de
vagas, os candidatos excedentes ficarão numa fila de suplentes. Ficará a
critério do Colegiado Acadêmico autorizar a matrícula dos suplentes.
4. PERÍODO DE INSCRIÇÃO: 25 de setembro a 17 de outubro de 2017.
4.1. Para aqueles que optarem pela inscrição por correspondência, o prazo de
recebimento da inscrição finda no dia 10 de outubro de 2017. O PPGHIS não se
responsabiliza por eventuais falhas no sistema de entregas dos Correios.
5. BOLSAS: Serão disponibilizadas bolsas de estudo de acordo com as cotas
estabelecidas pelas agências de fomento. Os critérios utilizados pelo PPGHIS são:
classificação no processo seletivo, não ter vínculo empregatício ou desenvolver
atividade remunerada e demais exigências da CAPES ou FAPES. Não é possível
1

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

acumular bolsa deste Programa com bolsa/auxílio de outros programas ou de
outras agências de fomento ou organismos internacionais / nacionais.
6. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO:
a. Formulário de inscrição devidamente preenchido e assinado pelo candidato ou
procurador constituído na forma da lei (ver Anexo I);
b. Fotocópia da carteira de identidade civil;
c. Fotocópia do CPF (apenas se não constar no documento de identidade)
d. Fotocópia do diploma de graduação registrado;
e. Fotocópia do diploma de Mestrado registrado ou da ata de defesa, com
validade máxima de 12 meses a partir da defesa. Atas de defesa com validade
superior a 12 meses somente serão aceitas com protocolo de pedido do
diploma. Somente serão aceitos documentos expedidos por curso stricto sensu
reconhecido pela CAPES.
f. 1 (uma) foto 3 X 4 recente;
g. Projeto de pesquisa de tese em 4 (quatro) vias impressas e encadernadas e 1
(uma) cópia em CD ;
h. Carta de aceite de orientação do candidato expedida por 1 (um) professor do
PPGHIS (ver Anexo II). Esta carta deve ser entregue à Secretaria do Programa
pelo candidato no ato da inscrição. Em caso de viagem do orientador, a carta
de aceite poderá ser enviada por e-mail, desde que seja encaminhada
diretamente pelo professor para o endereço do PPGHIS.
i. Currículo Lattes (atualizado) comprovado, em 1 (uma) via.
i. O candidato deverá, obrigatoriamente, se cadastrar na
Plataforma Lattes do CNPq por meio do endereço
http://lattes.cnpq.br/, preencher seu currículo, imprimir na versão
completa e entregar no ato da inscrição junto com os documentos
comprobatórios. Somente deverão ser apresentados os
comprovantes dos itens mencionados no item 13.
ii. O Currículo Lattes e os comprovantes deverão ser encadernados
em espiral, acompanhando a ordem de referência no Lattes. No
caso dos comprovantes da produção bibliográfica sob a forma de
livro, coletânea, capítulo de livro e trabalho completo em anais,
deverão ser anexadas as páginas iniciais da publicação, incluindo o
sumário e a primeira página do texto. Em se tratando de trabalhos
completos publicados em anais sob a forma de CD-Rom, deverão
ser anexadas a primeira página do trabalho e cópia da ficha
catalográfica. No que diz respeito aos artigos, é suficiente a
primeira página, desde que esta contenha, no cabeçalho ou no
rodapé, os dados de identificação do periódico.
iii. Somente a produção intelectual devidamente comprovada será
pontuada.
2

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

j.

Original do comprovante de pagamento da Guia de Recolhimento da União
(GRU) no valor de R$ 180,00 (cento e oitenta reais) efetuado junto ao Banco do
Brasil ou declaração de isenção expedida pelo PPGHIS.
k. Carta com as razões de interesse pelo Programa (somente para os candidatos
que não possuam habilitação em História ou nas demais áreas afins
supramencionadas).
l. Comprovante de inscrição (Anexo IV), a ser preenchido pela Secretaria do
PPGHIS. Para os candidatos que se inscreverem pelo correio, o comprovante de
inscrição assinado e carimbado será digitalizado e remetido por e-mail,
devendo o candidato trazê-lo no ato da realização das provas.
m. Comprovante de realização de exame de proficiência em 2 (duas) línguas
estrangeiras. Serão aceitos somente os seguintes comprovantes:
i. Declaração de Desempenho Individual em Língua Estrangeira,
emitida pelo Centro de Línguas da UFES, com nota igual ou superior
a 7,0 (sete) ou,
ii. Certificados oficiais de proficiência listados no item 11.5.
n. Comprovante de habilitação em uma língua estrangeira (inglês, francês,
italiano ou espanhol) expedida pelo Programa no qual o candidato obteve o
Mestrado (facultativo)
i. Caso o candidato tenha cursado o Mestrado no PPGHIS / UFES,
basta indicar na ficha de inscrição o ano de realização do exame
e a língua estrangeira, que o próprio Programa fará a verificação.
Caso o certificado de proficiência apresentado em 2017 seja da
mesma língua para a qual o candidato prestou exame à época do
processo seletivo de Mestrado, a inscrição será indeferida.
6.1. Todas as fotocópias listadas acima deverão ser autenticadas em cartório.
6.2. Caso a inscrição seja efetuada diretamente na Secretaria do PPGHIS, o
candidato poderá levar fotocópias simples juntamente com originais dos
documentos para autenticação pelo responsável pela inscrição. Em nenhuma
hipótese serão aceitas fotocópias simples desacompanhadas dos documentos
originais.
6.3. Findo o processo seletivo, a documentação dos candidatos que não forem
aprovados ficará disponível para retirada junto à Secretaria do PPGHIS pelo
prazo de 30 (trinta) dias. Após essa data, o material será descartado.
7. OBSERVAÇÕES IMPORTANTES:
7.1. É facultada ao candidato a inscrição por correspondência, desde que as
fotocópias remetidas ao PPGHIS sejam autenticadas previamente em cartório.
7.2. Em hipótese alguma serão aceitas inscrições em desacordo com as exigências
documentais e prazos fixados neste Edital. A omissão de informações ou
documentos obrigatórios pelo candidato resultará no imediato indeferimento
de sua inscrição.
3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

