MARCUS CAVALCANTE

GEOGRAFIA DO
BRASIL
TEORIA
89 QUESTÕES DE PROVAS DE CONCURSOS GABARITADAS
¾ Teoria e Seleção das Questões:
Î Prof. Marcus Cavalcante

¾ Organização e Diagramação:
Î Mariane dos Reis

1ª Edição
OUT - 2012
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É vedada a reprodução total ou parcial deste material, por qualquer meio ou processo. A violação de direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa (art. 184 e parágrafos do
Código Penal), conjuntamente com busca e apreensão e indenizações diversas (arts. 101 a 110 da Lei nº 9.610, de
19/02/98 ­ Lei dos Direitos Autorais).

www.apostilasvirtual.com.br
[email protected]
[email protected]

SUMÁRIO
1.

ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO BRASIL: divisão política e regional .......................... 05
Questões de Provas de Concursos .................................................................................................................................. 09

2.

RELEVO, CLIMA, VEGETAÇÃO, HIDROGRAFIA E FUSOS HORÁRIOS. ............................................. 11
Questões de Provas de Concursos .................................................................................................................................. 21

3.

ASPECTOS HUMANOS: formação étnica, crescimento demográfico........................................................ 27
Questões de Provas de Concursos .................................................................................................................................. 34

4.

ASPECTOS ECONÔMICOS: agricultura, pecuária, extrativismo vegetal e mineral, atividades industriais e
transportes .......................................................................................................................................... 37
Questões de Provas de Concursos .................................................................................................................................. 51

5.

A QUESTÃO AMBIENTAL: degradação e políticas de meio ambiente....................................................... 56
Questões de Provas de Concursos .................................................................................................................................. 66

6.

GEOGRAFIA DA BAHIA: aspectos políticos, físicos, econômicos, sociais e culturais ................................ 69
Questões de Provas de Concursos .................................................................................................................................. 76

GABARITOS ....................................................................................................................................... 78

Geografia do Brasil

Teoria e Questões por Tópicos

Prof. Marcus Cavalcante

GEOGRAFIA DO BRASIL
1

ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO BRASIL:
divisão política e regional.

A divisão política e administrativa do Brasil nem sempre
foi a mesma. Do século XVI ao século XX, o país teve diversos arcabouços político-administrativos, a saber: as donatarias, as capitanias hereditárias, as Províncias e finalmente os Estados, os Distritos e os Municípios.
O Brasil está dividido em Estados, que têm administração independente, submetidos apenas à constituição
brasileira, ao código de leis brasileiras e à sua própria
constituição estadual.
As unidades (entes) da federação possuem autonomia,
porém não soberania. Somente a República Federativa do
Brasil possui a soberania. Esta, por sua vez, pode ser representada externamente pela União, que é um dos entes
da Federação, juntamente com os Estados e Municípios.
Atualmente, o Brasil está dividido em 27 Unidades Federativas, sendo 26 estados e um Distrito Federal, agrupados em regiões.

Atual Divisão Político-administrativa

membramento dependem de leis estaduais, que devem
observar o período determinado por lei complementar
federal e a necessidade de consulta prévia, mediante
plebiscito, às populações envolvidas, após divulgação dos
estudos de viabilidade municipal, apresentados e publicados na forma da lei. Os municípios são regidos por leis
orgânicas, observados os princípios estabelecidos na Constituição Federal e na constituição do estado onde se situam, e podem criar, organizar e suprimir distritos.
A localidade onde está sediada a Prefeitura Municipal tem a categoria de Cidade.

Distritos
São unidades administrativas dos municípios. Sua criação, desmembramento ou fusão dependem de leis municipais, que devem observar a continuidade territorial e
os requisitos previstos em lei complementar estadual.
Podem ser subdivididos em unidades administrativas denominadas subdistritos, regiões administrativas, zonas ou
outra denominação específica.

