SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS
DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
CAMPUS UNIVERSITÁRIO REITOR JOÃO DAVID FERREIRA LIMA - TRINDADE
CEP: 88.040-900 - FLORIANÓPOLIS - SC
TELEFONE: (048) 3721-8317
www.segesp.ufsc.br/concurso

EDITAL Nº 154/DDP/2015
(Alterado conforme o edital de retificação nº 155/DDP/2015, nº 033/DDP/2016, nº
076/DDP/2016, nº 005/DDP/PRODEGESP/2016 e nº 020/DDP/PRODEGESP/2016)

A DIRETORA DO DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS DA
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA (UFSC), no uso de suas
atribuições considerando o disposto na Lei n.º 8.112, de 11/12/1990, na Lei n.º 12.772, de
28/12/2012, na Lei n.º 12.990 de 09/06/2014, no Decreto n.º 3.298, de 20/12/1999, no
Decreto n.º 6.944, de 21/08/2009, no Decreto n.º 7.485, de 18/05/2011, na Portaria do
Ministério da Educação n.º 1.134, de 02/12/2009, na Portaria Interministerial n.º 313, de
04/08/2015, na Resolução Normativa n.º 34/CUn/2013, de 17/09/2013, na Resolução n.º
40/CUn/2015, de 01/12/2015 e demais regulamentações pertinentes, torna pública a
abertura de inscrições e estabelece as normas para a realização do Concurso Público
destinado a selecionar candidatos para provimento do cargo de Professor da Carreira do
Magistério Superior para o quadro permanente desta Universidade para os Campi de
Araranguá, Blumenau, Curitibanos, Florianópolis e Joinville.
1 DOS CONCURSOS
1.1 Campus de Araranguá
1.1.1 Campo de Conhecimento: Anatomia Patológica e Patologia Clínica/Medicina Legal e
Deontologia/Ensino Tutorial
Processo: 23080.064304/2015-42
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina; residência em
patologia clínica, anatomia patológica ou patologia cirúrgica.
1.1.2 Campo de Conhecimento: Cirurgia/Anatomia/Anatomia Humana/Ensino
Tutorial/Habilidades Clínicas
Processo: 23080.064298/2015-23
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos

com deficiências conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina e residência em
Cirurgia.
1.1.3 Campo de Conhecimento: Clínica Médica/Imunologia/Fisiologia Geral/Fisiologia de
órgãos e sistemas/Semiologia/Ensino Tutorial/Habilidades Clínicas
Processo: 23080.064283/2015-65
Número de vagas: 2 (duas) sendo 1 (uma) preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina e residência em
Clínica Médica.
1.1.4 Campo de Conhecimento: Docência nas profissões da saúde/informática
médica/habilidades de comunicação/educação na comunidade/integração ensinoserviço/ensino tutorial
Processo: 23080.064286/2015-07
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiências conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina ou enfermagem ou
fisioterapia ou farmácia ou nutrição ou fonoaudiologia ou odontologia ou medicina
veterinária e Especialização em ensino ou docência nas profissões da saúde e Título de
Doutor.
1.1.5 Campo de Conhecimento: Engenharia Elétrica/Ciência da Computação/Circuitos
Eletrônicos/Hardware
Processo: 23080.036068/2015-74
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Engenharia Elétrica ou
Engenharia Eletrônica ou Engenharia de Computação ou Engenharia de Controle e
Automação ou Ciência da Computação ou Engenharia de Telecomunicações.
1.1.6 Campo de Conhecimento: Engenharias IV/Engenharia Elétrica/Circuitos elétricos,
magnéticos e eletrônicos
Processo: 23080.064953/2015-43
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiências conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE

Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Engenharia Elétrica ou
Engenharia Eletrônica ou Engenharia de Computação ou Engenharia de Controle e
Automação ou Engenharia de Telecomunicações.
1.1.7 Campo de Conhecimento: Fisioterapia e Terapia Ocupacional/Morfologia/Anatomia
Humana/Histologia e Embriologia /Biologia Celular e Fundamentos de Fisioterapia
Processo: 23080.064945/2015-05
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Fisioterapia e Título de
Doutor na Área de Morfologia, ou Ciências Biológicas, ou Ciências Fisiológicas, ou
Ciências Médicas, ou Odontologia, ou Enfermagem, ou Educação Física, ou Fisioterapia,
ou Terapia Ocupacional, ou Ciências da Saúde, ou Ciências da Reabilitação, ou Ciências
da Atividade Física, ou Ciências da Motricidade, ou Ciências do Esporte, ou Ciências do
Movimento Humano, ou Reabilitação e Desempenho Funcional, ou Farmacologia, ou
Saúde, ou Ciências, ou Biociências, ou Medicina, ou Engenharia Biomédica, ou
Bioengenharia, ou Neurociências.
1.1.8 Campo de Conhecimento: Fisioterapia e Terapia Ocupacional/Prótese e Órtese/
Estágio Supervisionado em Pessoas com Necessidades Especiais
Processo: 23080.064949/2015-85
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiências conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Fisioterapia e Título de
Doutor em Ciências da Saúde, ou Saúde da Criança e do Adolescente, ou Saúde da Família,
ou Enfermagem, ou Saúde Pública, ou Epidemiologia, ou Ciências da Reabilitação, ou
Fisioterapia, ou Ciências da Atividade Física, ou Ciências da Motricidade, ou Ciências do
Esporte, ou Ciências do Movimento Humano, ou Reabilitação e Desempenho Funcional, ou
Ciências Biológicas, ou Ciências Morfológicas, ou Farmacologia, ou Ciências Médicas, ou
Saúde, ou Ciências, ou Biociências, ou Medicina, ou Engenharia Biomédica, ou
Bioengenharia, ou Neurociências.
1.1.9
Campo
de
Conhecimento:
Fisioterapia/Saúde
coletiva/educação
na
comunidade/integração ensino-serviço/ensino tutorial/fundamentos do SUS
Processo: 23080.064289/2015-32
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em fisioterapia; Título de Doutor
em Saúde Pública ou Saúde Coletiva.
1.1.10 Campo de Conhecimento: Ginecologia e Obstetrícia/Genética Humana e
Médica/Educação
na
Comunidade/integração
ensino-serviço/Semiologia/Ensino

tutorial/habilidades clínicas/fundamentos do SUS
Processo: 23080.064308/2015-21
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina e residência em
Ginecologia e Obstetrícia ou Tocoginecologia.
1.1.11 Campo de Conhecimento: Infectologia/Microbiologia Médica/Protozoologia
Parasitária Humana/Helmintologia Humana/Ensino Tutorial
Processo: 23080.064306/2015-31
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina e residência em
Infectologia.
1.1.12 Campo de Conhecimento: Medicina da Família e Comunidade/Educação na
Comunidade/integração
ensino-serviço/Semiologia/Ensino
Tutorial/Habilidades
Clínicas/Fundamentos do SUS
Processo: 23080.064291/2015-10
Número de vagas: 7 (sete)
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina e residência em
Medicina de Família e Comunidade.
1.1.13 Campo de Conhecimento: Pediatria/Embriologia/Genética Humana e
Médica/Semiologia/Ensino tutorial/Habilidades clínicas
Processo: 23080.064293/2015-09
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina e residência em
Pediatria.
1.1.14 Campo de Conhecimento: Psiquiatria/Psicologia do Desenvolvimento
Humano/Psicologia Social/Ensino Tutorial
Processo: 23080.064302/2015-53
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina e residência em
Psiquiatria.

1.1.15 Campo de Conhecimento: Saúde Coletiva Educação na Comunidade/integração
ensino-serviço/ensino tutorial/fundamentos do SUS
Processo: 23080.064290/2015-67
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Saúde Pública ou Saúde
Coletiva.
1.1.16 Campo de Conhecimento: Sociologia da Saúde/Saúde e Sociedade/Ensino Tutorial
Processo: 23080.064295/2015-90
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Sociologia.
1.2 Campus de Blumenau
1.2.1 Campo de Conhecimento: Linguística/Linguística Aplicada/Letras/Educação/Estudos
da Tradução
Processo: 23080.058339/2015-42
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Assistente A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Licenciatura Letras-Libras e
Título de Mestre em Linguística; ou Linguística Aplicada; ou Estudos da Tradução; ou
Letras, ou Educação.
1.2.2 Campo de Conhecimento: Matemática
Processo: 23080.058328/2015-62
Número de vagas: 2 (duas) sendo 1 (uma), preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Matemática ou Matemática
Aplicada.
1.2.3 Campo de Conhecimento: Matemática Aplicada
Processo: 23080.058334/2015-10
Número de vagas: 2 (duas) sendo 1 (uma), preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Matemática e Título de
Doutor em Matemática ou Matemática Aplicada ou Engenharia ou Física ou Ciências da
Computação ou Estatística.

1.2.4 Campo de Conhecimento: Matemática/Educação/Educação matemática
Processo: 23080.058321/2015-41
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Matemática e Título de
Doutor em Educação Matemática ou Educação ou Educação Científica e Tecnológica ou
Ensino de Matemática.
1.2.5 Campo de Conhecimento: Probabilidade e Estatística/Engenharias/Pesquisa
Operacional
Processo: 23080.040464/2015-04
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Engenharia ou Estatística ou
Estatística e Experimentação Agronômica ou Ciências da Computação.
1.3 Campus de Curitibanos
1.3.1 Campo de Conhecimento: Anatomia Animal
Processo: 23080.037414/2015-31
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Anatomia dos Animais
Domésticos e Silvestres ou Ciências ou Veterinária ou Medicina Veterinária ou Ciências
Veterinárias ou Ciência Animal ou Biociência Animal ou Biologia Animal ou Biociências
ou Ciências Biológicas ou Morfologia.
1.3.2 Campo de Conhecimento: Anatomia Patológica e Patologia Clínica/Medicina Legal e
Deontologia/Ensino Tutorial
Processo: 23080.064278/2015-52
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina; residência em
patologia clínica, anatomia patológica ou patologia cirúrgica.
1.3.3 Campo de Conhecimento: Cirurgia/Anatomia/Anatomia Humana/Ensino
Tutorial/Habilidades Clínicas
Processo: 23080.064267/2015-72
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital

Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina e residência em
Cirurgia.
1.3.4 Campo de Conhecimento: Clínica Médica/Imunologia/Fisiologia Geral/Fisiologia de
orgãos e sistemas/Semiologia/Ensino Tutorial/Habilidades Clínicas
Processo: 23080.064232/2015-33
Número de vagas: 2 (duas) sendo 1 (uma), preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina e residência em
Clínica Médica.
1.3.5 Campo de Conhecimento: Docência nas profissões da saúde/informática
médica/habilidades de comunicação/educação na comunidade/integração ensinoserviço/ensino tutorial/fundamentos do SUS
Processo: 23080.064243/2015-13
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Assistente A/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina ou enfermagem ou
fisioterapia ou farmácia ou nutrição ou fonoaudiologia ou odontologia ou medicina
veterinária e Especialização em ensino ou docência nas profissões da saúde e Título de
Mestre.
1.3.6 Campo de Conhecimento: Farmacologia geral/farmacologia clínica/citologia e
biologia celular/histologia/ensino tutorial/fundamentos do SUS
Processo: 23080.064282/2015-11
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Bioquímica ou Farmácia e
Título de Doutor em ciências farmacêuticas ou análises clínicas ou na Área de
Farmacologia.
1.3.7 Campo de Conhecimento: Ginecologia e Obstetrícia/Genética Humana e
Médica/Educação
na
Comunidade/integração
ensino-serviço/Semiologia/Ensino
tutorial/habilidades clínicas/fundamentos do SUS
Processo: 23080.064281/2015-76
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina e residência em

Ginecologia e Obstetrícia ou Tocoginecologia.
1.3.8 Campo de Conhecimento: Infectologia/Microbiologia Médica/Protozoologia
Parasitária Humana/Helmintologia Humana/Ensino Tutorial
Processo: 23080.064280/2015-21
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina e residência em
Infectologia.
1.3.9
Campo
de
Conhecimento:
Matemática/Álgebra/Análise/Geometria
e
Topologia/Matemática Aplicada
Processo: 23080.040856/2015-65
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Matemática ou Física e
Título de Doutor em Matemática ou Matemática Aplicada ou Matemática Pura e Aplicada
ou Física ou Física da Matéria Condensada ou Física e Astronomia ou Ciências da
Computação ou Engenharia ou Estatística.
1.3.10 Campo de Conhecimento: Medicina da Família e Comunidade/Educação na
Comunidade/integração
ensino-serviço/Semiologia/Ensino
Tutorial/Habilidades
Clínicas/Fundamentos do SUS
Processo: 23080.064256/2015-92
Número de vagas: 7 (sete)
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina e residência em
Medicina de Família e Comunidade.
1.3.11 Campo de Conhecimento: Medicina Veterinária/Anestesiologia Animal
Processo: 23080.064919/2015-79
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Medicina Veterinária e
registro no conselho de classe e Título de Doutor em Veterinária ou Medicina Veterinária
ou Ciências Veterinárias ou Ciência Animal ou Anestesiologia Animal ou Anestesiologia
Veterinaria ou Anestesia Veterinária ou Anestesia Animal ou Cirurgia Veterinária ou
Clínica Cirúrgica Veterinária ou Cirurgia Animal ou Clínica Cirúrgica Animal ou Clínica
Veterinária ou Clínicas Veterinárias ou Saúde Animal ou Biociência Animal ou
Bioexperimentação ou Biociências ou Ciências ou Fisiologia ou Farmacologia.