7.3. Não será aceita a inclusão e/ou substituição de qualquer documento após a
inscrição.
LOCAL E HORÁRIO DAS INSCRIÇÕES: As inscrições serão realizadas na Secretaria do
PPGHIS, UFES, Campus de Goiabeiras, CCHN (Edifício Bárbara Weinberg), de segunda a
sexta-feira, das 09:00 às 11:30 horas e 13:00 às 16:00 horas.
7.4. As inscrições por correspondência deverão ser remetidas, mediante sistema
SEDEX, para o seguinte endereço:
Programa de Pós-Graduação em História
PROCESSO SELETIVO DE DOUTORADO
Universidade Federal do Espírito Santo
CCHN ­ Edifício Bárbara Weinberg
Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras
Vitória ­ ES
CEP 29.075-910
7.5. Não serão aceitas inscrições fora dos prazos estabelecidos.
7.5.1. A homologação das inscrições acontecerá no dia 18 de outubro de 2017.
O PPGHIS não se responsabiliza por eventuais falhas no sistema de
entregas dos Correios.
8. INSTRUÇÃO PARA PAGAMENTO DAS INSCRIÇÕES: Para efetuar sua inscrição no
processo seletivo, o candidato deverá pagar a taxa de R$ 180,00 (cento e oitenta
reais), mediante o preenchimento da Guia de Recolhimento da União (GRU) de
acordo com os seguintes códigos:
· UG: 153046
· GESTÃO: 15225
· CÓDIGO DO RECOLHIMENTO: 28832-2
· NÚMERO DE REFERÊNCIA: 15349900250000250
· COMPETÊNCIA: 10/2017
· VENCIMENTO: 17/10/2017
· CPF DO CANDIDATO
· NOME DO CANDIDATO
· VALOR PRINCIPAL: R$ 180,00
· VALOR TOTAL: R$ 180,00.
O preenchimento da GRU deve ser feito online, por meio da página do Tesouro
Nacional (www.tesouro.fazenda.gov.br) e o seu pagamento só poderá ocorrer nas
agências do Banco do Brasil. No preenchimento da GRU, o candidato deverá
atentar para os códigos descritos acima. Em caso de erro no preenchimento, a
inscrição não será aceita pelo PPGHIS nem o dinheiro poderá ser devolvido.

4

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

9. INSTRUÇÕES SOBRE ISENÇÃO DE PAGAMENTO DE TAXA DE INSCRIÇÃO: A
Universidade Federal do Espírito Santo, representada pelo Programa de Pósgraduação em História (Área de concentração: História Social das Relações
Políticas), em atendimento à Recomendação GAB-LLO nº 51/2007, definiu as
normas do Processo de Isenção do Pagamento da Taxa de Inscrição do Processo
Seletivo para candidatos(as) que comprovarem insuficiência de recursos
financeiros para o pagamento da mesma, na forma abaixo:
9.1. Do pedido de isenção: Os pedidos de isenção de taxa de inscrição deverão ser
encaminhados à Banca Examinadora de Seleção, mediante requerimento
entregue na Secretaria de Pós-Graduação do PPGHIS/UFES, de acordo com
modelo (anexo III), no período de 25 de setembro a 02 de outubro de 2017,
juntamente com os documentos listados a seguir: a) declaração de imposto de
renda do candidato ou responsável, caso seja dependente, referente ao ano
base de 2016, ou comprovante de isenção do Imposto de Renda; b)
contracheque(s), declaração de salário, pensão ou aposentadoria do
candidato, se houver; c) comprovação de que concluiu o curso de graduação
em instituição pública de ensino ou em instituição privada na qualidade de
bolsista (integral ou parcial); d) comprovação de que concluiu o curso de
mestrado em instituição pública de ensino ou em instituição privada na
qualidade de bolsista (integral ou parcial).
9.2. A divulgação do resultado do julgamento dos pedidos de isenção ocorrerá até
o dia 05 de outubro de 2017, por meio de listagem afixada no quadro de avisos
do PPGHIS, bem como na página eletrônica do Programa. Em caso de
deferimento do pedido, o(a) candidato(a) deverá comparecer em seguida à
Secretaria do PPGHIS para receber a declaração de isenção, a fim de cumprir
os demais procedimentos previstos, que obedecerão aos prazos e horários
estabelecidos no presente edital.
9.3. Somente será concedida isenção integral aos candidatos cuja renda própria ou
do responsável não for superior a 1 (um) salário mínimo; e isenção parcial
(50%) aos candidatos cuja renda própria ou do responsável não for superior a
3 (três) salários mínimos.
10. ETAPAS DE SELEÇÃO: O processo seletivo de ingresso no curso de Doutorado do
PPGHIS constará das seguintes etapas:
10.1.
PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA ESTRANGEIRA. O candidato deverá
comprovar proficiência em duas línguas estrangeiras. A prova será realizada no
Centro de Línguas da UFES, conforme edital específico publicado por aquele
Centro. As inscrições, bem como a elaboração, aplicação, correção, julgamento de
recursos e divulgação dos resultados ficarão a cargo do Centro de Línguas.
10.1.1. Será considerado APROVADO o candidato que apresentar Declaração de
Desempenho Individual em Língua Estrangeira emitida pelo Centro de
5

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

Línguas da UFES com nota igual ou superior a 7,0 (sete). O prazo de
validade da declaração supracitada é de 02 (dois) anos.
IMPORTANTE: No ato da inscrição no Centro de Línguas, o candidato deverá
fazer a opção pela área "Ciências Humanas e Ciências Sociais Aplicadas".
10.2.
Se o candidato apresentar no ato da inscrição, um dos certificados
oficiais de proficiência em língua estrangeira, com a nota ou conceito mínimos
listados abaixo, estará DISPENSADO da realização de uma das provas. Serão
aceitos os seguintes certificados:
10.2.1. Inglês ­ TOEFL (Test of English as a Foreign Language) ou IELTS
(International English Language Testing System)
10.2.2. Espanhol ­ DELE (Diploma de Español como Lengua Extranjera) ou CELU
(Certificado de Español Lengua y Uso)
10.2.3. Francês ­ DELF (Diplôme d'Études en Langue Française) ou DALF
(Diplôme Approfondi de Langue Française) ou TCF (Test de Connaissance
du Français)
10.2.4. Italiano ­ CELI (Certificazione Della Conoscenza Dell'Italiano) ou CELS
(Certificazione di Italiano Come Lingua Straniera)