Divisão Regional do Brasil

A organização político-administrativa da República
Federativa do Brasil compreende a União, o Distrito Federal, os Estados e os Municípios, todos autônomos nos
termos da Constituição Federal de 1988.

Distrito Federal
É a unidade autônoma onde tem sede o Governo
Federal com seus poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Tem as mesmas competências legislativas reservadas
aos estados e municípios, e é regido por Lei Orgânica, sendo vedada sua divisão em municípios.
Brasília é a Capital Federal.

O território do Brasil já passou por diversas divisões regionais. A primeira proposta de regionalização foi realizada em 1913, e depois dela outras propostas surgiram, tentando adaptar a divisão regional às características econômicas, culturais, físicas e sociais dos Estados. A regionalização atual é de 1970, adaptada em 1990, em razão
das alterações da Constituição de 1988. O órgão responsável pela divisão regional do Brasil é o Instituto Brasileiro
de Geografia e Estatística (IBGE).

Veja o processo brasileiro de regionalização:
1913

Estados
Os estados constituem as unidades de maior hierarquia dentro da organização político-administrativa do
País. São subdivididos em municípios e podem ser incorporados entre si, subdivididos ou desmembrados para
serem anexados a outros, ou formarem novos estados ou
territórios federais, mediante aprovação da população
diretamente interessada, através de plebiscito, e do
Congresso Nacional, por lei complementar. Organizamse e regem-se por constituições e leis próprias, observados os princípios da Constituição Federal.
A localidade que abriga a sede do governo denomina-se Capital.

Municípios
Os municípios constituem as unidades autônomas de
menor hierarquia dentro da organização político-administrativa do Brasil. Sua criação, incorporação, fusão ou deswww.apostilasvirtual.com.br

5

Divisão regional de 1913

www.apostilasvirtual.com.br

Geografia do Brasil

Teoria e Questões por Tópicos

A primeira proposta de divisão regional do Brasil surgiu em 1913, para ser utilizada no ensino de geografia.
Os critérios utilizados para esse processo foram apenas
aspectos físicos ­ clima, vegetação e relevo. Dividia o
país em cinco regiões: Setentrional, Norte Oriental, Oriental, Meridional e Central.

1940
Em 1940, o IBGE elaborou uma nova proposta de divisão para o país que, além dos aspectos físicos, levou
em consideração aspectos socioeconômicos. A região
Norte era composta pelos Estados de Amazonas, Pará,
Maranhão e Piauí e o território do Acre. Goiás e Mato
Grosso formavam com Minas Gerais a região Centro.
Bahia, Sergipe e Espírito Santo formavam a região Leste.
O Nordeste era composto por Ceará, Rio Grande do
Norte, Pernambuco, Paraíba e Alagoas. Paraná, Santa
Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro
pertenciam à região Sul.

Prof. Marcus Cavalcante
1970

Em 1970 o Brasil ganhou o desenho regional atual.
Nasceu o Sudeste, com São Paulo e Rio de Janeiro sendo agrupados a Minas Gerais e Espírito Santo. O Nordeste recebeu Bahia e Sergipe. Todo o território de Goiás,
ainda não dividido, pertencia ao Centro-Oeste. Mato
Grosso foi dividido alguns anos depois, dando origem ao
estado de Mato Grosso do Sul.

1945

Divisão regional atual

1990
Com as mudanças da Constituição de 1988, ficou
definida a divisão brasileira que permanece até os dias
atuais. O Estado do Tocantins foi criado a partir da divisão de Goiás e incorporado à região Norte; Roraima,
Amapá e Rondônia se tornaram Estados autônomos;
Fernando de Noronha deixou de ser federal e foi incorporado a Pernambuco.

Divisão regional de 1945
Conforme a divisão regional de 1945, o Brasil possuía
sete regiões: Norte, Nordeste Ocidental, Nordeste Oriental, Centro-Oeste, Leste Setentrional, Leste Meridional e
Sul. Na porção norte do Amazonas foi criado o território
de Rio Branco, atual Estado de Roraima; no norte do Pará foi criado o Estado do Amapá. Mato Grosso perdeu
uma porção a noroeste (batizado como território de
Guaporé) e outra ao sul (chamado território de Ponta
Porã). No Sul, Paraná e Santa Catariana foram cortados
a oeste e o território de Iguaçu foi criado.

