TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO
CONCURSO PÚBLICO
EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES Nº 01/2017
O Conselheiro RENATO MARTINS COSTA, Vice-Presidente do Tribunal
de Contas do Estado de São Paulo, no exercício de suas atribuições regimentais e
tendo presente o deliberado pelo Egrégio Plenário, TORNA PÚBLICA a abertura, a
partir de 28 de setembro de 2017, de inscrições para o Concurso Público de
provimento de cargos do Quadro da Secretaria do Tribunal, adiante identificados, que
será regido pelas Instruções Especiais constantes deste Edital.
INSTRUÇÕES ESPECIAIS
1 ­ DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
1.1. O presente Concurso Público será realizado na cidade de São Paulo/SP,
sob a responsabilidade da Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual
Paulista "Júlio de Mesquita Filho" ­ Fundação VUNESP e destina-se ao provimento
dos cargos vagos existentes nesta data e dos que vierem a ocorrer no prazo de
validade deste certame.
1.1.1. Ocorrendo vaga superveniente para o cargo de Agente da
Fiscalização em cidade de lotação para a qual não exista lista de candidatos
classificados, será ela, primeiramente, oferecida para remoção, à qual poderão se
habilitar os servidores integrantes da carreira que satisfaçam os critérios definidos em
ato específico. Se provida, será disponibilizada para escolha aquela derivada da
movimentação do servidor; se não preenchida, será oferecida para escolha, observada
a respectiva Lista de Classificação Final - Geral.
1.1.2. O disposto no item anterior aplica-se nas mesmas condições aos
casos em que a Lista de Classificação Final - Opção na cidade de lotação tenha se
esgotado.
1.1.3. A não anuência do candidato em assumir a vaga surgida em local
diverso daquele escolhido quando de sua inscrição não ocasionará sua exclusão deste
certame, permanecendo na Lista de Classificação Final - Opção para a cidade de
lotação escolhida.
1.2. Este Concurso constituir-se-á de Provas Objetivas de múltipla escolha, em
fase única, para os cargos em concurso, de acordo com os Conteúdos Programáticos
constantes do Anexo I deste Edital.
1.3. O prazo de validade deste Concurso Público será de 2 (dois) anos, a contar
da data da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual
período, segundo a legislação vigente, a critério do Tribunal de Contas do Estado de
São Paulo.
1.4. Os nomeados sujeitar-se-ão ao Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do
Estado (Lei nº 10.261/1968), à Lei Complementar Estadual nº 180/1978 e demais
disposições legais relativas aos funcionários públicos do Estado.
1.5. O cronograma deste Concurso consta no Anexo IV deste Edital.
2 ­ DOS CARGOS

1

2.1. Os cargos, a escolaridade/habilitação, a remuneração mensal e o total de
vagas, incluindo-se as vagas reservadas a candidatos com deficiência são os
estabelecidos a seguir:
CARGOS

FORMAÇÃO ACADÊMICA/HABILITAÇÃO
(a serem comprovadas no ato da posse)

REMUNERAÇÃO
MENSAL

TOTAL
DE
VAGAS

Agente da
Fiscalização

Curso superior (grau de Bacharel) em Direito,
Ciências Contábeis, Economia, Administração
de Empresas ou Pública, Engenharia Civil ou
Gestão de Políticas Públicas

R$ 12.984,88

97

Agente da
FiscalizaçãoAdministração

Curso superior (grau de Bacharel) em Direito,
Ciências Contábeis, Economia, Administração
de Empresas ou Pública, Arquitetura e
Urbanismo, Engenharia Civil, Gestão de
Políticas Públicas, Biblioteconomia ou
Documentação, Enfermagem, Nutrição,
Pedagogia Especializada em Educação Infantil,
Psicologia e Serviço Social

R$ 12.984,88

36

2.2. As vagas a serem providas estão assim distribuídas:
CARGOS

OPÇÕES DE
TOTAL DE
CARGO/CIDADE CIDADE DE LOTAÇÃO
VAGAS
DE LOTAÇÃO

Agente da
Fiscalização

Agente da
FiscalizaçãoAdministração

VAGAS RESERVADAS
A CANDIDATOS COM
DEFICIÊNCIA

002

São Paulo ­ Capital

52

3

011

UR-9 ­ Sorocaba

1

-

003

UR-10 ­ Araras

9

1

004

UR-11 ­ Fernandópolis

6

1

005

UR-12 ­ Registro

6

1

006

UR-15 ­ Andradina

6

1

007

UR-16 ­ Itapeva

3

-

008

UR-17 ­ Ituverava

3

-

009

UR-19 - Mogi Guaçu

6

1

010

UR-20 ­ Santos

5

1

001

São Paulo ­ Capital

36

2

UR = Unidade Regional

2.3. No total de vagas constante do item 2.1. deste Edital, está incluída a reserva
de 5% (cinco por cento) das colocadas em concurso ­ por opção - para candidatos
com deficiência, em atendimento à Lei Complementar Estadual nº 1.115/2010, ao
Decreto Federal nº 3.298/1999, no que couber, e observado, ainda, o decidido pelo
Excelso Supremo Tribunal Federal no Mandado de Segurança MS 26310-5, com
acórdão publicado no Diário de Justiça de 31.10.2007.
2.4. São atribuições dos cargos em concurso:
2.4.1. Agente da Fiscalização (opções 002 a 011): prestar serviços
internos e externos no âmbito da fiscalização contábil, financeira, orçamentária,
operacional e patrimonial do Estado e dos seus Municípios, exceto o da Capital, e das
respectivas entidades da administração direta e indireta;
2.4.2. Agente da Fiscalização­Administração (opção 001): prestar
serviços internos e externos nas áreas da administração de pessoal, de materiais, de
2

transportes, de comunicações, de finanças e orçamento, biblioteca, e executar
atividades didáticas pedagógicas que exijam conhecimentos específicos da área
educacional e recreativa de convivência infantil ou nas áreas de saúde, assistência
social e nutricional, executar e acompanhar atividades rotineiras que exijam
conhecimentos específicos e outras atividades correlatas.
2.5. Os cargos em concurso serão exercidos em Jornada Completa de
Trabalho, nos termos do disposto no artigo 8º da Lei Complementar Estadual nº
1.272/2015.
2.6. Os candidatos aprovados e classificados neste Concurso serão investidos,
mediante nomeação nos cargos correspondentes, devendo comprovar no ato da
posse, os seguintes requisitos:
2.6.1. ser brasileiro nato ou naturalizado ou português em condições de
igualdade de direitos com os brasileiros; em caso de nacionalidade portuguesa, estar
amparado pelo Estatuto de Igualdade entre brasileiros e portugueses, com
reconhecimento de gozo dos direitos políticos, nos termos do § 1º, artigo 12, da
Constituição Federal;
2.6.2. ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos;
2.6.3. estar quite com as obrigações do Serviço Militar, para os candidatos
do sexo masculino;
2.6.4. estar quite com as obrigações eleitorais e com o CPF (Cadastro de
Pessoa Física) regularizado;
2.6.5. ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do
respectivo cargo, comprovadas no exame médico de ingresso, a ser realizado pelo
Departamento de Perícias Médicas do Estado de São Paulo ­ DPME (Item 10 deste
Edital);
2.6.6. não registrar antecedentes criminais, achando-se no pleno exercício
de seus direitos civis e políticos;
2.6.7. ter cumprido os prazos estabelecidos no artigo 307, parágrafo único,
da Lei Estadual nº 10.261/1968, com a redação dada pela Lei Complementar Estadual
nº 942/2003, referentes a penas disciplinares sofridas no exercício de cargo, função ou
emprego públicos. Esses prazos também devem ser observados no caso de
candidatos penalizados no âmbito de outros entes federativos, começando a contar o
período ­ em quaisquer das hipóteses ­ do primeiro dia útil da data da publicação da
penalidade disciplinar em periódico oficial até o dia do término das inscrições conforme
estabelecido neste Edital (não será considerada eventual prorrogação do período
destinado para as inscrições);
2.6.8. ter a formação acadêmica/habilitação exigida mediante a
apresentação de:
a) para o cargo de Agente da Fiscalização (opções 002 a 011):
diploma, devidamente registrado, ou certificado de conclusão de graduação de nível
superior (Bacharelado), que conste a data de colação de grau, expedido por Instituição
de Ensino Superior, reconhecida pelo Ministério da Educação, em Direito, Ciências
Contábeis, Economia, Administração de Empresas ou Pública, Engenharia Civil ou
Gestão de Políticas Públicas;
b) para o cargo de Agente da Fiscalização­Administração (opção
001): diploma, devidamente registrado, ou certificado de conclusão de graduação de
nível superior (Bacharelado), que conste a data de colação de grau, expedido por
Instituição de Ensino Superior, reconhecida pelo Ministério da Educação, em Direito,
Ciências Contábeis, Economia, Administração de Empresas ou Pública, Arquitetura e
Urbanismo, Engenharia Civil, Gestão de Políticas Públicas, Biblioteconomia e
Documentação, Enfermagem, Nutrição, Pedagogia Especializada em Educação
Infantil, Psicologia ou Serviço Social;
2.6.9. cumprir as determinações deste Edital.

3

2.7. O candidato nomeado que, no ato da posse, não tiver comprovado o
atendimento aos requisitos enumerados nos itens 2.6.1. a 2.6.9. deste Edital, terá sua
nomeação tornada sem efeito.
3 ­ DA INSCRIÇÃO, DA REDUÇÃO OU ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO E DAS
CONDIÇÕES E/OU PROVA ESPECÍFICAS
3.1. INSCRIÇÃO
A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a tácita aceitação das
disposições e condições estabelecidas neste Edital e nas normas legais pertinentes,
bem como em eventuais aditamentos, comunicados e instruções específicas para a
realização deste Concurso Público, acerca das quais não poderá alegar
desconhecimento.
3.1.1. A inscrição para participar do concurso dar-se-á mediante o
preenchimento da ficha de inscrição e seu correspondente pagamento, observado o
disposto no item 3.4.5. deste Edital e somente poderá ser realizada pela Internet,
no site da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), na página deste Concurso, no
período das 10 horas de 28.09.2017 às 23h59min de 31.10.2017.
3.1.2. O valor da taxa de inscrição é de R$ 57,00 (cinquenta e sete reais),
por cargo em concurso.
3.1.3. Será permitido ao candidato inscrever-se para os 2 (dois) cargos em
concurso, desde que recolha a taxa de inscrição correspondente, sendo-lhe vedada,
no entanto, efetivar inscrição para mais de uma opção de cidade de lotação relativa
ao cargo de "Agente de Fiscalização."
3.1.4. O candidato ­ no período de inscrições ­ deverá:
3.1.4.1. acessar, no período das 10 horas de 28.09.2017 às
23h59min de 31.10.2017, o "link" próprio deste Concurso, no site da Fundação
VUNESP (www.vunesp.com.br);
3.1.4.2. localizar, no site, o "link" correlato a este Concurso Público;
3.1.4.3. ler na íntegra e atentamente este Edital e preencher, total e
corretamente, a ficha de inscrição, conforme ali solicitado, especialmente:
a) se necessitar, requerer ajudas e/ou condições específicas para
a realização da Prova Objetiva, nos moldes do que dispõe o Item 4 deste Edital (se
tencionar concorrer como pessoa com deficiência);
b) se necessitar, requerer ajudas técnicas e/ou condições
específicas para a realização da Prova Objetiva, nos moldes do que dispõe o item 3.5.
deste Edital (se NÃO for pessoa com deficiência e necessitar dessas ajudas e/ou
condições);
c) se exerce/exerceu ­ até a data do término das inscrições ­ a
função de jurado (vide itens 8.2. até 8.2.3. deste Edital).
3.1.4.4. transmitir os dados para a inscrição, bem como imprimir o
boleto bancário até o dia 31.10.2017;
3.1.5. Efetivada a inscrição com recolhimento da taxa de inscrição nos
moldes do estabelecido no item 3.4.5. deste Edital, não será aceito pedido para:
3.1.5.1. alteração para troca de opção;
3.1.5.2. alteração ou substituição ou complementação de solicitação
de ajudas e/ou condições específicas para a realização da Prova Objetiva;
3.1.5.3 devolução da correspondente importância paga.
3.1.6. Para o pagamento da taxa de inscrição:
3.1.6.1. somente poderá ser utilizado o boleto bancário gerado no
período de inscrições;
3.1.6.2. deverá ser efetuado até o dia 01.11.2017;