Idioma
Inglês
Espanhol

Francês

Italiano

Certificado
TOEFL ITP
TOEFL IBT
IELTS
DELE
CELU
DELF
DELF Pro
DALF
TCF
CELI
CELS

Conceito / Nota
450 ou +
60 ou +
Faixa 5 ou +
B2, C1 ou C2
Intermediário ou Avançado
B1 ou B2
A ou B
C1 ou C2
B ou C
CELI 3, CELI 4 ou CELI 5
2a4

10.2.4.1. O certificado deverá ter sido obtido no máximo dois anos antes
da data de apresentação ao PPGHIS.
10.2.5. É facultado ao candidato solicitar dispensa de 1 (um) dos idiomas
mediante apresentação de comprovante de aprovação em processo
seletivo de Mestrado reconhecido pela CAPES. Candidatos que cursaram o
Mestrado no PPGHIS / UFES, só precisam indicar na ficha de inscrição o
ano de realização do exame e a língua. Caso o certificado de proficiência
apresentado em 2017 seja da mesma língua para a qual o candidato
6

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

prestou exame à época do processo seletivo de Mestrado, a inscrição será
indeferida.
10.2.6. Somente serão aceitos comprovantes de habilitação em língua
estrangeira (prova de mestrado) obtidos a partir de 2003.
10.3.
Maiores informações sobre a prova de línguas poderão ser obtidas na
página www.clinguas.org.br ou pelos telefones (27) 4009 2880 e 4009 2875.
10.4.
ANÁLISE DE PROJETO DE TESE (caráter eliminatório). A Banca
Examinadora procederá à avaliação dos projetos de tese apresentados. Os
candidatos cujos projetos receberem a menção HABILITADO permanecerão no
certame, ao passo que os candidatos cujos projetos receberem a menção NÃO
HABILITADO serão eliminados.
10.5.
O projeto de Doutorado deverá conter no máximo 30 páginas, incluídas
a capa e a bibliografia.
10.6.
O projeto não poderá ser identificado. Projetos que contiverem o nome
do candidato e/ou do orientador serão considerados NÃO HABILITADOS.
10.6.1. Em caso de recurso, a Banca Examinadora justificará a menção NÃO
HABILITADO através de parecer que ficará disponível ao candidato na
Secretaria do PPGHIS.
10.7.
PROVA ESCRITA SOBRE CONTEÚDOS DE HISTÓRIA (caráter eliminatório
e classificatório ­ peso 3 ­ prova sem consulta). Nessa prova o candidato
dissertará sobre 02 (duas) questões, dentre as 04 (quatro) propostas pela Banca
Examinadora, tendo como referência a bibliografia sugerida neste Edital. Os(as)
candidatos(as) que obtiverem nota igual ou superior a 07 (sete) permanecerão no
certame, sendo os demais eliminados.
10.8.
ANÁLISE DE CURRÍCULO (caráter classificatório ­ peso 1), conforme
tabela de pontuação no item 12 deste edital. A nota da análise de currículo
será normalizada da seguinte forma: a) ao candidato que obtiver a maior
pontuação será atribuído o grau 10,0 (dez); b) as notas dos demais candidatos
serão obtidas mediante a divisão da respectiva pontuação pela pontuação do
candidato portador do melhor currículo, multiplicando-se o resultado da
divisão por 10,0 (dez).
10.9.
REUNIÃO DO COLEGIADO ACADÊMICO para distribuição dos projetos
segundo as vagas do edital e homologação do processo seletivo.
10.9.1. A nota final, para efeitos classificatórios, será resultante da média das
notas obtidas pelo candidato na prova de conteúdo específico e análise de
currículo, com a aplicação dos respectivos pesos. A ordem classificatória
por meio da média das notas não garante a aprovação.
7

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

10.9.2. Em caso de eventual empate da nota final, o critério de desempate será
a nota da prova escrita de conteúdo. Persistindo o empate de nota, o
critério utilizado será a idade mais avançada.
10.9.3. Se o orientador assinar mais cartas de aceite de orientação do que o
número de vagas que o mesmo oferece, e forem aprovados mais
candidatos do que o seu número de vagas, o Colegiado Acadêmico do
PPGHIS realizará a última etapa do processo seletivo, quando ocorrerá a
escolha pelos orientadores dos projetos que mais se adequarem às suas
linhas de pesquisa e à área de concentração do curso.
10.9.4. Os candidatos que não tiverem seus projetos escolhidos e homologados
ficarão numa fila de suplentes.
11. NORMAS DE APLICAÇÃO DAS PROVAS DE CONTEÚDO:
11.1.
Somente terão acesso ao local das provas os portadores de documento
oficial de identificação com foto e do comprovante de inscrição devidamente
preenchido e carimbado pela Secretaria do PPGHIS.
11.2.
Somente terão acesso ao local de prova os(as) candidatos(as) que
chegar, no máximo, com 30 (trinta) minutos de atraso, desde que nenhum
outro candidato já tenha se retirado.
11.3.
Não será admitido o uso de celulares, computadores portáteis ou de
qualquer outro equipamento eletrônico que armazene, receba ou transmita
informações. Os celulares deverão permanecer desligados durante todo o
período de realização da prova, sob pena de desclassificação dos candidatos.
11.4.
Serão eliminados os candidatos que recorrerem a qualquer material
não autorizado pela Banca Examinadora ou não previsto neste edital.
11.5.
Ao término da sua aplicação, as provas receberão um código numérico
atribuído pela Secretaria do PPGHIS, de maneira a impedir a identificação dos
candidatos durante o processo de correção.
11.6.
Serão fornecidas folhas específicas para a redação da prova e
rascunhos, as quais deverão ser devolvidas, na íntegra, após o término da
prova.
11.7.
Em hipótese alguma serão corrigidos os rascunhos das provas.
11.8.
Não será permitido o empréstimo de qualquer espécie de material entre
os(as) candidatos(as) durante a realização das provas.
11.9.
Não será permitida qualquer forma de comunicação entre os(as)
candidatos(as) durante a realização das provas.