1950
Os territórios de Ponta Porã e Iguaçu foram extintos e
os Estados do Maranhão e do Piauí passaram a integrar
a região Nordeste. Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio
de Janeiro formavam a região Leste. Em 1960, Brasília foi
criada, e o Distrito Federal, capital do país, foi transferido
do Sudeste para o Centro-Oeste. Em 1962, o Acre se tornou Estado autônomo e o território de Rio Branco ganhou o nome de Roraima.

www.apostilasvirtual.com.br

6

A divisão oficial do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divide o território brasileiro em cinco
regiões:
f

Norte: AM, PA, AC, RO, RR, AP e TO.

f

Nordeste: MA, PI, CE, RN, PB, PE, AL, SE, BA.

f

Centro-oeste: GO, MT, MS e DF.

f

Sudeste: SP, RJ, MG e ES.

f

Sul: PR, SC e RS.

www.apostilasvirtual.com.br

Geografia do Brasil

Teoria e Questões por Tópicos

Região Norte
A região Norte possui sete Estados, onde podemos
localizar a Bacia Amazônica e a Floresta Amazônica. É a
maior das regiões, porém a menos povoada. O clima
predominante da região é equatorial.

Região Nordeste
A região nordeste possui nove Estados. É a segunda
região que possui o maior número de habitantes. O clima varia de acordo com a localização, sendo úmido
nas partes oriental e ocidental, e semi-árido no centro.

Região Centro-Oeste
A Região Centro-Oeste possui três Estados, além do
Distrito Federal. É a segunda região mais extensa do Brasil, porém a menos populosa. O clima predominante é o
tropical. A principal atividade econômica da região é a
agropecuária.

A divisão regional geoeconômica do Brasil utilizou
como critérios os aspectos naturais, sociais e, principalmente, os econômicos. Essa divisão proporciona uma
melhor análise do desenvolvimento econômico do Brasil,
além de permitir um estudo mais aprofundado das causas da desigualdade social no país.
Na regionalização proposta desaparecem os limites
que separam os estados.
Além disso, outras modificações são apresentadas:
f

O sul do Mato Grosso e de Tocantins está agrupado ao complexo regional do Centro-Sul, por
causa de suas relações de dependência econômica.

f

O norte de Minas Gerais passa a compor o complexo do Nordeste por ser uma área com características econômicas e naturais semelhantes: clima semi-árido e pobreza, fazendo parte até do
Polígono das Secas.

f

A porção oeste do maranhão passa a integrar o
complexo regional da Amazônia pela sua afinidade econômica extrativista (Mata dos Cocais).

Região Sudeste
A Região Sudeste possui quatro Estados. É a região
brasileira mais evoluída, devido ao grande desenvolvimento econômico, industrial e agrícola, além de ser a mais
populosa e povoada. O clima varia de acordo com a
localização, sendo tropical atlântico no litoral, e tropical
de altitude nos planaltos.

Região Sul
A Região Sul possui três Estados. É a menor região
brasileira, que apresenta grande influência europeia, especialmente italiana e germânica. O clima predominante é o sub-tropical.

Complexos Regionais ou Regiões Geoeconômicas do Brasil
Além da divisão oficial do IBGE, outra proposta caracteriza os espaços brasileiros segundo a organização
da sua economia. Ela foi elaborada em 1967 pelo geógrafo Pedro Pinchas Geiger, que dividiu o Brasil em três grandes complexos regionais ­ Amazônia, Nordeste e CentroSul ­, segundo suas características geoeconômicas.

