PROCESSO SELETIVO DO CURSO TÉCNICO EM METALURGIA
Curso Técnico de Nível Médio, subsequente ao Ensino Médio
Vagas para o 2º semestre de 2017
Edital de Abertura de Inscrições
O Diretor do Colégio Termomecanica, por intermédio deste Edital, torna pública a abertura de inscrições para o
processo seletivo do curso Técnico em Metalurgia, subsequente ao Ensino Médio, para o 2º semestre de 2017,
conforme definições presentes no Manual do Candidato, parte integrante deste Edital.
A inscrição implica reconhecimento e aceitação, por parte dos candidatos, das condições totais previstas no
Manual do Candidato.

Manual do Candidato
PROCESSO SELETIVO DO CURSO TÉCNICO EM METALURGIA
Curso Técnico de Nível Médio, subsequente ao Ensino Médio
Vagas para o 2º semestre de 2017
1. Sobre o Colégio
O Colégio Termomecanica, mantido pela Fundação Salvador Arena, deu início às suas atividades em 1990.
Atualmente, conta com mais de 1.700 alunos em seus cursos regulares de Educação Básica, oferecendo, além
das matérias obrigatórias, disciplinas diversificadas e atividades extracurriculares, contando com um ensino de
altíssima qualidade e gratuito.
O aluno que estuda no Colégio Termomecanica recebe um ensino intensivo, aprofundado e abrangente, que
busca desenvolver toda a sua potencialidade, tendo em vista sua formação como cidadão livre, responsável,
autônomo e solidário, capaz de entender e de atuar na sociedade em que vive, dentro de elevados padrões
éticos e morais. Tudo isso é proporcionado por um corpo docente especializado, além de instalações contendo
modernos recursos educacionais como, por exemplo, salas de aulas temáticas, laboratórios, oficinas e
bibliotecas interativas.
Todos os cursos mantidos pelo Colégio Termomecanica são gratuitos, sendo oferecidos ainda ao aluno
alimentação (dentro do período escolar), primeiro uniforme, material didático e escolar. As refeições são
preparadas no próprio Centro Educacional e não há cantina escolar para comercialização de qualquer gênero
alimentício.
Os alunos devem cumprir as normas estabelecidas no "Manual de Orientações", conforme Anexo I, deste
Manual.
As informações gerais dos cursos mantidos pelo Colégio Termomecanica (infraestrutura, grade curricular, corpo
docente, etc.) estão disponíveis para consulta no site www.colegiotermomecanica.com.br.
2. Instruções gerais do processo seletivo
O Curso Técnico em Metalurgia do Colégio Termomecanica foi autorizado por meio da Portaria da Diretoria
Regional de Ensino de São Bernardo do Campo, publicada no Diário Oficial do Estado de 8/12/2010, e iniciou
suas atividades em 2011. Tem duração de três semestres letivos, com aulas presenciais, de segunda a sextaMantenedora: Fundação Salvador Arena

feira, das 18h25 às 22h35 e, excepcionalmente, aos sábados, das 7h45 às 11h20, conforme calendário escolar
vigente, para aulas de apoio pedagógico e recuperação. Além disso, para a conclusão do curso e obtenção de
diploma, o aluno deverá realizar 200 horas de prática profissional na área do curso, conforme normas
estabelecidas pelo Colégio.
O objetivo desse curso é formar profissionais qualificados para atender às demandas, na área de produção, das
empresas do setor metalmecânico da região do Grande ABC.
O presente processo seletivo é destinado aos candidatos que tenham concluído o Ensino Médio e não tenham
curso de nível superior completo (faculdade). Além disso, com o objetivo de oferecer oportunidade ao maior
número possível de pessoas, não poderão participar deste processo seletivo ex-alunos do Colégio
Termomecanica que tenham sido desligados por motivos disciplinares determinados pelo Regimento Escolar da
instituição e ex-alunos do Curso Técnico em Metalurgia que tenham desistido do curso durante o seu
desenvolvimento ou que tenham sido reprovados.
Caso o candidato esteja cursando o último ano do Ensino Médio, no 1º semestre de 2017, e deseje se inscrever,
sendo aprovado, deverá comprovar a conclusão do referido curso no ato da matrícula, além dos outros critérios
estabelecidos para esse processo. A não comprovação elimina o candidato do referido processo.
Serão oferecidas 40 vagas, divididas em duas modalidades, indicadas a seguir:
20 vagas (50% do total), denominadas "vagas sociais": para candidatos cuja renda bruta mensal
familiar, per capita, não exceda 1,5 (um e meio) salário mínimo nacional vigente, conforme orientações
contidas neste Manual.
20 vagas (50% do total), denominadas "vagas gerais": para candidatos com qualquer valor de renda
bruta mensal familiar per capita.
O candidato aprovado no exame e convocado para matrícula das vagas sociais que não conseguir comprovar a
situação socioeconômica do grupo familiar, prevista neste Manual, será excluído definitivamente do processo
seletivo, independentemente das demais chamadas e de seu desempenho na prova.
A inscrição deverá ser feita pelo próprio candidato (se maior de idade) ou por seu responsável legal (se menor
de idade), uma vez que este arcará com as consequências, de modo irretratável, de todas as escolhas e
indicações que fizer, bem como do preenchimento da Ficha de Inscrição.
A taxa de inscrição é de R$ 40,00 (quarenta reais).
No ato da inscrição, o candidato ou seu responsável legal, caso haja interesse e se enquadre no perfil
socioeconômico, poderá informar se está apto e tem interesse em concorrer às "vagas sociais", ressaltando-se
que, neste caso, ficará obrigado à comprovação no momento da matrícula.
Consideram-se para as "vagas sociais" as inscrições de candidatos com renda bruta mensal familiar, per capita,
de até R$ 1.405,50 (um mil, quatrocentos e cinco reais e cinquenta centavos), equivalente a 1,5 (um e meio)
salário mínimo nacional vigente, declarada na inscrição e comprovada no ato da matrícula.
As definições e demais critérios sobre "vagas sociais", "renda bruta mensal familiar", "grupo familiar" e "renda
per capita" encontram-se a seguir, neste Manual.
A seleção compreenderá a aplicação de uma prova de conhecimentos específicos das disciplinas de Química,
Matemática, Física e Língua Portuguesa, abrangendo conteúdos programáticos pertinentes ao Ensino Médio, em
uma única fase.
O presente processo seletivo será elaborado, aplicado e corrigido pela VUNESP ­ Fundação para o Vestibular da
Universidade Estadual Paulista, sendo de responsabilidade do Colégio Termomecanica o recebimento, a
conferência e a análise dos documentos necessários para a matrícula dos candidatos aprovados.
Mantenedora: Fundação Salvador Arena

Cabe à VUNESP ­ Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista, juntamente com o Colégio
Termomecanica, a responsabilidade de divulgar, com a necessária antecedência, as datas e o local de inscrição e
de realização da prova. Esses dados estarão disponíveis no site www.vunesp.com.br .
Definição de "vagas sociais"
A Fundação Salvador Arena, mantenedora do Colégio Termomecanica, é uma entidade beneficente sem fins
lucrativos, que tem como missão "atender aos ideais do seu fundador, contribuindo com a sociedade, em
especial com os mais necessitados, atuando nas áreas de educação, habitação e assistência social, visando à
transformação social, com recursos provenientes da aplicação de seu patrimônio".
Dessa forma, para o cumprimento da missão e atendimento que dispõe sobre a certificação das entidades
beneficentes de assistência social, pretende-se, por meio deste processo seletivo, atender também candidatos
para "vagas sociais", de acordo com os seguintes critérios:
·

ter renda bruta mensal familiar (grupo familiar), per capita, de até R$ 1.405,50 (um mil, quatrocentos e
cinco reais e cinquenta centavos), equivalente a 1,5 (um e meio) salário mínimo nacional vigente.

·

atender aos demais critérios exigidos a todos os candidatos descritos neste Manual.

Observações importantes:
·

Deverá ser considerado, no ato da inscrição, como base para o cálculo da renda bruta mensal familiar e
renda per capita, os comprovantes de renda do mês de março de 2017. Além disso, no ato da matrícula
também serão considerados para avaliação da renda nesta condição de vaga social, os dois meses
posteriores, abril e maio/2017, ou documentos complementares, a critério do Colégio, conforme
instruções contidas neste Manual.