1.3.12 Campo de Conhecimento: Medicina Veterinária/Clínica Cirúrgica Animal/Clínica
Cirúrgica de Grandes Animais
Processo: 23080.064916/2015-35
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Medicina Veterinária e
registro no conselho de classe. Título de Doutor em Veterinária ou Medicina Veterinária ou
Ciências Veterinárias ou Ciência Animal ou Cirurgia Veterinária ou Clínica Cirúrgica
Veterinária ou Cirurgia Animal ou Clínica Cirúrgica Animal ou Clínica Veterinária ou
Clínicas Veterinárias ou Saúde Animal ou Biociência Animal ou Bioexperimentação ou
Biociências ou Ciências.
1.3.13 Campo de Conhecimento: Pediatria/Embriologia/Genética Humana e
Médica/Semiologia/Ensino tutorial/Habilidades clínicas
Processo: 23080.064259/2015-26
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina e residência em
Pediatria.
1.3.14 Campo de Conhecimento: Psiquiatria/Psicologia do Desenvolvimento
Humano/Psicologia Social/Ensino Tutorial
Processo: 23080.064274/2015-74
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em medicina e residência em
Psiquiatria.
1.3.15 Campo de Conhecimento: Recursos Florestais e Engenharia Florestal/Técnicas e
Operações Florestais
Processo: 23080.054693/2015-06
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Assistente A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Engenharia Florestal e Título
de Mestre em: Ciência e Tecnologia da Madeira ou Ciências Ambientais e Florestais ou
Ciências Florestais e Ambientais ou Ciências de Florestas Tropicais ou Ciência Florestal ou
Ciências Florestais ou Engenharia Florestal ou Recursos Florestais ou Engenharia Agrícola
ou Engenharia Agrícola e Ambiental ou Engenharia de Sistemas Agrícolas ou Engenharia
de Produção.
1.3.16 Campo de Conhecimento: Saúde Coletiva Educação na Comunidade/integração

ensino-serviço/ensino tutorial/fundamentos do SUS
Processo: 23080.064247/2015-00
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Saúde Pública ou Saúde
Coletiva.
1.3.17 Campo de Conhecimento: Sociologia da Saúde/Saúde e Sociedade/Ensino Tutorial
Processo: 23080.064262/2015-40
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Sociologia.
1.4 Campus de Joinville
1.4.1 Campo de Conhecimento: Ciência da Computação/Teoria dos Grafos
Processo: 23080.037808/2015-90
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em áreas das Ciências Exatas e da
Terra ou Engenharias.
1.4.2 Campo de Conhecimento: Engenharia Civil/Construção Civil
Processo: 23080.037873/2015-15
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Engenharia Civil e Título de
Doutor em Engenharia Civil.
1.4.3 Campo de Conhecimento: Engenharia Civil/Estruturas
Processo: 23080.037861/2015-91
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Assistente A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Engenharia Civil e Título de
Mestre em Engenharia Civil.
1.4.4 Campo de Conhecimento: Engenharia Civil/Geotécnica
Processo: 23080.037860/2015-46

Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Assistente A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Engenharia Civil e Título de
Mestre em Engenharia Civil.
1.4.5 Campo de Conhecimento: Engenharia de Transportes
Processo: 23080.060012/2015-31
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Engenharia de Transportes ou
Engenharia de Produção ou Engenharia Civil.
1.4.6 Campo de Conhecimento: Engenharia Mecânica/Engenharia Civil/Engenharia Naval
e Oceânica/Fundamentos Gerais de Projetos das Máquinas/Expressão Gráfica/Desenho
Técnico
Processo: 23080.037827/2015-16
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Engenharias.
1.4.7 Campo de Conhecimento: Matemática/Matemática Aplicada
Processo: 23080.037855/2015-33
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Assistente A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Matemática e Título de
Mestre em Matemática ou Matemática Aplicada ou Probabilidade e Estatística ou Física ou
Engenharias.
1.4.8 Campo de Conhecimento: Projetos de Máquinas
Processo: 23080.037818/2015-25
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Engenharia Mecânica e
Título de Doutor em Engenharia Mecânica.
1.5 Campus Reitor João David Ferreira Lima ­ Florianópolis
1.5.1 Centro de Ciências Agrárias
1.5.1.1 Departamento de Engenharia Rural

1.5.1.1.1 Campo de Conhecimento: Engenharia Agrícola/Construções Rurais e Ambiência
Processo: 23080.035984/2015-97
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Agronomia ou Engenharia
Agrícola e o Título de Doutor na área de Agronomia ou de Engenharia Agrícola.
1.5.2 Centro de Ciências Biológicas
1.5.2.1 Departamento de Farmacologia
1.5.2.1.1 Campo de Conhecimento: Farmacologia/Farmacologia Cardiorrenal/Fisiologia
Processo: 23080.047058/2014-83
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Farmacologia ou Fisiologia.
1.5.2.1.2 Campo de Conhecimento:
Farmacologia/Neuropsicofarmacologia/Fisiologia/Bioquímica/Biofísica/Neurociências
Processo: 23080.035586/2015-71
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Farmacologia ou Fisiologia ou
Bioquímica ou Biofísica ou Neurociências.
1.5.2.2 Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia
1.5.2.2.1 Campo de Conhecimento: Bacteriologia e Micologia Médica
Processo: 23080.036394/2015-81
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Microbiologia ou Microbiologia
Médica ou Biologia Microbiana ou Microbiologia Aplicada ou Microbiologia e Imunologia
ou Biotecnologia ou Biotecnologia e Biociências ou Engenharia de Bioprocessos e
Biotecnologia.
1.5.2.2.2 Campo de Conhecimento: Microbiologia Industrial e de Fermentações
Processo: 23080.036403/2015-34
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Microbiologia ou Microbiologia

Aplicada ou Microbiologia e Imunologia ou Biotecnologia ou Biotecnologia E Biociências
ou Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia.
1.5.3 Centro de Ciências da Educação
1.5.3.1 Departamento de Ciência da Informação
1.5.3.1.1 Campo de Conhecimento: Ciência da Informação/Engenharia de
Produção/Engenharia do Conhecimento/Administração
Processo: 23080.037561/2015-10
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Ciência da Informação ou
Engenharia de Produção ou Engenharia do Conhecimento ou Administração.
1.5.3.2 Departamento de Estudos Especializados em Educação
1.5.3.2.1 Campo de Conhecimento: Educação do Campo/Educação (Observar o disposto no
ítem 14.3.2)
Processo: 23080.065169/2015-52
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em cursos de licenciatura e
Título de Doutor em Educação.
1.5.3.2.2 Campo de Conhecimento: Educação/Educação Especial
Processo: 23080.037696/2015-77
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Educação ou Educação
Especial.
1.5.3.3 Departamento de Metodologia de Ensino
1.5.3.3.1 Campo de Conhecimento: Ensino/Ensino de Geociências/Educação do Campo
(Observar o disposto no ítem 14.3.2)
Processo: 23080.037667/2015-13
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Licenciatura em Geografia ou Licenciatura
em Ciências da Terra ou Licenciatura em Educação do Campo na área de Ciências
Humanas e Sociais e Título de Doutor em Geociências ou Educação ou Geografia ou
Educação em Ciências.

1.5.3.3.2 Campo de Conhecimento: Ensino/Ensino de Geografia/Educação do Campo
(Observar o disposto no ítem 14.3.2)
Processo: 23080.037672/2015-18
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Licenciatura em Geografia ou em Educação
do Campo na área de Ciências Humana e Sociais e Título de Doutor em Geografia ou
Educação ou Desenvolvimento Territorial ou Desenvolvimento Rural ou Ciências Humanas
e Sociais ou Interdisciplinar em Ciências Humanas.
1.5.4 Centro de Ciências da Saúde
1.5.4.1 Departamento de Cirurgia
1.5.4.1.1 Campo de Conhecimento: Medicina/Cirurgia/Cirurgia Experimental
Processo: 23080.035502/2015-07
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Assistente A/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Medicina, Residência Médica
em Especialidade Cirúrgica em Programa reconhecido pela Comissão Nacional de
Residência Médica/MEC e Título de Mestre na área Médica.
1.5.4.1.2 Campo de Conhecimento: Medicina/Cirurgia/Cirurgia Torácica
Processo: 23080.057694/2015-02
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Medicina e Título de Doutor
na área médica em programa reconhecido pelo MEC e residência médica em Cirurgia
Torácica em programa reconhecido pela Comissão Nacional de Residência Médica/MEC,
ou Título de Especialista em Cirurgia Torácica concedido pela Sociedade Brasileira de
Cirurgia Torácica ou registro de Qualificação de Especialista na especialidade de Cirurgia
Torácica, conforme resolução 1974/2011 do Conselho Federal de Medicina.
1.5.4.2 Departamento de Enfermagem
1.5.4.2.1 Campo de Conhecimento: Enfermagem/Enfermagem Medico Cirúrgica
Processo: 23080.036032/2015-91
Número de vagas: 3 (três)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Enfermagem e Título de
Doutor em Enfermagem ou Educação ou Saúde Coletiva ou Ciências Sociais.

1.5.4.2.2 Campo de Conhecimento: Enfermagem/Enfermagem Obstétrica
Processo: 23080.036039/2015-11
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Enfermagem e Título de
Doutor em Enfermagem ou Educação ou Saúde Coletiva ou Ciências Sociais.
1.5.4.3 Departamento de Ginecologia e Obstetrícia
1.5.4.3.1 Campo de Conhecimento: Medicina/Ginecologia e Obstetrícia
Processo: 23080.056382/2015-73
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Auxiliar/1
Regime de Trabalho: 40 (quarenta) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Medicina e Residência
Médica em Ginecologia e Obstetrícia.
1.5.4.4 Departamento de Odontologia
1.5.4.4.1 Campo de Conhecimento: Odontologia/Endodontia
Processo: 23080.025846/2015-08
Número de vagas: 1(uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Endodontia ou Odontologia.
1.5.4.5 Departamento de Saúde Pública
1.5.4.5.1 Campo de Conhecimento: Administração/Política e
Governamentais/Saúde Coletiva/Saúde Pública
Processo: 23080.039487/2015-68
Número de vagas: 2 (duas)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Saúde Coletiva.

Planejamento

1.5.5 Centro de Ciências Físicas e Matemáticas
1.5.5.1 Departamento de Matemática
1.5.5.1.1 Campo de Conhecimento: Matemática/Algebra; Análise; Geometria e Topologia;
Matemática Aplicada
Processo: 23080.054966/2015-12

Número de vagas: 2 (duas) sendo 1 (uma), preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Matemática ou Matemática
Aplicada.
1.5.5.2 Departamento de Física
1.5.5.2.1 Campo de Conhecimento: Ensino/Ensino de Ciências e Matemática
Processo: 23080.031793/2015-56
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Graduado em Física e Título de Doutor em Física ou
Ciências ou Educação ou Ensino de Ciências ou Ensino de Física ou Educação Científica e
Tecnológica.
1.5.5.2.2 Campo de Conhecimento: Física Experimental/Física da matéria
condensada/Física Atômica e Molecular/Astrofísica Observacional/Óptica Quântica
Processo: 23080.031842/2015-51
Número de vagas: 2 (duas)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Física ou Astronomia ou
Astrofísica ou Ciências.
1.5.5.2.3 Campo de Conhecimento: Física Teórica/Física da matéria condensada/Física
nuclear e de hádrons/Física atômica e molecular/Óptica quântica/Informação
quântica/Mecânica estatística/Astrofísica estelar e astrofísica extragalática
Processo: 23080.031846/2015-39
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Graduado em Física e Título de Doutor em Física ou
Astronomia ou Título de Doutor em Ciências.
1.5.5.3 Departamento de Química
1.5.5.3.1 Campo de Conhecimento: Química/Química Orgânica
Processo: 23080.040700/2015-84
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Química.

1.5.6 Centro de Ciências Jurídicas
1.5.6.1 Departamento de Direito
1.5.6.1.1 Campo de Conhecimento: Direito Administrativo
Processo: 23080.058104/2015-51
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Direito ou Ciências Jurídicas.
1.5.6.1.2 Campo de Conhecimento: Direito Civil
Processo: 23080.034825/2015-75
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Direito ou Ciências Jurídicas.
1.5.6.1.3 Campo de Conhecimento: Direitos Especiais: Prática Jurídica Civil e Penal
Processo: 23080.034827/2015-64
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Assistente A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Mestre em Direito ou Ciências Jurídicas, e
inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil.
1.5.7 Centro de Comunicação e Expressão
1.5.7.1 Departamento de Expressão Gráfica
1.5.7.1.1 Campo de Conhecimento: Programação Visual
Processo: 23080.034934/2015-92
Número de vagas: 2 (duas)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Design ou Design Gráfico ou
Programação Visual ou Comunicação Visual e Título de Doutor em Design ou Desenho
Industrial ou Programação Visual ou Artes Plásticas ou Jornalismo ou Arquitetura e
Urbanismo ou Multimeios ou Engenharias ou Artes Visuais.
1.5.7.2 Departamento de Língua e Literatura Estrangeiras
1.5.7.2.1 Campo de Conhecimento: Linguística, Letras e Artes/Línguas Estrangeiras
Modernas (Alemão)/Literaturas Estrangeiras Modernas (Alemão)
Processo: 23080.061160/2015-72

Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Letras Alemão ou Linguística
ou Literatura ou Deutsch als Fremdsprache (Alemão como Língua Estrangeira) ou Estudos
da Tradução.
1.5.8 Centro de Desportos
1.5.8.1 Departamento de Educação Física
1.5.8.1.1 Campo de Conhecimento: Educação Física/Esporte Adaptado e Paralímpico
Processo: 23080.037525/2015-48
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Graduação (Licenciatura ou Bacharelado) em
Educação Física e Título de Doutor.
1.5.8.1.2 Campo de Conhecimento: Educação Física/Ginástica
Processo: 23080.037519/2015-91
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Graduação (Licenciatura ou Bacharelado) em
Educação Física e Título de Doutor.
1.5.9 Centro de Filosofia e Ciências Humanas
1.5.9.1 Departamento de História
1.5.9.1.1 Campo de Conhecimento: História da América Colonial
Processo: 23080.039667/2015-40
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em História ou Antropologia ou
Arqueologia ou Sociologia ou Geografia ou Interdisciplinar ­ Sociais e Humanidades.
1.5.9.2 Departamento de Filosofia
1.5.9.2.1 Campo de Conhecimento: Filosofia/Ética e Filosofia Política
Processo: 23080.037073/2015-02
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1

Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Filosofia.
1.5.9.2.2 Campo de Conhecimento: Filosofia/Filosofia Contemporânea
Processo: 23080.037076/2015-38
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Filosofia.
1.5.9.2.3 Campo de Conhecimento: Filosofia/Filosofia da Ciência
Processo: 23080.037062/2015-14
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Filosofia.
1.5.9.3 Departamento de Geociências
1.5.9.3.1 Campo de Conhecimento: Sensoriamento Remoto/Geologia/Cartografia
Geológica
Processo: 23080.040994/2015-44
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Geologia ou Engenharia
Geológica e Título de Doutor em Geociências.
1.5.9.4 Departamento de Sociologia e Ciência Política
1.5.9.4.1 Campo de Conhecimento: Sociologia/Teoria Sociológica Contemporânea
Processo: 23080.036453/2015-11
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Sociologia ou Sociologia
Política ou Ciência Política ou Ciências Sociais ou Interdisciplinar em Ciências Humanas.
1.5.10 Centro Socioeconômico
1.5.10.1 Departamento de Ciências Contábeis
1.5.10.1.1 Campo de Conhecimento: Ciências Contábeis/Contabilidade Tributária
Processo: 23080.041946/2015-73
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital

Classe/Denominação/Nível: A/Assistente A/1
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Ciências Contábeis e Título
de Mestre em Ciências Contábeis ou Administração ou Direito ou Economia.
1.5.10.2 Departamento de Ciências da Administração
1.5.10.2.1 Campo de Conhecimento: Administração Financeira
Processo: 23080.033715/2015-96
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Administração ou
Administração Pública ou Ciências Contábeis ou Ciências Econômicas e Título de Doutor
em Administração ou em Ciências Contábeis.
1.5.10.3 Departamento de Economia e Relações Internacionais
1.5.10.3.1 Campo de Conhecimento: Economia/Teoria Econômica
Processo: 23080.037634/2015-65
Número de vagas: 2 (duas)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Ciências Econômicas ou
Engenharia da Produção ou Física ou Matemática ou Geografia ou Ciência Política ou
História ou Ciências Sociais ou Relações Internacionais ou Administração.
1.5.11 Centro Tecnológico
1.5.11.1 Departamento de Arquitetura e Urbanismo
1.5.11.1.1 Campo de Conhecimento: Arquitetura e Urbanismo/Projeto de Arquitetura e
Urbanismo/Planejamento e Projeto da Edificação
Processo: 23080.057596/2015-67
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Assistente A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Arquitetura e Urbanismo e
Título de Mestre em Arquitetura e Urbanismo ou Arquitetura ou Urbanismo ou Engenharia
Civil.
1.5.11.2 Departamento de Automação e Sistemas
1.5.11.2.1 Campo de Conhecimento: Engenharias/Engenharia
Eletrônica de Processos Elétricos e Industriais
Processo: 23080.033490/2015-78

Elétrica/Automação

Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor.
1.5.11.3 Departamento de Engenharia Civil
1.5.11.3.1 Campo de Conhecimento: Engenharia Civil/Estruturas/Mecânica das Estruturas
Processo: 23080.037103/2015-72
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Engenharia Civil ou
Engenharia de Produção Civil e Título de Doutor em Engenharia.
1.5.11.3.2 Campo de Conhecimento: Fundações e Escavações/Mecânica das
Rochas/Mecânica dos Solos/Obras de Terra e Enrocamento
Processo: 23080.037104/2015-17
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor em Engenharia Civil ou Geotecnia
ou Geotécnica.
1.5.11.4 Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas
1.5.11.4.1 Campo de Conhecimento: Engenharia de Produção/Engenharia
Econômica/Análise de Custos/Avaliação de Projetos
Processo: 23080.036088/2015-45
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Engenharias e Título de
Doutor em Engenharia de Produção ou Economia ou Economia Industrial.
1.5.11.4.2 Campo de Conhecimento: Engenharia de Produção/Higiene e Segurança do
Trabalho/Processos de Trabalho
Processo: 23080.036073/2015-87
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Engenharias e Título de

Doutor em Engenharia de Produção ou Engenharia Mecânica ou Engenharia Civil.
1.5.11.5 Departamento de Engenharia Elétrica
1.5.11.5.1 Campo de Conhecimento: Engenharia Elétrica/Eletrônica Industrial, Sistemas e
Controles Eletrônicos
Processo: 23080.037032/2015-16
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
com deficiência conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Engenharia Elétrica ou
Engenharia Eletrônica e Título de Doutor em Engenharia Elétrica ou Engenharia
Eletrônica.
1.5.11.6 Departamento de Engenharia Mecânica
1.5.11.6.1 Campo de Conhecimento: Dinâmica dos Corpos Rígidos, Elásticos e Plásticos
Processo: 23080.056465/2015-62
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor.
1.5.11.6.2 Campo de Conhecimento: Engenharia Mecânica/Processos de Fabricação
Processo: 23080.036308/2015-31
Número de vagas: 1 (uma) sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos
negros conforme prevê a seção 4 deste Edital
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Engenharia e Título de
Doutor.
1.5.11.6.3 Campo de Conhecimento: Metalurgia de Transformação/Soldagem
Processo: 23080.056861/2015-90
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Doutor.
1.5.11.6.4 Campo de Conhecimento: Processos de Fabricação/Máquinas de Usinagem (e
Conformação)/Processos de Fabricação, Seleção Econômica
Processo: 23080.029644/2015-27
Número de vagas: 1 (uma)
Classe/Denominação/Nível: A/Adjunto A/1
Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva/DE
Requisitos para provimento no cargo: Título de Graduado em Engenharia e Título de

Doutor.
1.6 O ingresso dos candidatos nomeados se dará sempre no nível 1 da classe A, respeitando
a denominação definida para cada campo de conhecimento.
1.7 Para os fins do disposto na Resolução Normativa (RN) nº 34/CUn/2013, os campos de
conhecimento devem ser, prioritariamente, as áreas e subáreas do conhecimento constantes
das Tabelas das Áreas do Conhecimento do CNPq ou da CAPES, disponibilizadas pela
Pró-Reitoria de Graduação.
1.7.1 Nas situações em que, em função do perfil desejado aos candidatos, não houver
possibilidade de enquadramento às Tabelas de Áreas do Conhecimento do CNPq ou da
CAPES, o colegiado do departamento de ensino ou o colegiado competente nos campi
universitários poderá, de forma motivada e justificada, definir campos e subcampos de
conhecimento oriundos de outras tabelas, como, por exemplo, tabelas fornecidas por
conselhos profissionais.
2 DA REMUNERAÇÃO
2.1 A remuneração inicial será aquela constante nos Anexos III e IV da Lei 12.772, de 28
de dezembro de 2012, nas classes e níveis iniciais da carreira, conforme especificado na
tabela a seguir:
Classe/
Denominação/Nível
A/Adjunto A/1
A/Adjunto A/1
A/Assistente A/1
A/Assistente A/1
A/Auxiliar/1

Regime de
Trabalho
DE*
20 horas
DE*
20 horas
40 horas

A/Auxiliar/1

20 horas

Titulação
Exigida
Doutorado
Doutorado
Mestrado
Mestrado
Graduação e
Especialização
Graduação e
Especialização

Vencimento
Básico
4.014,00
2.018,77
4.014,00
2.018,77
2.814,01

Retribuição
Por Titulação
4.625,50
964,82
1.931,98
480,01
370,72

Auxílio
Alimentação
373,00
186,50
373,00
186,50
373,00

9.012,50
3170,09
6.318,98
2.685,28
3557,73

2.018,77

155,08

186,50

2.360,35

*Dedicação Exclusiva
3 DAS INSCRIÇÕES
3.1 Período: de 15/12/2015 a 11/01/2016.
3.2 Os valores de inscrição dependem do cargo, denominação e regime de trabalho,
conforme especificação abaixo:
3.2.1 Professor Adjunto A/DE: R$ 201,00 (duzentos e um reais).
3.2.2 Professor Adjunto A/20 (vinte) horas: R$ 68,00 (sessenta e oito reais).

Total

3.2.3 Professor Assistente A/DE: R$ 137,00 (cento e trinta e sete reais).
3.2.4 Professor Assistente A/20 (vinte) horas: R$ 59,00 (cinquenta e nove reais).
3.2.5 Professor Auxiliar/40 (quarenta) horas: R$ 68,00 (sessenta e oito reais).
3.2.6 Professor Auxiliar/20 (vinte) horas: R$ 48,00 (quarenta e oito reais).
3.3 Dos procedimentos para inscrição:
3.3.1 Antes de efetuar o recolhimento do valor de inscrição, o candidato deverá certificar-se
de que preenche todas as condições necessárias para participação no concurso público. Este
valor, uma vez recolhido, não será restituído em hipótese alguma.
3.3.2 As inscrições serão efetuadas unicamente pela internet, no site
www.segesp.ufsc.br/concursos/, link "Docente Magistério Superior", a partir das 10h do
dia 15/12/2015 até às 23h59min do dia 11/01/2016.
3.3.3 Caso o candidato não possua acesso à internet para viabilizar sua inscrição, serão
disponibilizados computador e impressora, no Departamento de Desenvolvimento de
Pessoas (DDP), localizado no andar térreo do Prédio da Reitoria, Campus Universitário ­
Florianópolis/SC, no horário das 07h30min às 13h30min de segunda a sexta-feira, no
período de 15/12/2015 até o dia 11/01/2016, respeitados os dias e horários de
funcionamento do órgão.
3.3.4 Para inscrever-se o candidato deverá adotar os seguintes procedimentos:
a) Acessar o site www.segesp.ufsc.br/concursos/, link "Docente Magistério Superior",
preencher o Requerimento de Inscrição e enviá-lo via internet para a Universidade Federal
de Santa Catarina.
b) Após o envio do Requerimento de Inscrição, imprimir o Boleto Bancário e o
Comprovante de Requerimento de Inscrição.
c) Efetuar o pagamento do valor de inscrição até o dia 12/01/2016 utilizando o Boleto
Bancário impresso. Este pagamento poderá ser efetuado em qualquer agência bancária do
território nacional (observado o horário de funcionamento externo da agência) ou em postos
de autoatendimento ou via internet (observado o horário estabelecido pelo banco para
quitação nesta data).
3.3.5 O candidato que não proceder rigorosamente como estabelecido no subitem 3.3.4 não
terá sua inscrição efetivada.
3.4 Os dados cadastrais informados na inscrição serão de responsabilidade exclusiva do
candidato.
3.5 O DDP não se responsabilizará por solicitações de inscrição com dados incompletos,

não recebidas ou não efetivadas por motivos de ordem técnica, tais como problemas com a
internet e/ou de ordem bancária.
3.6 É vedada a inscrição condicional e/ou extemporânea, bem como realizada por fax,
correio eletrônico ou via postal.
3.7 Será concedida isenção do pagamento do valor da inscrição ao candidato que estiver
inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), e for
membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto nº 6.135/2007, de 26/6/2007 e do
Decreto n.º 6.593, de 02/10/2008
3.7.1 A isenção do pagamento do valor de inscrição deverá ser solicitada até o dia
04/01/2016, mediante requerimento individual do candidato, em formulário próprio
disponível no site www.segesp.ufsc.br/concursos/, link "Docente Magistério Superior", no
qual deverão ser informados o Número de Identificação Social ­ NIS atribuído pelo
CadÚnico, o nome da mãe, o número de inscrição no concurso e o número do CPF do
candidato.
3.7.2 Ao fazer a solicitação o candidato deverá declarar que pertence à família de baixa
renda, nos termos do Decreto nº 6.135/2007.
3.7.3 O resultado da solicitação de isenção do pagamento do valor de inscrição, com o
deferimento ou não do solicitado, será divulgado no dia 07/01/2016 no site
www.segesp.ufsc.br/concursos/, link "Docente Magistério Superior".
3.7.4 Os candidatos cuja solicitação de isenção houver sido indeferida deverão efetuar o
pagamento do valor de inscrição devido dentro do prazo normal estipulado no subitem
3.3.4, alínea c, deste Edital.
3.8 São considerados documentos de identidade para preenchimento do Requerimento de
Inscrição: carteiras expedidas pelos Ministérios Militares, pelas Secretarias de Segurança
Pública e pelos Corpos de Bombeiros Militares, carteiras expedidas pelos órgãos
fiscalizadores de exercício profissional (Ordens, Conselhos, etc.), Passaporte, Certificado
de Reservista, Carteiras Funcionais expedidas por órgão público que, por Lei Federal,
valham como documento de identidade, Carteira de Trabalho e Carteira Nacional de
Habilitação (somente o modelo novo, com foto).
3.9 O candidato que necessitar de condições especiais para a realização das provas deverá
solicitá-las no requerimento de inscrição, de maneira clara e objetiva, e comprovar sua
necessidade por meio de laudo médico que deverá ser enviado on line, anexado ao
Requerimento, dentro do período previsto para realização das inscrições.
3.9.1 O candidato que não comprovar a necessidade de condições especiais para a
realização das provas por meio de laudo médico anexado ao formulário de inscrição no
período previsto não terá sua solicitação atendida.
3.9.1.1 Nas solicitações de amamentação pelas candidatas lactantes e a utilização de

carteira para canhoto, os candidatos serão dispensados do envio de laudo médico.
3.9.2 O laudo médico será avaliado por comissão multiprofissional, designada pela PróReitoria de Graduação (PROGRAD), a qual, se julgar necessário, poderá convocar o
candidato para avaliação presencial.
3.9.3 As solicitações de condição especial requeridas para a realização das provas serão
atendidas obedecendo a critérios de viabilidade e de razoabilidade
3.9.4 A candidata lactante que necessitar amamentar durante a aplicação da prova deverá
informar essa necessidade no requerimento de inscrição e, no dia do concurso, levar um
acompanhante adulto para manter a criança sob sua guarda, em local reservado e diferente
daquele onde a prova estiver sendo realizada.
3.9.4.1 A amamentação se dará nos momentos que se fizerem necessários, sem a presença
do acompanhante, porém com a presença de fiscal do concurso.
3.9.4.2 Em hipótese alguma será admitida a presença da criança junto à candidata na sala
onde a mesma estiver realizando a prova.
3.9.4.3 Não será concedido qualquer tipo de compensação em relação ao tempo de prova
utilizado para a amamentação.
3.10 O período de inscrições poderá ser prorrogado a interesse da UFSC.
4 DA RESERVA DE VAGAS
4.1 A reserva de vagas para candidatos com deficiência e candidatos negros, nos termos
deste edital, está em conformidade com a Lei nº 8.112/1990, o Decreto nº 3.298/1999, a Lei
nº 12.990/2014, e a RN nº 034/CUn/2013.
4.1.1 Todos os campos de conhecimento, independentemente da reserva de vagas, poderão
ter inscrições de candidatos com deficiência e candidatos negros.
4.1.1.1 Para cada campo de conhecimento haverá três listas de classificação, uma geral,
uma específica para candidatos com deficiência e uma específica para candidatos negros. O
candidato concorrente à reserva de vagas, se classificado na forma deste edital, além de
figurar na lista de classificação geral, terá seu nome constante também na lista específica,
por campo de conhecimento, respeitados os limites impostos pelo Decreto n.º 6.944/2009.
4.1.2 Os candidatos que desejarem concorrer às vagas reservadas para pessoas com
deficiência, e/ou as vagas reservadas para candidatos negros, deverão fazer a sua opção, na
inscrição.
4.1.3 Os candidatos que não optarem pelo disposto no item 4.1.2 concorrerão somente às
vagas constantes na lista geral.