Os complexos regionais geoeconômicos são formados por:
f

Amazônia ­ Acre, Amazonas, Roraima, Amapá,
Pará, Rondônia, centro-norte do Mato Grosso,
Tocantins e oeste do Maranhão.

f

Centro-Sul ­ Rio Grande do Sul, Santa Catarina,
Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo,
Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, centro-sul de Minas Gerais, norte do Mato Grosso e
extremo sul do Tocantins.

f

Nordeste ­ Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte,
Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, leste do Maranhão e norte de Minas Gerais.

As regiões geoeconômicas do Brasil apresentam grandes diferenças econômicas, sociais, culturais, entre outros aspectos. Abaixo apresentamos as principais características econômicas de cada região geoeconômica.
f

Legenda:
1 ­ AMAZÔNIA
2 ­ CENTRO-SUL
3 ­ NORDESTE

www.apostilasvirtual.com.br

7

Prof. Marcus Cavalcante

Amazônia ­ Região geoeconômica que apresenta maior extensão territorial, com 4,8 milhões
de quilômetros quadrados, o que corresponde
a mais da metade do território brasileiro. As atividades econômicas desenvolvidas são: a agropecuária, que constitui o principal setor econômico; extrativismo vegetal que tem na borracha
seu produto mais importante, outros produtos
são a castanha do Pará e a madeira; mineração composta pela extração de ferro, ouro e
manganês, com destaque para a serra dos
Carajás, província mineral localizada em Belém com grandes jazidas de ferro; setor industrial, com destaque para a zona industrial de
Manaus. Nessa área, ocorreu de forma significativa as lutas pela posse de terras.

www.apostilasvirtual.com.br

Geografia do Brasil
f

f

Teoria e Questões por Tópicos

Centro-Sul ­ Corresponde à área maios povoada do país (dois terços dos habitantes), e
concentra a maior parte dos recursos econômicos do Brasil, com grande quantidade de indústrias, comércio, bancos, mercado de capitais, entre outros. Nessa macrorregião destacam-se as áreas industrializadas da Grande
São Paulo, Grande Rio de Janeiro, Grande Belo Horizonte e Grande Porto Alegre. Possui o
maior parque industrial do Brasil. Sua economia é diversificada, composta pelas atividades agrícolas mais modernas, bancos, mercados de capitais, empresas transnacionais, comércios, e diversas modalidades industriais. As
práticas mais modernas da agropecuária encontram-se nessa área, localizadas principalmente no Mato Grosso do Sul.
Nordeste ­ As principais atividades econômicas desenvolvidas nesse complexo regional são:
extrativismo vegetal, agricultura, pecuária extensiva e de corte, cultivo irrigado de frutas e flores. Nas áreas litorâneas ocorre a extração de
sal. Também há a presença de indústrias.
No complexo regional do Nordeste há uma
grande diferenciação de características físicas, fato que resultou numa divisão dentro
dessa região, conhecida como as sub-regiões
do Nordeste, que são:

Prof. Marcus Cavalcante

Divisão Sugerida por Milton Santos e Maria Laura Silveira
A regionalização sugerida por Milton Santos e Maria
Laura Silveira pretende registrar a difusão diferencial do
meio técnico-científico-informacional. A ideia da regionalização concentrada não é nova. O próprio Milton Santos sugeriu o uso da denominação em 1979. A novidade
está na elucidação do conceito pela sua conexão implantada das infraestruturas e das redes que veiculam a
revolução tecnocientífica.
Dividiram o Brasil nas seguintes regiões: a Amazônia,
o Brasil do Nordeste, o Centro-Oeste e a Região Concentrada.
A região Concentrada caracteriza-se pela densidade do sistema de relações que intensifica os fluxos de
mercadorias, capitais e informações. O seu núcleo é a
metrópole paulista, que desempenha funções de cidade global e reforça o comando sobre o território nacional. A soldagem do Sul e Sudeste reflete a descentralização industrial recente e a implantação de infra-estruturas
técnicas que a sustentam.
O Centro-Oeste emerge como área de ocupação
periférica, fundada na especialização agropecuária e
na modernização subordinada às necessidades das firmas que tem sede na Região Concentrada. O estado
de Tocantins, estranhamente deslocado para a região
Norte pela constituição de 1988, reincorpora-se ao Centro-Oeste.
O Nordeste defini-se pelo peso das heranças: "é
uma área de povoamento antigo onde a constituição
do meio mecanizado se deu de forma pontual e pouco
densa". A rugosidade do espaço geográfico retarda os
fluxos. A instalação das infraestruturas e redes informacionais realiza-se de modo descontínuo, "sobre um quadro
socioespacial praticamente engessado".