8

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

12. ANÁLISE DO CURRÍCULO LATTES ­ PONTUAÇÃO:
ATIVIDADE
Livro autoral publicado
Organização de coletânea
Capítulo de livro publicado
Artigo publicado em periódico científico integrante do Qualis
Periódicos
Trabalho completo publicado em anais de evento científico
internacional com ISBN ou ISSN
Trabalho completo publicado em anais de evento científico
nacional com ISBN ou ISSN
Apresentação de trabalho em evento científico internacional
Apresentação de trabalho em evento científico nacional
Coordenação de projeto de pesquisa vinculado a instituto de
pesquisa ou IES
Participação em projeto de pesquisa vinculado a instituto de
pesquisa ou IES

PONTUAÇÃO
25 pontos
15 pontos
10 pontos
10 pontos
05 pontos
03 pontos
02 pontos
01 ponto
03 pontos por ano
02 pontos por ano

13. BANCA EXAMINADORA:
Titulares:
Prof. Dr. Gilvan Ventura da Silva (Presidente)
Profa. Dra. Adriana Pereira Campos
Prof. Dr. Júlio Cesar Bentivoglio
Profa. Dra. Maria Beatriz Nader
Suplente:
Prof. Dr. Luiz Cláudio Moisés Ribeiro
14. ROTEIRO PARA PROJETO DE PESQUISA: O projeto deverá conter no máximo 30
laudas (incluídas a capa e a bibliografia), digitadas em papel A4; espaço 1,5; fonte
Times New Roman; corpo 12, contendo basicamente os seguintes itens:
a. Capa
b. Título
c. Resumo (com palavras-chave)
d. Apresentação do problema (incluindo justificativa e balanço historiográfico)
e. Objetivos
f. Referencial teórico
g. Metodologia e natureza das fontes
h. Referências Bibliográficas
i. Cronograma para 48 meses
14.1.
O projeto não poderá conter o nome do candidato nem do orientador.

9

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

15. CORPO DOCENTE, ÁREAS DE ATUAÇÃO E VAGAS DISPONÍVEIS:
PROFª DRª ADRIANA PEREIRA CAMPOS: 01 vaga
Doutora em História (UFRJ)
Linha de Pesquisa: Sociedade e Movimentos Políticos; Estado e Políticas Públicas
E-mail: [email protected]
Área de atuação: História Social e História das Instituições, com especial ênfase em
Justiça e Direito. A professora tem se dedicado à pesquisa empírica sobre a realidade
histórica do Espírito Santo nos séculos XVIII e XIX, apoiando-se em fontes como autos
criminais, inventários, testamentos, notas de compra e venda, processos cíveis,
relatórios de governo, certidões de batismo, casamento e óbito, jornais e atas da
assembleia provincial. Seu campo de reflexão concentra-se, sobretudo, na
interpretação das instituições e dos agentes políticos e sociais que, investidos de
competências, organizam o campo da política.
PROFª DRª ALMERINDA DA SILVA LOPES: 02 vagas
Pós-Doutora em Artes (Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne) ­ Doutora em
Comunicação e Semiótica (PUC/SP)
Linha de Pesquisa: Representações e Ideias Políticas
E-mail: [email protected]
Área de atuação: A docente pesquisa a relação entre história, arte, política e
sociedade, com foco nas imagens artísticas: artes visuais (pintura e monumentos
públicos), fotografia, caricatura e charges políticas nos séculos XIX e XX. Investiga
também a conexão entre as políticas públicas e as instituições culturais brasileiras.
PROF. DR. ANTONIO CARLOS AMADOR GIL: 01 vaga
Pós-Doutor em História (USP) ­ Doutor em História (USP)
Linha de Pesquisa: Representações e Ideias Políticas; Sociedade e Movimentos
Políticos
E-mail: [email protected]
Área de Atuação: O professor estuda o processo de construção das identidades
nacionais e das identidades étnicas, analisando as configurações de poder e as
transformações que ocorrem nos laços identitários que embasam o poder estatal em
termos nacionais. Entre o amplo espectro de possibilidades, o professor trabalha e
aceita projetos nos domínios da história social, política, cultural e das ideias. Diversas
propostas relacionadas à temática das identidades podem ser apresentadas. Podemos
destacar, somente a título de exemplo: os processos de Independência; o processo de
formação das nações e as políticas de construção da unidade nacional; a mestiçagem e
o indigenismo; a identidade nacional na contemporaneidade; o multiculturalismo; os
discursos pós-coloniais; a reafirmação das identidades étnicas; a questão da
autonomia e da democracia; os movimentos revolucionários; os movimentos sociais de
contestação e de resistência. Estas e outras possíveis propostas de trabalho podem ser
discutidas com diversas abordagens e permitem o uso de diversos objetos de estudo,
10