4

3.1.6.3. em caso de feriado ou evento que acarrete o fechamento de
agências bancárias na localidade em que se encontra o candidato, o boleto deverá ser
pago antecipadamente;
3.1.6.4. poderá ser efetuado em dinheiro ou em cheque, em qualquer
agência bancária;
3.1.6.5. em cheque, somente será considerada efetivada a inscrição
após a respectiva compensação;
3.1.6.6. se, por qualquer razão, o cheque for devolvido, a inscrição
do candidato será automaticamente cancelada;
3.1.6.7. não será aceito pagamento por outro meio que não o
especificado neste Edital;
3.1.6.8. por agendamento somente será aceito se comprovada a sua
efetivação até o dia 01.11.2017.
3.2. REDUÇÃO
Com amparo na Lei Estadual nº 12.782/2007, o candidato terá direito à
REDUÇÃO de 50% (cinquenta por cento) no valor da taxa de inscrição, desde que
CUMULATIVAMENTE atenda e comprove os seguintes requisitos:
3.2.1. ser estudante regularmente matriculado em uma das séries do
ensino fundamental ou médio, curso pré-vestibular ou curso superior, em nível de
graduação ou pós-graduação; e
3.2.2. perceber remuneração mensal inferior a 2 (dois) salários-mínimos ou
esteja desempregado.
3.2.3. a documentação comprobatória para a solicitação de REDUÇÃO
do correspondente valor da taxa de inscrição é a seguinte:
a) certidão ou declaração expedida por instituição de ensino pública
ou privada, comprovando a sua condição estudantil; ou
a1) carteira de identidade estudantil ou documento similar, expedido
por instituição de ensino pública ou privada ou por entidade de representação
estudantil; e
b) comprovante de renda especificando perceber remuneração
mensal inferior a 2 (dois) salários-mínimos; ou
b1) declaração ­ por escrito ­ da condição de desempregado (vide
modelo no Anexo II deste Edital).
3.2.4. O candidato que preencher as condições estabelecidas
poderá/deverá solicitar a REDUÇÃO no valor da taxa de inscrição obedecendo aos
seguintes procedimentos:
a) acessar, no período das 10 horas de 28.09.2017 às 23h59min de
29.09.2017, o "link" próprio deste Concurso, no site da Fundação VUNESP
(www.vunesp.com.br);
b) no formulário de inscrição, na opção de pagamento da taxa de
inscrição, optar por "pagamento reduzido", preenchendo esse formulário com os
dados ali solicitados;
c) acessar a "área do candidato" e enviar a documentação
comprobatória especificada nas alíneas "a" até "b.1.", do item 3.2.3., deste Edital, por
meio digital (nas extensões "pdf" ou "png" ou "jpg" ou "jpeg").
d) o candidato poderá ­ durante o período das 10 horas de
28.09.2017 às 23h59min de 29.09.2017 ­ juntar nova documentação ou excluir
documentação que tenha juntado para justificar/satisfazer a solicitação de redução de
taxa de inscrição. Essa providência somente deverá ser realizada o "link" próprio
deste Concurso, no site da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br).
3.2.5. Não será considerada a documentação comprobatória relativa à
solicitação de redução da taxa de inscrição encaminhada por outro meio que não o
estabelecido na alínea "c", do item 3.2.4., deste Edital.
5

3.2.6. O candidato deverá, a partir das 10 horas de 19.10.2017, acessar o
site da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), na página deste Concurso, para
verificar o resultado da solicitação pleiteada (referente à REDUÇÃO).
a) o candidato que tiver a solicitação de REDUÇÃO deferida
deverá acessar novamente o "link" próprio na página deste Concurso, no site da
Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), digitar o seu CPF e proceder à solicitação
da inscrição até o dia 31.10.2017, imprimindo o boleto bancário, bem como
procedendo ao seu pagamento, com valor da taxa de inscrição reduzida, até o dia
01.11.2017.
b) o candidato que tiver a solicitação de REDUÇÃO indeferida
poderá interpor recurso conforme previsto nos itens 9.1.1.1. e 9.2.1. deste Edital.
3.2.7. Analisados os recursos interpostos com base na alínea "b", do item
3.2.6. deste Edital, seus resultados serão divulgados conforme o disposto no item
11.3. deste Edital.
a) se esse recurso for deferido: o candidato deverá acessar
novamente o "link" próprio na página deste Concurso, no site da Fundação VUNESP
(www.vunesp.com.br), digitar o seu CPF e proceder à solicitação da inscrição até o
dia 31.10.2017, imprimindo o boleto bancário, bem como procedendo ao seu
pagamento, com o correspondente valor da taxa de inscrição reduzida, até o dia
01.11.2017.
b) se esse recurso for indeferido, o candidato deverá ­ se quiser
se inscrever ­ acessar novamente o "link" próprio na página deste Concurso, no site
da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), digitar o seu CPF e proceder à
solicitação da inscrição até o dia 31.10.2017, imprimindo o boleto bancário, bem como
procedendo ao pagamento da taxa de inscrição plena, até o dia 01.11.2017.
3.2.8. O candidato que não efetivar a inscrição mediante o recolhimento do
valor da taxa, reduzido ou pleno, conforme o caso, terá o pedido de inscrição
indeferido.
3.3. ISENÇÃO
Com amparo na Lei Estadual nº 12.147/2005, o candidato terá direito à
ISENÇÃO do correspondente valor da taxa de inscrição, desde que
CUMULATIVAMENTE atenda e comprove os seguintes requisitos:
3.3.1. ser doador de sangue a órgão oficial ou a entidade credenciada pela
União, pelo Estado ou por Município, mediante entrega de documento expedido pela
entidade coletora; e
3.3.2. ter realizado doações de sangue às entidades mencionadas no item
3.3.1., deste Edital em número não inferior a 3 (três) em um período de 12 (doze)
meses.
3.3.3. O candidato que preencher as condições estabelecidas
poderá/deverá solicitar a ISENÇÃO do correspondente valor da taxa de inscrição
obedecendo aos seguintes procedimentos:
a) acessar, no período das 10 horas de 28.09.2017 às 23h59min de
29.09.2017, o "link" próprio deste Concurso, no site da Fundação VUNESP
(www.vunesp.com.br);
b) no formulário de inscrição, na opção de pagamento da taxa de
inscrição, optar por "isento", preenchendo esse formulário com os dados ali
solicitados;
c) acessar a "área do candidato" e enviar a documentação
comprobatória especificada nos itens 3.3.1 e 3.3.2 deste Edital, por meio digital (nas
extensões "pdf" ou "png" ou "jpg" ou "jpeg").
6

3.3.4. O candidato poderá ­ durante o período das 10 horas de
28.09.2017 às 23h59min de 29.09.2017 ­ juntar nova documentação ou excluir
documentação que tenha juntado para justificar/satisfazer a solicitação de isenção de
taxa de inscrição. Essa providência somente deverá ser realizada o "link" próprio
deste Concurso, no site da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br).
3.3.5. Não será considerada a documentação comprobatória relativa à
solicitação de isenção da taxa de inscrição encaminhada por outro meio que não o
estabelecido na alínea "c", do item 3.3.3., deste Edital.
3.3.6. O candidato deverá, a partir das 10 horas de 19.10.2017, acessar o
site da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), na página deste Concurso, para
verificar o resultado da solicitação pleiteada (referente à ISENÇÃO).
a) o candidato que tiver a solicitação de ISENÇÃO deferida estará
inscrito automaticamente (não será gerado boleto relativo ao pagamento da taxa de
inscrição).
b) o candidato que tiver a solicitação de ISENÇÃO indeferida
poderá interpor recurso conforme previsto nos itens 9.1.1.2. e 9.2.1. deste Edital.
3.3.7. Analisados os recursos interpostos com base na alínea "b" do item
3.3.6. deste Edital, seus resultados serão divulgados conforme o disposto no item
11.3. deste Edital.
a) se esse recurso for deferido: o candidato estará
automaticamente inscrito;
b) se esse recurso for indeferido, o candidato deverá ­ se quiser
se inscrever ­ acessar novamente o "link" próprio na página deste Concurso, no site
da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), digitar o seu CPF e proceder à
solicitação da inscrição até o dia 31.10.2017, imprimindo o boleto bancário, bem como
procedendo ao correspondente pagamento da taxa de inscrição plena, até o dia
01.11.2017.
3.3.8. O candidato que não efetivar a inscrição mediante o recolhimento do
correspondente valor da taxa terá o pedido de inscrição indeferido.
3.4. ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE A INSCRIÇÃO
Objetivando evitar ônus desnecessário, o candidato deverá:
3.4.1. orientar-se no sentido de recolher o correspondente valor da
inscrição somente após tomar conhecimento de todos os requisitos exigidos para este
Concurso;
3.4.2. observar que as Provas Objetivas para o cargo de Agente da
Fiscalização (opções 002 a 011) e para o cargo de Agente da Fiscalização­
Administração (opção 001) serão realizadas na mesma data, em horários distintos;
3.4.3. o candidato poderá efetuar sua inscrição nos Infocentros (locais
públicos de acesso à internet, do Programa Acessa São Paulo) obtendo endereços em
consulta ao respectivo site (www.acessasp.sp.gov.br);
3.4.4. às 24 horas do último dia do período de inscrições, a ficha de
inscrição e o boleto bancário não estarão mais disponíveis no site;
3.4.5. a efetivação da inscrição ocorrerá após a confirmação, pelo banco,
do correspondente pagamento da taxa de inscrição;
3.4.6. a pesquisa relativa à situação da inscrição deverá ser feita no site da
Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), na página deste Concurso, que estará
disponível a partir de 3 (três) dias úteis após o encerramento do período de inscrições;

7

3.4.7. caso seja detectado algum problema, o candidato deverá entrar em
contato com a Fundação VUNESP, por meio do telefone (0xx11) 3874-6300, nos dias
úteis compreendidos entre segunda-feira e sábado, das 8 às 20 horas;
3.4.8. a Fundação VUNESP e o Tribunal de Contas do Estado de São
Paulo não se responsabilizam por solicitações ­ de inscrição; de redução de taxa de
inscrição; de isenção de taxa de inscrição ­ realizadas por meio da internet não
recebidas por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação,
congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem
técnica que impossibilitem a transferência de dados;
3.4.9. não será efetivada a inscrição se o correspondente pagamento da
taxa de inscrição for realizado após o dia 01.11.2017 e/ou se o correspondente
pagamento da taxa de inscrição for feito a menor do que o estipulado neste Edital;
3.4.10. não serão aceitos pagamentos por depósito em caixa eletrônico, via
postal, fac-símile (fax), transferência ou depósito em conta corrente, DOC, ordem de
pagamento, condicional e/ou extemporâneos ou por qualquer outra via não
especificada neste Edital;
3.4.11. será cancelada a inscrição se for verificado, a qualquer tempo, o
não atendimento a todos os requisitos fixados neste Edital;
3.4.12. As informações prestadas ­ na ficha de inscrição; na solicitação
de redução de taxa de inscrição ou na solicitação de isenção de taxa de
inscrição ­ são de inteira responsabilidade do candidato, podendo, a qualquer tempo,
diante de constatação apurada pela Fundação VUNESP, o Tribunal de Contas do
Estado de São Paulo excluir do Concurso Público aquele que a preencher com dados
incorretos, bem como prestar informações inverídicas, sem prejuízo de
responsabilidade civil e criminal pelo informado.
3.4.13. o candidato inscrito NÃO deverá enviar qualquer documento de
identificação, sendo de sua exclusiva responsabilidade a informação dos dados
cadastrais no ato de inscrição, sob as penas da lei;
3.4.14. não haverá devolução da importância paga, mesmo que efetuada a
mais;
3.4.15. a devolução da taxa de inscrição somente ocorrerá se este
Concurso Público não se realizar.
3.5. DAS CONDIÇÕES E/OU PROVA ESPECÍFICAS
O candidato que NÃO seja pessoa com deficiência que necessitar de ajuda(s)
ou de condição(ões) específica(s) para a realização da Prova Objetiva deverá requerêla(s) na seguinte conformidade.
3.5.1. Acessar, no período das 10 horas de 29.09.2017 às 23h59min de
31.10.2017, o "link" próprio deste Concurso, no site da Fundação VUNESP
(www.vunesp.com.br).
3.5.2. Preencher, total e corretamente, o requerimento relativo à inscrição,
com os dados ali solicitados.
3.5.3. Acessar a "área do candidato" e enviar documento/laudo médico que
comprove e justifique a(s) referida(s) ajuda(s) e/ou condição(ões) por meio digital (nas
extensões "pdf" ou "png" ou "jpg" ou "jpeg").
3.5.4. A(s) solicitação(ões) de ajuda e/ou de condições específicas para a
realização da Prova Objetiva serão analisadas e os seus resultados divulgados
conforme o disposto no item 11.3. deste Edital, tendo como data prevista de
17.11.2017.

8

3.5.5. Não serão considerados os documentos encaminhados após o dia
31.10.2017 e por outro meio que não os estabelecidos no item 3.5.3., deste Edital.
3.5.6. O prazo para interposição de recurso relativamente ao indeferimento
de solicitação de ajuda ou de condições específicas (item 3.5.4. deste Edital) deverá
ser feito nos termos dos itens 9.1.1.4. e 9.2.1., deste Edital.
3.5.7. Analisados os recursos interpostos com base no item 3.5.6. deste
Edital, seus resultados serão divulgados conforme o disposto no item 11.3. deste
Edital, na data prevista de 30.11.2017, não podendo, em nenhuma hipótese, sofrer
alteração no momento de realização da prova.
3.5.8. Não haverá recurso relativamente ao resultado previsto no item
3.5.7. deste Edital.
3.5.9. O atendimento à(s) ajuda(s) ou às condição(ões) específica(s)
solicitadas ficará sujeito à análise da legalidade, viabilidade e razoabilidade do pedido.
4 ­ DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
4.1. Em cumprimento ao disposto na Lei Complementar Estadual nº 1.115/2010,
bem como, no que couber, no Decreto Federal nº 3.298/1999, e observado o decidido
pelo Excelso Supremo Tribunal Federal no Mandado de Segurança MS 26310-5, com
acórdão publicado no Diário de Justiça de 31.10.2007, será reservado aos candidatos
com deficiência o percentual de 5% (cinco por cento) das vagas colocadas em
concurso ­ por opção ­ de acordo com o quadro constante do item 2.2. deste Edital,
sendo-lhes, assegurado, o direito de inscrição neste Concurso Público.
4.1.1. As vagas definidas no item 4.1. deste Edital que não forem providas
por falta de candidatos inscritos como pessoas com deficiência ou pela não habilitação
desses candidatos neste Concurso ou ainda pela inaptidão na perícia médica ou pela
inaptidão na junta médica por esses candidatos serão preenchidas pelos demais
candidatos, em estrita observância à ordem de classificação, por opção.
4.2. O candidato que se julgar amparado pelo disposto na Lei Complementar
Estadual nº 1.115/2010 e, no que couber, pelo Decreto Federal nº 3.298/1999,
concorrerá ­ sob sua inteira responsabilidade ­ às vagas reservadas às pessoas
com deficiência, as quais participarão deste Concurso Público em igualdade de
condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo das provas, à
avaliação e aos critérios de aprovação, ao dia, duração (vide itens 4.4.2. e alínea "c"
do item 4.5.2., deste Edital), horário e local de aplicação das provas e à nota mínima
exigida, assim como deverá atender às demais exigências previstas neste Edital.
4.3. Cabe ao candidato ­ antes de se inscrever ­ verificar se as atribuições
de sua respectiva opção, conforme consta dos itens 2.4.1. e 2.4.2., deste Edital, são
compatíveis com a(s) sua(s) deficiência(s).
4.4. A documentação comprobatória para concorrer como pessoa com
deficiência e/ou para ter deferida solicitação relativa a tempo adicional para a
execução da Prova Objetiva, é a seguinte:
4.4.1. laudo médico que ateste o tipo de deficiência e o seu grau, com
expressa referência ao Código Internacional de Doenças (CID 10); e
4.4.2. laudo médico emitido por médico especialista na área de deficiência
do candidato, contendo, também, se for o caso, justificativa/parecer para a
necessidade de tempo adicional para a realização da Prova Objetiva.
4.5. O candidato que deseja concorrer às vagas reservadas às pessoas com
deficiência ­ no ato da inscrição ­ deverá:
4.5.1. acessar, no período das 10 horas de 28.09.2017 às 23h59min de
31.10.2017, o "link" próprio deste Concurso, no site da Fundação VUNESP
(www.vunesp.com.br);
4.5.2. preencher, total e corretamente, o requerimento relativo à inscrição,
com dados ali solicitados, especialmente:
9