4.2 Da reserva de vagas reservadas para candidatos com deficiência:
4.2.1 Ao candidato com deficiência, amparado pelo Decreto nº. 3.298, de 20 de dezembro
de 1999, e suas alterações, pela Lei nº 12.764, de 27 de dezembro de 2012, pela Súmula n°
377/2009 do Superior Tribunal de Justiça, fica assegurado o direito de se inscrever em
concurso público de que trata o presente Edital, em igualdade de condições com os demais
candidatos, para provimento de cargos cujas atribuições sejam compatíveis com a sua
deficiência.
4.2.2 Das vagas destinadas neste certame, 20% (vinte por cento) foram reservadas a pessoas
com deficiência, conforme previsto na RN nº 34/CUn/2013 e com amparo no Decreto nº.
3.298/1999 e suas alterações.
4.2.2.1 Os departamentos de ensino ou campi que dispunham de número igual ou superior a
5 (cinco) vagas tiveram um quinto dessas vagas reservada automaticamente para pessoas
com deficiência.
4.2.2.2 Além da reserva automática de vagas a que se refere o item 4.2.2.1, foi realizado
sorteio para alcançar a totalização dos 20% (vinte por cento) de vagas reservadas a
candidatos com deficiência, conforme especificado no item 4.4 deste Edital.
4.2.2.3 Do total de vagas destinadas no item 4.2.2, às pessoas com deficiência, foram
deduzidas aquelas abarcadas pelo item 4.2.2.1, sorteando-se em seguida as vagas
correspondentes ao saldo, de modo a determinar, por critério impessoal e objetivo, em quais
departamentos de ensino ou Campi dentre os não abarcados pelo item 4.2.2.1, foram
alocadas as demais vagas destinadas às pessoas com deficiência.
4.2.3 A reserva de vaga de que trata o item 4.2.2 é relativa àqueles campos de
conhecimento contemplados pela reserva automática e pelo sorteio.
4.2.4 O candidato com deficiência, ao inscrever-se, deverá informar no requerimento de
inscrição o tipo de deficiência que possui, e encaminhar via on line laudo médico, o qual
deverá ser anexado ao requerimento de inscrição dentro do período previsto para realização
das inscrições, pelo site do concurso.
4.2.4.1 O laudo médico deverá atestar a espécie e o grau ou nível de deficiência, com
expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença
(CID).
4.2.4.2 O candidato que não comprovar a deficiência informada, por meio de laudo médico
anexado ao formulário de inscrição no período previsto, não concorrerá às vagas reservadas
às pessoas com deficiência, concorrendo somente à lista geral.
4.2.5 O candidato com deficiência que necessitar de condições especiais para a realização
das provas deverá proceder conforme orientações do subitem 3.9.
4.2.6 O candidato com deficiência participará deste concurso em igualdade de condições

com os demais candidatos no que se refere ao conteúdo das provas, à avaliação e aos
critérios de aprovação, bem como ao horário de início, data, local de aplicação e nota
mínima exigida para todos os demais candidatos.
4.2.7 Não será concedida posse ao candidato aprovado no concurso cuja deficiência
informada no requerimento de inscrição nos termos do Decreto nº. 3.298/1999, e suas
alterações, e na Lei nº 12.764, de 27 de dezembro de 2012, não seja constatada por médico
da UFSC, passando a compor apenas a lista de classificação geral.
4.2.8 A UFSC terá a assistência de equipe multiprofissional que, entre outras atribuições,
emitirá parecer avaliando se a deficiência apresentada pelo candidato se enquadra nos
termos do Decreto nº. 3.298/1999 e suas alterações, da Lei nº 12.764, de 27 de dezembro de
2012 e a Súmula n° 377/2009 do Superior Tribunal de Justiça, observando as informações
prestadas pelo candidato no ato da inscrição e a compatibilidade entre as atribuições do
cargo e a deficiência do candidato à reserva de vaga durante o processo de admissão,
conforme Art. 43 do Decreto n.º 3.298/1999.
4.3 Da reserva de vagas reservadas para candidatos negros
4.3.1 Nos termos da Lei nº 12.990, de 09 de junho de 2014, poderão concorrer às vagas
reservadas a candidatos negros aqueles que se autodeclararem pretos ou pardos no ato de
inscrição, conforme o quesito "cor ou raça" utilizado pela Fundação Instituto Brasileiro de
Geografia e Estatística (IBGE).
4.3.1.1 Na hipótese de constatação de declaração falsa, o candidato será eliminado do
concurso e, se houver sido nomeado, ficará sujeito à anulação da sua admissão, após
procedimento administrativo em que lhe sejam assegurados o contraditório e a ampla
defesa, sem prejuízo de outras sanções cabíveis.
4.3.1.2 O candidato aprovado às vagas destinadas a pessoas negras, quando da apresentação
para comprovação de requisitos, deverá preencher formulário padrão, em que se declare
pessoa preta ou parda (autodeclaração, conforme o quesito cor ou raça utilizado pela
Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ­ IBGE).
4.3.2 Das vagas destinadas no certame, 20% (vinte por cento), conforme consta na RN nº
34/CUn/2013, foram reservadas às pessoas negras, amparadas pela Lei nº 12.990, de 09 de
junho de 2014.
4.3.2.1 Em relação aos departamentos de ensino ou campi que disporem de número igual
ou superior a 3 (três) vagas, destas, um quinto foi reservada automaticamente para
candidatos negros.
4.3.2.2 Além da reserva automática de vagas a que se refere o item 4.2.2.1, foi realizado
sorteio, na forma definida no item 4.4, para a totalização dos 20% (vinte por cento) de
vagas reservadas a candidatos negros.
4.4 Do sorteio de vagas reservadas para candidatos com deficiência e para candidatos

negros:
4.4.1 Do total das vagas destinadas à reserva de vagas para candidatos com deficiência e
candidatos negros, foram deduzidas aquelas abarcadas pelos itens 4.2.2.1 e 4.3.2.1,
sorteando-se em seguida as vagas restantes, de modo a determinar por critério impessoal e
objetivo em quais departamentos de ensino e campi, dentre os não abarcados pela reserva
automática a que se referem itens supracitados, foram alocadas as demais vagas destinadas
à reserva.
4.4.1.1 Sorteado um departamento de ensino ou campus, este foi excluído dos sorteios
subsequentes.
4.4.2 Após o sorteio dos departamentos de ensino e campi que receberam a reserva de
vagas, foi realizado na sequência, de modo objetivo e impessoal, novo sorteio dos campos
de conhecimento em que foram alocadas as vagas dentro de cada departamento de ensino e
campus.
4.4.2.1 A primeira vaga sorteada foi para a reserva de candidatos com deficiência e a
próxima para a reserva de candidatos negros, seguindo alternados os sorteios até a
finalização da distribuição das vagas aos departamentos de ensino e campi.
4.4.3. O sorteio foi realizado publicamente no dia 03/12/2015, com prévia divulgação no
Boletim Oficial e no site da UFSC em 01/12/2015, conforme previsto na RN nº
34/CUn/2013.
5 DA HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES
5.1 A Direção do DDP homologará as inscrições por meio de portaria no prazo de 2 (dois)
dias úteis a contar da data do seu encerramento, e as divulgará no site
www.segesp.ufsc.br/concursos/, link "Docente Magistério Superior".
5.2 Caberá recurso administrativo relativo às inscrições que não tenham sido homologadas,
dirigido à Direção do DDP, que poderá reconsiderar a decisão no prazo de 2 (dois) dias
úteis, a contar da data da publicação da portaria de homologação das inscrições.
5.2.1 O recurso deverá ser entregue diretamente ao DDP, localizado no andar térreo do
Prédio da Reitoria, Campus Universitário Reitor João David Ferreira Lima, das 07h30min
às 13h30min de segunda a sexta-feira, respeitados dias e horários de funcionamento, ou
enviado por meio de SEDEX com aviso de recebimento (AR), postados dentro do prazo
estipulado no item 5.2, para: Departamento de Desenvolvimento de Pessoas, Campus
Universitário João David Ferreira Lima ­ UFSC, Trindade, Florianópolis, Santa Catarina
(SC), Caixa Postal 476, CEP 88040-900, assunto: RECURSO/INSCRIÇÕES.
5.3 Havendo reconsideração por parte da Direção do DDP será publicada Portaria
complementar de homologação das inscrições.
5.4 Não havendo reconsideração, o recurso será dirigido à Pró Reitoria de Graduação para

análise e decisão final, no prazo de 02 (dois) dias úteis, a contar da data do recebimento do
processo.
6 DA BANCA EXAMINADORA
6.1 A constituição da banca examinadora, após aprovada pelo colegiado do departamento
de ensino e pelo conselho da unidade universitária, será formalizada pela Direção da
Unidade à qual se destina a vaga, por meio de portaria, que será publicada pelo DDP, até o
dia 29/08/2016, no endereço: www.segesp.ufsc.br/concursos/, link "Docente Magistério
Superior".
6.2 A banca examinadora constituir-se-á de 3 (três) professores, tendo, no mínimo, 1 (um)
não-integrante do quadro de pessoal da UFSC; todos de reconhecida qualificação no campo
de conhecimento do concurso, integrantes de classe e detentores de titulação igual ou
superior à exigida para o cargo a ser provido.
6.2.1 Respeitadas as condições do subitem 6.2 admitir-se-á que a banca examinadora seja
composta, como membro interno, por professor visitante, em licença para acompanhamento
de cônjuge (com lotação provisória na UFSC) ou aposentado.
6.3 Caberá impugnação de membro da banca examinadora, devidamente motivada e
justificada, no prazo de 02 (dois) dias úteis contados da publicação da portaria de sua
constituição, dirigida ao Conselho da Unidade Universitária ou Direção do Campus do
respectivo concurso, que se manifestará no prazo de até 5 (cinco) dias úteis.
6.3.1 O recurso deverá ser entregue diretamente ao DDP, localizado no andar térreo do
Prédio da Reitoria, Campus Universitário Reitor João David Ferreira Lima, das 07h30min
às 13h30min de segunda a sexta-feira, respeitados dias e horários de funcionamento do
órgão, ou enviado por meio de SEDEX com aviso de recebimento (AR), postados dentro do
prazo estipulado no item 6.3, para: Departamento de Desenvolvimento de Pessoas, Campus
Universitário João David Ferreira Lima ­ UFSC, Trindade, Florianópolis, Santa Catarina
(SC), Caixa Postal 476, CEP 88040-900, assunto: RECURSO/BANCA EXAMINADORA.
6.3.2 No caso do indeferimento da impugnação o recurso será remetido à Câmara de
Graduação, que analisará o recurso no prazo de até 7 (sete) dias úteis, a contar da data de
recebimento do processo, proferindo decisão administrativa final sobre ele.
7 DO CRONOGRAMA DO CONCURSO
7.1 O DDP publicará no endereço www.segesp.ufsc.br/concursos/, link "Docente
Magistério Superior", o cronograma contendo as informações referentes aos locais, dias e
horários de realização de todas as atividades relativas ao concurso, com antecedência
mínima de vinte dias do início da primeira prova.
7.1.1 Após a realização da prova escrita, os prazos para a realização das próximas etapas do
concurso poderão ser alterados em face da redução do número de candidatos aprovados,
mediante a publicação de novo cronograma no mural e na página eletrônica do

departamento ou unidade universitária ao qual o concurso está vinculado.
7.2 A identificação correta da data(s) e do local(is) de realização das atividades relativas ao
concurso é de inteira responsabilidade do candidato.
7.3 O candidato deverá comparecer obrigatoriamente a todas as etapas do concurso, na
data, local e horário definidos em cronograma, exceto na sessão de apuração dos resultados
finais, cujo comparecimento é facultativo.
7.3.1 O candidato que não comparecer a qualquer uma das etapas obrigatórias do concurso
será eliminado e ficará impedido de participar das etapas subsequentes.
7.3.2 Não serão tolerados atrasos, inclusive na sessão de instalação dos trabalhos.
7.3.3 O candidato após ser identificado, não poderá se retirar dos locais de realizações das
etapas.
8 DA REALIZAÇÃO DO CONCURSO
8.1 Todas as provas serão realizadas em língua portuguesa, à exceção dos concursos nas
áreas de línguas estrangeiras e de língua brasileira de sinais (Libras), que, a critério do
departamento de ensino ou do órgão competente no Campus Universitário, poderão ser
realizadas na língua relativa à respectiva área.
8.1.1 No caso de inscrição de candidatos deficientes auditivos, as provas poderão ser
realizadas em língua brasileira de sinais (Libras), desde que o candidato tenha
expressamente encaminhado essa solicitação no seu Requerimento de Inscrição, conforme
indicado no item 3.9.
8.2 O concurso abrangerá as etapas de instalação dos trabalhos, entrega de documentos e
sessão de apuração dos resultados, além do processo avaliativo, que é composto pelas
seguintes provas:
a) escrita,
b) didática,
c) apresentação oral, análise e arguição do projeto de atividades acadêmicas e memorial
descritivo, e
d) exame de títulos no formato da Plataforma Lattes.
8.2.1 O candidato deverá se apresentar, para todas as etapas do concurso, portando
documento oficial de identidade (original) que utilizou para realizar sua inscrição,
conforme subitem 3.8.
8.2.2 Para os campos de conhecimento especificados a seguir também fará parte do

processo avaliativo a prova prática:
a) Anatomia Animal ­ campus Curitibanos
b) Programação Visual ­ Departamento de Expressão Gráfica
c) Arquitetura e Urbanismo/Projeto de Arquitetura e Urbanismo/Planejamento e Projeto da
Edificação ­ Departamento de Arquitetura e Urbanismo
d) Direitos Especiais: Prática Jurídica Civil e Penal

8.3 O processo de avaliação compreenderá a realização de provas de conhecimentos e a
avaliação de títulos, conforme especificações abaixo:
a) prova escrita, de caráter eliminatório e classificatório, com peso 2,5 (dois e meio);
b) prova didática, de caráter classificatório, com peso 3 (três);
c) prova prática, de caráter classificatório, com peso 1 (um);
d) apresentação oral, análise e arguição do projeto de atividades acadêmicas e do memorial
descritivo, de caráter classificatório, com peso 1 (um);
e) exame dos títulos, de caráter classificatório, com peso 2,5 (dois e meio).
8.3.1 Nos concursos em que não houver previsão de prova prática, a prova didática terá
peso 3,5 (três e meio), e o exame dos títulos, peso 3 (três).
8.3.2 Para todas as modalidades de avaliação do concurso as notas serão atribuídas na
escala de 0,00 (zero) a 10,00 (dez).
8.3.3 A média para aprovação em cada prova será 7,00 (sete), excetuando-se a prova de
títulos.
8.3.4 O caráter eliminatório significa que o candidato reprovado não poderá prosseguir nas
demais etapas do concurso.
8.3.5 Nas provas de caráter classificatório, o candidato poderá participar das etapas
subsequentes mesmo não alcançando a média estipulada no subitem 8.3.3, porém, caso isso
ocorra, o candidato estará reprovado, considerando que as notas serão reveladas e
computadas apenas na apuração do resultado final.
8.4 Os trabalhos do concurso serão instalados em sessão pública e compreenderão a
investidura dos membros da banca examinadora e a investidura de um servidor técnicoadministrativo em educação para secretariar os trabalhos da banca examinadora do
concurso.

