SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS
Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas, MG. CEP 37130-000
Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063

PROGRAMA DE ENSINO

Curso: História (19)

Ano: 2013

Semestre: 1°

Disciplina: História do Brasil I (History of Brazil I)

Período: 1°

Código: DCH29

Carga Horária Total: 60

Teórica: 60

Atividade Prática: 0

Prática Pedagógica: 0

Aulas Compl. Tutorial: 0

Estágio: 0

Pré-requisitos: Não há.
Co-requisitos: Não há.
Ementa: A historiografia referente aos estudos e pesquisas sobre o processo de colonização do Brasil. As relações
entre colônia e metrópole. As estruturas políticas, econômicas e sociais do período colonial. A historiografia
referente aos estudos e pesquisas sobre o Brasil Império. A organização das estruturas políticas, econômicas e
sociais do império brasileiro.
Objetivo Geral: Estudar a História do Brasil-Colônia, a partir da perspectiva de autores considerados referência para
o período.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
UNIDADE I
-INTRODUÇÃO
-- Conceitos e considerações para o estudo da história do Brasil-Colônia; - A perspectiva crítica: algumas
considerações a respeito de análises anacrônicas e idealistas da história do Brasil-Colônia; - A historiografia
referente ao processo de colonização do Brasil.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
-Oferecer conceitos básicos para o estudo de práticas coloniais e fundamentar teoricamente os estudantes no
campo da história da colonização do Brasil.
UNIDADE II
-RAÍZES DO BRASIL
-- Mundo novo e velha civilização; - Portugal e a colonização das terras tropicais; - A fundação de cidades e o
processo de aldeamento dos índios como instrumentos de dominação; - O homem cordial.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
-Trabalhar aspectos das relações entre a Coroa portuguesa e a sociedade colonial.
UNIDADE III
-OS ÍNDIOS NA COLÔNIA
-- A organização social das tribos indígenas; - A história e a cultura tupinambá; - O guarani e a história do Brasil
Meridional; - A escravidão indígena; - Agricultura comercial e mão-de-obra indígena.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
--Levar os estudantes de história às discussões acerca das questões que envolvem o índio e suas relações
Página 1 de 2

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS
Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas, MG. CEP 37130-000
Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063

PROGRAMA DE ENSINO

com a sociedade colonial.
UNIDADE IV
-RELIGIÃO E SOCIEDADE NO BRASIL-COLÔNIA
-- A Contra-Reforma e os jesuítas; - Os jesuítas e a catequese indígena; - A Inquisição e os cristãos novos na
sociedade colonial.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
-- Discutir questões relativas à presença dos jesuítas na Colônia; religião e poder na sociedade colonial.

Pensar a problemática das relações entre

BIBLIOGRAFIA BÁSICA
BOSI, Alfredo. Dialética da colonização. São Paulo, Companhia das Letras, 1992.
CUNHA, Manuela Carneiro da. História dos índios no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.
HOLANDA, Sergio Buarque de. Raízes do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
_________. Aspectos da Historiografia da Cultura sobre o Brasil Colonial. In: FREITAS, Marcos Cezar (Org.).
Historiografia brasileira em perspectiva. São Paulo: Contexto, 1998.
ALENCASTRO, Luiz Felipe. O trato dos viventes: formação do Brasil no Atlântico Sul. São Paulo, Companhia das
Letras, 2000.
GÂNDAVO, Pero de Magalhães. Tratado da terra do Brasil: história da Província de Santa Cruz. Belo Horizonte/São
Paulo: Itatiaia/Edusp, 1980.
MELLO E SOUZA, Laura de. O Diabo e a Terra de Santa Cruz. São Paulo: Cia das Letras, 1986.
MONTEIRO, John Manuel. Negros da terra: índios e bandeirantes nas origens de São Paulo. São Paulo: Companhia
das Letras, 1994.
SISTEMA DE AVALIAÇÃO
Data

Valor

Provas Teóricas Escritas (individual)

19/08/2013

5.0

Atividades em Sala: Seminários

01/07/2013

3.0

Atividade individual: trabalho

17/06/2013

2.0

Prova Suplementar: para os alunos que perderam a prova teórica

26/08/2013

5.0

(*) Datas de avaliação sujeitas à alteração posterior.

Aprovado Ad Referendum pelo Colegiado do curso de História em 24/10/2013.

Página 2 de 2