com deficiência;

a) especificar/indicar o(s) tipo(s) de deficiência(s) que possui;
b) informar se deseja concorrer às vagas reservadas às pessoas

c) indicar, se necessário, qual (quais) ajuda(s) e condição(ções)
específica(s) necessária(s) para a realização da Prova Objetiva, conforme
discriminado no item 4.6. deste Edital, inclusive de tempo adicional para sua
execução;
4.5.3. acessar a "área do candidato" e enviar a documentação
comprobatória especificada nos itens 4.4.1. e 4.4.2. deste Edital por meio digital (nas
extensões "pdf" ou "png" ou "jpg" ou "jpeg").
4.6. As ajudas e as condições específicas para realização da prova poderão,
conforme o caso, envolver as seguintes ações:
4.6.1. ao candidato com deficiência visual:
4.6.1.1. amblíope:
a) que solicitar Prova Objetiva impressa em caracteres
ampliados, a Fundação VUNESP a fornecerá na fonte Arial e corpo 24; ou
b) que solicitar (para a Prova Objetiva), fiscal ledor com leitura
fluente, a Fundação VUNESP o fornecerá.
4.6.1.2. cego ou de baixa visão:
a) que solicitar Prova Objetiva em "braile", a Fundação
VUNESP a fornecerá impressa nesse sistema e suas respostas deverão ser
transcritas também em Braile. O candidato deverá levar para esse fim, no dia da
aplicação da Prova Objetiva, reglete e punção, podendo utilizar-se de soroban; ou
b) que solicitar Prova Objetiva com software leitor de tela, a
Fundação VUNESP fornecerá equipamento (computador ou notebook) com o software
NVDA disponível (para uso do candidato durante a realização de sua Prova Objetiva).
4.6.2. ao candidato com deficiência auditiva:
a) que solicitar (para a Prova Objetiva), fiscal intérprete de LIBRAS
(nos termos da Lei Federal nº 12.319/2010, preferencialmente com habilitação no
exame de proficiência em LIBRAS - PRÓ-LIBRAS), a Fundação VUNESP o fornecerá;
e/ou
b) que solicitar (para a Prova Objetiva) uso de aparelho auricular, a
Fundação VUNESP autorizará a utilização, desde que sujeita à inspeção e aprovação,
no dia dessa prova.
4.6.3. ao candidato com deficiência física, a Fundação VUNESP
fornecerá, ao candidato que solicitar, nos termos de seu pedido:
a) mobiliário adaptado, bem como espaços adequados para a
realização da prova;
b) designação de fiscal para auxiliar no manuseio da prova e para
transcrição das respostas;
c) facilidade de acesso às salas da prova e demais instalações
relacionadas a este Concurso.
4.7. A(s) solicitação(ções) de participação como pessoa com deficiência,
a(s) solicitação(ões) de ajuda e/ou de condições específicas para a realização da
Prova Objetiva, bem como a solicitação relativa ao tempo adicional para a
realização da Prova Objetiva, serão analisadas e o seu resultado publicado, por meio
de edital.
4.7.1. O edital mencionado no item 4.7. deste Edital ­ a ser publicado na
data prevista de 17.11.2017, na conformidade do disposto no item 11.3. deste Edital conterá relação, em ordem alfabética dos candidatos, com o(s) deferimento(s) e o(s)
indeferimento(s) relativos:
a) aos pedidos de inscrição na condição de pessoa com
deficiência;
b) aos pedidos para concorrer à(s) vaga(s) reservadas às pessoas
com deficiência;
10

c) às respectiva(s) solicitação(ões) de ajuda e/ou de condições
específicas para a realização da Prova Objetiva;
d) ao tempo adicional para a realização da Prova Objetiva.
4.7.2. O prazo para interposição de recurso relativamente ao indeferimento
mencionado no item 4.7.1., deverá ser feito conforme previsto nos itens 9.1.1.3. a
9.1.1.5. e 9.2.1., todos deste Edital.
4.7.3. Analisados os recursos interpostos com base no item 4.7.2., seus
resultados serão divulgados conforme o disposto no item 11.3. ambos deste Edital,
com data prevista de 30.11.2017, não podendo, em nenhuma hipótese, sofrer
alteração no momento de realização da prova.
4.7.4. Não caberá recurso relativamente ao resultado divulgado no item
4.7.3. deste Edital.
4.8. O atendimento às ajudas ou às condições específicas:
4.8.1. que estejam previstas neste Edital, ficará sujeito ao cumprimento ­
pelo candidato ­ do disposto no item 4.5. deste Edital, em conformidade com o seu
caso específico e à análise da legalidade, viabilidade e razoabilidade do pedido.
4.8.2. que não estejam previstas neste Edital, ficará sujeito à análise da
legalidade, viabilidade e razoabilidade do pedido.
4.9. O candidato:
4.9.1. com deficiência que não se inscreva e/ou não requeira ­ nos
termos e no prazo previstos neste Edital ­ essa condição (ou seja, de participação,
neste Concurso, como pessoa com deficiência) ou não anexe (nos termos do disposto
no item 4.5.3. deste Edital), a documentação relativa à comprovação de sua
deficiência, não será considerado como pessoa com deficiência para fins deste
Concurso Público, quaisquer que sejam os motivos alegados;
4.9.2. com deficiência que não se inscreva e/ou não requeira ­ nos
termos e no prazo previstos neste Edital ­ a necessidade de prova específica ou de
ajuda específica para a realização da Prova Objetiva ou não anexe (nos termos do
disposto no item 4.5.3. deste Edital), a documentação que comprove essa
necessidade, não terá a prova e/ou a ajuda ou a condição
autorizadas/preparadas, quaisquer que sejam os motivos alegados.
4.10. Não caberá recurso em favor de sua condição de pessoa com deficiência,
o candidato:
4.10.1. que não realize sua inscrição como tal, nos termos deste Edital;
4.10.2. que não anexe, documentação que comprove essa condição, nos
termos e no prazo determinados neste Edital.
4.11. A não observância, pelo candidato, de qualquer das disposições deste Item
implicará a perda do direito a ser nomeado para as vagas reservadas aos candidatos
com deficiência.
4.12. O candidato que concorre como pessoa com deficiência será convocado
pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, nos termos do Item 8 deste Edital,
para realização de perícia médica (e, se necessário, de junta médica) com a finalidade
de efetiva comprovação da(s) deficiência(s) declarada(s) no ato da inscrição, bem
como de verificação da compatibilidade de sua(s) deficiência(s) com o exercício das
respectivas atribuições do cargo, conforme opção feita na inscrição.
4.13. O laudo médico entregue pelo candidato terá validade unicamente para
este Concurso Público e não será devolvido.
4.14. Após a investidura do candidato, a deficiência não poderá ser arguida para
justificar a concessão de licença para tratamento de saúde, readaptação ou
aposentadoria por invalidez.
5 ­ DA PROVA:
CONVOCAÇÃO

CONTEÚDO,

LOCAL

11

DE

PRESTAÇÃO,

DURAÇÃO,

5.1. O Concurso Público constará de Prova Objetiva ­ de caráter eliminatório e
classificatório - com 80 questões objetivas de múltipla escolha, com 5 (cinco)
alternativas cada, versando sobre os Conteúdos Programáticos constantes do Anexo I
deste Edital, respeitado, em todas as provas, o Acordo Ortográfico em vigor.
5.1.1. As provas serão assim distribuídas:
NÚMERO DE
QUESTÕES

PESOS

Conhecimentos Gerais

40

1

Conhecimentos Específicos

40

2

Conhecimentos Gerais
Agente da
Fiscalização Administração Conhecimentos Específicos

40

1

40

2

CARGOS
Agente da
Fiscalização

PROVA OBJETIVA

5.2. Os locais, a data e os horários para aplicação das Provas Objetivas serão
divulgados, mediante publicação de Edital de Convocação pelo Tribunal de Contas do
Estado de São Paulo, na forma disposta no item 11.3. deste Edital.
5.3. A duração da Prova Objetiva será de 4 horas (240 minutos).
5.4. Caso haja impossibilidade de aplicação da Prova Objetiva na cidade de São
Paulo/SP, por qualquer que seja o motivo, a Fundação VUNESP poderá aplicá-la em
municípios vizinhos.
5.5. O candidato ­ até 3 (três) dias antes da data prevista para a realização
da Prova Objetiva ­ deverá informar-se sobre a sua realização, consultando o site da
Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), na página deste Concurso, ou, ainda,
entrando em contato com a Fundação VUNESP, por meio do telefone (0xx11) 38746300, nos dias úteis compreendidos entre segunda-feira a sábado, das 8 às 20 horas
ou comparecendo ao Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (vide endereço no
Anexo III deste Edital) para consultar o Edital de Convocação.
5.5.1. É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar a
convocação, assim como seu comparecimento em dia, hora e local corretos, de
acordo com o constante no Edital de Convocação publicado, pelo Tribunal de Contas
do Estado de São Paulo, no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE) ­ Caderno
Legislativo.
5.5.2. O candidato somente poderá realizar a Prova Objetiva na data,
horário, local e sala constantes do Edital de Convocação, publicado na página deste
Concurso, não podendo ser alegada qualquer espécie de desconhecimento para
justificar o seu atraso ou a sua ausência ou a sua apresentação em dia, horário ou
local diferentes dos estabelecidos nesse Edital.
5.6. Eventualmente, se, por qualquer que seja o motivo, o nome do candidato
não constar no Edital de Convocação, esse deverá entrar em contato com a Fundação
VUNESP, por meio do telefone (0xx11) 3874-6300, nos dias úteis compreendidos
entre segunda-feira a sábado, das 8 às 20 horas.
5.7. Nesse caso, o candidato poderá participar deste Concurso mediante
preenchimento e assinatura, no dia da Prova Objetiva, de formulário específico
(inclusão condicional), desde que proceda à entrega do original do comprovante de
pagamento da taxa de inscrição efetuado nos moldes previstos neste Edital.
5.8. A inclusão de que trata o item 5.7. deste Edital será realizada de forma
condicional, sujeita à posterior verificação da regularidade da referida inscrição.
5.9. Constatada irregularidade da inscrição, a inclusão do candidato será
automaticamente cancelada, sem direito à reclamação, independentemente de
qualquer formalidade, bem como considerados nulos todos os atos dela decorrentes.
12

5.10. O candidato deverá comparecer ao local da prova, constante do Edital de
Convocação, com antecedência mínima de 60 (sessenta) minutos do horário
estabelecido para o seu início, não sendo admitidos retardatários, sob pretexto algum,
após o fechamento dos portões.
5.11. Somente será admitido no local da prova o candidato que estiver:
5.11.1. munido de um dos seguintes documentos de identificação em
original, com foto que permita a sua identificação, uma vez que nenhum
documento ficará retido:
a) Cédula de Identidade (RG);
b) Carteira de Órgão ou Conselho de Classe;
c) Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
d) Certificado de Alistamento Militar;
e) Carteira Nacional de Habilitação (expedida nos termos da Lei
Federal nº 9.503/1997);
f) Passaporte;
g) Carteira de Identidade expedida pelas Forças Armadas, ou pelas
Polícias Militares ou pelos Corpos de Bombeiros Militares;
5.11.2. portando caneta esferográfica de tinta de cor azul ou preta;
5.11.3. de posse de comprovante de inscrição (somente no caso de o
nome não constar dos locais da Prova Objetiva, no Edital de Convocação publicado
pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo no Diário Oficial do Estado (DOE) ­
Caderno Legislativo e divulgado no site da Fundação VUNESP, na página deste
Concurso.
5.12. O candidato que não apresentar um dos documentos, conforme disposto
no item 5.11.1. deste Edital, não realizará a Prova Objetiva, sendo considerado
ausente e eliminado deste Concurso.
5.13. Não serão aceitos ­ para efeito de identificação ­ por serem documentos
destinados a outros fins: Boletim de Ocorrência, Protocolos de requisição de
documentos, Certidão de Nascimento ou Casamento, Título Eleitoral, Carteira
Nacional de Habilitação (emitida anteriormente à Lei nº 9.503/1997), Carteira de
Estudante, Crachás, Identidade Funcional de natureza pública ou privada.
5.14. Não haverá segunda chamada ou repetição de prova, seja qual for o
motivo alegado para justificar o atraso ou a ausência do candidato.
5.15. O horário de início da prova será definido em cada sala de aplicação, após
os devidos esclarecimentos sobre sua aplicação.
5.16. É terminantemente proibida, sob qualquer alegação, a saída definitiva do
candidato da sala de prova antes de decorridos 75% do tempo de duração da
Prova Objetiva, quando lhe será permitido levar somente a "identificação de
carteira/rascunho de gabarito".
5.17. No ato da realização da Prova Objetiva, serão entregues ao candidato:
5.17.1. O caderno de questões; e
5.17.2 A folha de respostas personalizada (contendo dados
pessoais/cadastrais do candidato).
5.18. O candidato deverá conferir os seus dados pessoais/cadastrais impressos
no caderno de questões e na folha de respostas personalizada, em especial: nome,
número de inscrição, número do documento de identidade, assim como a opção.
5.19. São de responsabilidade do candidato, inclusive no que diz respeito aos
seus dados pessoais, a verificação e a conferência do material entregue pela
Fundação VUNESP, para a realização da Prova Objetiva.
5.19.1. Os eventuais erros de digitação do candidato ­ no ato da
inscrição ­ deverão ser corrigidos por meio acesso pessoal do candidato ao site da
Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), na "área do candidato".
5.19.2. O candidato que não solicitar correção cadastral do respectivo
dado pessoal nos termos do aqui disposto arcará, exclusivamente, com as
consequências advindas de sua omissão.
13