8.5 A prova escrita será dissertativa, ficando a critério do departamento, e definido em
cronograma, se será constituída de duas questões elaboradas previamente ou de 2 (dois)
pontos do conteúdo programático sorteados publicamente.
8.5.1 A prova escrita dissertativa terá duração de 4 (quatro) horas, excetuando-se os tempos
adicionais determinados em lei específica e regulamentados.
8.5.2 A banca examinadora avaliará e pontuará o candidato com base nos seguintes
critérios: domínio e precisão do conhecimento na área objeto do concurso; a coerência na
construção do argumento e a precisão lógica do raciocínio; a forma de expressão,
considerando a fluência discursiva em termos de correção linguística, coesão e coerência.
8.5.3 O candidato deverá realizar a prova escrita utilizando somente caneta esferográfica de
tinta de cor azul ou preta.
8.5.4 Não será permitida, durante a realização da prova, a comunicação entre os candidatos,
o porte e utilização de aparelhos celulares ou similares, de calculadoras ou similares, de
relógios, de livros, de anotações, de impressos ou de qualquer outro material de consulta,
sendo eliminado do concurso o candidato que descumprir esta determinação.
8.5.5 O candidato não poderá se identificar ou utilizar quaisquer tipos de símbolos, nas
folhas disponibilizadas para realização da prova, que não tenham relação direta com o
conteúdo da prova, sob pena de zeramento da mesma.
8.5.6 As provas entregues pelos candidatos serão colocadas, pelo secretário da banca
examinadora, em envelope a ser lacrado e rubricado por todos os membros presentes da
banca examinadora, permanecendo guardadas sob a responsabilidade do presidente da
banca.
8.5.7 A atribuição de nota às provas escritas, respeitando o sistema de anonimato, será
efetuada em sessão reservada e cada membro da banca examinadora deverá corrigir as
provas individualmente, sem a consulta aos demais membros.
8.5.7.1 Após a correção das provas, cada examinador atribuirá a sua nota a cada candidato e
registrará na planilha de atribuição de nota individual que será colocada em envelope pelo
membro da banca examinadora, e entregue ao secretário da banca examinadora, para
posterior registro na planilha geral de atribuição de notas, permanecendo os envelopes sob a
responsabilidade do presidente da banca até a apuração da média final para habilitação e
classificação dos candidatos.
8.5.8 O presidente da banca examinadora deverá elaborar uma lista nominal dos candidatos
aprovados, por ordem alfabética, e proceder à sua publicação em mural e na página
eletrônica do departamento de ensino ou do órgão competente no Campus universitário,
sem divulgar as notas ou os avaliadores que as atribuíram;
8.5.9 Será assegurado aos candidatos o direito a recurso no prazo de um dia útil a contar da

publicação da lista dos candidatos aprovados na prova escrita.
8.5.9.1 O recurso deverá ser interposto, por meio de requerimento dirigido à banca
examinadora, devidamente protocolado na direção da unidade universitária ou do Campus
universitário a que o concurso estiver vinculado.
8.5.9.2 O recurso deverá estar devidamente fundamentado, com argumentação lógica e
consistente, digitado ou preenchido a mão com letra legível, contendo o nome e a assinatura
do candidato, podendo juntar os documentos que julgar convenientes.
8.5.9.3 Será concedida vista da prova escrita ao candidato que requerê-la para fundamentar
o recurso de que trata o subitem 8.5.9. O pedido de vista deverá ser dirigido ao presidente
da banca examinadora, devidamente assinado pelo candidato, que disponibilizará ao
requerente uma cópia da prova, bem como os critérios de correção e a nota obtida.
8.5.9.4 A banca examinadora deverá emitir seu parecer em até 2 (dois) dias úteis a contar
do recebimento do recurso e, no caso do deferimento, fará a recontagem da nota atribuída
ao candidato recorrente ou, se indeferido, encaminhá-lo ao conselho da unidade
universitária ou órgão competente no Campus universitário para apreciação em até 2 (dois)
dias úteis.
8.5.9.5 O recurso de que trata o subitem 8.5.9 poderá ser recebido pelo presidente da banca
examinadora no efeito suspensivo, se entender que da execução imediata da decisão
recorrida possa resultar a sua ineficácia, com prejuízos irreparáveis ou de difícil reparação
ao recorrente ou a terceiros, no caso de seu provimento.
8.5.10 Todas as etapas do processo avaliativo do concurso do Campus de Blumenau, para o
campo de conhecimento de Linguística/Linguística Aplicada/Letras/Educação/Estudos da
Tradução serão realizadas em Língua Brasileira Sinais ­ Libras, e todas as etapas do
concurso do Departamento de Línguas e Literatura Estrangeiras para o campo de
conhecimento
Linguística, Letras e Artes/Línguas Estrangeiras Modernas
(Alemão)/Literaturas Estrangeiras Modernas (Alemão) serão realizadas em língua alemã.
8.5.10.1 Dependendo do número de candidatos inscritos para o campo de conhecimento de
Linguística/Linguística Aplicada/Letras/Educação/Estudos da Tradução, o campus poderá
dividir o total de candidatos em grupos.
8.5.10.2 No caso previsto no subitem 8.5.10.1, a prova escrita será realizada em períodos
ou dias diferentes, definidos nos cronogramas dos concursos.
8.5.10.3 Referente ao campo de conhecimento de Linguística/Linguística
Aplicada/Letras/Educação/Estudos da Tradução, no caso da prova escrita ser realizada em
períodos ou dias diferentes, serão sorteados 2 (dois) itens do conteúdo programático da
prova para cada grupo.
8.5.10.4 Referente ao campo de conhecimento de Linguística/Linguística
Aplicada/Letras/Educação/Estudos da Tradução, o sorteio para cada grupo deverá ser feito

considerando todos os itens do conteúdo programático definido na seção 15.
8.5.10.5 Referente ao campo de conhecimento de Linguística/Linguística
Aplicada/Letras/Educação/Estudos da Tradução, os candidatos terão quatro horas para a
elaboração de um vídeo, gravado em DVD, disponibilizado pelo campus de Blumenau,
com duração entre 10 e 15 minutos, versando sobre os itens sorteados.
8.5.10.6 Referente ao campo de conhecimento de Linguística/Linguística
Aplicada/Letras/Educação/Estudos da Tradução, ao final da prova, os candidatos deverão
entregar o DVD com o vídeo filmado em libras, juntamente com as anotações utilizadas, os
quais serão colocados em um envelope individual, lacrado e rubricado por todos os
membros da banca.
8.5.10.7 Deverão ser considerados, para efeito do concurso do campo de conhecimento
Linguística/Linguística Aplicada/Letras/Educação/Estudos da Tradução, os demais itens
deste Edital que não tratam dos especificados nos subitens 8.5.10, 8.5.10.1, 8.5.10.2,
8.5.10.3, 8.5.10.4, 8.5.10.5 e 8.5.10.6.
8.6 Os candidatos aprovados na prova escrita, no momento do sorteio do seu ponto para a
prova didática, estabelecido no cronograma do concurso, deverão proceder à entrega, ao
secretário da banca examinadora do concurso, de 3 (três) cópias dos exemplares do
memorial descritivo, 3 (três) cópias do projeto de atividades acadêmicas e 3 (três) cópias do
curriculum vitae no formato da Plataforma Lattes.
8.6.1 Pelo menos uma das cópias do curriculum vitae, no formato da Plataforma Lattes,
deverá estar devidamente documentada, com os documentos comprobatórios numerados e
dispostos na ordem em que serão apresentados.
8.6.2 A não entrega dos documentos conforme estabelecido os itens 8.6 e 8.6.1 implicará a
eliminação do candidato.
8.6.3 Os títulos acadêmicos e as atividades de ensino e extensão (grupo I e II do anexo A da
RN nº 34/CUn/2013) a que se refere o subitem 8.6.1 serão apresentados por cópia
autenticada ou por cópia acompanhada pelo documento original, para fins de autenticação
pelo secretário da banca examinadora.
8.6.3.1 A falta dos documentos originais, para fins de autenticação pelo secretário da banca
examinadora, implica tão somente na não pontuação desses títulos.
8.7 A prova didática, com duração entre 40 (quarenta) e 50 (cinquenta) minutos, consistirá
de aula sobre o ponto do conteúdo programático sorteado exatamente 24 (vinte e quatro)
horas antes do início da prova, conforme definição em cronograma.
8.7.1 O tempo de 24 (vinte e quatro) horas previsto deverá ser utilizado pelos candidatos
para o preparo da prova didática, elaboração do plano de aula e organização do material
didático que será utilizado.

8.7.2 Antes do início da prova didática, os candidatos deverão proceder à entrega, a cada
um dos membros da banca examinadora, de cópia do plano de aula, sendo desclassificado o
candidato que não o fizer.
8.7.3 A prova didática será realizada em sessão pública, sendo vedada a presença dos
demais candidatos, incluindo aqueles que já tiverem sido eliminados na prova escrita.
8.7.4 Para efeitos de registro, a prova didática será gravada em áudio e vídeo, sob
responsabilidade da UFSC, estando o candidato impedido de efetuar a gravação por meios
próprios.
8.7.5 Na prova didática, a banca examinadora avaliará e pontuará o candidato com base nos
seguintes critérios: nível de conhecimento na área objeto do concurso; capacidade de interrelacionamento de ideias e conceitos; raciocínio; forma de expressão; adequação da
exposição ao tempo previsto e ao plano de aula apresentado para a banca examinadora.
8.7.6 A ordem do sorteio dos pontos a serem apresentados na prova didática obedecerá à
sequência crescente do número de inscrição.
8.7.6.1 O candidato que recorrer do resultado da prova escrita e tiver o seu pedido deferido
será colocado ao final da lista do sorteio para a prova didática, independente do seu número
de inscrição.
8.7.7 Cada membro da banca examinadora atribuirá a sua nota a cada candidato, registrará
na planilha de atribuição de nota individual e entregará ao secretário da banca que as
colocará em envelopes individuais por candidato, a serem lacrados e rubricados por todos
os membros da banca examinadora, permanecendo os envelopes sob a responsabilidade do
presidente da banca até a apuração da média final para habilitação e classificação dos
candidatos.
8.8 A prova prática, de que trata o subitem 8.2.2, visa avaliar o candidato quanto à
capacidade operacional em tarefas que envolvam elaboração, execução ou críticas sobre
conhecimentos práticos compatíveis com o campo de conhecimento do concurso.
8.8.1 A indicação dos instrumentos, aparelhos ou técnicas a serem utilizadas na prova
prática consta no subitem do conteúdo programático relativo ao campo de conhecimento
para o qual será realizada, na seção 15 deste Edital.
8.8.2 Cada membro da banca examinadora atribuirá a sua nota a cada candidato, registrará
na planilha de atribuição de nota individual e entregará ao secretário da banca que as
colocará em envelopes individuais por candidato, a serem lacrados e rubricados por todos
os membros da banca examinadora, permanecendo os envelopes sob a responsabilidade do
presidente da banca até a apuração da média final para habilitação e classificação dos
candidatos.
8.9 A defesa do projeto de atividades acadêmicas e do memorial descritivo, na forma de
exposição oral pelo candidato, terá duração máxima de 30 (trinta) minutos.

8.9.1 O projeto de atividades acadêmicas deverá incluir propostas diferenciadas para as
atividades de ensino, pesquisa e extensão e terá que contemplar contextualização e
problematização do tema; procedimentos metodológicos a serem adotados; resultados
esperados; cronograma de execução; e referências bibliográficas.
8.9.2 O memorial descritivo compreenderá a exposição de modo analítico e crítico sobre as
atividades desenvolvidas pelo candidato, contendo todos os aspectos significativos de sua
formação e trajetória profissional, envolvendo o ensino, a pesquisa e a extensão.
8.9.3 Os critérios de avaliação do projeto de atividades acadêmicas e do memorial
descritivo serão: nível de conhecimento na área objeto do concurso; capacidade de interrelacionamento de ideias e conceitos; raciocínio; forma de expressão; adequação da
exposição ao tempo previsto.
8.9.4 Cada examinador terá 5 (cinco) minutos, no máximo, para arguir o candidato, o qual
disporá de tempo idêntico para a sua manifestação, sendo que o total da arguição não
poderá ultrapassar 60 (sessenta) minutos, incluído o tempo de exposição do candidato.
8.9.5 Para efeitos de registro, a apresentação oral do projeto de atividades acadêmicas e do
memorial descritivo será gravada em áudio e vídeo, sob responsabilidade da UFSC, estando
o candidato impedido de efetuar a gravação por meios próprios.
8.9.6 Cada membro da banca examinadora atribuirá a sua nota a cada candidato, registrará
na planilha de atribuição de nota individual e entregará ao secretário da banca que as
colocará em envelopes individuais por candidato, a serem lacrados e rubricados por todos
os membros da banca examinadora, permanecendo os envelopes sob a responsabilidade do
presidente da banca até a apuração da média final para habilitação e classificação dos
candidatos.
8.10 A Prova de Títulos consistirá da apreciação e valoração pela banca examinadora dos
títulos apresentados e devidamente comprovados pelo candidato no seu curriculum vitae.
8.10.1 Os títulos serão classificados conforme os seguintes grupos, cujo conteúdo e
valoração constam no Anexo A da RN 34/CUn/2013: grupo I ­ de títulos acadêmicos nos
campos de conhecimento do concurso; grupo II ­ de atividades de ensino e extensão; grupo
III ­ de trabalhos científicos, tecnológicos, artísticos e culturais e realizações profissionais
nos campos de conhecimento definidos no edital do concurso; grupo IV ­ de funções
administrativas universitárias e grupo V ­ atividades relevantes desenvolvidas no período
anterior compreendido aos últimos dez anos.
8.10.1.1 Serão considerados os títulos do grupo I, aqueles reconhecidos pelo Ministério de
Educação ­ MEC, ou órgão competente, e quando realizados no exterior, revalidados por
instituição nacional de ensino reconhecida pelo MEC ­ expedidos até a entrega do currículo
estabelecida no cronograma do concurso.