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

como os discursos históricos, políticos, intelectuais, cinematográficos, e outros
discursos impressos e audiovisuais.
PROF. DR. GILVAN VENTURA DA SILVA: 02 vagas
Doutor em História (USP)
Linha de Pesquisa: Representações e ideias políticas
E-mail: [email protected]
Área de atuação: Investigações acerca da configuração simbólica dos sistemas de
poder vigentes no mundo greco-romano, em especial durante as fases das monarquias
helenística e romana. Além disso, o professor tem refletido também sobre as
conexões entre poder político e religião no mundo romano, buscando compreender de
que modo a dimensão religiosa se constitui como um elemento produtor de
identidades e alteridades no contexto das interações mantidas entre as diversas etnias
no Império Romano e o papel do poder imperial dentro desse processo.
PROF ª DR ª JUÇARA LUZIA LEITE: 02 vagas
Doutora em História Social (USP)
Linha de Pesquisa: Representações e Ideias Políticas
E-mail: [email protected]
Área de atuação: A Professora insere suas investigações na interseção da História
Cultural e da História Política, privilegiando temas referentes às lutas por
representações e aos usos do passado. Nesse sentido, destaca-se a confluência da
História e da Educação, e, sobretudo, temas que contemplem: os processos de
didatização da História e sua relação com a historiografia; as relações de poder entre
intelectuais e políticos e suas diferentes formas de escritas de si (individuais e
coletivas); e as tensões entre História e Memória.
PROF. DR. JULIO CÉSAR BENTIVOGLIO: 02 vagas
Doutor em História Econômica (USP)
Linha de Pesquisa: Representações e Ideias Políticas
E-mail: [email protected]
Área de atuação: Teoria e metodologia da História, especialmente no século XIX,
cultura histórica e historiografia nos séculos XIX e XX, História das Idéias, História do
Brasil Colônia e Império com ênfase no estudo das relações de poder e acerca da
cultura política nestes períodos; formação e atuação dos partidos políticos brasileiros
no Império; construção do Estado, nacionalismo e análise das instituições políticas
durante o século XIX, relações de força entre governo imperial e províncias no Brasil,
urbanização brasileira no século XIX e primeira metade do século XX.
PROFª DRª LENI RIBEIRO LEITE: 01 vaga
Pós-Doutora em Línguas Clássicas (University of Kentucky) ­ Doutora em Letras
Clássicas (UFRJ)
11

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

Linha de Pesquisa: Representações e Ideias Políticas
E-mail: [email protected]
Área de atuação: Atua na área de Estudos Clássicos, na interseção entre as Letras e a
História, com trabalhos acerca das representações das configurações sociais e dos
sistemas de poder na literatura latina. Seus principais temas de interesse são as
representações do poder na literatura latina, os sistemas de produção e circulação do
texto na Roma Imperial e a permanência do elemento clássico na literatura.
PROF. DR. LUIZ CLÁUDIO MOISÉS RIBEIRO: 03 vagas
Doutor em História (UFF)
Linha de Pesquisa: Estado e Políticas Públicas
E-mail: [email protected]
Área de Atuação: O professor dedica-se ao estudo e à orientação de pesquisas sobre a
história colonial do Espírito Santo (sec. XV-XVIII), especialmente as dinâmicas políticas
em torno da organização do Estado, das atividades econômicas e a
navegação, enfocando preferencialmente a articulação da região da Capitania do
Espírito Santo e sua vizinhança com a metrópole e com os portos do Atlântico, África e
Oriente.
PROF ª DR ª MARIA BEATRIZ NADER: 02 vagas
Pós-Doutora em Sociologia (UENF) - Doutora em História (USP)
Linha de Pesquisa: Sociedade e Movimentos Políticos
E-mail: [email protected]
Área de atuação: As pesquisas desenvolvidas pela professora se situam na confluência
entre gênero e relações de poder. Os estudos que realiza voltam-se para questões
envolvendo a estruturação interna da instituição familiar e seus arranjos alternativos
gerados pela pobreza e dificuldades de sobrevivência na sociedade brasileira. Analisa a
problematização do impacto do feminismo sobre a desestabilização das referências de
feminilidade e de masculinidade existentes na sociedade, marcada por uma intensa
urbanização e modernização da vida social, assim como estuda as relações de gênero,
os processos de casamento, separação e divórcio, a relação mulher e trabalho, a
socialização e a formação educacional de ambos os sexos, os papéis, os valores e as
trajetórias de homens e de mulheres na construção de sua identidade na sociedade
humana. A dinâmica desses estudos converge para as principais tendências
demográficas concentradas progressivamente nas populações de áreas densamente
povoadas, revelando interesses em novos padrões de comportamento com
implicações fundamentais para a definição dos rumos da sociedade brasileira.
PROFª DRª MARIA CRISTINA DADALTO: 01 vaga
Doutora em Ciências Sociais (UERJ)
Linha de Pesquisa: Estado e Políticas Públicas

12

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

E-mail: [email protected]
Área de atuação: Estudos migratórios, especialmente articulados à questão da
sociocultura e do poder, História do Espírito Santo com ênfase no estudo das relações
de poder e acerca da cultura nestes períodos; formação, desenvolvimento das cidades
no século XIX e XX, dinâmica da violência urbana articulada aos fatores de crescimento
das cidades e do movimento migratório, cultura histórica nos séculos XIX e XX,
dinâmicas e processos socioculturais e ambientais intervenientes no movimento
populacional no século XX e XXI.
PROF. DR. NELSON PÔRTO RIBEIRO: 02 vagas
Pós-Doutor em Arquitetura e Urbanismo (Faculdade de Arquitectura da Universidade
Técnica de Lisboa) ­ Doutor em História Social (UFRJ)
Linha de pesquisa: Representações e Ideias Políticas
E-mail: [email protected]
Área de atuação: Nas suas pesquisas o professor debruça-se sobre a cultura lusobrasileira do século XVIII e XIX, em especial nos aspectos relacionados ao espaço ­ seja
o da cidade seja o da arquitetura ­ seu simbolismo, significâncias e seus discursos
ideológicos, estéticos e retóricos. O mundo do Barroco e o do
absolutismo monárquico até o advento das ideias do Iluminismo, as quais no mundo
luso tem penetração tardia.
PROFª DRª PATRÍCIA MARIA DA SILVA MERLO: 01 vaga
Doutora em História Social (UFRJ)
Linha de Pesquisa: Representações e Ideias Políticas
E-mail: [email protected]
Área de atuação: História Moderna, com interesse em História Cultural Ibérica;
Memória, Representações e Identidades Sociais; Ideias Políticas na Modernidade e
História Local. A professora trabalhou por muito tempo com temas relacionados à
família escrava, relações de parentesco e história do Espírito Santo, por meio da
pesquisa empírica, utilizando fontes como inventários post-morten, testamentos,
relatórios de governo, certidões de batismo, casamento e óbito. No momento, tem se
dedicado à pesquisa sobre a relação entre a Modernidade e o chamado Iluminismo
Português e seus desdobramentos no mundo ibérico. Em paralelo, mantém pesquisa
permanente acerca da identidade local e as representações a partir da gastronomia,
com especial atenção à relação entre comida, representações e identidade.
PROF. DR. PEDRO ERNESTO FAGUNDES: 01 vaga
Doutor em História Social (UFRJ)
Linha de Pesquisa: Sociedade e Movimentos Políticos
E-mail: [email protected]
Área de Atuação: O professor desenvolve pesquisas e orienta trabalhos relacionados à
História do Estado do Espírito Santo, com ênfase em questões relacionadas a História
13