5.20. O candidato não poderá ausentar-se da sala de prova levando qualquer um
dos materiais fornecidos, bem como sem autorização e acompanhamento do fiscal.
5.21. O preenchimento da folha de respostas personalizada ­ que é o único
documento válido para a correção da Prova Objetiva ­ será de inteira
responsabilidade do candidato que deverá proceder em conformidade com as
instruções específicas contidas na capa do caderno de questões e nessa folha.
5.21.1. Não será permitida a interferência ou participação de outras
pessoas, salvo em caso do candidato que tenha solicitado condição especial para
esse fim. Nesse caso, o candidato será acompanhado por um fiscal da Fundação
VUNESP, ao qual deverá ditar as respostas.
5.22. A folha de respostas personalizada deverá ser entregue ­ ao final da prova
­ ao fiscal de sala, com a assinatura do candidato no campo próprio e com a
transcrição das respostas com caneta esferográfica de tinta de cor azul ou preta,
juntamente com o caderno de questões.
5.22.1. A não devolução da folha de respostas e/ou do caderno de
questões ensejará a eliminação do candidato deste Concurso.
5.22.2. Não será permitida a substituição da folha de respostas
personalizada por erro do candidato.
5.23. No primeiro dia útil subsequente ao da aplicação da Prova Objetiva será
disponibilizado caderno de questões, no site da Fundação VUNESP
(www.vunesp.com.br), na página deste Concurso, a partir das 14 horas.
5.24. Não serão computadas questões não respondidas, questões que
contenham mais de uma resposta ­ mesmo que uma delas esteja correta ­ nem
questões que contenham emenda ou rasura, ainda que legíveis.
5.25. Não deverá ser feita nenhuma marca fora do campo reservado às
respostas ou à assinatura, pois qualquer marca poderá ser lida pelas leitoras ópticas,
prejudicando o desempenho do candidato.
5.26. A Fundação VUNESP:
5.26.1. solicitará aos candidatos ­ à entrada da sala de provas ou na
aplicação da Prova Objetiva ­ a autenticação digital;
a) na impossibilidade de o candidato realizar a autenticação digital
conforme descrito no item 5.26.1. deste Edital, esse deverá proceder conforme
orientação do fiscal de sala;
b) a autenticação digital (prevista no item 5.26.1 deste Edital) ou o
cumprimento, pelo candidato, ao disposto na alínea "a" do item 5.26.1. deste Edital,
visam atender ao disposto no Item 10 deste Edital.
5.26.2. poderá ­ no transcorrer da aplicação da Prova Objetiva ­ efetuar
varredura (detector de metais) em ambientes dos prédios dessa aplicação.
5.27. Em caso de necessidade de amamentação durante a realização da Prova
Objetiva, e tão somente nesse caso, a candidata lactante deverá levar um
acompanhante, maior de idade, portando documento oficial de identificação (em
original), que ficará em local reservado para tal finalidade e que será responsável pela
criança. O acompanhante deverá exibir, ao coordenador do local onde a lactante
realizará a prova, documento hábil de identificação, em original, com foto que
permita a sua identificação (vide documentos elencados no item 5.11.1. deste
Edital).
5.27.1. Para tanto, a candidata deverá ­ na semana anterior à data de
realização da Prova Objetiva ­ entrar em contato com a Fundação VUNESP, por
meio do telefone (0xx11) 3874-6300, nos dias úteis compreendidos entre segundafeira a sábado, das 8 às 20 horas, para cientificar-se dos detalhes desse tipo de
atendimento especial.
5.27.2. No momento da amamentação, e sem a presença do(a)
responsável pela criança, a candidata será acompanhada por uma fiscal.
5.27.3. Não haverá compensação do tempo de amamentação à duração
da prova da candidata.
14

5.28. Excetuada a situação prevista no item 5.27. deste Edital, não será
permitida a permanência de acompanhantes (criança ou adulto de qualquer idade),
nas dependências do local de realização da Prova Objetiva, podendo ocasionar,
inclusive, a não participação do candidato neste Concurso Público.
5.29. Deverão permanecer em cada uma das salas de prova os 3 (três) últimos
candidatos, até que o último deles entregue sua prova, assinando termo respectivo e
saindo juntos da sala.
5.30. Não haverá prorrogação do tempo previsto para a aplicação da Prova
Objetiva em virtude de afastamento de candidato da sala de prova, por qualquer
motivo.
5.31. Após o término do prazo previsto para a duração da Prova Objetiva, não
será concedido tempo adicional para o candidato continuar respondendo questão ou
procedendo à transcrição para a folha de respostas personalizada.
5.32. O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e a Fundação VUNESP não
se responsabilizarão por danos, perda ou extravio de documentos e/ou objetos
ocorridos no prédio de realização da Prova Objetiva.
5.33. O candidato que queira fazer alguma reclamação ou sugestão deverá
procurar a sala de coordenação no local em que estiver prestando a Prova Objetiva.
5.34. Quando, após a Prova Objetiva, for constatado, por meio eletrônico,
estatístico, visual, grafológico ou qualquer outro, ter o candidato utilizado processos
ilícitos para a sua realização, sua prova será anulada e, em consequência, será
eliminado deste Concurso.
6 ­ ORIENTAÇÕES GERAIS
6.1. Durante a aplicação da Prova Objetiva não será permitida ao candidato,
além das demais hipóteses previstas neste Edital:
6.1.1. qualquer espécie de consulta, nem o uso de máquinas calculadoras,
pagers, telefones celulares, relógios (de qualquer tipo), qualquer aparelho eletrônico,
protetor auricular, boné, gorro, chapéu, óculos de sol, ou, ainda, material não
autorizado pela Fundação VUNESP como estritamente necessário à realização da
prova;
6.1.2. a utilização de qualquer tipo de aparelho que realize a gravação ou
reprodução de imagem, de som, ou de imagem e som pelo candidato, pelos seus
familiares ou por quaisquer pessoas;
6.1.3. a permanência de acompanhantes nos locais de aplicação, seja qual
for o motivo alegado, exceto no caso específico previsto nos itens 5.27. até 5.27.3.
deste Edital;
6.1.4. o uso de aparelho auditivo (exceto o candidato que tenha obtido
autorização específica para tal, nos moldes do disposto no Item 4 deste Edital).
6.2. O candidato que estiver portando qualquer equipamento eletrônico ou de
comunicação deverá, antes de entrar no prédio de aplicação:
6.2.1. desligá-lo (ainda que os sinais de alarme estejam nos modos de
vibração e silencioso);
6.2.2. retirar as baterias (se possível) para garantir que nenhum som seja
emitido, inclusive do despertador, caso esteja ativado;
6.2.3. acondicioná-lo conforme disposto nos itens 6.3. e 6.4. deste Edital.
6.3. A Fundação VUNESP fornecerá, antes do início da Prova Objetiva,
embalagem para acondicionamento, pelo candidato, de seus objetos/equipamentos
eletrônicos, inclusive de relógio (de qualquer tipo) e de telefone(s) celular(es) e/ou
material de comunicação, sem as respectivas baterias e desligados.
6.4. Essa embalagem deverá permanecer ­ durante toda a aplicação ­
fechada e no local a ser determinado pelo fiscal de aplicação da prova.
6.5. O restante dos materiais pessoais pertencentes aos candidatos (exemplo:
bolsas, sacolas, bonés, chapéus, gorros ou similares, óculos escuros e protetores
15

auriculares) deverão ser acomodados em local a ser indicado pelo fiscal de aplicação
da prova, devendo assim permanecer até o término da prova.
6.6. Será excluído deste Concurso o candidato que, além das demais hipóteses
previstas neste Edital:
6.6.1. apresentar-se após o horário estabelecido para a realização da
Prova Objetiva;
6.6.2. apresentar-se à Prova Objetiva em outro local que não seja o
previsto no Edital de Convocação;
6.6.3. não comparecer à Prova Objetiva, seja qual for o motivo alegado;
6.6.4. não apresentar, ao menos, um dos documentos de identificação
previstos no item 5.11.1. deste Edital, para a realização da Prova Objetiva;
6.6.5. ausentar-se da sala de realização da Prova Objetiva sem o
acompanhamento de um fiscal ou sem autorização do responsável pela aplicação;
6.6.6. retirar-se da sala de realização da Prova Objetiva antes de decorrido
o prazo mínimo estabelecido no item 5.16. deste Edital;
6.6.7. for surpreendido, na sala de aplicação da Prova Objetiva, em
comunicação com outras pessoas e/ou realizando qualquer espécie de consulta a
códigos, livros, manuais, impressos, anotações e/ou outro material que não tenha sido
fornecido pela Fundação VUNESP;
6.6.8. estiver fazendo uso, após o início da Prova Objetiva e/ou durante a
sua duração, de calculadora, de relógio (de qualquer tipo), de protetor auricular, de
boné, de gorro ou de chapéu; de óculos de sol;
6.6.9. estiver usando qualquer equipamento eletrônico e/ou sonoro e/ou de
comunicação na aplicação da Prova Objetiva, ou em desconformidade com o disposto
nos itens 6.2. e/ou 6.3. e/ou 6.4. deste Edital;
6.6.10. estiver portando qualquer equipamento eletrônico e/ou sonoro e/ou
de comunicação (mesmo que esteja desligado e na embalagem fornecida pela
Fundação VUNESP);
6.6.11. lançar mão de meios ilícitos para execução da Prova Objetiva;
6.6.12. não devolver integralmente o material solicitado;
6.6.13. fizer anotação de informações relativas às suas respostas em
material que não seja o fornecido pela Fundação VUNESP;
6.6.14. perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos;
6.6.15. agir com incorreção ou descortesia para com qualquer membro da
equipe encarregada da aplicação da Prova Objetiva.
7 ­ DO JULGAMENTO DA PROVA OBJETIVA
7.1. As Provas Objetivas - de Conhecimentos Gerais e de Conhecimentos
Específicos - serão de caráter eliminatório e classificatório.
7.2. Será considerado habilitado nas Provas Objetivas o candidato que acertar,
no mínimo, 50% da totalidade das questões da prova.
7.2.1. Os candidatos não habilitados nas Provas Objetivas serão
eliminados do Concurso.
7.3. As Provas Objetivas serão estatisticamente avaliadas, de acordo com o
desempenho do grupo a elas submetido, observada a seguinte fórmula:
1

1

x 10 + 50

2

2

x 10 + 50

NP1 = (a ­ m )
1
s
NP2 = (a ­ m )
2
s

NF = (NP1 x 1) + (NP2 x 2)
3
onde,
16

NP1 = Nota Padronizada da Prova Objetiva de Conhecimentos Gerais
1
a = número de acertos na Prova Objetiva de Conhecimentos Gerais
1
m = média de acertos do grupo na Prova Objetiva de Conhecimentos Gerais
1
s = desvio padrão do grupo na Prova Objetiva de Conhecimentos Gerais
NP2 = Nota Padronizada da Prova Objetiva de Conhecimentos Específicos
2
a = número de acertos na Prova Objetiva de Conhecimentos Específicos
2
m = média de acertos do grupo na Prova Objetiva de Conhecimentos Específicos
2
s = desvio padrão do grupo na Prova Objetiva de Conhecimentos Específicos
NF = Nota Final do candidato, considerando a atribuição de pesos às Provas
Objetivas de Conhecimentos Gerais (1) e de Conhecimentos Específicos (2)