8.10.1.2 Serão considerados os títulos dos grupos II, III, IV e V aqueles expedidos até a
entrega do currículo ­ estabelecida no cronograma ­ ou que se encontrem no prelo,
referentes aos últimos dez anos, contados a partir da data de publicação do Edital no Diário
Oficial da União (DOU).
8.10.1.3 Na comprovação dos títulos acadêmicos poderá ser apresentada cópia do diploma,
conforme o item 8.6.3, ou, no caso de defesa recente, de um certificado ou certidão da
instituição ou do programa de pós-graduação concedente do título indicando que o trabalho
foi concluído e que todos os requisitos foram cumpridos, faltando apenas a confecção e
entrega do diploma, exceto títulos concedidos no exterior.
8.10.2 É prerrogativa da banca a ponderação dos títulos, quando permitida, respeitando-se
os limites impostos pela tabela do Anexo A da RN 34/CUn/2013.
8.10.3 Para os fins de atribuição das notas relativas aos títulos, serão adotados os
procedimentos e critérios dispostos neste Edital, sendo que a forma matemática de cálculo é
mostrada no Anexo C da RN nº 34/CUn/2013.
8.10.3.1 Embora uma nota abaixo de 7,00 (sete) na prova de títulos não elimine um
candidato, essa nota compõe a média final do concurso e, caso o candidato não consiga
pontuação suficiente nas demais etapas para obter média final maior ou igual a 7,00 (sete),
não será aprovado.
8.10.3.2 O cálculo da nota final de cada candidato no exame de títulos será feito
considerando-se o total de pontos obtidos pelo mesmo, de acordo com a tabela do Anexo A
da RN nº34/CUn/2013, e adotando-se as seguintes pontuações de referência: concurso para
professor adjunto A: 300 (trezentos) pontos; concurso para professor assistente A: 200
(duzentos) pontos; concurso para professor auxiliar: 100 (cem) pontos.
8.10.3.3 Para a atribuição de nota 10,00 (dez) a um candidato, a condição necessária, mas
não suficiente, é que ele atinja a pontuação de referência estabelecida.
8.10.3.4 O candidato que obtiver pontuação correspondente à metade da pontuação de
referência, terá garantido nota mínima 7,00 (sete) na prova de títulos.
8.10.3.5 As notas dos candidatos, em função da pontuação obtida na tabela do Anexo A da
RN nº34/CUn/2013, serão assim calculadas:
8.10.3.5.1 As notas para pontuação até metade da pontuação de referência serão
distribuídas linearmente entre 0,00 (zero) e 7,00 (sete), em função da pontuação obtida pelo
candidato;
8.10.3.5.2 As notas para pontuações acima da metade da pontuação de referência, quando
nenhum candidato ultrapassar a pontuação de referência, serão distribuídas linearmente
entre 7,00 (sete) e 10,00 (dez), em função da pontuação obtida pelo candidato, onde a nota
máxima corresponde à pontuação de referência;

8.10.3.5.3 As notas para pontuações acima da metade da pontuação de referência, quando a
pontuação de referência é ultrapassada, serão distribuídas linearmente entre 7,00 (sete) e
10,00 (dez), em função da pontuação obtida pelo candidato, onde a nota máxima
corresponde à maior pontuação obtida entre todos os candidatos.
8.10.4 A UFSC deverá incluir na planilha eletrônica usada para a apuração dos resultados,
além dos campos das notas e pesos das etapas de avaliação, campo específico para o
lançamento dos pontos da prova de títulos e meios para suas conversões em notas,
conforme descrito neste Edital, lançadas em campo específico pela própria planilha.
8.10.4.1 A banca examinadora lançará no formulário adequado apenas o total de pontos
obtidos por cada candidato.
8.10.4.2 O exame dos títulos será feito em conjunto por todos os examinadores, sendo
atribuída uma única nota a cada candidato que será registrada na planilha de atribuição de
nota individual para cada candidato, e colocada em envelopes individuais por candidato, a
serem lacrados e rubricados por todos os membros da banca examinadora, permanecendo
os envelopes sob a responsabilidade do presidente da banca até a apuração da média final
para habilitação e classificação dos candidatos.
9 DA HABILITAÇÃO E DA CLASSIFICAÇÃO
9.1 Após o término da última prova, em data fixada no cronograma do concurso, será
realizada a sessão pública de apuração do resultado para habilitação e classificação dos
candidatos.
9.1.1 Não havendo aprovados na prova escrita, não será necessária a realização da sessão
de apuração dos resultados.
9.1.2 Para efeitos de registro, a sessão pública de apuração de resultados será gravada em
áudio e vídeo, sob responsabilidade da UFSC, estando o candidato impedido de efetuar a
gravação por meios próprios.
9.2 Para obtenção da média de cada prova, exceto a de títulos, a banca examinadora
calculará a média aritmética das notas obtidas de cada examinador, considerando até a
segunda casa decimal, sem arredondamentos.
9.3 Para a classificação, a banca examinadora calculará a média ponderada ­ de acordo com
os pesos estabelecidos no item 8.3 ­ das médias obtidas pelos candidatos em cada prova,
considerando até a segunda casa decimal, sem arredondamentos, relacionando-os em ordem
decrescente das médias obtidas.
9.4 Considerar-se-á habilitado no concurso o candidato que atingir a média final mínima de
7,00 (sete), na escala de 0 (zero) a 10,00 (dez), observado o disposto no item 8.3.3.
9.4.1 A classificação dos candidatos será obtida com base na média final dos candidatos,
em ordem decrescente de pontuação.

9.5 O resultado do concurso, contendo a relação dos habilitados com sua classificação, e
dos inabilitados por nota ou desistência, será divulgado pelo presidente da banca
examinadora, na sessão de apuração dos resultados, e o submeterá à aprovação do Conselho
da Unidade Universitária ou Direção do Campus por meio de relatório final
circunstanciado.
9.6 Após a sessão de apuração dos resultados, o candidato poderá solicitar ao departamento
ao qual o concurso está vinculado:
a) cópias da planilha de pontuação individual e da planilha de classificação geral da prova
de títulos;
b) registro da informação da maior pontuação utilizada (referência) para o cálculo das notas
individuais na prova de títulos;
c) documento com o registro das notas individuais recebidas em cada prova do concurso
atribuída pelos membros da banca examinadora, sem a identificação destes;
d) cópia do DVD das suas provas didática, de apresentação do projeto de atividades
acadêmicas e do memorial descritivo e da sessão de apuração dos resultados.
9.6.1 O pedido de vistas de documentos de outros candidatos só será atendido diante da
autorização expressa, por escrito, destes.
10 DO RESULTADO PRELIMINAR
10.1 A publicação oficial do resultado preliminar do concurso será feita pela direção do
DDP, após a aprovação pelo Conselho da Unidade Universitária ou Direção do Campus, no
endereço www.segesp.ufsc.br/concursos/, link "Docente Magistério Superior".
10.1.1 O resultado preliminar será divulgado em três listas, a primeira contendo a
pontuação de todos os candidatos; a segunda, somente a pontuação dos candidatos com
deficiência; e a terceira, somente a pontuação dos candidatos negros.
10.2 No caso de empate na média final, a classificação observará a seguinte ordem de
preferência: a idade, em favor do candidato com idade igual ou superior a sessenta anos; a
maior pontuação na prova didática; a maior pontuação na prova de títulos; a maior idade.
10.2.1 Os candidatos empatados na última classificação, depois de aplicados os critérios de
desempate indicados no item 10.2, não serão considerados reprovados.
10.2.2 A publicação do resultado preliminar respeitará os critérios de desempate conforme
item 10.2 e Anexo II do Decreto nº 6.944/2009.
10.3 Considerar-se-á aprovado no concurso o candidato que tenha obtido classificação
observado item 10.2.2.

10.3.1 Os candidatos não classificados dentro do número máximo de aprovados de que trata
o Anexo II do Decreto nº 6.944/2009, ainda que tenham atingido nota mínima, estarão
automaticamente reprovados no concurso público de que trata o presente Edital.
11. DOS RECURSOS DO RESULTADO PRELIMINAR
11.1 Caberá recurso do resultado preliminar do concurso, dirigido à Câmara de Graduação,
no prazo de até 5 (cinco) dias úteis a contar da sua publicação no endereço
www.segesp.ufsc.br/concursos/, link "Docente Magistério Superior".
11.2 O recurso deverá ser protocolado na direção do centro ou campi universitários a que a
vaga está vinculada, por meio do Formulário de Recurso, disponibilizado no endereço
http://segesp.ufsc.br/formularios/ no qual o candidato deverá expor os fundamentos do
pedido de reexame de forma clara e objetiva, podendo juntar os documentos que julgar
convenientes.
11.2.1 Além do disposto no item 11.2, o candidato poderá enviar o recurso por meio de
SEDEX com aviso de recebimento (AR), postado dentro do prazo estipulado no item 11.1,
para: Departamento de Desenvolvimento de Pessoas, Campus Universitário João David
Ferreira Lima ­ UFSC, Trindade, Florianópolis, Santa Catarina (SC), Caixa Postal 476,
CEP 88040-900, assunto: RECURSO/RESULTADO PRELIMINAR.
11.2.2 Não serão aceitos pedidos de recurso via correio eletrônico.
11.3 O presidente do conselho da unidade universitária ou o colegiado competente nos
Campi universitários, após verificar a presença dos requisitos de admissibilidade, deverá
receber o recurso a que se refere o caput deste artigo no efeito suspensivo e intimar os
demais interessados para que, no prazo de 5 (cinco) dias úteis, apresentem alegações.
11.3.1 Após o recebimento das alegações, o conselho da unidade universitária ou o
colegiado competente nos campi universitários se manifestará no prazo de até 5 (cinco) dias
úteis. No caso de não provimento, o recurso deverá ser encaminhando à apreciação da
Câmara de Graduação, que deverá apreciar o recurso interposto, no prazo de até 15 (quinze)
dias úteis contados do seu recebimento.
11.4 Decorrido o prazo recursal sem que tenha havido a apresentação de recurso ou depois
de apreciados os recursos, a Direção do DDP publicará a portaria de homologação do
resultado final do concurso contendo a relação dos candidatos aprovados no certame,
classificados de acordo com o disposto no Anexo II do Decreto nº 6.944/2009, por ordem
de classificação, no Diário Oficial da União (DOU).
11.5 A homologação do resultado final do concurso será realizada conforme estabelecido
na seção 10 deste edital.
11.5.1 Após a publicação da homologação do resultado final no DOU, não caberá mais
recurso administrativo.

12 DA NOMEAÇÃO
12.1 A habilitação no concurso público, observado o número de vagas previsto neste edital,
garante ao candidato aprovado e classificado, respeitados os limites impostos pelo Anexo II
do Decreto nº 6.944/2009, o direito de ser nomeado.
12.1.1 A nomeação será feita por meio de Portaria publicada no DOU e a convocação do
candidato dar-se-á por meio de mensagem de caráter informativo enviada para o endereço
eletrônico registrado quando de sua inscrição no concurso. Para tanto, durante o prazo de
validade do concurso, os candidatos deverão manter atualizados seus contatos junto ao
DDP.
12.2 Não haverá possibilidade, em hipótese alguma, de o candidato classificado obter
transferência para o final da relação de classificados publicada no DOU.
12.3 Será excluído do processo de nomeação o candidato que não tomar posse no prazo
estipulado, ou que não aceitar o provimento no cargo para o qual foi convocado.
12.4 No ato da assinatura do Termo de Posse, o nomeado firmará declaração de que não
acumula cargo, emprego ou função pública. Na hipótese de acúmulo legal, contemplado no
artigo 37, inciso XVI da Constituição Federal, o limite máximo de carga horária acumulada
não poderá ser superior a 60 (sessenta) horas semanais respeitada a compatibilidade de
horário entre os cargos legalmente acumulados.
12.5 No caso de candidato na condição de servidor público inativo, a acumulação de
proventos e vencimentos do cargo objeto do concurso somente será permitida quando se
tratar de cargos, funções ou empregos acumuláveis na atividade, na forma autorizada pela
Constituição Federal. Caso contrário, a posse dar-se-á somente após a opção, pelo
candidato, entre os proventos e os vencimentos do novo cargo.
12.6 Dentro do prazo de validade do concurso, o candidato aprovado com classificação
excedente ao número de vagas previsto no presente edital, no interesse da Administração,
ouvida a Pró-Reitoria de Graduação, poderá ser nomeado para outro Campus da UFSC
diverso daquele para o qual se inscreveu.
12.7 As vagas destinadas, preferencialmente, aos candidatos com deficiência e negros, que
não forem providas, serão preenchidas pelos demais candidatos aprovados pela lista geral,
observada a ordem de classificação para os campos de conhecimento para a qual o
candidato se inscreveu.
12.8 Caso surjam novas vagas, destinadas aos campos de conhecimento objetos deste
Edital, no seu período de vigência, deverá ser observada a listagem de candidatos
homologados destinada à reserva de vagas, seguindo a mesma sistemática dos itens 12.12 e
12.13.
12.9 Os candidatos concorrentes à reserva e aprovados dentro do número de vagas

oferecido para ampla concorrência não serão computados para efeito do preenchimento das
vagas reservadas.
12.10 Em caso de não provimento do candidato nomeado em vaga reservada, a vaga será
preenchida pelo candidato concorrente à mesma reserva posteriormente classificado,
quando houver e respeitados os limites previstos no Anexo II do Decreto nº 6.944/2009.
12.11 Na hipótese de não haver número de candidatos aprovados em número suficiente
para ocupar as vagas reservadas, as vagas remanescentes de reserva serão revertidas para a
ampla concorrência e serão preenchidas pelos demais candidatos aprovados, observada a
ordem de classificação.
12.12 Quando houver vagas reservadas no campo de conhecimento:
12.12.1 Para o candidato com deficiência, a ocupação das vagas dar-se-á de tal modo que o
primeiro classificado na lista de candidatos com deficiência será convocado para ocupar a
1ª (primeira) vaga aberta, relativa à área para a qual concorreu, enquanto os demais
candidatos com deficiência classificados serão convocados para ocupar a 10ª (décima), 15ª
(décima quinta), 20ª (vigésima) vagas e, assim sucessivamente, observada a ordem de
classificação, relativamente à criação de novas vagas, durante o prazo de validade do
concurso, exceto se classificados em posição superior na lista geral.
12.12.2 Para o candidato negro, a ocupação das vagas dar-se-á de tal modo que o primeiro
classificado na lista de candidatos negros será convocado para ocupar a 1ª (primeira) vaga
aberta, relativa à área para a qual concorreu, enquanto os demais candidatos negros
classificados serão convocados para ocupar a 8ª (oitava), 13ª (décima terceira), 18ª (décima
oitava) vagas e, assim sucessivamente, observada a ordem de classificação, relativamente à
criação de novas vagas, durante o prazo de validade do concurso, exceto se classificados
em posição superior na lista geral.
12.13 Quando não houver vagas reservadas no campo de conhecimento:
12.13.1 Para o candidato com deficiência, a ocupação das vagas dar-se-á de tal modo que o
primeiro candidato classificado na lista de candidatos com deficiência será convocado para
ocupar a 5ª (quinta) vaga aberta, relativa à área para a qual concorreu, enquanto os demais
candidatos com deficiência classificados serão convocados para ocupar a 10ª (décima), 15ª
(décima quinta), 20ª (vigésima) vagas e, assim sucessivamente, observada a ordem de
classificação, relativamente à criação de novas vagas, durante o prazo de validade do
concurso, exceto se classificados em posição superior na lista geral.
12.13.2 Para o candidato negro, a ocupação das vagas dar-se-á de tal modo que o primeiro
candidato negro classificado na lista de candidatos negros será convocado para ocupar a 3ª
(terceira) vaga aberta, relativa à área para a qual concorreu, enquanto os demais candidatos
negros classificados serão convocados para ocupar a 8ª (oitava), 13ª (décima terceira), 18ª
(décima oitava) vagas e, assim sucessivamente, observada a ordem de classificação,
relativamente à criação de novas vagas, durante o prazo de validade do concurso, exceto se
classificados em posição superior na lista geral.