·

O candidato aprovado deverá comprovar, no ato da matrícula, a condição socioeconômica para
participação na vaga social, mediante a entrega dos documentos obrigatórios bem como apresentar os
demais documentos descritos neste Manual (Documentos para Matrícula).

·

A comprovação da renda, estabelecido neste processo, faz parte do processo de seleção. O candidato
aprovado e convocado para matrícula das vagas sociais que não conseguir comprovar a situação
socioeconômica do grupo familiar, será excluído definitivamente do processo seletivo,
independentemente das demais chamadas e de seu desempenho na prova.

·

O Colégio Termomecanica poderá solicitar outros documentos comprobatórios para a análise da
situação financeira do grupo familiar, declarada na Ficha Socioeconômica Familiar como também
realizar, na forma de amostragem, visita social à residência dos candidatos aprovados (de vaga social),
durante ou após a efetivação da matrícula, para verificação e confirmação da situação declarada.

·

Ressalta-se a importância do preenchimento correto da Ficha Socioeconômica Familiar e da entrega dos
documentos solicitados, uma vez que o candidato ou seu responsável legal, quando for o caso,
responde legalmente pela veracidade e autenticidade das informações prestadas.

·

Em caso de constatação de falsidade das informações prestadas ou de inidoneidade de documento
apresentado, sem prejuízo das demais sanções cíveis e penais cabíveis, a bolsa de estudo (vaga no
curso) será cancelada, a qualquer tempo, mesmo após o deferimento da matrícula e
independentemente do andamento do curso, de acordo com o disposto no §3º, Artigo 15 da Lei nº
12.101/2009, com a política interna da instituição e com as regras presentes neste Manual.

Entende-se como:
"Renda per capita": o valor obtido pelo total da renda bruta familiar mensal, dividido pelo número de membros
do grupo familiar, incluindo o candidato.
Mantenedora: Fundação Salvador Arena

"Grupo familiar": o grupo de pessoas que moram no mesmo domicílio do candidato e que contribuam para a
renda familiar ou dela usufruam, incluindo o candidato.
"Renda bruta mensal familiar": a soma de todos os rendimentos auferidos por todos os membros do grupo
familiar, composta do valor bruto de salários, proventos, vale alimentação, gratificações eventuais ou não,
gratificações por cargo de chefia, pensões, pensões alimentícias, aposentadorias, comissões, pró-labore,
rendimentos oriundos de estágio remunerado, outros rendimentos do trabalho não assalariado, rendimentos do
mercado informal ou autônomo, rendimentos auferidos do patrimônio, e quaisquer outros, bem como
benefícios sociais, salvo o seguro desemprego, de todos os membros do grupo familiar, incluindo o candidato.
Em se tratando de assalariado com registro em carteira, deve ser considerado para esse cálculo, o valor bruto
que consta no holerite, somado aos demais proventos, como hora-extra, adicional noturno, auxílios diversos,
etc.
Exemplos de cálculo de renda per capita mensal:
Exemplo 1:
Para um grupo familiar de cinco membros: pai, mãe, dois filhos e avô, com as seguintes rendas no mês de março
de 2017:
Pai: autônomo, que recebe em média R$ 1.600,00 por mês;
Mãe: dona de casa;
Avô: renda de aposentadoria pelo INSS de R$ 937,00 por mês;
2 filhos, um maior de idade e o outro menor de idade, ambos não trabalham (incluindo o candidato).
A soma da renda bruta familiar é de R$ 2.537,00 por mês e a renda per capita é de R$ 507,40, pois dividiu-se a
renda mensal pelo número de membros do grupo familiar, ou seja, R$ 2.537,00 divididos por 5 = R$ 507,40.
Neste caso, o candidato poderá ser inscrito como "vaga social", pois a renda per capita é inferior a R$ 1.405,50
(um mil, quatrocentos e cinco reais e cinquenta centavos), valor estabelecido para essa condição neste
processo.
Exemplo 2:
Para um grupo familiar de três membros: mãe, tio e um filho, com as seguintes rendas no mês de março de
2017:
Mãe: assalariada com renda mensal de R$ 1.500,00 + vale alimentação no valor de R$ 350,00 ­ Total R$
1.850,00;
Tio que mora na mesma residência do candidato: assalariado com renda mensal de R$ 3.000,00 e R$ 400,00 de
horas extras no mês de março ­ Total R$ 3.400,00;
Filho (candidato): maior, porém desempregado e sem renda.
A soma da renda bruta familiar é de R$ 5.250,00 por mês e a renda per capita é de R$ 1.750,00, pois dividiu-se
a renda mensal pelo número de membros do grupo familiar, ou seja, R$ 5.250,00 divididos por 3 = R$ 1.750,00.
Neste caso, o candidato não poderá ser inscrito como "vaga social", pois o valor da renda per capita foi
superior a R$ 1.405,50. Portanto, ele deverá ser inscrito nas vagas gerais.
Definição de "vagas gerais"
Entende-se por "vagas gerais" as inscrições de candidatos com qualquer valor de renda bruta mensal familiar,
desde que não tenham sido inscritos na condição de "vagas sociais" e que atendam aos demais critérios
estabelecidos neste processo.

Mantenedora: Fundação Salvador Arena

3. Número de vagas e critérios para preenchimento
O Colégio Termomecanica oferecerá, neste processo seletivo, o total de 40 (quarenta) vagas para o 2º semestre
de 2017, assim distribuídas:
· 20 vagas (50% do total) para a condição de "vagas gerais".
· 20 vagas (50% do total) para a condição de "vagas sociais".
Para o preenchimento das vagas, serão convocados para matrícula os candidatos aprovados, por ordem de
classificação, em duas listas separadas: uma de candidatos de vagas sociais e outra de candidatos de vagas
gerais.
Os critérios gerais sobre todas as etapas do processo, especialmente sobre a inscrição e a forma de
comprovação da renda familiar, estão descritos neste Manual do Candidato.
Caso haja vagas remanescentes após o encerramento das matrículas, elas poderão ser preenchidas pelos
próximos candidatos classificados neste processo seletivo, de acordo com o tipo de inscrição realizada (vagas
gerais ou vagas sociais), mediante aprovação da Direção.
Por conseguinte, caso não tenha mais candidatos aprovados na condição de "vagas sociais" para o
preenchimento das vagas estabelecidas, será convocado o próximo candidato classificado das "vagas gerais", da
lista de espera, e vice e versa.
·

Nessa situação, os candidatos serão convocados pelo Colégio por telefone, e-mail ou telegrama,
informando o prazo para a realização da matrícula e demais instruções necessárias.

4. Cronograma do processo
O presente processo seletivo constará das seguintes fases:
·

Inscrições: das 10h do dia 24 de abril de 2017 às 23h59 do dia 21 de maio de 2017, no site
www.vunesp.com.br, de acordo com as instruções deste Manual;

·

Divulgação do local da prova: a partir das 10h do dia 06 de junho de 2017, no site www.vunesp.com.br;

·

Prova: dia 11/6/2017 (domingo) das 14h às 17h.

·

Divulgação do gabarito da prova: dia 12 de junho de 2017, a partir das 10h, no site
www.vunesp.com.br;

·

Recursos: Dias 12 e 13 de junho de 2017, no site www.vunesp.com.br

·

Resultado da prova: a partir das 10h do dia 03 de julho de 2017, na portaria do Colégio Termomecanica
e no site www.vunesp.com.br.

·

Matrículas:


Vagas Gerais ­ dias 5 e 6 de julho de 2017, das 8 às 11h e das 13 às 15h.



Vagas Sociais ­ dias 11 e 12 de julho de 2017, das 8 às 11h e das 13 às 15h.

·

Reunião geral com os candidatos aprovados: dia 27 de julho de 2017 em horário a ser definido durante
o processo.

·

Início das aulas: 02 de agosto de 2017.