Legenda:
1.

Meio-Norte (Maranhão e oeste do Piauí);

2.

Sertão (oeste do Piauí, Ceará, oeste dos
estados do Rio Grande do Norte, Paraíba,
Pernambuco, Alagoas e a maior parte do
território da Bahia);

3.

Zona da Mata (faixa litorânea dos estados
do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas Sergipe e Bahia);

4.

Agreste (porção central dos estados do
Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e centro-oeste de Sergipe).

www.apostilasvirtual.com.br

8

A Amazônia caracteriza-se pela rarefação demográfica e baixa densidade técnica. Os sistemas informacionais aparecem como formas externas, representadas,
por exemplo, pelos satélites e radares do Sivam. Os grandes
projetos estruturam enclaves, isolados num meio prémecânico. O maranhão, conectado ao Projeto dos Pólos de Alumínio, poderia ser incluído na Amazônia, mas
misteriosamente os autores prefeririam conservá-lo no
Nordeste.
A nova proposta de divisão regional é uma síntese
sedutora de um discurso geográfico sobre o Brasil e a
globalização. O seu ponto de partida é o anacronismo
dos discursos elaborados há mais de três décadas.

www.apostilasvirtual.com.br

Geografia do Brasil

Teoria e Questões por Tópicos

Prof. Marcus Cavalcante

QUESTÕES DE PROVAS DE CONCURSOS
1. [Guarda Municipal-(CA01)-(T1)-SEAD-Pref. Munic. Salvador-BA/-2008-FCC].(Q.43) Observe o Mapa.

3. [Oficial-(NS)-PM-AP/2010-UNIFAP].(Q.46) Responda a
questão com base no mapa abaixo e na literatura sobre
a divisão regional do Brasil.

Analise os itens:
(Maria Elena Simielli. Geoatlas. São Paulo: Ática, 2006. p. 125)

Neste mapa o Brasil foi dividido em:
a) macro-regiões administrativas e os critérios adotados
são os limites estaduais.
b) complexos regionais e os critérios adotados são os limites estaduais.
c) regiões político-administrativas e os critérios adotados
são as políticas públicas de desenvolvimento regional.
d) macro-regiões administrativas e os critérios adotados
são as características socioeconômicas de cada município.
e) regiões geoeconômicas e os critérios adotados são os
aspectos socioeconômicos.
2. [Oficial-(NM)-PM-PA/2010-Fadesp].(Q.57) Na regionalização do espaço brasileiro, os geógrafos Milton Santos e
Maria Laura Silveira dividiram o Brasil nas seguintes regiões: a Amazônia, o Brasil do Nordeste, o Centro-Oeste e
a Região Concentrada. A respeito dessa regionalização,
trata-se de uma proposta baseada
a) em domínios morfoclimáticos e, portanto, que considera a dinâmica e os elementos da natureza, como a
geomorfologia, a vegetação e o clima.
b) nas áreas de polarização das principais metrópoles
nacionais e regionais brasileiras, e, portanto, de caráter
notadamente econômico.
c) na formação socioespacial brasileira, e, portanto, que
considera, dentre outros, elementos geoeconômicos do
atual período técnico-científico informacional.
d) em critérios político-administrativos e, portanto, uma
regionalização de caráter social e cultural, oficialmente
reconhecida e utilizada pelo governo brasileiro.