12.14 A UFSC reserva-se o direito de chamar os classificados homologados na medida de
suas necessidades, oportunidades e limitações.
13 DOS REQUISITOS BÁSICOS PARA INVESTIDURA NO CARGO
13.1 São requisitos básicos para investidura em cargo público, conforme prevê o art. 5° da
Lei n° 8.112/1990:
a) a nacionalidade brasileira e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo
estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos
direitos políticos na forma do disposto no art.12, § 1º da Constituição Federal, e no art. 13
do Decreto nº 70.436, de 18 de abril de 1972;
b) o gozo dos direitos políticos;
c) a quitação com as obrigações militares e eleitorais;
d) a idade mínima de dezoito anos;
e) o preenchimento dos requisitos de titulação exigidos para provimento no cargo para o
qual concorreu; e,
f) aptidão física e mental.
13.1.1 Do candidato estrangeiro aprovado no concurso será exigido visto permanente para
provimento do cargo.
13.1.1.1 O candidato estrangeiro aprovado dentro do número de vagas previstas no edital, e
que ainda não possua o visto permanente, quando da homologação do concurso, deve
acessar o site http://segesp.ufsc.br/ddpp/concursos/documentos-exigidos-para-a-posse-emcargo-efetivo/ e, no item relativo ao candidato estrangeiro, entrar em contato com o DDP
por meio do link "Formulário de contato", para encaminhamentos relativos ao visto.
13.2 Para o provimento no cargo deverão ser apresentados, os diplomas e demais
documentos exigidos no respectivo concurso, por cópia autenticada ou acompanhada dos
originais para fins de autenticação pelo DDP.
13.3 Para os fins do disposto neste Edital, serão considerados somente os títulos obtidos em
cursos reconhecidos pelo MEC, ou órgão competente, e quando realizados no exterior,
revalidados por instituição nacional de ensino reconhecida pelo MEC.
13.4 O ingresso do candidato classificado dar-se-á no primeiro nível da classe A, com a
denominação definida na seção 1 deste Edital.
13.5 No caso de candidato nomeado da lista de classificação de candidatos com deficiência
e candidatos negros, deverão ser cumpridos os procedimentos descritos nos itens 4.2 e 4.3,

respectivamente.
14 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
14.1 Após o término do concurso, as provas e as planilhas de atribuição de nota individual
dos candidatos e as mídias das gravações serão arquivadas nos respectivos Departamentos
aos quais está vinculado o concurso.
14.2 Os candidatos terão o prazo de 30 (trinta) dias, contados da publicação da portaria que
torna pública a homologação dos resultados do concurso, para requerer a devolução dos
documentos apresentados.
14.2.1 Os documentos apresentados que não forem requeridos dentro do prazo previsto no
caput deste artigo serão descartados.
14.2.2 A documentação a que se refere o caput poderá ser retirada por terceiros, desde que
autorizado por procuração específica para estes fins, pelo candidato.
14.3 O candidato aprovado assumirá o compromisso de ministrar aulas no campo de
conhecimento objeto do concurso que prestou, bem como de desenvolver atividades de
ensino, pesquisa, extensão e administração universitária, obedecendo às necessidades e ao
interesse da instituição.
14.3.1 Por interesse da instituição, o candidato aprovado poderá ministrar aulas em campo
de conhecimento afim àquele objeto do concurso que prestou, desde que possua a
qualificação exigida.
14.3.2 Para os campos de conhecimento especificados a seguir, que atuarão no curso de
Licenciatura em Educação do Campo ­ Área: Ciências da Natureza, Matemática e Ciências
Agrárias, os candidatos nomeados trabalharão tendo por princípio a Pedagogia da
Alternância que compreende articuladamente o Tempo Comunidade (TC) e o Tempo
Universidade (TU), proposta que se diferencia dos demais cursos da Universidade.
a) Educação do Campo/Educação ­ Departamento de Estudos Especializados em Educação
b) Ensino/Ensino de Geociências/Educação do Campo ­ Departamento de Metodologia de
Ensino
c) Ensino/Ensino de Geografia/Educação do Campo ­ Departamento de Metodologia de
Ensino
14.4 A lotação do candidato que vier a ser nomeado em razão de aprovação em concurso
público se dará no Campus universitário ou departamento responsável pelo concurso.
14.4.1 Fica ciente o candidato habilitado em concurso de que, tomando posse, deverá
permanecer na mesma unidade de lotação para o qual foi nomeado durante o período do
estágio probatório, não sendo apreciados pedidos de remoção antes de decorrido este prazo,

exceto nas situações prescritas em lei ou por interesse da Administração.
14.5 O prazo de validade do concurso será de 01 (um) ano, contado a partir da data de
publicação da portaria de homologação do resultado final do concurso no DOU, podendo
ser prorrogado por igual período, a pedido do Chefe de Departamento de Ensino ou Diretor
do Campus ao qual se vincula o concurso.
14.6 Não será fornecido ao candidato habilitado qualquer documento comprobatório de
classificação no concurso público, valendo para este fim a publicação da portaria que torna
pública a homologação do resultado final do concurso, publicada no DOU.
14.7 Não compete à UFSC qualquer responsabilidade referente a extravios de documentos
enviados via SEDEX, passagens aéreas, bem como diárias, alimentação e estadia, ou
quaisquer outras despesas relativas à participação de candidatos residentes em outras
localidades.
14.8 A inscrição no concurso implicará no conhecimento e na tácita aceitação das
condições estabelecidas no inteiro teor deste edital bem como dos editais complementares
que porventura venham a ser publicados, e da RN nº 34/CUn/2013 do Conselho
Universitário da UFSC, expedientes dos quais o candidato não poderá alegar
desconhecimento.
14.9 É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar periodicamente a publicação
de todos os editais e comunicados referentes ao concurso público.
14.10 Nos casos de candidatos aprovados que já pertençam a carreira docente do
Magistério Superior em outra Instituição Federal e que solicitem vacância, deverão
obrigatoriamente cumprir o período de estágio probatório de 36 (trinta e seis) meses, não
sendo apreciados pedidos de redistribuição para o campo de conhecimento para qual tenha
candidatos aprovados dentro do prazo de validade do respectivo concurso.
14.11 Os casos omissos serão resolvidos pela Câmara de Graduação.
15 DOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
15.1 Campus de Araranguá
15.1.1 Campo de Conhecimento: Anatomia Patológica e Patologia Clínica/Medicina Legal
e Deontologia/Ensino Tutorial: 1. Atenção primária em saúde; 2. Estratégia de saúde da
família; 3. Reação inflamatória aguda e crônica; 4. Estruturas celulares: principais
componentes e organelas; 5. Neoplasias; 6. Diagnóstico laboratorial das grandes síndrome
clínicas; 7. Lesão celular, morte celular e adaptações; 8. Reparo tecidual: regeneração,
cicatrização e fibrose; 9. Desordens, hemodinâmicas, trombose e choque; 10. Doenças
cardiovasculares; 11. Doenças pulmonares; 12. Doenças renais e das vias excretoras; 13.
Doenças da pele; 14. Doenças granulomatosas; 15. Novas diretrizes curriculares nacionais
dos cursos de medicina.

15.1.2 Campo de Conhecimento: Cirurgia/Anatomia/Anatomia Humana/Ensino
Tutorial/Habilidades Clínicas: 1. Atenção primária em saúde; 2. Estratégia de saúde da
família ; 3. Tratamento cirúrgico das doenças da vesícula e das vias biliares; 4. Tratamento
cirúrgico das lesões traumáticas; 5. Anestesia, analgesia e sedação; 6. Pré e pós operatório;
7. Relações anatômicas do coração e dos vasos sanguíneos no corpo humano; 8. Estruturas
do sistema digestório e as imagens correspondentes; 9. Classificação e tratamento das
feridas; 10. O exame do abdome; 11. O exame osteoarticular; 12. Tratamento de
queimaduras; 13. Antibióticos e prevenção de infecção; 14. Curativos e retirada de suturas;
15. Novas diretrizes curriculares nacionais dos cursos de medicina
15.1.3 Campo de Conhecimento: Clínica Médica/Imunologia/Fisiologia Geral/Fisiologia de
orgãos e sistemas/Semiologia/Ensino Tutorial/Habilidades Clínicas: 1. Atenção primária
em saúde. 2. Estratégia de saúde da família. 3. Semiologia médica na atenção básica. 4.
Fisiologia e fisiopatologia das doenças mais prevalentes do adulto. 5. Autoimunidade e
mecanismos de lesão tecidual. 6. Manejo das doenças cardiovasculares no adulto. 7. Saúde
do adulto na atenção primária. 8. Neoplasias do aparelho digestório. 9. Diagnóstico e
terapia das doenças hematológicas. 10. Doenças pulmonares obstrutivas crônicas. 11.
Hipertensão arterial sistêmica. 12. Coma. 13. Prevenção e detecção precoce do câncer. 14.
Atendimento pré-hospitalar do pacientes politraumatizado. 15. Novas diretrizes curriculares
nacionais dos cursos de medicina.
15.1.4 Campo de Conhecimento: Docência nas profissões da saúde/informática
médica/habilidades de comunicação/educação na comunidade/integração ensinoserviço/ensino tutorial: 1. Atenção primária em saúde; 2. Estratégia de saúde da família; 3.
Avaliação de estudantes; 4. Avaliação de programas; 5. Métodos ativos de ensinoaprendizagem; 6. Organização de currículos médicos; 7. Busca de fontes de informação em
saúde; 8. Profissionalismo em saúde; 9. Ensino baseado na comunidade; 10.
Responsabilidade social da escola medica; 11. Ensino por competências profissionais; 12.
Padrões de informação em saúde; 13. Informática em saúde pública; 14. Políticas públicas
de educação na saúde; 15. Novas diretrizes curriculares nacionais dos cursos de medicina.
15.1.5 Campo de Conhecimento: Engenharia Elétrica/Ciência da Computação/Circuitos
Eletrônicos/Hardware: 1. Característica e princípios físicos de sensores. 2. Circuitos de
interfaceamento. 3. Tipos de sensores: de movimento, de posição, de deslocamento, de
aceleração e velocidade.4. Circuitos amostradores. 5. Conversores Analógicos Digitais e
conversores Digitais Analógicos.6. Projeto de sistemas embarcados, requisitos e
especificação.7. Ciclo de máquina e ciclo de instrução. 8. Microprogramas. 9. Instruções
que implementam operações, desvio do fluxo de controle e transferência de dados.10.
Análise e síntese de circuitos combinacionais e de circuitos sequenciais.
15.1.6 Campo de Conhecimento: Engenharias IV/Engenharia Elétrica/Circuitos elétricos,
magnéticos e eletrônicos: 1. Análise de circuitos elétricos; 2. Capacitores e indutores; 3.
Circuitos de primeira e segunda ordem; 4. Circuitos de corrente alternada; 5. Introdução à
Eletrônica: Amplificador Operacional, Diodos, Transistor; 6. Análise e transmissão de
sinais; 7. Fundamentos de Comunicação de Dados; 8. Formas de transmissão de dados; 9.
Modulação por amplitude, ângulo e pulso; 10. Transmissão digital em banda base e em
banda passante.

15.1.7 Campo de Conhecimento: Fisioterapia e Terapia Ocupacional/Morfologia/Anatomia
Humana/Histologia e Embriologia /Biologia Celular e Fundamentos de Fisioterapia: 1.
História e Legislação da Fisioterapia. 2. Osteologia. 3. Artrologia. 4. Anatomia do sistema
muscular. 5. Anatomia do sistema nervoso. 6. Anatomia do sistema respiratório. 7.
Anatomia do sistema genito-urinário. 8. Anatomia do sistema cardiovascular. 9. Anatomia
do sistema tegumentar. 10. Histologia dos tecidos epitelial e conjuntivo. 11. Histologia dos
tecidos muscular e nervoso.
15.1.8 Campo de Conhecimento: Fisioterapia e Terapia Ocupacional/Prótese e Órtese/
Estágio Supervisionado em Pessoas com Necessidades Especiais: 1. Atuação da
Fisioterapia em pessoas com necessidades especiais; 2. Órteses de membros inferiores:
tipos, funções e indicações; 3. Órteses de membros superiores: tipos, funções e indicações;
4. Órteses para coluna vertebral: tipos, funções e indicações; 5. Meios auxiliares de
locomoção e deambulação: avaliação, indicação e utilização; 6. Próteses para membro
superior: avaliação, indicação e utilização; 7- Próteses para membro inferior: avaliação,
indicação e utilização; 8. Reabilitação nas amputações do membro superior; 9. Reabilitação
nas amputações do membro inferior; 10. Tecnologia assistiva em Neurologia/Pediatria; 11.
Tecnologia assistiva em Ortopedia.
15.1.9 Campo de Conhecimento: Fisioterapia/Saúde coletiva/educação na
comunidade/integração ensino-serviço/ensino tutorial/fundamentos do SUS: 1.
Vigilância epidemiológica. 2. Transição demográfica, epidemiológica e nutricional. 3.
Diagnóstico: sensibilidade, especificidade e valores preditivos. 4. Níveis de complexidade e
organização/hierarquização do SUS. 5. Redes de atenção e sistema de referência e
contrarreferência. 6. Territorialização na atenção primária. 7. Teorias causais do processo
saúde-doença. 8. Políticas públicas em saúde. 9. Financiamento em saúde. 10. Educação
popular em saúde. 11. Integração ensino-serviço. 12. A legislação que rege o SUS. 13.
Atenção primária em saúde. 14. Estratégia de saúde da família. 15. Novas diretrizes
curriculares nacionais dos cursos de medicina.
15.1.10 Campo de Conhecimento: Ginecologia e Obstetrícia/Genética Humana e
Médica/Educação
na
Comunidade/integração
ensino-serviço/Semiologia/Ensino
tutorial/habilidades clínicas/fundamentos do SUS: 1. Atenção primária em saúde. 2.
Estratégia de saúde da família. 3. Investigação e tratamento das infecções congênitas. 4.
Síndromes genéticas. 5. Gametogênese e fertilização humana. 6. Endocrinologia do ciclo
grávido puerperal e modificação do organismo materno. 7. Distúrbios menstruais. 8.
Planejamento familiar. 9. Doenças sexualmente transmissíveis. 10. Neoplasias do aparelho
genital feminino e mamas. 11. Climatério. 12. Diabetes melito e gestação. 13. Assistência
pré-natal. 14. Mecanismos e assistência do trabalho de parto normal e distócico. 15. Novas
diretrizes curriculares nacionais dos cursos de medicina.
15.1.11 Campo de Conhecimento: Infectologia/Microbiologia Médica/Protozoologia
Parasitária Humana/Helmintologia Humana/Ensino Tutorial: 1. Atenção primária em
saúde; 2. Estratégia de saúde da família; 3. Resposta imunológica geral e específica e
vacinas; 4. Parasitoses mais frequentes nas diferentes regiões do Brasil; 5. Mobilidade
populacional e doenças infectoparasitárias; 6. Agentes oportunistas; 7. DSTs e AIDS; 8.