Mantenedora: Fundação Salvador Arena

5. Inscrições
As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, das 10h do dia 24 de abril de 2017 às 23h59 do dia
21 de maio de 2017, no site www.vunesp.com.br, mediante o preenchimento da Ficha de Inscrição e o
pagamento da taxa no valor de R$ 40,00 (quarenta reais) à VUNESP ­ Fundação para o Vestibular da
Universidade Estadual Paulista, por meio de boleto a ser pago em qualquer agência bancária.
A inscrição encerrar-se-á, improrrogavelmente, às 23h59 do dia 21 de maio de 2017.
O candidato ou responsável legal deve ler atentamente as instruções deste Manual para realizar a inscrição.
Para inscrever-se no processo seletivo, o candidato deverá, obrigatoriamente, atender aos seguintes critérios:
a) ter concluído o Ensino Médio e possuir documentação que comprove esta condição no ato da
matrícula. Caso esteja cursando a última série do Ensino Médio e deseje se inscrever, sendo
aprovado, deverá comprovar a conclusão do referido curso no ato da matrícula. A não comprovação
elimina o candidato do processo.
b) não ter Ensino Superior completo (faculdade);
c) não ter sido aluno do Colégio Termomecanica desligado por motivos disciplinares determinados
pelo Regimento Escolar da Instituição ou ex-aluno do Curso Técnico em Metalurgia, considerado
desistente ou reprovado.
d) além dos critérios anteriores, os candidatos que se inscreverem como "vaga social", deverão
atender integralmente às condições de comprovação de renda do grupo familiar, descritas neste
Manual.
Caso o candidato faça a opção pela inscrição em "vaga social", deve se certificar, antes de concluir a inscrição,
de que possui os documentos necessários para a comprovação da renda, indicados neste Manual.
·

Deverão ser considerados, no ato da inscrição, como base para o cálculo da renda bruta mensal familiar,
os comprovantes de renda do mês de março de 2017. Além disso, no ato da matrícula também serão
considerados para avaliação da renda nesta condição de vaga social, os dois meses posteriores, abril e
maio/2017, ou documentos complementares, a critério do Colégio, conforme instruções contidas neste
Manual.

·

Recomenda-se que no momento da inscrição o candidato reserve e esteja de posse dos comprovantes
de renda de cada membro do grupo familiar, visando garantir a correta opção pelas "vagas sociais".

As informações prestadas na Ficha de Inscrição serão de inteira responsabilidade do candidato ou de seu
responsável legal (se menor de idade), dispondo a VUNESP e o Colégio Termomecanica do direito de excluir do
processo seletivo aquele que não preencher a ficha de forma completa e correta, que fornecer dados
comprovadamente inverídicos verificados em qualquer etapa do processo ou que não pagar a taxa de inscrição.
Após a confirmação da inscrição, não haverá possibilidade de alteração da condição selecionada (vagas sociais
ou vagas gerais).
Havendo mais de uma inscrição para o mesmo candidato, prevalecerá válido apenas o último registro de
cadastro, desde que haja confirmação da quitação do boleto bancário.
Não haverá, em hipótese alguma, isenção total ou parcial, nem devolução da taxa de inscrição, seja qual for o
motivo alegado.
Não será aceito, em hipótese alguma, o recolhimento da taxa de inscrição efetuado pelas seguintes condições:
·
·
·
·

agendamento para data posterior ao último dia de inscrição;
pagamento de conta por envelope;
transferência eletrônica, DOC e DOC eletrônico;
ordem de pagamento ou depósito comum em conta corrente;

Mantenedora: Fundação Salvador Arena

·

agendamento de pagamento de título de cobrança.

A inscrição somente será efetivada após o pagamento do boleto e após confirmação da quitação pela rede
bancária.
O não pagamento da taxa de inscrição ou a apresentação de cheque devolvido por insuficiência de fundos
acarretará o cancelamento da inscrição.
Para a obtenção da 2ª via do boleto bancário, o candidato deverá acessar o site www.vunesp.com.br, na área do
candidato, e imprimir o referido boleto, o qual estará disponível somente até a data limite do encerramento das
inscrições.
O candidato que tiver dificuldade de acesso à internet para o preenchimento da Ficha de Inscrição e impressão
do boleto bancário poderá utilizar gratuitamente os postos do PROGRAMA ACESSA SÃO PAULO
(www.acessasaopaulo.sp.gov.br).
O candidato deverá preencher a Ficha de Inscrição com atenção.
Cabe ao candidato consultar as principais datas desse processo no próprio site do CEFSA, no site da Vunesp ou
nesse Manual.
Os eventuais erros de digitação de nome ou número do documento de identidade deverão ser corrigidos
somente no site da Fundação Vunesp, na área do candidato.
Em caso de alteração de endereço ou e-mail durante o processo, o candidato e seu responsável legal, deverão
atualizá-lo no site da Vunesp, na área do candidato. São de inteira responsabilidade dos interessados os
prejuízos advindos da não atualização desses dados.
Para a segurança do candidato, recomenda-se a impressão dos documentos gerados no momento da inscrição
bem como do comprovante de pagamento da taxa.
O candidato que necessitar de atendimento especial para a realização da prova deverá solicitar no ato da inscrição a
condição especial e encaminhar, via Sedex, para a VUNESP, situada na Rua Dona Germaine Burchard, 515 ­ CEP 05002-062
­ São Paulo - SP, laudo emitido por especialista, que descreva com precisão a natureza, o tipo e o grau da deficiência, bem
como as condições necessárias para a realização da prova. Este laudo deverá ser postado até o último dia de inscrição, 21
de maio de 2017. Escrever no envelope: Processo Seletivo do Curso Técnico em Metalurgia do Colégio Termomecanica 2º
Semestre 2017 ­ Provas Especiais.

·

Juntamente com o laudo médico, deverão ser informados o nome e o número do RG do
candidato.

·

As solicitações de atendimentos especiais só serão acatadas obedecendo a critérios viáveis e
razoáveis.

·

Na ausência de informações necessárias dessa condição, bem como do não encaminhamento do
laudo emitido por especialista até o prazo estabelecido, o candidato realizará a prova em
condições idênticas às dos demais, seja qual for o motivo alegado.

A inscrição implicará o conhecimento das presentes instruções e aceitação tácita das condições do processo
seletivo, tais como se acham estabelecidas neste Manual e nas normas legais pertinentes.
A inscrição não garante a vaga, e a Mantenedora reserva-se o direito, apoiada na legislação educacional em
vigor, de estabelecer os critérios para a efetivação da matrícula dos candidatos aprovados, bem como de
alterar, a qualquer tempo, as condições do processo seletivo ora anunciadas, inclusive de decidir pela sua
suspensão definitiva, mesmo que o processo esteja finalizado.
Mantenedora: Fundação Salvador Arena

6. Realização da prova
A prova será realizada, em uma única fase, no dia 11 de junho de 2017 (domingo), às 14h (com duração
máxima de 3 horas).
·

Não será permitida, em qualquer hipótese, a realização da prova em outra data.

·

Os candidatos que não se apresentarem para a realização da prova serão automaticamente
desclassificados deste processo.

O local de realização da prova estará disponível, para consulta, a partir das 10h do dia 06 de junho de 2017, no
site www.vunesp.com.br.
As demais informações sobre a prova serão divulgadas no site www.colegiotermomecanica.com.br ou
www.vunesp.com.br.
·

O candidato que não encontrar o seu nome no site www.vunesp.com.br deverá entrar em contato com
o Disque VUNESP: (11) 3874-6300, nos dias úteis, de segunda-feira a sábado, das 8h às 12h e das 13h30
às 17h ou através do e-mail: [email protected]

Somente será admitido à sala de prova o candidato que estiver munido de documento que o identifique, a
Cédula Oficial de Identidade (RG) ou outro documento oficial, original com foto equivalente.
É recomendável que o candidato compareça ao local da prova com antecedência mínima de 60 minutos. Deve
trazer caneta esferográfica de tinta azul ou preta, lápis preto e borracha.
O candidato deverá assinalar suas respostas na Folha de Respostas obrigatoriamente com caneta esferográfica
de tinta azul ou preta.
Não serão computadas questões não assinaladas, questões que contenham mais de uma resposta, emenda ou
rasura, ainda que legível.
Será excluído do processo seletivo o candidato que:
·

apresentar-se em local, data e horário diferentes do estabelecido;

·

não comparecer à prova, seja qual for o motivo alegado;

·

ausentar-se da sala de prova sem o acompanhamento do fiscal volante ou antes de decorridas duas
horas do início da prova;

·

for surpreendido em comunicação com outras pessoas ou utilizando-se de calculadoras, livros, notas ou
impressos não permitidos;

·

for surpreendido portando ou fazendo uso de qualquer tipo de equipamento eletrônico de
comunicação;

·

lançar mão de meios ilícitos para a execução da prova;

·

não devolver o material de prova;

·

perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos.