7.4. As Notas Padronizadas (NP1 e NP2) serão calculadas sobre o total de
candidatos presentes habilitados por acertos, nas provas dos respectivos cargos.
7.5. Na avaliação de cada prova será utilizado o escore padronizado, com média
igual a 50 (cinquenta) e desvio padrão igual a 10 (dez).
7.6. Esta padronização das notas de cada prova tem por finalidade avaliar o
desempenho do candidato em relação aos demais, permitindo que a posição relativa
de cada candidato reflita sua classificação em cada prova. Na avaliação das provas do
Concurso:
a) é contado o total de acertos de cada candidato em cada prova;
b) são calculadas as notas de cada Prova Objetiva (A1 ­ Conhecimentos
Gerais e A2 ­ Conhecimentos Específicos);
c) são calculadas a média e o desvio padrão dos acertos de todos os
candidatos em cada Prova Objetiva;
d) é transformado o total de acertos de cada candidato, em cada Prova
Objetiva, em Nota Padronizada (NP1 - Conhecimentos Gerais e NP2 - Conhecimentos
Específicos);
e) para tanto, calcula-se a diferença entre o total de acertos do candidato
em cada prova Prova Objetiva (a1 e a2) e a média de acertos do grupo em cada prova
(m1 e m2), divide-se essa diferença pelo desvio padrão (s1 e s2) do grupo da prova,
multiplica-se o resultado por 10 (dez) e soma-se 50 (cinquenta);
f) as Notas Padronizadas obtidas por Prova Objetiva (NP1 e NP2) são
multiplicadas pelos respectivos pesos (item 5.1.1. do Edital), sendo então somadas e
posteriormente divididas por 3 (três), obtendo-se, assim, a Nota Final (NF) de cada
candidato.
8 ­ DA CLASSIFICAÇÃO DOS CANDIDATOS
8.1. Para a obtenção da classificação PRÉVIA:
8.1.1. relativa ao cargo de Agente da Fiscalização (opções 002 a 011),
os candidatos habilitados serão classificados em ordem decrescente da nota final
obtida nas Provas Objetivas, em 3 (três) listas, a saber:
a) Lista de Classificação Prévia - Opção, contendo todos os
candidatos inscritos na opção, inclusive os candidatos que concorrem como pessoas
com deficiência;
b) Lista de Classificação Prévia - Especial, contendo somente os
candidatos que concorrem como pessoas com deficiência; e
c) Lista de Classificação Prévia ­ Geral, contendo todos os
candidatos inscritos em todas as opções, inclusive os que concorrem como
pessoas com deficiência.
8.1.1.1. Na hipótese de igualdade de nota final, terá preferência
sucessivamente o candidato que:
a) tiver idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, conforme
estabelece a Lei nº 10.741/2003 (Estatuto do Idoso), sendo considerada para tal fim a
data da aplicação da Prova Objetiva;
17

b) tiver maior número de acertos nas questões de
Conhecimentos Específicos (disciplina Direito Administrativo);
c) tiver maior número de acertos nas questões de
Conhecimentos Específicos (disciplina Contabilidade Pública);
d) tiver maior número de acertos nas questões de
Conhecimentos Gerais (disciplina Língua Portuguesa);
e) tiver sido, comprovadamente, jurado, nos termos do disposto
no artigo 440 do Código de Processo Penal (Decreto-Lei nº 3.689/1941), alterado pela
Lei Federal nº 11.689/2008, conforme disposto nos itens 8.2. até 8.2.3. deste Edital;
f) persistindo o empate, mesmo depois de aplicados os critérios
de desempate previstos nas alíneas "a" até "e", do item 8.1.1.1. deste Edital, terá
preferência o candidato de maior idade, sendo considerada para tal fim a data da
aplicação da Prova Objetiva.
8.1.2. relativa ao cargo de Agente da Fiscalização­Administração
(opção 001), os candidatos habilitados serão classificados em ordem decrescente da
nota obtida na Prova Objetiva, em duas listas, a saber:
a) Lista de Classificação Prévia - Geral, contendo todos os
candidatos, inclusive os candidatos que concorrem como pessoas com deficiência; e
b) Lista de Classificação Prévia - Especial, contendo somente os
candidatos que concorrem como pessoas com deficiência.
8.1.2.1. Na hipótese de igualdade de nota final, terá preferência
sucessivamente o candidato que:
a) tiver idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, conforme
estabelece a Lei nº 10.741/2003 (Estatuto do Idoso), sendo considerada para tal fim a
data da aplicação da Prova Objetiva;
b) tiver maior número de acertos nas questões de
Conhecimentos Específicos (disciplina Direito Administrativo);
c) tiver maior número de acertos nas questões de
Conhecimentos Específicos (disciplina Direito Constitucional);
d) tiver maior número de acertos nas questões de
Conhecimentos Gerais (disciplina Língua Portuguesa);
e) tiver sido, comprovadamente, jurado, nos termos do disposto
no artigo 440 do Código de Processo Penal (Decreto-Lei nº 3.689/1941), alterado pela
Lei Federal nº 11.689/2008, conforme disposto nos itens 8.2. até 8.2.3. deste Edital;
f) persistindo o empate, mesmo depois de aplicados os critérios
de desempate previstos nas alíneas "a" até "e", do item 8.1.2.1. deste Edital, terá
preferência o candidato de maior idade, sendo considerada para tal fim a data da
aplicação da Prova Objetiva.
8.2. O candidato deverá informar ­ no ato da inscrição ­ se exerce/exerceu,
até a data do término das inscrições, a função de jurado.
8.2.1. Este dado não poderá ser retificado/alterado à vista de que será
considerado o informado na data da inscrição.
8.2.2. O candidato ­ no ato de posse do cargo ­ deverá entregar prova
documental de que exerceu essa função de jurado, conforme disposto no Item 10
deste Edital.
8.2.3. Será eliminado deste Concurso, o candidato que ­ no ato da posse
­ não comprove, documentalmente, conforme disposto no Item 10 deste Edital, ter
exercido a função de jurado, desde que tenha declarado essa condição (no ato da
inscrição), bem como tenha sido beneficiado desse critério de desempate para este
Concurso.
8.3. Nos termos do que dispõe o artigo 3º da Lei Complementar Estadual nº
1.115/2010, no prazo de 5 (cinco) dias contados da publicação da Lista de
Classificação Prévia Especial, respeitada a capacidade de atendimento do
Departamento de Perícias Médicas do Estado de São Paulo - DPME, todos os
candidatos com deficiência aprovados serão convocados, nos termos do item 11.3.
18

deste Edital, para submeterem-se à perícia médica (e, se necessário, à junta médica),
com a finalidade de efetiva comprovação da(s) deficiência(s) declarada(s) no ato da
inscrição, bem como de verificação da compatibilidade de sua(s) deficiência(s) com o
exercício das respectivas atribuições do cargo, conforme opção feita na inscrição.
8.4. A perícia médica será realizada pelo Departamento de Perícias Médicas do
Estado ­ DPME, na cidade de São Paulo/SP, por especialista na área de deficiência
de cada candidato, devendo o laudo ser proferido no prazo de 5 (cinco) dias contados
do respectivo exame, respeitada, ainda, a capacidade do Departamento de Perícias
Médicas do Estado - DPME.
8.4.1. O candidato com deficiência deverá comparecer à perícia e à junta
médica, se for o caso, munido de:
a) original de documento de identificação (conforme previsto no item
5.11.1. deste Edital);
b) laudo médico (original ou cópia autenticada) circunstanciado que
ateste a espécie e o grau de deficiência, com expressa referência ao código
correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID);
c) demais documentos e exames que comprovem a(s) sua(s)
deficiência(s) e/ou outros documentos estabelecidos no edital de convocação para a
realização da perícia médica e/ou para a realização da junta médica.
8.4.2. Não haverá segunda chamada, seja qual for o motivo alegado, para
justificar o atraso ou a ausência do candidato na perícia médica ou na junta médica.
8.5. Quando a perícia concluir pela inaptidão do candidato, constituir-se-á, no
prazo de 5 (cinco) dias, respeitada a capacidade de atendimento do Departamento de
Perícias Médicas do Estado - DPME, junta médica para nova inspeção, da qual poderá
participar profissional indicado pelo interessado.
8.6. A indicação de profissional pelo interessado deverá ser feita no prazo de 5
(cinco) dias contados da ciência do laudo referido no item 8.4. deste Edital.
8.7. O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo divulgará Edital de Resultado
da Perícia Médica e Edital de Resultado da Junta Médica, nos termos do item 11.3
deste Edital.
8.8. Não caberá qualquer recurso da decisão proferida pela junta médica.
8.9. Após a realização da perícia médica e da junta médica:
8.9.1. O candidato considerado "pessoa com deficiência" e "apto para
exercer as atribuições do cargo" será incluído na Lista de Classificação Final
Opção, na Lista de Classificação Final Especial - Opção e, na Lista de
Classificação Final - Geral relativa ao cargo de Agente da Fiscalização (vide item
8.10 deste Edital).
8.9.2. O candidato considerado "pessoa com deficiência" e "inapto para
exercer as atribuições do cargo" será excluído deste Concurso Público.
8.9.3. O candidato não considerado "pessoa com deficiência" e o que não
comparecer a perícia médica e/ou junta médica será excluído da Lista de
Classificação Final Especial - Opção, permanecendo, porém, nas demais.
8.10. Findos os trabalhos relativos à perícia médica e à junta médica, serão
elaboradas e divulgadas nos termos do item 11.3. deste Edital:
8.10.1. Em relação ao cargo de Agente da Fiscalização:
8.10.1.1. a Lista de Classificação Final - Opção, que conterá, em
ordem de classificação: os nomes de todos os candidatos aprovados, seus respectivos
números de inscrição; seus respectivos números de documentos de identificação;
suas respectivas notas na Prova Objetiva e suas respectivas classificações neste
Concurso, incluídos os nomes dos candidatos considerados, concomitantemente,
"candidatos com deficiência" e "APTOS para o exercício do cargo";
8.10.1.2. a Lista de Classificação Final Especial - Opção, que
conterá, em ordem de classificação, somente os nomes dos candidatos aprovados que
concorrerem como pessoas com deficiência e considerados, concomitantemente,
"candidatos com deficiência" e "APTOS para o exercício do cargo"; com seus
19

respectivos números de inscrição; seus respectivos números de documentos de
identificação; suas respectivas notas na Prova Objetiva e suas respectivas
classificações neste Concurso;
8.10.1.3. a Lista de Classificação Final - Geral relativa ao cargo
de Agente da Fiscalização, agrupando todos os candidatos das opções 002 a 011,
que conterá: os nomes de todos os candidatos aprovados nessas opções,
classificados em ordem decrescente da nota final; seus respectivos números de
inscrição; seus respectivos números de documentos de identificação; suas respectivas
notas na Prova Objetiva e suas respectivas classificações nessa lista.
8.10.2. Em relação ao cargo de Agente da Fiscalização-Administração:
8.10.2.1. a Lista de Classificação Final - Geral, que conterá, em
ordem de classificação: os nomes de todos os candidatos aprovados, seus respectivos
números de inscrição; seus respectivos números de documentos de identificação;
suas respectivas notas na Prova Objetiva e suas respectivas classificações neste
Concurso, incluídos os nomes dos candidatos considerados, concomitantemente,
"candidatos com deficiência" e "APTOS para o exercício do cargo";
8.10.2.2. a Lista de Classificação Final - Especial, que conterá, em
ordem de classificação, somente os nomes dos candidatos aprovados que
concorrerem como pessoas com deficiência e considerados, concomitantemente,
"candidatos com deficiência" e "APTOS para o exercício do cargo"; com seus
respectivos números de inscrição; seus respectivos números de documentos de
identificação; suas respectivas notas na Prova Objetiva e suas respectivas
classificações neste Concurso;
8.11. As vagas reservadas nos termos do item 2.2. que não forem preenchidas
por falta de candidatos com deficiência ou por reprovação no Concurso Público ou na
perícia médica serão preenchidas pelos demais candidatos, com estrita observância à
ordem classificatória por opção, onde houver e, esgotada essa, à ordem de
classificação final geral.
9 ­ DOS RECURSOS
9.1. Caberá um único recurso relativamente:
9.1.1. Ao indeferimento da solicitação:
9.1.1.1. de REDUÇÃO da taxa de inscrição;
9.1.1.2. de ISENÇÃO da taxa de inscrição;
9.1.1.3. de participação como pessoa com deficiência;
9.1.1.4. de condição especial para a realização da(s) prova(s);
9.1.1.5. de tempo adicional para a realização da Prova Objetiva;
9.1.2. à aplicação da Prova Objetiva;
9.1.3. ao gabarito da Prova Objetiva (vide determinação contida no item
9.6.3. deste Edital);
9.1.4. ao resultado/nota na Prova Objetiva;
9.1.5. à classificação prévia.
9.2. O prazo para protocolar recurso será de 3 (três) dias úteis a contar:
9.2.1. da data da publicação, no Diário Oficial do Estado de São Paulo
(DOE) ­ Caderno Legislativo, do respectivo evento a que se referir a publicação;
9.2.2. da liberação do caderno de questões das provas objetivas, conforme
estabelecido no Anexo IV deste Edital.
9.3. A matéria do recurso será restrita à alegação de irregularidade insanável ou
de preterição de formalidade essencial e não terá efeito suspensivo.
9.3.1. No caso de recurso em pendência à época da realização de
algumas das etapas do Concurso Público, o candidato poderá participar
condicionalmente da etapa seguinte.
9.4. O recurso somente deverá ser interposto no site da Fundação VUNESP
(www.vunesp.com.br), na página deste Concurso, a partir das 10 horas, bem como
20

conter, obrigatoriamente o relato sucinto do fato motivador do recurso, com o devido
embasamento.
9.5. Para recorrer, o candidato deverá utilizar somente o site da Fundação
VUNESP (www.vunesp.com.br), na página deste Concurso, seguindo as instruções ali
contidas.
9.6. Somente serão apreciados os recursos interpostos para o respectivo evento
a que se referem e expressos em termos convenientes, que apontem circunstâncias
que os justifiquem, assim como interpostos dentro do prazo e da forma prevista neste
Edital.
9.6.1. O recurso interposto fora da forma e dos prazos estipulados neste
Edital será, liminarmente, indeferido, bem como será indeferido aquele que não
apresentar fundamentação e embasamento, ou aquele que não atender às instruções
constantes do link "Recursos" na página específica deste Concurso.
9.6.2. Para o recurso relativo à aplicação da Prova Objetiva, será aceito
apenas um recurso por candidato.
9.6.3. Quando o recurso se referir ao gabarito da Prova Objetiva, admitirse-á um único recurso para cada questão da prova. Esse recurso deverá ser
elaborado de forma individualizada, assim como devidamente fundamentado. A
decisão será tomada mediante parecer técnico da Banca Examinadora.
9.6.4. Quando da publicação do resultado da Prova Objetiva, serão
disponibilizados os espelhos das folhas definitivas de respostas.
9.7. Será também liminarmente indeferido recurso interposto via Correios, por
fax, por e-mail ou por qualquer outro meio além do previsto neste Edital, assim como o
interposto em prazo destinado a evento diverso daquele em andamento.
9.8. Da decisão proferida no recurso, não caberá qualquer outro tipo de apelo.
9.9. O resultado do recurso será dado a conhecer coletivamente, conforme o
disposto no item 11.3. deste Edital.
9.10. O recurso:
9.10.1. Não terá efeito suspensivo;
9.10.2. Não obstará o regular andamento deste Concurso Público.
9.11. O gabarito inicialmente divulgado poderá ser alterado em função da análise
dos recursos interpostos.
9.12. Em caso de anulação de questões ou de alteração de gabarito, as provas
serão corrigidas de acordo com o gabarito oficial definitivo.
9.12.1. Os pontos relativos a questões eventualmente anuladas serão
atribuídos a todos os candidatos presentes à prova, independentemente de
interposição de recurso.
9.13. No caso de provimento de recurso interposto dentro das especificações
deste Edital, poderá haver, eventualmente, alteração da nota, habilitação e/ou
classificação inicial obtida pelos candidatos para uma nota e/ou classificação superior
ou inferior, bem como poderá ocorrer a habilitação ou a desclassificação de
candidatos.
9.14. A Banca Examinadora constitui última instância para os recursos relativos
às questões da prova e notas atribuídas às provas, sendo soberana em suas
decisões.
9.15. Será dado a conhecer coletivamente, por meio de divulgação na forma
prevista no item 11.3 deste Edital, os resultados dos recursos relativos:
9.15.1. à redução de taxa de inscrição: na data prevista de 27.10.2017, a
partir das 10 horas, devendo o candidato proceder conforme descrito na alínea "b" do
item 3.2.7. até item 3.2.8. deste Edital;
9.15.2. à isenção de taxa de inscrição: na data prevista de 27.10.2017, a
partir das 10 horas, devendo o candidato proceder conforme descrito na alínea "b" do
item 3.3.7. até 3.3.8. deste Edital;
9.15.3. à aplicação da Prova Objetiva:, na data prevista de 16.01.2018,
a partir das 10 horas;
21