www.apostilasvirtual.com.br

9

I. As regiões 1 e 3 estão integradas quanto as atividades
econômicas, sociais e populacionais, foram as que receberam, na última década, os maiores investimentos
para a melhoria de infra-estrutura de transporte e de
comunicação. Estas áreas deixaram de ser economicamente isoladas e estagnadas, ganhando dinamismo e
prosperidade.
II. A região 1 é caracterizada por ser um espaço natural,
que engloba a bacia do rio amazonas e é predominantemente coberta pela floresta equatorial. As atividades
econômicas praticadas de forma predatória contribuem
para a perda da biodiversidade, redução da ciclagem
da água e para o aquecimento global.
III. A região 2 é caracterizada pelo dinamismo e diversificação de sua economia, apresentando maior concentração de indústrias e agropecuária moderna. Possui a
mais densa rede de cidades, serviços, comunicação,
transporte e apresenta o maior índice populacional.
IV. A região 3 é caracterizada por conglomerar as maiores metrópoles do país, apresentando altos índices de
crescimento econômico, social e populacional. Sua economia é baseada nos setores industriais, no turismo,
na pecuária extensiva e na agricultura mecanizada, 80%
da sua população concentra-se no litoral.
Estão CORRETOS:
a) apenas II e IV.
b) apenas I e III.
c) apenas I, III e IV.
d) apenas II e III.
e) apenas I e IV.

www.apostilasvirtual.com.br

Geografia do Brasil

Teoria e Questões por Tópicos

4. [Téc. Jud. Aux.-(Secretária)-(NM)-TJ-SC/2011-TJ-SC].(Q.48)
" No cinturão de máxima diversidade biológica do planeta ­ que tornou possível o advento do homem - a
Amazônia se destaca pela extraordinária continuidade
de suas florestas, pela ordem de grandeza de sua principal rede hidrográfica e pelas sutis variações de seus
ecossistemas, em nível regional e de altitude."
Ab'Saber, Aziz- Os Domínios de Natuza do Brasil: Potencialidades Paisagísticas.
São Paulo: Ateliê Editorial, 2003, p. 65.

Sobre a Amazônia , suas características e aspectos fisionômicos, todas as alternativas estão corretas, EXCETO:
a) A Amazônia é caracterizada pela predominância de
terras baixas florestadas,delimitadas pelas bordas dos
planaltos ao norte e ao sul..
b) A região é caracterizada pelo predomínio do clima
equatorial que apresenta médias térmicas elevadas e
pequena amplitude térmica anual.Os índices pluviométricos são elevados, superiores a 2 000mm. anuais.
c) O processo de degradação e devastação da região
Amazônica pode-se facilmente ser observado pelas imagens de satélite, o "arco do desmatamento," que
avança de Rondônia e Mato Grosso para o sul e sudeste
do Pará.
d) Os fatores responsáveis pelo desmatamento da Amazônia são: o avanço das fronteiras agrícolas, com a soja,
a exploração madeireira, a criação de gado, com a
queimada das vegetação para a instalação das pastagens e os grandes projetos mineralógicos da região.
e) A Amazônia apresenta a maior diversidade biológica
do planeta e isto está diretamente relacionada com a
grande variação latitudinal da região.

Prof. Marcus Cavalcante

o de transposição das águas do São Francisco; outro, de
sucesso, a fruticultura irrigada envolvendo os municípios
de juazeiro, na Bahia e Petrolina, em Pernambuco.
b) A letra "D" é o Agreste, região de transição entre a
Zona da Mata úmida e o Sertão semi-árido. Corresponde ao topo do planalto da Borborema. As áreas mais
úmidas são conhecidas como "brejos", onde se pratica
uma policultura para abastecer as capitais litorâneas.
c) No Agreste da Paraíba se destaca a cidade de Campina Grande que por receber a instalação de diversas empresas do setor, se destaca como pólo tecnológico da
região.
d) A letra "B" corresponde à Zona da Mata, primeira região brasileira a ser ocupada e povoada. Recebe esta
denominação devido à ocorrência da Floresta Tropical
Úmida ou Mata Atlântica que ainda recobre a maior
parte da região.
e) A letra "A" corresponde ao Meio Norte, compreendendo os Estados de Maranhão e Piauí. É uma faixa de
transição entre a Amazônia e o Sertão. Das palmeiras que
predominam nesta sub-região podem ser extraídas substâncias importantes para a economia da região.
6. [Oficial Inf. e Juventude-(NS)-TJ-SC/2010-TJ-SC].(Q.40)
Com referência ao espaço geográfico brasileiro e de
acordo com o mapa abaixo, assinale as alternativas
corretas:

5. [Téc. Jud. Aux.-(NM)-TJ-SC/2011-TJ-SC].(Q.48) A regionalização do espaço brasileiro, oficializado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divide o país em
cinco macrorregiões geoeconômicas: Norte, Nordeste,
Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Na região Nordeste os espaços geográficos são muito diversificados. A natureza e a
história dividiram o Nordeste em sub-regiões, áreas menores que possuem uma série de características comuns
que diferem uma das outras.
De acordo com o mapa, todas as sub-regiões estão identificadas e caracterizadas corretamente, EXCETO:

I. A cidade de São Paulo está localizada na latitude de
23°27'sul pois, é por onde passa o Trópico de Câncer.
II. Se viajarmos de Brasília para Cuiabá estaremos seguindo a direção ocidental.
III. Todas as capitais dos Estados do Brasil estão localizadas no hemisfério meridional.
IV. De outubro à janeiro começa a vigorar no território
brasileiro o horário de verão, com o objetivo de economizar no consumo de energia nesse período.
V. Todos os Estados brasileiros adotam o horário de verão.
Estão corretas as proposições:

a) A letra "C" é a maior das sub-regiões do Nordeste,
ocupada em sua maior parte pelo Polígono das Secas.
Cortada pelo rio São Francisco onde se destacam dois
projetos de desenvolvimento para a região. Um, polêmico,
www.apostilasvirtual.com.br

10

a) I, II, III e IV
b) II, III e V
c) IV e V
d) II e IV
e) Todas as proposições estão corretas.

www.apostilasvirtual.com.br

Geografia do Brasil

Teoria e Questões por Tópicos

7. [Téc. Jud. Aux.-(NM)-TJ-SC/2009-TJ-SC].(Q.38) "Região
que apresenta a segunda maior taxa de urbanização
do país. Caracterizada pela sua paisagem natural por extensos chapadões. A sua economia está sustentada pela agricultura moderna, mecanizada, o agro-negócio."
O texto acima se refere à seguinte região do Brasil:

Após 1970 a sua economia passou a desenvolver grandes
projetos mineralógicos. Tudo isso tem ocasionado uma série
de problemas e consequências ambientais desastrosas.

a) Centro-Sul
b) Nordeste
c) Amazônia
d) Vale do São Francisco
e) Sudeste.

RELEVO, CLIMA, VEGETAÇÃO, HIDROGRAFIA E FUSOS HORÁRIOS.

Caracterização do Espaço Brasileiro
Extensão Territorial
A área territorial brasileira é de 8.547.403,5 km2. Posição do Brasil:
f

8. [Anal. Adm.-(NS)-TJ-SC/2009-TJ-SC].(Q.67) Região em
processo acelerado de ocupação nos últimos anos baseado na tríade madeira - gado - soja.

O texto acima se refere à seguinte região geo-econômica
do Brasil:

a) Centro-Oeste
b) Nordeste
c) Amazônia
d) Sul
e) Sudeste

2

Prof. Marcus Cavalcante

Na América do Sul: 1º lugar, seguido por Argentina (2.780.272 km2), Peru (1.285.216 km2), Colômbia (1.141.748 km2) e Bolívia (1.095.581 km2).

f

Na América: 3º lugar, depois do Canadá
(9.970.610 km2) e Estados Unidos (9.372.614 km2).

f

No Mundo: 5º lugar, depois da Rússia (17.075.400
km2), Canadá (9.970.610 km2), China (9.571.300
km2) e Estados Unidos (9.372.614 km2).