Durante todo o período de realização da prova, é proibida a permanência de pessoas estranhas ou
acompanhantes de candidatos dentro do prédio.
A VUNESP, objetivando garantir a lisura e idoneidade do processo de seleção, bem como a sua autenticidade, o
que é de interesse público e, em especial, dos próprios candidatos, poderá filmar os candidatos quando da
aplicação da prova.
Mantenedora: Fundação Salvador Arena

7. Prova
A seleção será realizada em uma única fase no dia 11 de junho de 2017 (domingo), às 14h (com duração
máxima de três horas), por meio de prova de conhecimentos específicos das disciplinas de Química,
Matemática, Física e Língua Portuguesa, abrangendo conteúdos programáticos pertinentes ao Ensino Médio.
A prova será classificatória e eliminatória, e composta de questões objetivas de múltipla escolha, conforme
quadro abaixo.
Aplicação
11/6/2017
(domingo)

Prova

N.º de
questões

Química

15

Matemática

10

Física

10

Língua Portuguesa

10

8. Conteúdos programáticos
Os conteúdos programáticos considerados para a prova são:
Disciplina de Química:
· Propriedades dos materiais: Estados Físicos e Mudanças de Estados; Diagrama de Mudanças de Estados
Físicos; Propriedades Físicas dos Materiais; Temperaturas de Fusão e Ebulição, Densidade e Solubilidade
· Estrutura Atômica da Matéria: Subpartículas Atômicas e sua Natureza Elétrica
· Classificação Periódica: Divisão da Tabela Periódica
· Ligações Químicas e suas características: Ligação Iônica; Ligação Covalente; Ligação Metálica e Ligas
Metálicas; Interações Intermoleculares
· Funções Inorgânicas: Ácidos, Bases, Sais e Óxidos
· Reações Químicas: Tipos de Reações; Balanceamento de Equações pelo Método de Tentativas
· Estequiometria: Massa Atômica e Molecular; Mol; Massa Molar; Volume Molar; Cálculos Quantitativos
Envolvendo Reações Químicas
· Soluções: Concentração em gramas/litro: Concentração em mol/litro; Porcentagem de Massa e Volume;
Diluição
· Termoquímica: Reações Endotérmicas e Exotérmicas; Cálculo de Entalpia
· Cinética Química: Interpretação de Gráficos de Velocidade de Reações; Fatores que influem na velocidade
das reações
· Eletroquímica: Pilhas; Corrosão e Proteção dos Metais; Eletrólise: Ígnea e Aquosa
· Equilíbrio Químico: Deslocamento de Equilíbrio; pH e POH
· Química Orgânica: Hidrocarbonetos; Funções Orgânicas Oxigenadas e Nitrogenadas
Disciplina de Matemática:
· Conjuntos Numéricos: Propriedades das Potências e dos Radicais; Intervalos Reais (Operações:
Intersecção, União e Diferença)
· Noções de Funções: Domínio, Contradomínio, Imagem e Gráficos.
· Progressões Aritméticas e Progressões Geométricas
· Função Afim: Gráficos; Estudos dos Sinais e Inequações
Mantenedora: Fundação Salvador Arena

· Função Quadrática: Gráfico, Zeros e Equação do 2º Grau; Coordenadas do Vértice da Parábola; Estudo dos
Sinais e Inequações
· Trigonometria nos Triângulos: Semelhança de Triângulos; Operadores Trigonométricos e Relações
Fundamentais; Ângulos Notáveis e Ciclo Trigonométrico; Lei dos Senos e Lei dos Cossenos
· Função Exponencial: Gráfico; Equações e Inequações Exponenciais
· Função Logarítmica: Propriedades Operatórias; Gráfico
· Funções Trigonométricas
· Análise Combinatória: Fatorial; Princípio Fundamental da Contagem; Problemas de Agrupamentos e
Permutação; Arranjos e Combinações; Binômios de Newton
· Probabilidade: Experimento Aleatório, Evento, Espaço Amostral e Definição de Probabilidade;
Probabilidade da União e Intersecção de Eventos; Probabilidade Condicional
· Geometria Analítica: o Ponto; a Reta; a Circunferência; Cônicas
· Geometria Espacial: Poliedros: Prisma; Pirâmide e Tronco de Pirâmide; Corpos Redondos
Disciplina de Física:
· Cinemática: Movimento Retilíneo e Uniforme: Movimento Retilíneo e Uniformemente Variado.
· Lei de Newton: 1ª Lei (estática); 2ª Lei (dinâmica).
· Trabalho e Potência: Cálculos de Trabalho e Potência.
· Calor: Definição de Calor e Temperatura; Escalas Termométricas: Celsius, Fahrenheit e Kelvin; Cálculo da
quantidade de calor; Dilatação dos corpos sólidos: linear, superficial e volumétrica; Mudanças de estados
físicos da matéria.
· Eletricidade: corpos bons e maus condutores; processos de eletrização: atrito, contato e indução; Leis de
OHM e suas aplicações; efeitos da corrente elétrica e suas aplicações; Potência Elétrica.
Disciplina de Língua Portuguesa:
· Leitura e interpretação de textos de diferentes modalidades
· Níveis de significação do texto: significação explícita e significação implícita, denotação e conotação
· Significação das palavras (antônimos e sinônimos; hiperônimo e hipônimo)
· Distinção entre as variedades do português
· Norma ortográfica
· Concordância nominal e verbal
· Regência verbal e nominal
· Colocação pronominal
9. Julgamento da prova
Será considerada, para a composição da nota final do candidato, a quantidade total de acertos.
Será eliminado do processo o candidato que "zerar" em qualquer disciplina, independentemente do número
de acertos totais.
Obs.: o gabarito da prova será divulgado no dia 12 de junho de 2017, a partir das 10h, no site
www.vunesp.com.br.
10. Classificação
Os candidatos serão classificados pela ordem decrescente da nota da prova, de acordo com o tipo de vaga em
que foram inscritos. Haverá uma lista, por ordem de classificação, dos candidatos inscritos na condição de
"vagas gerais" e outra dos candidatos inscritos na condição de "vagas sociais".
Mantenedora: Fundação Salvador Arena

Se ocorrer empate na classificação final, em qualquer lista, prevalecerá a seguinte sequência como critério de
desempate:
1º - Maior número de acertos em Química;
2º - Maior número de acertos em Matemática;
3º - Maior número de acertos em Física;
Persistindo o empate, será classificado o candidato com maior idade.
Serão convocados para matrícula:
·

20 candidatos com as melhores notas da lista de "vagas gerais"

·

20 candidatos com as melhores notas da lista de "vagas sociais"

11. Divulgação dos resultados
Os resultados serão divulgados no dia 03 de julho de 2017, a partir das 10h.
A divulgação consiste na afixação da listagem dos 40 (quarenta) candidatos convocados para matrícula na
portaria do Colégio Termomecanica, situado na Estrada dos Alvarengas, 4.001, Bairro Alvarenga, São Bernardo
do Campo - SP e, na divulgação dos resultados individuais, pelo site www.vunesp.com.br.
12. Dos Recursos
O prazo para a interposição de recursos será de dois dias úteis, a contar do dia da divulgação do gabarito da
prova objetiva, previsto para 12 de junho de 2017.
A interposição de recurso deverá conter com precisão a questão ou as questões a serem revisadas,
fundamentando com lógica e consistência os argumentos.
O candidato poderá interpor recurso utilizando o campo próprio para interposição de recursos no endereço
www.vunesp.com.br, na página específica do Processo Seletivo para o Curso Técnico em Metalurgia - 2º
Semestre de 2017, e seguir as instruções lá contidas.
Os recursos serão analisados pelas respectivas bancas examinadoras das provas, que darão decisão terminativa,
constituindo-se em única e última instância.
As decisões em relação às contestações serão divulgadas no site www.vunesp.com.br.
13. Matrícula
A matrícula deverá ser feita no Colégio Termomecanica, localizado na Estrada dos Alvarengas, n.º 4.001, Bairro
Alvarenga, São Bernardo do Campo - SP, obrigatoriamente pelo candidato aprovado, para conhecimento e
aceitação dos termos e para as medidas do uniforme. Sendo menor de idade, deverá estar acompanhado do
responsável legal.
A matrícula será realizada nas seguintes datas:
·

Vagas Gerais ­ dias 5 e 6 de julho de 2017, das 8 às 11h e das 13 às 15h.