9.15.4. ao gabarito da Prova Objetiva ou à nota atribuída à Prova
Objetiva: data prevista de 16.01.2018, a partir das 10 horas;
9.15.5. à classificação prévia: data prevista de 01.02.2018, a partir das
10 horas.
9.16. A Fundação VUNESP e o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo não
se responsabilizam por recursos não recebidos por motivos de ordem técnica dos
computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação,
bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de
dados.
10 ­ DO PROVIMENTO
10.1. O provimento dos cargos ficará a critério do Tribunal de Contas do Estado
de São Paulo e obedecerá rigorosamente à ordem de classificação final obtida pelo
candidato, de acordo com o disposto no Item 8 deste Edital, conforme a opção feita
pelo candidato no ato da inscrição, observado o disposto nos itens 1.1.1. a 1.1.3. deste
Edital.
10.1.1. O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo reserva-se o direito
de proceder às nomeações em número que atenda ao interesse e às necessidades do
serviço, de acordo com a disponibilidade orçamentária e o número de vagas
existentes.
10.2. O ato de nomeação será tornado sem efeito quando o candidato:
10.2.1. Deixar de comprovar qualquer um dos requisitos especificados
neste Edital;
10.2.2. Tiver sido demitido a bem do serviço público, ou por justa causa,
em quaisquer esferas da Administração Pública, ressalvado o disposto no item 2.6.7.
deste Edital;
10.2.3. Apresentar/fornecer declarações falsas;
10.2.4. Não tomar posse dentro do prazo previsto no artigo 52 da Lei nº
10.261/1968.
10.3. Se o candidato empossado não entrar em exercício dentro do prazo legal,
será exonerado ex officio do respectivo cargo, conforme previsto no artigo 60 da Lei nº
10.261/1968.
10.4. O candidato aprovado neste Concurso Público poderá desistir do certame
definitivamente.
10.4.1. A desistência deverá ser efetuada mediante requerimento
endereçado ao Presidente do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo,
protocolado até o dia útil anterior à data da posse.
10.4.2. No caso de desistência, prosseguir-se-á a nomeação dos demais
candidatos habilitados, obedecendo rigorosamente a ordem de classificação, por
opção.
10.5. Todos os candidatos nomeados, sem exceção, deverão se submeter ao
exame médico de ingresso no Departamento de Perícias Médicas do Estado de São
Paulo - DPME.
10.5.1. Por ocasião do exame médico de ingresso, a critério do órgão
médico oficial (Departamento de Perícias Médicas do Estado de São Paulo ­ DPME),
serão solicitados do candidato os exames a seguir relacionados, além de outros que
julgar necessários, cabendo ao candidato providenciá-los às próprias expensas:
a) Hemograma completo ­ validade: 6 meses;
b) Glicemia de jejum ­ validade: 6 meses;
c) PSA ­ prostático (para homens acima de 40 anos de idade) ­
validade: 12 meses;
d) TGO­TGP­ Gama GT ­ validade: 6 meses;
e) Ureia e creatinina ­ validade: 6 meses;
22

f) Eletrocardiograma (ECG) com laudo (candidatos acima de 40 anos
de idade) ­ validade: 6 meses;
g) RX de tórax com laudo ­ validade: 6 meses;
h) Colpocitologia oncótica ­ validade: 12 meses;
i) Mamografia (mulheres acima de 40 anos de idade ­ validade: 12
meses).
10.5.2. A critério do médico perito, novos exames subsidiários poderão ser
solicitados pelo órgão médico oficial e pela rede autorizada a realizar os exames
médicos de ingresso;
10.5.3. O candidato impossibilitado de realizar qualquer dos exames
previstos nas alíneas "a" até "i" do item 10.5.1. deste Edital, deverá apresentar
relatório médico;
10.5.4. Não serão admitidos, em nenhuma hipótese, pedidos de
reconsideração ou recurso do julgamento obtido no exame médico de ingresso,
esgotadas todas as vias possíveis junto ao DPME.
10.5.5. Caberá ao candidato nomeado o agendamento do exame médico
de ingresso no Departamento de Perícias Médicas do Estado - DPME, conforme
orientações que serão fornecidas pela Diretoria de Pessoal do Tribunal de Contas do
Estado de São Paulo, mediante telegrama ou e-mail, inclusive quanto ao envio dos
exames por meio digital.
10.6. Os candidatos nomeados deverão comprovar, no ato da posse, todos os
requisitos exigidos para o provimento do cargo (item 2.6. deste Edital), mediante:
10.6.1. entrega de cópia autenticada ou cópia simples, acompanhada do
respectivo original dos seguintes documentos:
a) Cédula de Identidade ­ RG;
b) Cadastro de Pessoa Física ­ CPF (regularizado);
c) Título de Eleitor;
d) Certificado de Reservista ou Dispensa de Incorporação (se do
sexo masculino);
e) Cartão do PIS ou PASEP ou documento que conste o número (se
possuir);
f) Certidão que comprove a condição de jurado e de ter exercido
efetivamente essa função no período entre a data da publicação da Lei nº 11.689/2008
e a data de término das inscrições, sob pena de exclusão deste Concurso (se for o
caso);
g) Comprovante de formação acadêmica/habilitação, conforme
segue:
g1) para o cargo de Agente da Fiscalização (opções 002 a
011): diploma, devidamente registrado, ou certificado de conclusão de graduação de
nível superior (Bacharelado), que conste a data de colação de grau, expedido por
Instituição de Ensino Superior, reconhecida pelo Ministério da Educação, em Direito,
Ciências Contábeis, Economia, Administração de Empresas ou Pública, Engenharia
Civil ou Gestão de Políticas Públicas;
g2) para o cargo de Agente da Fiscalização­Administração
(opção 001): diploma, devidamente registrado, ou certificado de conclusão de
graduação de nível superior (Bacharelado), que conste a data de colação de grau,
expedido por Instituição de Ensino Superior, reconhecida pelo Ministério da Educação,
em Direito, Ciências Contábeis, Economia, Administração de Empresas ou Pública,
Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Gestão de Políticas Públicas,
Biblioteconomia e Documentação, Enfermagem, Nutrição, Pedagogia Especializada
em Educação Infantil, Psicologia ou Serviço Social;
h) Comprovante da exoneração/rescisão de cargo/emprego público
(caso tenha exercido);
i) Carteira de Conselhos Regionais (OAB, CRC, CRA etc ­ opcional).
10.6.2. entrega de cópia simples dos seguintes documentos:
23

a) Carteira de Trabalho e Previdência Social (se possuir), das folhas
que contêm "número e série" e a "Qualificação Pessoal";
b) Comprovante de residência.
10.6.3. Entrega dos seguintes documentos originais:
a) Declaração de bens na forma da Lei nº 8.730/1993 (declaração
de próprio punho com firma reconhecida ou cópia da declaração de ajuste anual ­
DIRPF do exercício);
b) Declaração negativa de acumulação de cargo público;
c) Certidão de objeto e pé, caso o candidato responda a ação
criminal;
d) Certidão negativa de penalidades administrativas, caso tenha
exercido cargo, função ou emprego públicos;
e) Certidão de quitação eleitoral;
f) Certificado de Sanidade e Capacidade Física para Ingresso
emitido pelo Departamento de Perícias Médicas do Estado de São Paulo (DPME),
atestando aptidão do candidato para exercício do cargo (item 10.5 até item 10.5.5.
deste Edital);
g) 3 (três) fotos, tamanho 3x4 recentes, providência que visa
confirmação dos dados digitais e/ou assinaturas colhidas no dia da realização da
Prova Objetiva.
g.1) O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, por sua
Diretoria competente, no momento da posse, afixará 1 (uma) foto 3x4 do candidato no
Cartão de Autenticação Digital - CAD, e, na sequência, coletará a assinatura do
candidato e procederá à autenticação digital no Cartão;
g.2) Não se comprovando a autenticidade, o candidato
empossado será exonerado, responsabilizando-se este por todas as implicações
legais decorrentes do fato.
10.6.4. Não serão aceitos protocolos dos documentos exigidos para a
posse.
10.6.5. Poderão ser exigidos pelo Tribunal de Contas do Estado de São
Paulo, no ato da posse, outros documentos, além dos relacionados neste Item.
10.6.6. A não apresentação/entrega dos documentos comprobatórios
fixados neste Item, dentro do prazo legal para posse, implicará que seja tornada sem
efeito a nomeação.
11 ­ DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
11.1. A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a tácita aceitação das
disposições e condições estabelecidas neste Edital e nas normas legais pertinentes,
bem como em eventuais aditamentos, comunicados e instruções específicas para a
realização deste Concurso Público, acerca das quais não poderá alegar
desconhecimento.
11.2. A inexatidão dos dados fornecidos pelo candidato, a não apresentação,
e/ou a irregularidade na documentação, ainda que verificadas posteriormente,
determinam a nulidade de todos os atos decorrentes da inscrição eliminando o
candidato deste Concurso e, consequentemente, da posse, sem prejuízo das sanções
penais aplicáveis à falsidade de declaração, assim como sanções administrativas.
11.3. Todas as convocações, comunicados e resultados referentes a este
Concurso Público:
11.3.1. até a data da publicação de sua homologação, serão publicados
no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE) ­ Caderno Legislativo ­ Tribunal de
Contas do Estado de São Paulo e/ou divulgados no site da Fundação VUNESP
(www.vunesp.com.br), no link relativo a este Concurso, sendo de inteira
responsabilidade e obrigação do candidato o acompanhamento das mencionadas
publicações, não podendo ser alegada qualquer espécie de desconhecimento;
24

11.3.2. após a data da publicação de sua homologação, serão
publicados UNICAMENTE no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE) ­ Caderno
Legislativo ­ Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e no site institucional
(www.tce.sp.gov.br), no link "Transparência/Concursos", sendo de inteira
responsabilidade e obrigação do candidato o acompanhamento das mencionadas
publicações, não podendo ser alegada qualquer espécie de desconhecimento;
11.4. A homologação deste Concurso é de competência do Plenário do Tribunal
de Contas do Estado de São Paulo.
11.5. Não serão fornecidos atestados, declarações, certificados ou certidões
relativos a habilitação, classificação ou nota de candidatos, valendo, para tal fim, a
publicação, no Diário Oficial do Estado (DOE) ­ Caderno Legislativo, das listas de
classificação prévia e final dos candidatos, bem como a homologação do resultado do
Concurso.
11.6. Os itens deste Edital poderão sofrer eventuais alterações, atualizações ou
acréscimos, enquanto não consumada a providência ou evento que lhes disser
respeito, ou até a data da convocação dos candidatos para a prova, circunstância que
será mencionada em Edital ou Comunicado a ser publicado no Diário Oficial do Estado
de São Paulo (DOE) ­ Caderno Legislativo.
11.7. Os casos omissos serão resolvidos pelo Tribunal de Contas do Estado de
São Paulo e pela Fundação VUNESP, no que diz respeito à realização deste
Concurso Público.
11.8. As despesas relativas à participação do candidato no Concurso e à sua
apresentação para posse e exercício correrão às expensas do próprio candidato.
11.9. O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e a Fundação VUNESP se
eximem da responsabilidade sobre material e/ou documento eventualmente
esquecidos e/ou danificados nos locais de provas.
11.10. É de responsabilidade do candidato manter seu endereço (inclusive email) e telefone atualizados, até que se expire o prazo de validade do Concurso, para
viabilizar os contatos necessários, sob pena de, quando for nomeado, perder o prazo
para tomar posse, caso não seja localizado.
11.10.1. Em caso de necessidade de alteração unicamente dos dados
cadastrais relativos ao endereço e/ou telefone e/ou e-mail, o candidato deverá
requerer essa(s) atualização(ões):
a) até a data da publicação da classificação final: no site da
Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), conforme orientações constantes desse
mesmo site, no link correlato a este Concurso Público, na "área do candidato";
b) após a data da publicação da classificação final e durante o
prazo de validade deste Concurso: no Tribunal de Contas do Estado de São Paulo,
em dias úteis, por meio dos telefones (0xx11) 3292-3266, no horário das 8 às 17
horas.
11.11. As informações sobre o presente Concurso serão prestadas:
11.11.1. até a data da publicação da homologação: pela Fundação
VUNESP, por meio do telefone (0xx11) 3874-6300, nos dias úteis compreendidos
entre segunda-feira a sábado, das 8 às 20 horas, e pela internet, no site
(www.vunesp.com.br), na página deste Concurso;
11.11.2. após a data da publicação da homologação e durante o seu
prazo de validade: pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, em dias úteis,
por meio dos telefones (0xx11) 3292-3266, no horário das 8 às 17 horas.
11.12. Toda menção a horário neste Edital e em outros atos dele decorrentes
terá como referência o horário oficial de Brasília ­ DF.
11.13. Fazem parte deste Edital:
11.13.1. o Anexo I (Conteúdos Programáticos);
11.13.2. o Anexo II (modelo de Declaração para Candidato
Desempregado);
25

11.13.3. o Anexo III (endereços da Fundação VUNESP e do Tribunal de
Contas do Estado de São Paulo);
11.13.4. o Anexo IV (cronograma previsto).