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

Política e a construção social dos regimes autoritários. Com destaque para os seguintes
temas: Ditadura do Estado Novo, Ditadura Civil Militar, movimentos e partidos de
Direita, manifestações de anticomunismo, História dos Partidos Políticos, Período
Republicano e seus reflexos no Espírito Santo, Polícia Política e os arquivos da
repressão.
PROF. DR. ROGÉRIO ARTHMAR: 01 vaga
Pós-Doutor em História do Pensamento Econômico (University of Western Australia) ­
Doutor em Economia (USP)
Linha de Pesquisa: Representações e Ideias Políticas
E-mail: [email protected]
Área de atuação: Atua na área de economia, com ênfase em história do pensamento
econômico e história econômica. Em seu Currículo Lattes os termos mais frequentes a
contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são:
investimento, poupança, lei de say, política econômica, taxa de juros, orçamento
público, padrão-ouro, taxa natural de juros, economia brasileira, economia regional.
PROF. DR. SEBASTIÃO PIMENTEL FRANCO: 01 vaga
Pós-doutor em História (UERJ) ­ Doutor em História (USP)
Linha de Pesquisa: Estado e Políticas Públicas
E-mail: [email protected]
Área de atuação: O professor pesquisa as políticas públicas na área de educação
implementadas pelos governos imperiais e republicanos; História da Medicina (com
ênfase na história da saúde e representação social das doenças) e História do Brasil e
do Espírito Santo no Oitocentos.
PROF. DR. SERGIO ALBERTO FELDMAN: 02 vagas
Pós-doutor em História (EHESS) ­ Doutor em História (UFPR)
Linha de Pesquisa: Representações e Ideias Políticas
E-mail: [email protected]
Área de atuação: O professor pesquisa e orienta trabalhos em História Tardo Antiga e
Medieval enfocando dois períodos preferenciais: 1) A Antiguidade Tardia na
Cristandade Ocidental; 2) Os reinos cristãos ibéricos nos século XII a XV. A sua pesquisa
atual versa sobre "Marginalizados e excluídos no mundo tardo antigo e Medieval" com
enfoque nas relações dos poderes constituídos (Igreja e Monarquia) com judeus,
hereges e outros grupos periféricos discriminados. O olhar proposto é o da Identidade
versus Alteridade, da exclusão e da estigmatização do "Outro". O professor sugere que
o candidato o contate antecipadamente para discussão de propostas, temáticas e
metodologias.
PROF. DR. UÉBER JOSÉ DE OLIVEIRA: 02 vagas
Doutor em Ciência Política (UFSCAR)
Linha de Pesquisa: Estado e Políticas Públicas
14

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

E-mail: [email protected]
Área de atuação: História Política; História das Elites; História do Tempo Presente;
Questão Agrária. O professor se dedica ao estudo das relações sociais entre segmentos
de elites nos espaços político-institucionais, focando a dimensão dos partidos políticos
e sistemas partidários, com especial atenção para a História do Estado do Espírito
Santo, no período republicano. Além disso, têm se dedicado também ao estudo da
questão agrária envolvendo o intrincado processo de delimitação da fronteira nortecapixaba, cuja imprecisão levou ao surgimento, no século XX, do litígio entre os
Estados do Espírito Santo e Minas Gerais, resolvido somente no ano de 1963, por meio
de tratado firmado entre os dois estados.
16. ORIENTAÇÃO BIBLIOGRÁFICA PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO:
BARROS, A. D. J. P. D.; LEHFELD, N. A. D. S. Projeto de Pesquisa: propostas
metodológicas. 18 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.
BARROS, J. D. O projeto de pesquisa em História: da escolha do tema ao quadro
teórico. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005.
GOLDENBERG, M. A arte de pesquisar. Como fazer pesquisa qualitativa em ciências
sociais. Rio de Janeiro: Record, 1997.
KAHLMEYER-MERTENS, R. S. E. A. Como elaborar projetos de pesquisa: linguagem e
método. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2007.
LUNA, S. V. D. Planejamento de pesquisa: uma introdução. São Paulo: EDUC, 2002.
UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Biblioteca Central. Guia para
normalização de referências bibliográficas: NBR 6023: 2002. / Universidade Federal do
Espírito Santo, Biblioteca Central. Vitória: EDUFES, 2015.
UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Biblioteca Central. Normalização e
apresentação de trabalhos científicos e acadêmicos / Universidade Federal do Espírito
Santo, Biblioteca Central. 2 ed. Vitória: EDUFES, 2015.
VIEIRA, M. P. A. et al. A pesquisa em História. São Paulo: Ática, 1991 (Série Princípios).
17. BIBLIOGRAFIA PARA A PROVA ESCRITA:
1. BADINTER, E. Um amor conquistado: o mito do amor materno. Rio de Janeiro: Nova
Fronteira, 1985, p. 145-235 (Um novo valor: o amor materno).
2. FARGE, A. Lugares para a História. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.
3. FRAGOSO, J. et al. (Org.). Nas rotas do Império: eixos mercantis, tráfico e relações
sociais no mundo português. Vitória: Edufes, 2014. p. 25-134 (Textos 2,3 e 4 da Parte 1
­ Conexões Imperiais). 2ª ed.
15