·

Vagas Sociais ­ dias 11 e 12 de julho de 2017, das 8 às 11h e das 13 às 15h.

·

Entrega de pendências de documentos de matrícula: 14 de julho de 2017, das 8 às 11h e das 13
às 15h.

Mantenedora: Fundação Salvador Arena

A comprovação da renda, estabelecido neste processo, faz parte do processo de seleção. O candidato
aprovado no exame e convocado para matrícula das vagas sociais que não conseguir comprovar a situação
socioeconômica do grupo familiar, prevista neste Manual, será excluído definitivamente do processo seletivo,
independentemente das demais chamadas e de seu desempenho na prova.
O candidato de vaga geral também deverá entregar os documentos de renda do grupo familiar, conforme
instruções contidas neste Manual.
Os horários para a realização das matrículas serão agendados pelo Colégio, por telefone ou e-mail.
O não comparecimento no prazo estabelecido para a matrícula implicará a exclusão do candidato do processo
seletivo e a vaga será oferecida ao próximo candidato classificado.
O candidato ou seu responsável legal deverá assinar o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais do
Colégio Termomecanica, preencher e assinar os demais termos e, apresentar todos os documentos necessários
para a efetivação da matrícula.
A não apresentação dos documentos indicados ou de documentos que não atendam aos critérios estabelecidos
neste Manual implicará a perda do direito à vaga deste processo.
Quando, por motivo de força maior, não for possível o comparecimento do candidato para realizar a matrícula
no período estabelecido, ela poderá ser realizada por meio de procuração simples, formulada para esse fim.
Neste caso, o procurador indicado nesse documento deverá estar munido de um documento de identidade.
14. Documentos necessários para a matrícula
Os candidatos convocados para a matrícula deverão apresentar os seguintes documentos:
a) Histórico Escolar de Conclusão do Ensino Médio (via original e uma cópia) ou Declaração de Conclusão do
Ensino Médio (via original);
b) Certidão de Nascimento ou de Casamento: uma cópia e a via original;
c) Cédula Oficial de Identidade (RG): duas cópias e a via original;
d) Comprovante do CPF (cartão ou RG com o número do CPF): duas cópias;
e) Comprovante de residência recente (conta de luz, telefone, correspondência bancária ou outros): uma cópia;
f) Declaração, do próprio candidato, de não ter Curso Superior (modelo disponibilizado no ato da matrícula);
g) Ficha Médica (recebida e preenchida no ato da matrícula), conforme informações descritas a seguir.
· A Ficha Médica é um documento onde constam os dados referentes à saúde em geral da pessoa, os
dados das vacinas obrigatórias, entre outras informações necessárias. Havendo qualquer tipo de
restrição relacionada ao candidato, indicada na Ficha Médica, deverá ser entregue, no ato da matrícula
ou até o início das aulas, a prescrição de profissional especializado, para avaliação sobre a viabilidade do
atendimento pelo Colégio.
Na eventualidade de ser necessário o fornecimento de dieta específica para atendimento a algum tipo
de restrição alimentar, a análise da viabilidade do atendimento será realizada mediante a entrega de
prescrição de profissional especializado (médico ou nutricionista) devidamente identificada, assinada e
carimbada com o número do registro profissional do conselho regional competente. Se viável, o
atendimento será realizado por meio de adaptação das opções disponíveis no cardápio oferecido
habitualmente.
h) Ficha Socioeconômica Familiar (recebida e preenchida no ato da matrícula) e documentos relacionados, para
todos os candidatos aprovados, conforme informações descritas a seguir.
Em atendimento à Lei 12.101/2009 e à política interna da Instituição, a Ficha Socioeconômica Familiar é
necessária para compor a documentação de matrícula para todos os candidatos (vagas gerais e vagas sociais).
Mantenedora: Fundação Salvador Arena

Para a comprovação das informações prestadas nessa ficha, os candidatos, ou seu responsável legal, deverão
entregar os documentos abaixo referentes à condição socioeconômica do grupo familiar.
Para os candidatos aprovados como "vagas sociais", exclusivamente, os documentos recebidos serão
utilizados para a comprovação da renda per capita exigida para a obtenção da vaga nessa condição. A não
comprovação impedirá o candidato de realizar a matrícula.
Os documentos a seguir deverão ser entregues para comprovação das informações prestadas na Ficha
Socioeconômica Familiar:
Grupo familiar (todas as pessoas que moram no mesmo domicílio do aluno, inclusive o aluno):
·
·
·

Menores de 18 anos: Cópia da Certidão de Nascimento ou do RG;
Maiores de 18 anos: Cópia do RG e CPF (ou de um documento que contenha os números desses
documentos) de todos os membros, inclusive irmãos, tios, madrasta, padrasto, avó, avô, etc.
Em caso de pais falecidos (do aluno), entregar também cópia da Certidão de Óbito.

Trabalhadores Assalariados (trabalho formal): é o trabalho com carteira profissional assinada (temporário ou
efetivo)
·

Cópia dos holerites (contracheques) do estudante, quando aplicável, e dos integrantes do seu grupo
familiar nessa condição, referente aos meses de março, abril e maio de 2017. Em caso de renda fixa
com variação por horas extras e/ou comissão, necessário entregar os últimos 6 (seis) contracheques
(holerites).

Trabalho informal ­ autônomo / "Bico" / Profissional liberal: é o trabalho sem vínculo ou sem carteira
profissional assinada.
·
·

Declaração de próprio punho (informando a renda média mensal referente aos meses de março, abril e
maio de 2017, datada e assinada).
Carteira profissional ­ cópias das páginas: foto, identificação, última baixa de registro de emprego e a
próxima folha em branco ou declaração que não possui a CTPS.

Servidor Público
·

Cópia dos holerites (contracheques) de todos os integrantes do grupo familiar nessa condição, dos
meses de março, abril e maio de 2017.

Proprietários ou Empresários
·
·

Pró-labore dos meses de março, abril e maio de 2017 e;
Declaração de próprio punho, datada e assinada informando a retirada mensal, além do pró-labore

Aposentados e Pensionistas
·

Extrato mais recente do pagamento de benefício do INSS ou extrato bancário dos meses de março, abril
e maio de 2017.

Mantenedora: Fundação Salvador Arena

Para consulta do benefício do INSS - Acessar o site da Previdência Social, www.mpas.gov.br, clicar em Serviço
- item Extratos de Benefícios de Pagamento.
Auxílio Doença
·

Extrato mais recente do pagamento de benefício do INSS ou extrato bancário dos meses de março, abril
e maio de 2017.

Desempregados, Donas de Casa e Estudantes (Maiores de 18 anos)
·
·

Carteira profissional ­ cópias das páginas: foto, identificação, última baixa de registro de emprego e a
próxima folha em branco ou declaração que não possui a CTPS.
Declaração que não possui renda de qualquer natureza, de próprio punho, datada e assinada.

Estagiário ou Aprendiz
·

Cópia do comprovante da bolsa-auxílio, dos meses de março, abril e maio de 2017 ou cópia do contrato
de trabalho (se for recente).

Estudantes de 14 a 17 anos (inclusive o aluno)
·

Declaração, de próprio punho, datada e assinada pelo menor e seu responsável legal, que não possui
renda de qualquer natureza.

Recebimento de pensão alimentícia (em caso de pais separados)
·

Declaração, de próprio punho, datada e assinada, que recebe ou não a Pensão Alimentícia e, em caso
positivo, o valor recebido.

Recebimento de aluguel
·

Cópia dos recibos meses de março, abril e maio de 2017 ou cópia do contrato de locação ou declaração
de próprio punho, datada e assinada, constando nome, RG, CPF e o valor recebido.

Bolsa Família ou outros benefícios recebidos do Governo
·

Cópia do comprovante do benefício meses de março, abril e maio de 2017 ou declaração de próprio
punho com o valor recebido, datada e assinada.

Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) ­ para todos os membros do grupo familiar que se enquadrem nas
regras da Receita Federal
·

Cópia da Declaração Completa do Imposto de Renda 2017 (calendário 2016) de Pessoa Física (IRPF) ou
Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ), acompanhada do recibo de entrega à Receita
Federal do Brasil.

·

Não será aceito apenas o recibo de entrega da declaração do imposto de renda.