26

ANEXO I
CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
(Toda legislação deve ser considerada com as alterações e atualizações vigentes até
a data da publicação do edital. Legislação com entrada em vigor após a publicação do
edital poderá ser utilizada, quando superveniente ou complementar a algum tópico já
previsto ou indispensável à avaliação para o cargo).
1. Para o cargo de AGENTE DA FISCALIZAÇÃO (opções 002 a 011)
1.1. CONHECIMENTOS GERAIS:
Língua Portuguesa: Leitura e interpretação de diversos tipos de textos
(literários e não literários). Sinônimos e antônimos. Sentido próprio e figurado das
palavras. Ortografia oficial. Acentuação gráfica. Pontuação. Classes de palavras:
substantivo, adjetivo, numeral, artigo, pronome, verbo, advérbio, preposição e
conjunção: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem.
Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Colocação pronominal.
Raciocínio Lógico: Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas,
lugares, objetos ou eventos fictícios. Dedução de novas informações das relações
fornecidas e avaliação das condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas
relações. Compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de: raciocínio
verbal; raciocínio matemático (que envolva, dentre outros, conjuntos numéricos ­
operações, propriedades, problemas envolvendo as quatro operações nas formas
fracionária e decimal, razão e proporção, regra de três simples e composta, unidades
de medida, porcentagem); raciocínio sequencial; orientação espacial e temporal;
formação de conceitos; discriminação de elementos. Compreensão do processo lógico
que, a partir de um conjunto de hipóteses, conduz, de forma válida, a conclusões
determinadas.
Informática: MS-Windows 7: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos,
área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos
menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de aplicativos MS-Office
2010. MS-Word 2010: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de
textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcadores simbólicos e numéricos,
tabelas, impressão, controle de quebras e numeração de páginas, legendas, índices,
inserção de objetos, campos predefinidos, caixas de texto. MS-Excel 2010: estrutura
básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos,
elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão,
inserção de objetos, campos predefinidos, controle de quebras e numeração de
páginas, obtenção de dados externos, classificação de dados. Correio Eletrônico:
uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos.
Internet: Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, busca e impressão de
páginas.
1.2. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS:
Direito Administrativo
Princípios da Administração Pública.
Ato Administrativo: Ato e Fato Administrativo. Classificações dos Atos. Atos
vinculados e discricionários. Requisitos de validade ou elementos dos atos
administrativos. Mérito do Ato administrativo. Atributos. Espécies. Extinção.
Convalidação. Conversão.
27

Organização e Responsabilidade da Administração: Entidades Políticas e
Entidades da Administração. Centralização, descentralização e desconcentração.
Responsabilidade Civil da Administração Pública: Responsabilidade Objetiva.
Responsabilidade Subjetiva. Risco Administrativo.
Servidores Públicos: Regime Jurídico. Formas de provimento e vacância.
Direitos e Vantagens. Deveres, Proibições e Responsabilidades. Regime de
previdência complementar no âmbito do Estado de São Paulo. Plano de Cargos,
Carreiras e Vencimentos aos Servidores do Tribunal de Contas do Estado de São
Paulo.
Processo administrativo no âmbito da Administração Pública Estadual:
Princípios, Atos Administrativos, Procedimentos Administrativos, Recursos,
Procedimentos em espécie.
Contratos administrativos e Licitações públicas. O Dever de licitar e as hipóteses
de exceções à regra. Princípios da licitação. Tipos, modalidades e espécies licitatórias.
O Processo licitatório. Registros cadastrais. Registro de preços. Participação de micro
empresas e de empresas de pequeno porte.
Parcerias com o Terceiro Setor: Contrato de Gestão, Termo de Parceria,
Convênio, Termo de Colaboração, Termo de Fomento e Acordo de Cooperação.
Serviços Públicos: Conceitos e Classificações. Formas de Prestação.
Regulamentação e Controle.
Concessão e Permissão dos Serviços Públicos: contratação, licitação, política
tarifária, direitos e obrigações do usuário, obrigações da concessionária, prerrogativas
do poder concedente, extinção.
Controle da Administração. Controle interno e externo. Controle pelo Tribunal de
Contas.
Legislação: Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de São Paulo
(Lei Estadual nº 10.261/1968); Lei de Improbidade Administrativa (Lei Federal nº
8.429/1992); Licitações e Contratos Administrativos (Lei Federal nº 8.666/1993); Lei
Orgânica do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (Lei Complementar Estadual
nº 709/1993); Regime de Concessão e Permissão de Serviços Públicos (Lei Federal nº
8.987/1995); Processo Administrativo no âmbito da Administração Pública Estadual
(Lei Estadual nº 10.177/1998); Regime das Contratações com as Organizações
Sociais (Lei Federal nº 9.637/1998); Regime das Contratações com as Organizações
da Sociedade Civil de Interesse Público (Lei Federal nº 9.790/1999); Lei de
Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar Federal nº 101/2000); Lei do Pregão (Lei
Federal nº 10.520/2002); Estatuto das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte
­ ME/EPP (Lei Complementar Federal nº 123/2006 ­ arts. 42 a 48); Regime de
previdência complementar no âmbito do Estado de São Paulo (Lei Estadual nº
14.653/2011); Lei de Acesso à Informação (Lei Federal nº 12.527/2011); Lei
Anticorrupção (Lei Federal nº 12.846/2013); Regime das Parcerias com as
Organizações da Sociedade Civil (Lei Federal nº 13.019/2014); Plano de Cargos,
Carreiras e Vencimentos aos Servidores do Tribunal de Contas do Estado de São
Paulo (Lei Complementar Estadual nº 1.272/2015); Regimento Interno do Tribunal de
Contas do Estado de São Paulo.
Jurisprudência: Súmulas do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo
(atualizadas até 14/12/2016).
Direito Constitucional
Constituição Federal: Municípios. Remuneração de Agentes Políticos (arts. 29 a
31). Administração Pública (arts. 37 a 43). Fiscalização Contábil, Financeira e
Orçamentária (arts. 70 a 75). Finanças Públicas (arts. 163 a 169). Saúde (arts. 196 a
200). Previdência Social (art. 201 e 202). Educação (arts. 205 a 214 e art. 60 do
ADCT).
Constituição do Estado de São Paulo: Fiscalização Contábil, Financeira e
Orçamentária (arts. 32 a 36). Administração Pública (arts. 111 a 116). Obras, Serviços
28

Públicos, Compras e Alienações (arts. 117 a 123). Servidores Públicos Civis (arts. 124
a 137). Finanças (arts. 169 a 173). Orçamentos (arts. 174 a 176).
Controle de Constitucionalidade. Conceito, Requisitos e Espécies de Controle de
Constitucionalidade. Controle Difuso. Súmula Vinculante. Repercussão Geral. Controle
Concentrado. Ação Direta de Inconstitucionalidade. Arguição de descumprimento de
preceito fundamental. WRITS Constitucionais. HABEAS CORPUS. HABEAS DATA.
Mandado de injunção. Mandado de segurança. Ações Constitucionais. Eficácia e
aplicabilidade das normas constitucionais.
Organização do estado e do poder. Federação. Municípios. Competência dos
Municípios. Repartição das Competências. Intervenção.
Função fiscalizatória exercida pelo Tribunal de Contas. Poderes dos Tribunais de
Contas. Atribuições dos Tribunais de Contas. Tribunais de Contas Estaduais.
Direito Civil e Direito Penal
Código Civil: Bens Públicos (arts. 98 a 103). Atos Jurídicos lícitos e ilícitos (arts.
185 a 188). Atos unilaterais. Pagamento indevido e Enriquecimento sem causa (arts.
876 e 886).
Código Penal: Crimes contra a Fé Pública (arts. 289 a 311-A). Crimes contra a
Administração Pública (arts. 312 a 337-A). Crimes contra as Finanças Públicas (arts.
359-A a 359-H).
Legislação: Código Penal (Decreto-Lei Federal nº 2.848/1940 e Lei Federal nº
10.028/2000); Crimes de "lavagem" ou ocultação de bens, direitos e valores (Leis
Federais nos 9.613/1998 e 12.683/2012); Código Civil (Lei Federal nº 10.406/2002).
Contabilidade Geral
Patrimônio: Conceito, bens, direitos e obrigações, patrimônio líquido.
Conta: determinação dos débitos e dos créditos, contas correntes.
Escrituração: livros obrigatórios, métodos de escrituração, partidas dobradas.
Elaboração das demonstrações financeiras exigidas pela Lei nº 6.404/1976, suas
alterações e legislação complementar: conceito, obrigatoriedade, conteúdo, forma de
apresentação, elaboração e critérios de contabilização. Levantamento de balancetes
periódicos.
Análise das demonstrações financeiras: índices de liquidez, endividamento,
rotação de estoques, quocientes de imobilização de capital, cobertura total e
rentabilidade.
Legislação: Lei das Sociedades Anônimas (Lei Federal nº 6.404/1976)
Contabilidade Pública
Patrimônio nas entidades públicas: bens públicos, classificação dos bens
públicos, dívida pública fundada ou consolidada, dívida flutuante, patrimônio financeiro
e patrimônio permanente.
Receita Pública: conceito, receita efetiva, receita por mutação patrimonial,
categorias econômicas, fontes de receitas orçamentárias, renda e receita pública.
Despesa Pública: conceito, despesa efetiva, despesa por mutação patrimonial,
categorias econômicas, fixas e variáveis, elementos de despesa pública. Entradas e
Saídas Extraorçamentárias. Superveniências e insubsistências ativas e passivas.
Adiantamentos: conceito, concessão, aplicação e comprovação.
Sistemas de contas: orçamentário, financeiro e patrimonial.
Plano de Contas: características fundamentais, codificação da receita e da
despesa, função das contas e escrituração. Balancetes periódicos.
Balanços: orçamentário, financeiro, patrimonial e demonstração das variações
patrimoniais.
Normas brasileiras de contabilidade aplicadas ao setor público (NBC nº 16.1 a
16.11): conceituação, objetivo, objeto e campo de aplicação.
29

Legislação: Normas Gerais de Direito Financeiro para Elaboração e Controle dos
Orçamentos e Balanços da União, Estados e Municípios (Lei Federal nº 4.320/1964);
Princípios fundamentais de contabilidade sob a perspectiva do setor público
(Resolução CFC nº 1.111/2007); Normas brasileiras de contabilidade aplicadas ao
setor público (Resoluções CFC nos 1.128 a 1.137/2008 e 1.366/2011).
Auditoria e Prestação de Contas
Noções gerais de auditoria: finalidade, objetivos e responsabilidade. Distinção
entre auditoria interna e externa. Tipos e procedimentos de auditoria. Julgamento de
contas públicas pelo controle externo. O parecer e o relatório dos auditores.
Legislação: Prestação Anual de Contas e à Gestão Fiscal dos órgãos
fiscalizados; ao Controle Interno; aos Atos de Pessoal; às Licitações e Contratos e aos
Repasses Públicos (Instruções nº 02/2016 do Tribunal de Contas do Estado de São
Paulo).
2. Para o cargo de AGENTE DA FISCALIZAÇÃO-ADMINISTRAÇÃO (opção 001)
2.1. CONHECIMENTOS GERAIS:
Língua Portuguesa: Leitura e interpretação de diversos tipos de textos
(literários e não literários). Sinônimos e antônimos. Sentido próprio e figurado das
palavras. Ortografia oficial. Acentuação gráfica. Pontuação. Classes de palavras:
substantivo, adjetivo, numeral, artigo, pronome, verbo, advérbio, preposição e
conjunção: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem.
Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Colocação pronominal.
Raciocínio Lógico: Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas,
lugares, objetos ou eventos fictícios. Dedução de novas informações das relações
fornecidas e avaliação das condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas
relações. Compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de: raciocínio
verbal; raciocínio matemático (que envolva, dentre outros, conjuntos numéricos ­
operações, propriedades, problemas envolvendo as quatro operações nas formas
fracionária e decimal, razão e proporção, regra de três simples e composta, unidades
de medida, porcentagem); raciocínio sequencial; orientação espacial e temporal;
formação de conceitos; discriminação de elementos. Compreensão do processo lógico
que, a partir de um conjunto de hipóteses, conduz, de forma válida, a conclusões
determinadas.
Informática: MS-Windows 7: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos,
área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos
menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de aplicativos MS-Office
2010. MS-Word 2010: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de
textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcadores simbólicos e numéricos,
tabelas, impressão, controle de quebras e numeração de páginas, legendas, índices,
inserção de objetos, campos predefinidos, caixas de texto. MS-Excel 2010: estrutura
básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos,
elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão,
inserção de objetos, campos predefinidos, controle de quebras e numeração de
páginas, obtenção de dados externos, classificação de dados. Correio Eletrônico:
uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos.
Internet: Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, busca e impressão de
páginas.
2.2. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS:
30