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

4. HARTOG, F. Regimes de historicidade: presentismo e experiências do Tempo. Belo
Horizonte: Autêntica, 2013, p.133-246 (capítulos 4 e 5)
5. KOSELLECK, R. Crítica e crise. Rio de Janeiro: Eduerj/Contraponto, 1999. (p. 111-161,
capítulo 3).
6. LEAL, V. L. Coronelismo, enxada e voto: o município e o regime representativo no
Brasil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997, p. 39-126 e 275-287 (capítulos 1, 2, 7 e
considerações finais)
7. REVEL, J. (Org.) Jogos de escalas: a experiência da microanálise. Rio de Janeiro:
Editora da Fundação Getúlio Vargas, 1998. p. 151-201 (Textos de Paul-André Rosental
e de Simona Cerutti).
8. SILVA, G. V. Reis, santos e feiticeiros: Constâncio II e os fundamentos místicos da
basileia (337-361). Vitória: Edufes, 2015, p. 111-302 (capítulos 3, 4 e 5).
OBS: O PPGHIS não se responsabiliza pela disponibilização das obras para os
candidatos.
18. CALENDÁRIO:
DATA
25/9 a 17/10/2017
25/09 a 17/10/2017

20/11/2017
01/12/2017
04 e 05/12/2017
06/12/2017
07/12/2017

EVENTO
Inscrições na Secretaria do PPGHIS
Inscrições por correspondência (SEDEX)
Requerimento para isenção de
taxa de inscrição
Divulgação do resultado da análise dos pedidos
de isenção de taxa de inscrição
Homologação das inscrições
Recursos
Resultado dos recursos
Resultado da análise dos projetos
Recursos da análise dos projetos
Resultado dos recursos da
análise dos projetos
Prova de conteúdo
Resultado da prova de conteúdo
Recursos da prova de conteúdo
Resultado dos recursos da prova de conteúdo
Resultado da análise dos currículos

08 e 11/12/2017

Recursos da análise dos currículos

25/09 a 02/10/2017
Até 05/10/2017
18/10/2017
19 e 20/10/2017
23/10/2017
Até 10/11/2017
13 e 14/11/2017
17/11/2017

12/12/2017

HORÁRIO
*
*
Até às 17:00 h
Até às 17:00 h
*
Até às 17:00 h
Até às 17:00 h
*
Até às 17:00 h
13 às 17:00 h
Até às 17:00 h
*
Até às 17:00 h
Até às 17:00 h
*

Resultado dos recursos da análise dos currículos Até às 17:00 h

16

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

Reunião do Colegiado para
homologação do resultado
15/12/2017
Divulgação do resultado final
Até às 17:00 h
01 e 02/03/2018
Matrícula dos aprovados
*
Reunião dos aprovados com a Coordenação do
02/03/2018
15:00 h
PPGHIS (presença obrigatória)
12/03/2018
Início das aulas
* A Secretaria do PPGHIS atenderá os candidatos ao Processo Seletivo nos seguintes
horários: 09:00 às 11:30 horas e 13 às 16:00 horas.
14/12/2017

Todos os resultados das etapas do processo seletivo serão divulgados nos dias
especificados, por meio de listagem afixada no quadro de avisos deste Programa,
situado no Edifício Bárbara Weimberg ­ CCHN, bem como na página eletrônica
www.historia.ufes.br
OBS: Por razões de ordem operacional, o PPGHIS reserva-se o direito de comunicar,
com antecedência mínima de 48 (quarenta e oito) horas, mediante o e-mail constante
no formulário de inscrição, qualquer alteração no calendário das provas, sem que isso
constitua justificativa para a eventual ausência do candidato.

17

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

ANEXO I - FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO - DOUTORADO 2018/1 ­ PARTE I
Nome:

Sexo: ( )M ( )F

CPF:
Órgão Exp.:

RG /Passaporte:
UF:

Data exp: ____/____/_______

País de nascimento:

Cidade nasc:

UF nasc:

Data de nasc: ____/____/_______

Endereço completo (Rua, Bairro, Cidade, CEP, UF)

Telefones Res.:

Trab.:

Cel.:

E-mail principal:
Curso de graduação e Instituição (Universidade ou Faculdade):

Data da colação de grau na graduação:
Título da monografia de conclusão ou TCC de graduação e orientador:

Curso de mestrado e Instituição:

Data da defesa de mestrado:
Título da dissertação e orientador:

Professor(a) do PPGHIS que aceitou o seu projeto de tese:

18

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

ANEXO I - FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO - DOUTORADO 2018/1 ­ PARTE II
1) SOLICITA DISPENSA DE 1 LÍNGUA ESTRANGEIRA? ( ) SIM ( ) NÃO
QUAL? Inglês [ ] Francês [ ] Italiano [ ] Espanhol [ ]
DATA EM QUE FOI REALIZADA A PROVA: ______________________
INSTITUIÇÃO: ________________________________________________________
OBS: Para ter a solicitação de dispensa aprovada, no momento da inscrição deve-se
apresentar comprovante de aprovação em 1 (uma) língua estrangeira (inglês, francês,
italiano ou espanhol) em processo seletivo de Mestrado reconhecido pela CAPES a
partir de 2003.

19

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

Declaração
1) Declaro estar ciente que caso meu orientador assine mais cartas de aceite de
orientação do que o seu número de vagas e ocorra a aprovação de um número de
candidatos superior ao número de vagas após as primeiras etapas do processo
seletivo, o Colegiado Acadêmico do PPGHIS realizará a última etapa do processo
seletivo, onde ocorrerá a escolha pelos orientadores dos projetos que mais se
adequem às suas linhas de pesquisa e à área de concentração do PPGHIS e sua
respectiva homologação pelo Colegiado Acadêmico, respeitando o número de vagas
oferecidas no edital. Os candidatos que não tiverem seus projetos escolhidos e
homologados ficarão numa fila de suplentes.
Vitória, _____ de _________________ de _________.