Mantenedora: Fundação Salvador Arena

·

Isentos: deverá ser entregue cópia do comprovante de rendimentos de 2016, fornecido pela empresa e
declaração de isenção de imposto de renda, feita de próprio punho. Caso não tenha recebido o
comprovante de rendimento, deverá ser entregue uma declaração, datada e assinada, explicando esta
situação.

·

Desempregados, Donas de Casa e Estudantes maiores de 18 anos (Isentos) ­ Deverão declarar que são
isentos do Imposto de renda em uma declaração, de próprio punho, datada e assinada, caso não conste
como dependentes no IRPF de algum dos responsáveis.

O Colégio disponibilizará, no ato da matrícula e no site www.colegiotermomecanica.com.br, alguns modelos de
declarações exigidas para atendimento a esses critérios e prestará os esclarecimentos que se fizerem
necessários.
O Colégio Termomecanica garante o sigilo das informações e dos documentos fornecidos.
Os dados socioeconômicos deverão ser atualizados a cada rematrícula do aluno ou a qualquer tempo, quando
solicitado pela instituição.
Visando garantir o tratamento isonômico a todos seus alunos, o Colégio Termomecanica não dará tratamento
excepcional para alunos impossibilitados de frequentar o curso por motivos particulares ou por crenças
religiosas. O aluno que desistir, abandonar ou reprovar o curso, perderá o direito à vaga.
15. Disposições finais
Fica estabelecido que os candidatos, assim como seus pais ou responsáveis legais, autorizam o Colégio
Termomecanica e a VUNESP a divulgar seus nomes e/ou imagens em peças de comunicação visual, com a
finalidade de registrar e dar transparência à realização do processo seletivo.
A contratação do serviço de transporte escolar é de inteira responsabilidade do estudante, se maior de idade,
ou dos pais ou responsáveis, caso seja menor de idade. O Colégio mantém, a título de colaboração, um cadastro
de transportadores com o intuito de facilitar a escolha, se necessário.
As instruções especiais aqui estabelecidas poderão sofrer eventuais alterações, atualizações ou acréscimos,
enquanto não consumada a providência ou evento que lhes disser respeito, circunstância que será mencionada
em Aditivo ao Edital a ser publicado.
Devido às características deste processo seletivo, não haverá, em nenhuma hipótese, vista ou revisão de prova,
segunda chamada, ou repetição de provas, sejam quais forem os motivos alegados.
Não será permitida a entrada no local da prova de candidatos portando armas de fogo e/ou aparelhos
eletrônicos, ou objetos semelhantes.
Os casos omissos ou situações diferentes das constantes neste Manual serão resolvidos pela Diretoria do
Colégio Termomecanica, com base na legislação aplicável.
São Bernardo do Campo, 17 de abril de 2017.
Valcir Shigueru Omori
Diretor de Escola
Mantenedora: Fundação Salvador Arena

ANEXO I
MANUAL DE ORIENTAÇÕES ­ CURSO TÉCNICO EM METALURGIA
Este código estabelece as regras de conduta adotadas pelo Colégio Termomecanica, necessárias ao bom
andamento das atividades nele realizadas e ao convívio harmonioso de todos os que o frequentam, propiciando
um ambiente adequado ao ensino e à formação moral e cultural de seus educandos.
A elaboração desse código foi pautada na missão e nos valores da Fundação Salvador Arena, além da legislação
vigente.
O não atendimento às regras previstas nesse documento implicará sanções que poderão ser classificadas em
quatro níveis: infrações leves, médias, graves e gravíssimas, conforme item 7 deste código.
Após validação da Coordenação Pedagógica, as ocorrências serão registradas no histórico disciplinar do aluno.
Todas as situações graves e gravíssimas serão analisadas pela Coordenação Pedagógica e no caso das
gravíssimas poderão ser encaminhadas para a instauração do Processo Administrativo Disciplinar (P.A.D),
visando à apuração dos fatos para tomada de decisão.

1. Conduta do aluno:
1.1
O comportamento dos alunos do Colégio Termomecanica nas dependências do CEFSA, bem como em
espaços nos quais estejam representando a instituição deverá ser condizente com o local, priorizando sempre o
respeito e a cordialidade. Qualquer forma de perturbação nesses recintos será considerada desrespeito às
regras estabelecidas, sendo que o nível de gravidade estará de acordo com o tipo de ocorrência.
1.2
Não é permitido, durante as aulas, o excesso de conversas paralelas, uma vez que essa conduta
prejudica a eficiência do processo de aprendizagem.
1.3
É considerado desrespeito dirigir-se ao professor ou a qualquer funcionário de maneira agressiva,
ofensiva ou desrespeitosa em atitude de afronta, ironia ou deboche.
1.4
O aluno deverá cumprir as solicitações feitas por professores ou funcionários da instituição, quer seja
em horário de aula ou nos demais ambientes da instituição.
1.5
O aluno deverá realizar todo e qualquer tipo de atividade pedagógica no prazo estipulado pelos
professores.
1.6
Não é permitido o uso de qualquer tipo de objeto ou material nas atividades diárias que não façam
parte do conteúdo didático abordado ou que não sejam autorizados pelo professor.
1.7
É considerado desrespeito utilizar palavras de baixo calão, mesmo quando pronunciadas a título de
brincadeira, por hábito ou como forma de expressão.
1.8

Não será permitida qualquer tipo de agressão, seja física ou verbal.

1.9
É proibido todo tipo de desrespeito ou discriminação contra qualquer pessoa nas instalações do CEFSA
bem como em espaços nos quais o aluno esteja representando a instituição.
1.10 Não é admitida, em hipótese alguma, qualquer forma de proselitismo político, religioso ou filosófico.

Mantenedora: Fundação Salvador Arena

1.11 Não é admitida qualquer tipo de apologia à violência, sexo ou consumo drogas lícitas (cigarro, bebida
alcoólica, etc.) ou ilícitas.
1.12 É terminantemente proibido trazer, portar e consumir drogas lícitas (cigarro, bebida alcoólica, etc.) ou
ilícitas nas dependências do CEFSA ou em situações nas quais o aluno esteja em atividades externas promovidas
pela instituição.
1.13 Os alunos que participarem, mesmo que indiretamente, de ocorrências que envolvam porte e consumo
drogas lícitas (cigarro, bebida alcoólica, etc.) ou ilícitas também serão penalizados.
1.14 No caso do porte ou consumo de substâncias ilícitas, além da punição interna, o infrator poderá ser
encaminhado às autoridades competentes.
1.15 O aluno que aparentemente estiver sob efeito de quaisquer substâncias entorpecentes ou alcoólicas nas
dependências do CEFSA será encaminhado à Coordenação de Disciplina e Pedagógica para as medidas cabíveis.
1.16 Não é permitido qualquer tipo de comportamento que possa ser entendido como assédio sexual ou
moral.
1.17

Não é permitido qualquer forma de "bullying" direto ou indireto, nas dependências do CEFSA.

1.18 Não são permitidas manifestações românticas com excessiva proximidade corporal nas dependências do
CEFSA.
1.19 É considerado desrespeito utilizar palavras de baixo calão, mesmo quando pronunciadas a título de
brincadeira, por hábito ou como forma de expressão.
1.20 É proibido apossar-se de material alheio, sem a devida autorização de seu proprietário, mesmo que seja
por tempo limitado.
1.21

É proibido danificar material alheio, mesmo que a título de brincadeira.

1.22 É proibido uso de aparelhos eletrônicos, tais como aparelhos celulares, tablets, dentre outros aparelhos
eletrônicos nas dependências do CEFSA, exceto com fins pedagógicos, com a supervisão e anuência dos
professores ou, em casos excepcionais, com autorização da coordenação.
1.23 É terminantemente proibido "colar" ou passar "cola" nas avaliações ou atividades solicitadas pelos
professores. Em tais casos, o aluno ficará com nota zero na atividade ou na avaliação proposta.
1.24 É proibido falsificar a assinatura dos responsáveis ou adulterar qualquer tipo de documento
disponibilizado pelo Colégio.
1.25 No âmbito do CEFSA não é permitida a comercialização de nenhum tipo de produto ou objeto, nem
portar mercadorias a serem comercializadas fora do colégio.
1.26 Não é permitido ao aluno trazer qualquer tipo de alimento para ser consumido durante sua
permanência no colégio, exceto em dias de atividades extras com a prévia autorização da coordenação de
ensino.
1.27

Não é permitido promover ou participar de jogos de azar nas dependências do CEFSA.