Direito Administrativo
Princípios da Administração Pública.
Ato Administrativo: Ato e Fato Administrativo. Classificações dos Atos. Atos
vinculados e discricionários. Requisitos de validade ou elementos dos atos
administrativos. Mérito do Ato administrativo. Atributos. Espécies. Extinção.
Convalidação. Conversão.
Organização e Responsabilidade da Administração: Entidades Políticas e
Entidades da Administração. Centralização, descentralização e desconcentração.
Responsabilidade Civil da Administração Pública: Responsabilidade Objetiva.
Responsabilidade Subjetiva. Risco Administrativo.
Servidores Públicos: Regime Jurídico. Formas de provimento e vacância.
Direitos e Vantagens. Deveres, Proibições e Responsabilidades. Regime de
previdência complementar no âmbito do Estado de São Paulo. Plano de Cargos,
Carreiras e Vencimentos aos Servidores do Tribunal de Contas do Estado de São
Paulo.
Processo administrativo no âmbito da Administração Pública Estadual:
Princípios, Atos Administrativos, Procedimentos Administrativos, Recursos,
Procedimentos em espécie.
Contratos administrativos e Licitações públicas. O Dever de licitar e as hipóteses
de exceções à regra. Princípios da licitação. Tipos, modalidades e espécies licitatórias.
O Processo licitatório. Registros cadastrais. Registro de preços. Participação de micro
empresas e de empresas de pequeno porte.
Controle da Administração. Controle interno e externo. Controle pelo Tribunal de
Contas.
Legislação: Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de São Paulo
(Lei Estadual nº 10.261/1968); Lei de Improbidade Administrativa (Lei Federal nº
8.429/1992); Licitações e Contratos Administrativos (Lei Federal nº 8.666/1993); Lei
Orgânica do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (Lei Complementar Estadual
nº 709/1993); Processo Administrativo no âmbito da Administração Pública Estadual
(Lei Estadual nº 10.177/1998); Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar
Federal nº 101/2000); Lei do Pregão (Lei Federal nº 10.520/2002); Estatuto das
Microempresas e Empresas de Pequeno Porte ­ ME/EPP (Lei Complementar Federal
nº 123/2006 ­ arts. 42 a 48); Regime de previdência complementar no âmbito do
Estado de São Paulo (Lei Estadual nº 14.653/2011); Lei Anticorrupção (Lei Federal nº
12.846/2013); Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos aos Servidores do Tribunal
de Contas do Estado de São Paulo (Lei Complementar Estadual nº 1.272/2015);
Regimento Interno do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.
Jurisprudência: Súmulas do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo
(atualizadas até 14/12/2016).
Direito Constitucional
Constituição Federal: Municípios. Remuneração de Agentes Políticos (arts. 29 a
31). Administração Pública (arts. 37 a 43). Fiscalização Contábil, Financeira e
Orçamentária (arts. 70 a 75). Finanças Públicas (arts. 163 a 169). Saúde (arts. 196 a
200). Previdência Social (art. 201 e 202). Educação (arts. 205 a 214 e art. 60 do
ADCT).
Constituição do Estado de São Paulo: Fiscalização Contábil, Financeira e
Orçamentária (arts. 32 a 36). Administração Pública (arts. 111 a 116). Obras, Serviços
Públicos, Compras e Alienações (arts. 117 a 123). Servidores Públicos Civis (arts. 124
a 137). Finanças (arts. 169 a 173). Orçamentos (arts. 174 a 176).
Controle de Constitucionalidade. Conceito, Requisitos e Espécies de Controle de
Constitucionalidade. Controle Difuso. Súmula Vinculante. Repercussão Geral. Controle
Concentrado. Ação Direta de Inconstitucionalidade. Arguição de descumprimento de
preceito fundamental. WRITS Constitucionais. HABEAS CORPUS. HABEAS DATA.
31

Mandado de injunção. Mandado de segurança. Ações Constitucionais. Eficácia e
aplicabilidade das normas constitucionais.
Organização do estado e do poder. Federação. Municípios. Competência dos
Municípios. Repartição das Competências. Intervenção.
Função fiscalizatória exercida pelo Tribunal de Contas. Poderes dos Tribunais de
Contas. Atribuições dos Tribunais de Contas. Tribunais de Contas Estaduais.
Gestão Pública
Conceitos de Estado, sociedade e mercado.
Ética no serviço público.
Qualidade no serviço público. Conceitos de eficiência, eficácia e efetividade
aplicados à Administração Pública. Avaliação e mensuração do desempenho
governamental.
Caracterização das organizações: tipos de estruturas organizacionais, aspectos
comportamentais (motivação, clima e cultura).
Desenvolvimento Institucional. Abordagens da mudança organizacional.
Novas formas de gestão de serviços públicos: formas de supervisão e
contratualização de resultados; horizontalização; pluralismo institucional; prestação de
serviços públicos e novas tecnologias.
Instrumentos gerenciais contemporâneos: gestão por processos, melhoria de
processos e desburocratização.
Modelos de gestão de pessoas: gestão de pessoas por competências; liderança;
estilo de liderança nas organizações; desempenho institucional; conflito nas
organizações.
Gestão do conhecimento.
Controles internos e externos.
Responsabilização e Prestação de Contas.
Controle e Desempenho.
Transparência. Ouvidoria.
Legislação: Lei de Acesso à Informação (Lei Federal nº 12.527/2011).
Políticas Públicas
Políticas públicas e suas fases: formação da agenda; formulação;
implementação; monitoramento e avaliação.
Controle Social ­ transparência e participação social.
Novos arranjos de políticas públicas. Federalismo e descentralização.
Políticas Públicas no Brasil.
Novas formas organizacionais: consórcios públicos, agências reguladoras e
executivas, organizações sociais (OS), organizações da sociedade civil de interesse
público (Oscip).
Instrumentos de contratualização do poder público: contrato de gestão, termo de
parceria.
Gerenciamento de programas e projetos sociais.
Sistemas de informações sociais.
Legislação: Regime das Contratações com as Organizações Sociais (Lei Federal
nº 9.637/1998); Regime das Contratações com as Organizações da Sociedade Civil de
Interesse Público (Lei Federal nº 9.790/1999).

Noções de Direito Financeiro e Orçamentário
Atividade financeira do Estado.
Receita: conceito, classificação, fases, renúncia.
Despesa: conceito, classificação, fases.
32

Noções de Execução Orçamentária e Financeira
Programação e controle de recursos orçamentários e financeiros.
Retenção e recolhimento de contribuição previdenciária incidente em serviços.
Controle e pagamento de restos a pagar e de despesas de exercícios anteriores.
Contabilização de contratos.
Controle de suprimentos de fundos. Conformidade diária.
Atualização do rol de responsáveis.
Legislação: Normas Gerais de Direito Financeiro para Elaboração e Controle dos
Orçamentos e Balanços da União, Estados e Municípios (Lei Federal nº 4.320/1964);
Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar Federal nº 101/2000).
Administração Financeira e Orçamentária
Orçamento Público: conceitos e princípios.
Orçamento público no Brasil. Ciclo orçamentário. Orçamento-Programa.
Planejamento no Orçamento-Programa.
Orçamento na Constituição Federal de 1988: LDO, LOA e PPA.
Conceituação e classificação da Receita Pública. Classificação orçamentária da
receita pública por categoria econômica no Brasil.
Classificação dos Gastos Públicos segundo a finalidade, natureza e agente
(classificação funcional e econômica).
Tipos de Créditos Orçamentários.
Alterações Orçamentárias: Remanejamento, Transferência e Transposição.
Contas dos Balanços Orçamentário, Financeiro e Patrimonial.
Legislação: Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar Federal nº
101/2000).

33

ANEXO II
DECLARAÇÃO PARA CANDIDATO DESEMPREGADO

(para solicitação de redução de taxa de inscrição ­ item 3.2. deste Edital)
DECLARAÇÃO
Ref. Concurso Público do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) para o cargo de
___________________________.
Eu, ______________________________________________________________________________ ,
portador(a) do RG nº _______________________ e do CPF n° ______________- ____ , DECLARO,
sob pena das sanções cabíveis, para fins de concessão de redução de pagamento do valor da taxa
de inscrição, prevista na Lei n° 12.782, de 20.12.2007, publicada no Diário Oficial do Estado de São
Paulo de 21.12.2007, e no correspondente Edital de Abertura de Inscrições deste Concurso, que me
encontro na condição de desempregado.
________________ , ____ de _________de 2017.
________________________________________
(assinatura do(a) candidato(a)

34

ANEXO III
ENDEREÇOS
1. Fundação VUNESP:
a) Endereço completo: Rua Dona Germaine Burchard, 515 ­ Água Branca ­ São
Paulo/SP (CEP 05002-062)
b) Horário de atendimento (pessoalmente): das 9 às 16 horas
c) Telefone: (0xx11) 3874-6300 (nos dias úteis compreendidos entre segunda-feira
a sábado, das 8 às 20 horas)
d) Site: www.vunesp.com.br
2. Tribunal de Contas do Estado de São Paulo:
a) Endereço completo: Avenida Rangel Pestana, 315 ­ 2º andar do Prédio Sede
­ Centro ­ São Paulo/SP (CEP 01017-906)
b) Horário de atendimento (pessoalmente): dias úteis, das 8 às 17 horas
c) Telefones: (0xx11) 3292-3266, no horário das 8 às 17 horas.
d) Site: www.tce.sp.gov.br

35

ANEXO IV
CRONOGRAMA PREVISTO
DATAS
PREVISTAS

28.09.2017

29.09.2017

19.10.2017

19 a 23.10.2017

27.10.2017

31.10.2017

01.11.2017

EVENTOS
Início:
a) do período de inscrições;
b) de solicitação de redução de taxa de inscrição;
c) de solicitação de isenção de taxa de inscrição;
d) de solicitação de participação como pessoa com deficiência;
e) de solicitação de condições específicas para a realização da
Prova Objetiva (pessoas COM deficiência e de tempo adicional
para a realização da Prova Objetiva);
f) de solicitação de condições específicas para a realização da
Prova Objetiva (pessoas SEM deficiência).
Término:
a) de solicitação de redução de taxa de inscrição;
b) de solicitação de isenção de taxa de inscrição.
Publicação
(no
DOE)
e/ou
divulgação
(no
site
www.vunesp.com.br, a partir das 10 horas):
a) de lista de candidato(s) que tiveram deferida e indeferida a
solicitação de redução de taxa de inscrição;
b) de lista de candidato(s) que tiveram deferida e indeferida a
solicitação de isenção de taxa de inscrição.
Período de interposição de recurso(s) referente(s):
a) ao indeferimento de solicitação de redução de taxa de
inscrição;
b) ao indeferimento de solicitação de isenção de taxa de
inscrição
Publicação
(no
DOE)
e/ou
divulgação
(no
site
www.vunesp.com.br, a partir das 10 horas):
a) de edital de análise de recurso(s) relativo(s) ao indeferimento
de solicitação de redução de taxa de inscrição;
b) de edital de análise de recurso(s) relativo(s) ao indeferimento
de solicitação de isenção de taxa de inscrição.
Término:
a) do período de inscrições;
b) de solicitação de participação como pessoa com deficiência;
c) de solicitação de condições específicas para a realização da
Prova Objetiva (pessoas COM deficiência e de tempo adicional
para a realização da Prova Objetiva);
d) de solicitação de condições específicas para a realização da
Prova Objetiva (pessoas SEM deficiência).
Último dia para:
a) pagamento da taxa de inscrição;
b) envio da documentação referente à participação como pessoa
com deficiência;
c) envio de solicitação de condições específicas para a
realização da Prova Objetiva (pessoas COM deficiência e de
tempo adicional para a realização da Prova Objetiva);
d) envio de solicitação de condições específicas para a
realização da Prova Objetiva (pessoas SEM deficiência).
Publicação
(no
DOE)
e/ou
divulgação
(no
site
www.vunesp.com.br, a partir das 10 horas):
36

17.11.2017

18 a 22.11.2017

30.11.2017

07.12.2017

17.12.2017
18.12.2017
19.12.2017
-----

a) de edital contendo lista de candidatos que participarão, neste
Concurso, como pessoa com deficiência;
b) de edital contendo lista de candidatos que tiveram deferida e
indeferida a solicitação de condições específicas para a
realização da Prova Objetiva e que tiveram deferido e
indeferido o tempo adicional para a realização da Prova
Objetiva.
Período de interposição de recurso referente:
a) ao indeferimento da participação, neste Concurso, como
pessoa com deficiência;
b) ao indeferimento da solicitação de condições específicas para
a realização da Prova Objetiva ou ao indeferimento de tempo
adicional para a realização da Prova Objetiva.
Publicação
(no
DOE)
e/ou
divulgação
(no
site
www.vunesp.com.br, a partir das 10 horas):
a) de edital de análise de recurso(s) relativo(s) à participação,
neste Concurso, como pessoa com deficiência;
b) de edital de análise de recurso(s) relativo(s) ao indeferimento
de solicitação de condições específicas para a realização da
Prova Objetiva ou ao indeferimento de tempo adicional para a
realização da Prova Objetiva.
Publicação
(no
DOE)
e/ou
divulgação
(no
site
www.vunesp.com.br, a partir das 10 horas):
a) do edital de convocação para a realização da Prova Objetiva
(para o cargo de Agente da Fiscalização (opções 002 a 011);
b) do edital de convocação para a realização da Prova Objetiva
(para o cargo de Agente da Fiscalização­Administração
(código 001).
Aplicação da Prova Objetiva:
a) manhã: para o cargo de Agente da Fiscalização (opções 002
a 011);
b) tarde: para o cargo de Agente da Fiscalização­Administração
(código 001).
Liberação (somente no site www.vunesp.com.br, a partir das 14
horas) do(s) caderno(s) de questões da Prova Objetiva.
Publicação
(no
DOE)
e/ou
divulgação
(no
site
www.vunesp.com.br, a partir das 10 horas): do edital de
divulgação de gabaritos das Provas Objetivas.
As demais datas serão informadas oportunamente.

E, para que chegue ao conhecimento de todos e ninguém possa alegar
desconhecimento, é expedido o presente Edital.
Comissão de Concurso Público, aos 19 de setembro de 2017.

Conselheiro Renato Martins Costa
Presidente da Comissão de Concurso

PUBLICADO NO DOE DE 20/09/2017
37