_________________________________________
Assinatura do (a) Candidato(a)

20

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

ANEXO II
CARTA DE ACEITE DE ORIENTAÇÃO
À Coordenação do PPGHIS/UFES
Assunto: Aceite de orientação de candidato ao Doutorado
Sr. Coordenador, eu, Prof. (a) Dr. (a) ________________________________________
___________________________________, docente vinculado(a) ao Programa de PósGraduação em História da Universidade Federal do Espírito Santo, declaro que o
projeto de pesquisa a ser desenvolvido pelo candidato__________________________
_______________________________________, em nível de doutorado, intitulado
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
______________________________________________________________________,
é compatível com a minha área de especialização e interesse, com os meus projetos de
pesquisa em andamento e com a área de concentração História Social das Relações
Políticas. Sendo assim, firmo a presente declaração a fim de que o referido candidato
possa efetuar sua inscrição junto ao PPGHIS/UFES para o processo seletivo de
Doutorado .
Atenciosamente,
Local e data

Assinatura
OBS 1: Se o orientador assinar mais cartas de aceite de orientação do que o seu número de vagas e ocorra a
aprovação de um número de candidatos superior ao número de vagas após as primeiras etapas do processo
seletivo, o Colegiado Acadêmico do PPGHIS realizará a última etapa do processo seletivo, onde ocorrerá a escolha
pelos orientadores dos projetos que mais se adequem às suas linhas de pesquisa e à área de concentração do
PPGHIS e sua respectiva homologação pelo Colegiado Acadêmico, respeitando o número de vagas oferecidas no
edital. Os candidatos que não tiverem seus projetos escolhidos e homologados ficarão numa fila de suplentes.
OBS 2: Esta carta não será aceita por e-mail. Nenhum termo desta carta pode ser omitido e deve ser entregue com
a assinatura à caneta do professor orientador. Caso haja impossibilidade da entrega até o prazo final das inscrições,
por motivos excepcionais, o professor orientador deve solicitar permissão da Coordenação para o envio da mesma
por e-mail e assim que possível, substituir o documento por um que tenha assinatura à caneta.

21

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

ANEXO III (opcional)
REQUERIMENTO DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO

Nome do candidato: _____________________________________________________
Endereço completo: (Rua/Av.-nº):__________________________________________
Bairro: _______________________________ Cidade: __________________________
Telefone residencial ou profissional e celular: _________________________________
CPF n.º: ____________________________ CI n.º: ______________________________
E-mail:_________________________________________________________________
Justificativa do pedido de isenção:___________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
DECLARO QUE AS INFORMAÇÕES ACIMA CONTIDAS SÃO VERÍDICAS, SENDO QUE,
TENHO CONSCIÊNCIA DO AGRAVO QUE POSSA ESTAR COMETENDO, CASO INFRINJA OS
PRECEITOS DO ARTIGO 299 DO CÓDIGO PENAL (FALSIDADE IDEOLÓGICA) TRANSCRITO
ABAIXO:
ART. 299. OMITIR, EM DOCUMENTO PÚBLICO OU PARTICULAR, DECLARAÇÃO QUE
DELE DEVIA CONSTAR, OU NELE INSERIR OU FAZER INSERIR DECLARAÇÃO FALSA OU
DIVERSA DA QUE DEVIA SER ESCRITA, COM FIM DE PREJUDICAR DIREITO, CRIAR
OBRIGAÇÃO OU ALTERAR A VERDADE SOBRE FATO JURIDICAMENTE RELEVANTE.

__________, ____ de ____________ de ___________

______________________________________________________________
Assinatura do (a) candidato (a)

22

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Av. Fernando Ferrari, 514 Vitória ­ ES ­ CEP: 29.075-910
Campus de Goiabeiras Tel: +55 (27) 3335 2324 ­ R.
*5254/*5181
E-mail: [email protected]
http://www.historia.ufes.br

ANEXO IV
COMPROVANTE DE INSCRIÇÃO
(FAVOR IMPRIMIR DUAS VIAS DESTE COMPROVANTE)
Declaramos que _________________________________________________________
está inscrito (a) para o processo seletivo de ingresso no curso de Doutorado em
História, tendo apresentado toda a documentação exigida, conforme conferência
abaixo.
1) Formulário (Anexo I) preenchido [ ]
2) Fotocópia da carteira de identidade [ ]
3) Fotocópia do CPF [ ]
4) Fotocópia do diploma de graduação registrado (frente e verso) [ ]
5) Fotocópia do diploma de mestrado ou da ata de defesa assinada pela Banca com
validade de 12 meses a partir da defesa, ou documento que comprove estar no
último período do curso de mestrado [ ]
6) Comprovante de aprovação em 1 (uma) língua estrangeira (inglês, francês, italiano
ou espanhol) em processo seletivo de Mestrado reconhecido pela CAPES a partir
de 2003 (se for o caso) [ ]
7) 1 (uma) foto 3 X 4 recente [ ]
8) Projeto de pesquisa de tese em quatro vias impressas e uma via em CD [ ]
9) Carta de aceite de orientação [ ]
10) Currículo Lattes impresso na versão completa comprovado e encadernado [ ]
11) Original de comprovante de pagamento da GRU ou declaração de isenção [ ]
12) Carta explicando as razões de interesse pelo curso (se for o caso) [ ]
13) Certificado de proficiência em língua estrangeira
a. Declaração de Desempenho Individual em Língua Estrangeira emitida
pelo Centro de Línguas da UFES [ ] Nota:________ Data:____________
b. Outro certificado oficial de proficiência em língua estrangeira [ ]
Qual?__________________________________

Vitória, ____ de ____________________ de ____________.
Horário de recebimento da inscrição: ___________________

___________________________________________
Carimbo e assinatura do responsável pela inscrição
OBS: Duas cópias deste comprovante devem ser impressas pelo candidato. Uma ficará anexada aos documentos da
inscrição e outra deve ser apresentada obrigatoriamente no ato de realização da prova de conteúdo. A
documentação não retirada em até 30 dias após a homologação do resultado pelos candidatos que não foram
aprovados, será descartada.

23