Mantenedora: Fundação Salvador Arena

2. Apresentação pessoal:
2.1
Os alunos deverão estar uniformizados nas dependências do Colégio, bem como em saídas de estudos
ou outros eventos nos quais a identificação e identidade visual do Colégio sejam necessárias.
2.2
Os uniformes deverão estar limpos, com as barras das calças costuradas e em boas condições de uso,
não sendo permitido qualquer tipo de modificação que descaracterize o modelo original (customização) e uso
inadequado.
2.3
Fazem parte do uniforme: camiseta branca, blusa de Helanca, jaqueta e blusa de lã, todos com o
logotipo do colégio, calça jeans ou social azul marinho ou preta, tênis e sapatilhas em que predominem as cores
azul, branco, cinza, preto ou marrom ou sapato social preto ou marrom.
2.4
Não é permitido o uso de qualquer outro tipo de bolsa ou mochila fora dos modelos estabelecidos pelo
Colégio Termomecanica.
2.5

Não será permitido trocar-se nas dependências do CEFSA, exceto em situações autorizadas.

2.6
Será permitido o uso de luvas e de touca básicas, de cores neutras (branco, preto e cinza) e sem
detalhes, em dias frios e em ambientes externos.
2.7
Será permitido o uso dos seguintes adereços: anéis e gargantilhas, desde que não sejam extravagantes
(glossário) ou que possam causar algum tipo de risco à integridade física (lesões na manipulação de materiais de
laboratórios, nas oficinas ou mesmo riscos de perfurações e cortes, no caso de adornos pontiagudos ou longos).
Para as meninas é permitido o uso de brincos.
2.8
Quaisquer tipos de piercings, alargadores e outros adereços que não foram citados acima não serão
permitidos.
2.9
Os meninos deverão se apresentar com os cabelos curtos, barbeados e sem bigode, não sendo
permitido barbear-se nas dependências do Colégio.
2.10

Tinturas poderão ser utilizadas nos cabelos, desde que não destoem da cor natural.

2.11 As meninas que tiverem cabelos longos deverão usá-los presos quando estiverem no refeitório, em
atendimento às normas de higiene alimentar, bem como em locais que ofereçam risco de acidente.

3. Horários (entrada, permanência e saída das dependências do colégio):
3.1

Os horários indicados abaixo devem ser rigorosamente respeitados por todos os alunos.

Os horários de entrada e saída são:
a) Período noturno ­ de segunda a sexta-feira:
Entrada: das 17h30 às 18h25;
Saída: das 22h10 às 22h50
b) Aos sábados:
Entrada: das 7h30 às 7h45;
Saída: das 11h20 às 11h30.

Mantenedora: Fundação Salvador Arena

3.2
Nos casos de atraso sem a apresentação de documento comprobatório (atestado, convocação,
declaração etc.), a entrada no Colégio será permitida somente até o início da 3ª (terceira) aula. Após esse
horário, os alunos menores de idade só poderão deixar as dependências do CEFSA mediante autorização
expressa de pais ou responsáveis legais e as faltas do dia serão computadas integralmente.
3.3

Os atrasos deverão ser registrados na portaria e a entrada será permitida apenas nas trocas de aula.

3.4
Os atrasos na troca de aulas e no retorno das refeições, sem motivos justificáveis, estarão sujeitos aos
registros pertinentes.
3.5
Saídas antecipadas serão permitidas, desde que informadas para os colaboradores da Disciplina e
registradas no manual de orientações e em casos de alunos menores de idade, a saída antecipada só poderá ser
feita mediante a autorização expressa dos pais ou responsáveis sob ciência da Coordenação pedagógica ou
outro colaborador designado pela Direção. O aluno, nesse caso, deverá sempre registrar sua saída na catraca e
portaria antes de deixar as dependências do colégio.
3.6
Uma vez no Colégio, os alunos só poderão se ausentar de suas atividades com o devido conhecimento e
autorização do professor ou funcionário responsável.
3.7

Durante os horários de intervalo, os alunos deverão permanecer em locais previamente estabelecidos.

3.8
Os alunos só poderão permanecer no Colégio, fora do horário regular de aula, se estiverem inscritos em
atividades extracurriculares ou apresentarem, por escrito no manual de orientações, solicitação e justificativa
para a permanência no colégio. Caberá à coordenação deferir ou indeferir a solicitação.
3.9
Todos os alunos deverão utilizar as catracas para entrar e sair das dependências do colégio, visando o
efetivo controle de acesso e segurança geral; para isso, será necessário o uso da identidade escolar (crachá).
3.10

A apresentação diária do crachá é obrigatória, sendo esse um documento individual e intransferível.

3.11 No caso de perda, extravio ou danificação da identidade escolar (crachá) a solicitação deverá ser feita na
Secretaria Acadêmica da FTT. Em caso de alunos menores de idade, a solicitação deverá ser feita pelos pais e/ou
responsáveis legais via manual de orientações do aluno. O controle do acesso às dependências do colégio será
efetuado pelo inspetor de disciplina na catraca até o recebimento da nova identidade escolar (crachá.)
3.12

É proibido ao aluno facilitar a entrada de pessoas não autorizadas nas dependências do CEFSA.

4. Patrimônio e uso dos recursos do CEFSA:
4.1
É proibido danificar instalações e o patrimônio do CEFSA, sendo que o aluno deverá ressarcir o colégio
pelos prejuízos causados. Em caso de alunos menores de idade, os pais e/ou responsável legal deverão ressarcir
o colégio.
4.2

Os equipamentos do CEFSA devem ser usados somente para fins educativos.

4.3
É proibido utilizar o mobiliário, os bebedouros, os banheiros e demais equipamentos do CEFSA de forma
indevida. Por forma indevida entende-se aquela que não contribua com a manutenção, limpeza e higiene, bem
como com a economia e preservação dos materiais e equipamentos que estão à disposição dos alunos.
4.4

É terminantemente proibido atos de vandalismo (glossário).

Mantenedora: Fundação Salvador Arena

4.5
Os prazos estipulados pela biblioteca para a devolução de empréstimos deverão ser cumpridos
rigorosamente, uma vez que são itens de uso coletivo. Ocorrendo qualquer tipo de dano ou perda, o material
deverá ser reposto pelos alunos do colégio. Em caso de alunos menores de idade, a reposição deverá ser feita
pelos pais e/ou responsável legal.
4.6
É proibido afixar, retirar ou rasurar qualquer comunicado dos quadros de aviso das dependências do
CEFSA.
4.7
Não será permitida a utilização dos recursos do CEFSA para a transmissão e recepção de mensagens
eletrônicas com finalidades particulares ou para a produção e divulgação de qualquer outro tipo de material
sem a autorização da instituição.
4.8

Não é permitido o desperdício de alimentos oferecidos pela instituição.

5. Segurança:
5.1 Todos devem respeitar as normas gerais de segurança, incluindo o uso de EPIs (glossário) nos ambientes
em que são obrigatórios.
5.2
O porte ou uso de objetos que possam caracterizar uma arma, de natureza nítida ou potencialmente
ofensiva, é absolutamente proibido.
5.3
Os professores e funcionários autorizados pelo CEFSA poderão, eventualmente, vistoriar as bolsas e
pertences dos alunos, com o conhecimento deles. Nos casos em que o aluno não autorizar a revista, o aluno
poderá solicitar a presença de um representante da equipe de segurança do CEFSA para acompanhar o
procedimento de vistoria. Em caso de alunos menores de idade que se recusarem a autorizar a revista, mesmo
com a presença de um membro da equipe de segurança, os pais e/ou responsáveis legais serão convocados para
acompanhar o procedimento.

6. Direitos autorais e de imagem:
6.1

O aluno deverá respeitar os direitos autorais, conforme legislação vigente.

6.2
É vedado comunicar, revelar, divulgar ou disponibilizar, no todo ou em parte, em materiais de
propaganda, divulgações, apresentações, sites, comunidades virtuais, entrevistas, obras, projetos, citação em
qualquer veículo de comunicação ou a terceiros, informações, imagens ou documentos pertinentes à
Instituição, sua história, corpo docente e discente, seus representantes legais e empresas do mesmo grupo
econômico, sem a anuência expressa da Direção.