Suas dimensões territoriais caracterizam o Brasil como
um país continental, uma vez que seu território ocupa:

O Brasil localiza-se no hemisfério ocidental, em longitudes a oeste do meridiano inicial de Greenwich, ou seja, entre os meridianos 34º47'30" e 73º59'32" a oeste de
Greenwich. Situado entre os paralelos de 5º16'20" de latitude norte e 33º44'42" de latitude sul, é cortado ao norte
pelo Equador e, ao sul, pelo Trópico de Capricórnio, situando-se, portanto, cerca de 90% de seu território no
hemisfério sul.
Integrante do continente americano, o Brasil situa-se
na porção centro-oriental da América do Sul. O Brasil é
banhado a leste pelo Oceano Atlântico, possui várias ilhas
oceânicas, destacando-se as de Fernando de Noronha,
Abrolhos e Trindade. Ao norte, a oeste e ao sul limita-se
com todos os países do continente sul-americano, excetuando-se o Chile e o Equador.

f

20,8% da superfície do continente americano;

f

47,7% da área territorial sul-americana.

O território brasileiro possui terras em três dos quatro
hemisférios terrestre: norte, sul e oeste. A linha do Equador
atravessa o norte do território onde 7% do território está
localizado no hemisfério setentrional e 93% no hemisfério
meridional.

Localização Geográfica e Limites

Os estados do Mato Grosso do Sul, Paraná e São
Paulo são cortados pelo trópico de Capricórnio (23º27').

f

1,6% da superfície do globo terrestre;

f

6º das terras emersas do planeta;

Os limites territoriais (perímetro) brasileiro abrangem
23.086 km, limitando-se em 7.048 km, com o Oceano Atlântico, ou seja 31,9% de sua linha divisória e 15.719 km
com países vizinhos. Áreas limítrofes:

www.apostilasvirtual.com.br

11

f

Ao Norte: Guiana Francesa, República da Guiana, Suriname e Venezuela.

f

A Noroeste: Colômbia.

f

A Oeste: Bolívia e Peru.

f

A Sudoeste: Argentina e Paraguai.

f

Ao Sul: Uruguai.

f

A Nordeste, Leste e Sudeste: Oceano Atlântico.

www.apostilasvirtual.com.br

Geografia do Brasil

Teoria e Questões por Tópicos

Prof. Marcus Cavalcante

GABARITOS (89 QUESTÕES)
1
1
E

ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO BRASIL: divisão política e regional.
2
C

3
D

2
1
E

4
E

5
D

2
E

3
B

2
E

4
C

5
B

6
B

7
C

8
D

9
E

10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24
E
B C D D D C E
E C E
E C A B

3
D

4
A

5
A

6
D

7
B

8
B

9
C

10 11 12
B D E

ASPECTOS ECONÔMICOS:
agricultura, pecuária, extrativismo vegetal e mineral, atividades industriais e transportes.

1
2
B
E
25 26
D A

3
C

4
E

5

5
A

6
A

7
C

8
B

9
A

10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24
A A C C D E
B A C A C D B
B
E

A QUESTÃO AMBIENTAL: degradação e políticas de meio ambiente.
2
D

6
1
A

8
C

ASPECTOS HUMANOS: formação étnica, crescimento demográfico.

4

1
D

7
A

RELEVO, CLIMA, VEGETAÇÃO, HIDROGRAFIA E FUSOS HORÁRIOS.

3
1
D

6
D

3
E

4
E

5
C

6
B

7
B

8
C

9
C

10
E

11
C

12
D

13
E

14
A

15
B

16
A

17
E

GEOGRAFIA DA BAHIA: aspectos políticos, físicos, econômicos, sociais e culturais.
2
B

www.apostilasvirtual.com.br

78

www.apostilasvirtual.com.br