7. Sequência de registros:
A partir da avaliação e efetivação do registro disciplinar do aluno no Sistema Acadêmico, todas os desrespeitos
cometidos às normas estabelecidas gerarão uma pontuação no histórico disciplinar do aluno de acordo com os
critérios abaixo:
Registros de Nível Leve: Após atingir um total de 05 Comunicados de orientação, as reincidências de nível leve
passam a ser Advertências (02 pontos).
· Excesso de conversa. (1.2)
Mantenedora: Fundação Salvador Arena

· Conduta inadequada durante as atividades diárias. (1.1)
· Usar adereços não permitidos. (2.7; 2.8)
· Usar barba, bigode, costeleta, cavanhaque, etc. (2.9)
· Barbear-se no colégio. (2.9)
· Cabelo fora do descrito no código. (2.9; 2.10)
· Cabelos soltos em locais não permitidos. (2.11)
· Usar uniforme fora dos padrões estabelecidos pela instituição ou sem condições de uso (sujo, rasgado,
customizado). (2.2; 2.3)
· Portar bolsa ou mochila fora dos padrões do colégio. (2.4)
· Usar luvas/touca em dias quentes e/ou ambientes internos. (2.6)
· Consumir alimentos durante as atividades diárias. (1.26)
· Chegar atrasado(a) para início das atividades diárias e troca de aulas. (3.4)
· Permanecer em locais não autorizados nos horários de intervalo. (3.7)
· Permanecer no colégio após as atividades diárias sem autorização. (3.8)
· Não realizar as atividades pedagógicas (exercícios, trabalhos, relatórios etc.), nos prazos estipulados pelos
professores. (1.5)
· Não cumprir o prazo de devolução do material da biblioteca. (4.5)
· Utilizar objetos ou materiais que não façam parte da aula. (1.6)
· Desrespeitar as normas gerais de segurança, bem como não usar os EPIs necessários para a realização de
aulas práticas e/ou não trazê-los, inviabilizando sua permanência na referida atividade. (5.1)
· Desperdiçar alimentos. (4.8)
Registros de Nível Médio: Acarretarão Advertência (2 pontos), a partir da terceira reincidência de nível médio,
o aluno será suspenso por 01 dia (3 pontos).
· Emitir palavras de baixo calão. (1.7)
· Usar de forma indevida os bens comuns da instituição (mobiliário, bebedouro, banheiro). (4.3)
· Usar aparelhos eletrônicos nas dependências da instituição sem autorização. (1.22)
· Desrespeitar os direitos autorais. (6.1)
· Efetuar comercialização nas dependências do colégio. (1.25)
· Cabular aula dentro das dependências do colégio. (3.6)
· Promover ou participar de jogos de azar nas dependências do colégio. (1.27)
· Usar lembrete ou "cola" nas avaliações oficiais do colégio. (1.23)
· Não atender solicitação feita pelo professor, coordenador ou funcionários. (1.4)
Mantenedora: Fundação Salvador Arena

Registros de Nível Grave: Acarretarão Suspensão de 01 a 03 dias (3 pontos).

· Danificar material alheio. (1.21)
· Danificar as instalações e/ou equipamentos do colégio condicionando sua punição à análise de acordo com a
intencionalidade ou gravidade do ato. (4.1)
· Afixar, retirar ou rasurar comunicados nos quadros de avisos das dependências do colégio. (4.6)
· Desrespeitar o professor, coordenador e funcionários do colégio, bem como as pessoas em qualquer
situação didáticas/escolar (1.9)
· Sair do colégio sem autorização. (3.5)
· Facilitar a entrada de pessoas não autorizadas nas dependências do CEFSA. (3.12)
· Promover qualquer forma de proselitismo político, religioso ou filosófico nas dependências do CEFSA. (1.10)
· Promover qualquer tipo de apologia à violência, sexo ou consumo de drogas. (1.11)
· Demonstrar manifestações românticas com excessiva proximidade corporal nas dependências do CEFSA.
(1.18)
· Pronunciar deliberadamente xingamentos com palavras de baixo calão ou executar gestos ofensivos,
agressivos ou desrespeitosos contra qualquer pessoa, mesmo que a título de brincadeira. (1.8)
· Utilizar identidade escolar (crachá) de outra pessoa. (3.10)
· Apossar-se de material alheio. (1.20)
· Ser conivente ou facilitar condutas inadequadas. (1.13)
· Falsificar a assinatura dos responsáveis ou adulterar qualquer tipo de documento. (1.24)
· Praticar assédio moral ou sexual. (1.16)
· Promover qualquer tipo de discriminação. (1.9)
· Promover agressão física mesmo que seja realizada a título de brincadeira, estando a punição condicionada à
intensidade. (1.8)
Registros de Nível Gravíssimo: Acarretarão Suspensão de 04 a 06 dias (5 pontos) e possibilidade de abertura do
PAD (Processo Administrativo Disciplinar).
· Qualquer tipo de bullying, conforme legislação vigente. (1.17)
· Trazer, portar e consumir drogas lícitas (cigarro, bebida alcoólica, etc.) ou ilícitas nas dependências do CEFSA
ou em situações nas quais o aluno esteja em atividades externas promovidas pela instituição. (1.12; 1.14;
1.15)
· Portar ou usar objeto que possa caracterizar uma arma de natureza nítida ou potencialmente ofensiva. (5.2)
· Participar, direta ou indiretamente, de atos de vandalismo. (4.4)

Mantenedora: Fundação Salvador Arena

OBS.: Ao completar 10 (dez) pontos ao longo de um semestre, o aluno será encaminhado à Orientadora
Educacional, que deverá diagnosticar as dificuldades por ele encontradas no entendimento e na prática das
regras estabelecidas, em especial, se houver reincidência nos referidos registros disciplinares, e informar os
responsáveis em caso de alunos menores de idade. Caso o aluno continue reincidindo e a sua pontuação atinja
20 (vinte) pontos, o aluno será comunicado e encaminhado (em caso de alunos menores de idade, os
responsáveis serão convocados para serem informados) à Comissão de Avaliação Disciplinar (CAD-CEFSA), que
se encarregará de proceder a análise da sua situação e do seu histórico disciplinar para emitir parecer sobre a
permanência do aluno na instituição.
Orientações Gerais:
· A perda ou extravio da identidade escolar (crachá) sem justificativa plausível, acarretará 5 pontos no
histórico disciplinar do aluno.
· Em caso de necessidade, familiares ou qualquer outra pessoa que deseje se comunicar com o aluno deverão
entrar em contato com a Secretaria Acadêmica a fim de que a coordenação de curso e/ou outro colaborador
designado encontre o aluno.
· Solicitações de saídas antecipadas deverão ser feitas previamente, via manual de orientações.
· Cabe aos alunos deixarem sempre o ambiente e os equipamentos utilizados em perfeita ordem e limpeza
após o uso.
· Todo material encontrado na instituição deverá ser encaminhado à Coordenação de Disciplina.
· Cabe ao aluno trazer diariamente os itens de higiene pessoal.
· Pais ou responsável legal só poderão ter acesso às dependências do Colégio após registro e autorização da
portaria.
· O não atendimento, por parte do aluno, das regras estabelecidas deverá ser anotado e encaminhado aos
inspetores de disciplina para providências.
· A manutenção da disciplina nos diferentes ambientes do Colégio é de responsabilidade de todos.
· O colégio não mantém vínculos com transportadores escolares, nem se responsabiliza por situações que
possam ocorrer no transporte.
Glossário:
Bullying: "considera-se intimidação sistemática (bullying) todo ato de violência física ou psicológica, intencional
e repetitivo que ocorre sem motivação evidente, praticado por indivíduo ou grupo, contra uma ou mais pessoas,
com o objetivo de intimidá-la ou agredi-la, causando dor e angústia à vítima, em uma relação de desequilíbrio
de poder entre as partes envolvidas. " (Lei Nº13.185/ 06/11/2015)
Extravagante: No contexto deste código, entende-se como extravagante os adereços que, por seu formato,
cores, finalidades ou valor levem o indivíduo a se destacar em relação aos demais do grupo.
PAD: Sigla para Processo Administrativo Disciplinar.
Vandalismo: Destruição ou estrago que se faz em bens públicos, monumentos históricos e propriedades
privadas.
EPI: Equipamento de Proteção Individual
Mantenedora: Fundação Salvador Arena