Hepatites; 9. Hanseníase; 10. Impacto das doenças infecciosas e parasitárias sobre o
paciente, família e comunidade; 11. Protozooses intestinais e helmintoses; 12.
Meningoencefalites; 13. Tuberculose; 14. Salmoneloses; 15. Novas diretrizes curriculares
nacionais dos cursos de medicina.
15.1.12 Campo de Conhecimento: Medicina da Família e Comunidade/Educação na
Comunidade/integração
ensino-serviço/Semiologia/Ensino
Tutorial/Habilidades
Clínicas/Fundamentos do SUS: 1. Redes de atenção à saúde: o que são e como se insere
nelas o médico da Atenção Básica do SUS; 2. Diagnóstico de saúde comunitário: o que é,
quais seus elementos e como se realiza. 3. Atenção primária à saúde: origens, conceito,
características e atributos. 4. Clínica médica em APS e o papel do médico na equipe de
saúde. 5. Experiência com a doença, sofrimento e cura. 6. Medicina centrada na pessoa:
origens, conceito e características. Panorama nacional e internacional. 7. Condições
crônicas de saúde: prevalência, diagnóstico e manejo em APS 8. Problemas comuns na
infância: prevalência, diagnóstico e manejo em APS. 9. Atenção à saúde da mulher:
problemas prevalentes e manejo em APS 10. Atenção à saúde do idoso em APS 11.
Prevenção quaternária 12. Atenção pré-natal, da puérpera e do recém-nascido 13. Atributos
da atenção primária: integralidade, longitudinalidade, porta de entrada. 14. processos de
trabalho da APS: territorialização, atenção domiciliar e trabalho em grupos. 15. Novas
diretrizes curriculares nacionais dos cursos de medicina.
15.1.13 Campo de Conhecimento: Pediatria/Embriologia/Genética Humana e
Médica/Semiologia/Ensino tutorial/Habilidades clínicas: 1. Manejo do recém-nascido
normal e patológico na sala de parto. 2. Alimentação na criança e no adolescente. 3.
Distúrbios nutricionais na infância e na adolescência. 4. Imunizações. 5. Síndromes
diarreicas. 6. Doenças prevalentes do aparelho respiratório na infância e na adolescência. 7.
Anemias na infância e na adolescência. 8. Injúrias intencionais e não-intencionais em
pediatria. 9. Atenção primária em saúde e NASF (nucleo de apoio à saúde da família). 10.
Investigação e tratamento das infecções congênitas. 11. As doenças genéticas prevalentes.
12. A consulta pediátrica. 13. Desenvolvimento neuropsicomotor. 14. Doenças infecciosas
prevalentes na infância e no adolescente. 15. Novas diretrizes curriculares nacionais dos
cursos de medicina.
15.1.14 Campo de Conhecimento: Psiquiatria/Psicologia do Desenvolvimento
Humano/Psicologia Social/Ensino Tutorial: 1. Atenção primária em saúde; 2. Estratégia de
saúde da família; 3. Aspectos psicodinâmicos do desenvolvimento humano; 4. Aspectos
psico-afetivos de uma vida saudável; 5. A relação médico-paciente; 6. O lugar da perda e
da morte na experiência humana; 7. A avaliação psiquiátrica; 8. Neurobiologia das doenças
mentais; 9. Emergências psiquiátricas; 10. Novas diretrizes curriculares nacionais dos
cursos de medicina; 11. Prevenção quaternária; 12. Projetos terapêuticos singulares; 13.
Clínica ampliada e interdisciplinaridade; 14. Transtornos psiquiátricos: fisiopatologia,
cursos clínicos e terapêutica;15. Transtornos mentais comuns: conceitos, acolhimento e
acompanhamento na atenção primária.
15.1.15 Campo de Conhecimento: Saúde Coletiva Educação na Comunidade/integração
ensino-serviço/ensino tutorial/fundamentos do SUS: 1. Vigilância epidemiológica. 2.
Transição demográfica, epidemiológica e nutricional. 3. Diagnóstico: sensibilidade,

especificidade
e
valores
preditivos.
4.
Níveis
de
complexidade
e
organização/hierarquização do SUS. 5. Redes de atenção e sistema de referência e
contrarreferência. 6. Territorialização na atenção primária. 7. Teorias causais do processo
saúde-doença. 8. Políticas públicas em saúde. 9. Financiamento em saúde. 10. Educação
popular em saúde. 11. Integração ensino-serviço. 12. A legislação que rege o SUS. 13.
Atenção primária em saúde. 14. Estratégia de saúde da família. 15. Novas diretrizes
curriculares nacionais dos cursos de medicina.
15.1.16 Campo de Conhecimento: Sociologia da Saúde/Saúde e Sociedade/Ensino Tutorial:
1. Atenção primária em saúde; 2. Estratégia de saúde da família; 3. História da medicina; 4.
Ética e conduta médica; 5. Ética e a construção da cidadania; 6. Ética e pesquisa; 7.
Conduta em situações críticas: morte e emergências; 8. O direito dos pacientes crônicos e
terminais ; 9. Grupos populacionais vulneráveis ; 10. Cultura e saúde; 11. Sociologia da
saúde; 12. O médico e a equipe de saúde; 13. Relação médico-paciente-família; 14. O
médico e a equipe de saúde; 15. Novas diretrizes curriculares nacionais dos cursos de
medicina
15.2 Campus de Blumenau
15.2.1
Campo
de
Conhecimento:
Linguística/Linguística
Aplicada/Letras/Educaçao/Estudos da Tradução: 1. Ensino de Libras e a comunidade surda
brasileira; 2. Ensino de Libras na Educação inclusiva e bilíngue; 3. O papel da identidade e
cultura no ensino de Libras; 4. Ensino de classificadores na Libras; 5. Ensino do uso do
espaço na Libras; 6. Ensino de expressões faciais na Libras; 7. Ensino de tipos de verbos na
Libras; 8. Contraste entre a Libras e a Língua Portuguesa; 9. Ensino de Libras na formação
de tradutores-intérpretes; 10. Ensino de Libras na formação de professores de surdos.
15.2.2 Campo de Conhecimento: Matemática: 1. Construção dos Números Naturais e
Princípio de Indução; 2. Grupos e Subgrupos; 3. Espaços vetoriais, subespaços, base e
transformações lineares; 4. Espaços com produto interno, ortogonalidade, processo de
Gram-Schmidt e operador adjunto; 5. Compacidade e Teorema do valor extremo de
Weierstrass; 6. Diferenciabilidade em Rn: derivadas parciais de funções reais de n
variáveis, derivadas direcionais e diferenciabilidade; 7. Sequências e Séries de Funções; 8.
Teorema de Picard para Equações Diferenciais Ordinárias; 9. Integrais Múltiplas e Teorema
de Fubini; 10. Teorema de Resíduos e aplicações.
15.2.3 Campo de Conhecimento: Matemática Aplicada: 1. Topologia da Reta Real; 2.
Sequências e Séries de funções reais; 3. Limite e continuidade de funções reais; 4.
Fatoração LU; 5. Diagonalização: Autovalores e Autovetores; 6. Espaços com produto
interno e ortogonalidade; 7. Integral de Riemann; 8. Diferenciabilidade no Rn: derivadas
parciais de funções reais de n variáveis; derivadas direcionais; diferenciabilidade; 9.
Existência e Unicidade de Soluções para Equações Diferenciais Ordinárias; 10. Superfícies:
Teoremas de Stokes e de Gauss.
15.2.4 Campo de Conhecimento: Matemática/Educação/Educação matemática: 1. A
educação matemática enquanto campo de conhecimento e sua inserção no contexto escolar.
2. A Formação de professores para o Ensino de Matemática: tendências e perspectivas no

contexto da Educação Matemática. 3. A educação matemática diante das novas tecnologias
da informação e comunicação. 4. Aprendizagem Matemática. 5. Laboratório de Ensino da
Matemática. 6. O papel do estágio supervisionado na formação do professor de
Matemática. 7. Transposição Didática. 8. Contrato Didático. 9. Obstáculos Didáticos. 10.
Ensino da Matemática e interdisciplinaridade. 11. Metodologia do ensino de matemática.
12. A Prática como Componente Curricular nos Cursos de Licenciatura em Matemática.
15.2.5 Campo de Conhecimento: Probabilidade e Estatística/Engenharias/Pesquisa
Operacional: 1. Teoria da probabilidade (definições, axiomas, propriedades, teoremas e
aplicações); 2. Distribuições Discretas e contínuas de Probabilidade (caracterização,
desenvolvimento dos principais modelos e aplicações); 3. Amostragem e Distribuições
amostrais (conceituação, teoria geral e casos especiais: média, variância, diferença de
média, razão de variâncias) e inferência estatística; 4. Estatística descritiva; 5. Análise de
Variância (princípios básicos, ANOVA para os projetos de experimentos mais comuns,
análise dos resíduos e aplicações); 6. Análise multivariada; 7. Planejamento e análise de
experimentos fatoriais completos e fracionados; 8. Planejamento e análise de experimentos
em mistura; 9. Inferência não-paramétrica; 10. Análise de Regressão (modelos de regressão
simples e múltipla, análise dos resíduos, estimação e testes de hipóteses, seleção de
variáveis e aplicações); 11. Processos estocásticos e suas aplicações em engenharia.
15.3 Campus de Curitibanos
15.3.1 Campo de Conhecimento: Anatomia Animal: 1. Osteologia dos Animais
Domésticos; 2. Artrologia dos Animais Domésticos; 3. Miologia dos Animais Domésticos;
4. Anatomia do Tegumento Comum dos Animais Domésticos; 5. Anatomia Comparada do
Sistema Cardiovascular dos Animais Domésticos; 6. Anatomia Comparada do Aparelho
Respiratório dos Animais Domésticos; 7. Anatomia Comparada do Aparelho Digestório
dos Animais Domésticos; 8. Anatomia Comparada dos Órgãos Urinários dos Animais
Domésticos; 9. Anatomia Comparada dos Órgãos Genitais Masculinos dos Animais
Domésticos; 10. Anatomia Comparada dos Órgãos Genitais Femininos dos Animais
Domésticos; 11. Anatomia do Sistema Nervoso dos Animais Domésticos; 12. Anatomia
dos Órgãos dos Sentidos dos Animais Domésticos; 13. Anatomia das Aves Domésticas.
Prova prática: A prova prática será constituída da identificação de estruturas anatômicas
apontadas pela Banca Examinadora, em peças anatômicas. Serão apontadas 20 (vinte)
estruturas anatômicas, com um tempo de identificação de 1 (um) minuto para cada estrutura
anatômica. Cada questão valerá 0,5 (zero vírgula cinco) ponto. A prova prática será a
mesma para todos os candidatos e abrangerá o conteúdo programático do concurso. Não
será permitido o uso de material bibliográfico ou eletrônico de consulta durante a realização
da prova.
15.3.2 Campo de Conhecimento: Anatomia Patológica e Patologia Clínica/Medicina Legal
e Deontologia/Ensino Tutorial: 1. Atenção primária em saúde; 2. Estratégia de saúde da
família; 3. Reação inflamatória aguda e crônica; 4. Estruturas celulares: principais
componentes e organelas; 5. Neoplasias; 6. Diagnóstico laboratorial das grandes síndrome
clínicas; 7. Lesão celular, morte celular e adaptações; 8. Reparo tecidual: regeneração,
cicatrização e fibrose; 9. Desordens hemodinâmicas, trombose e choque; 10. Doenças
cardiovasculares; 11. Doenças pulmonares; 12. Doenças renais e das vias excretoras; 13.

Doenças da pele; 14. Doenças granulomatosas; 15. Novas diretrizes curriculares nacionais
dos cursos de medicina.
15.3.3 Campo de Conhecimento: Cirurgia/Anatomia/Anatomia Humana/Ensino
Tutorial/Habilidades Clínicas: 1. Atenção primária em saúde; 2. Estratégia de saúde da
família; 3. Tratamento cirúrgico das doenças da vesícula e das vias biliares; 4. Tratamento
cirúrgico das lesões traumáticas; 5. Anestesia, analgesia e sedação; 6. Pré e pós operatório;
7. Relações anatômicas do coração e dos vasos sanguíneos no corpo humano; 8. Estruturas
do sistema digestório e as imagens correspondentes; 9. Classificação e tratamento das
feridas; 10. O exame do abdome; 11. O exame osteoarticular; 12. Tratamento de
queimaduras; 13. Antibióticos e prevenção de infecção; 14. Curativos e retirada de suturas;
15. Novas diretrizes curriculares nacionais dos cursos de medicina.
15.3.4 Campo de Conhecimento: Clínica Médica/Imunologia/Fisiologia Geral/Fisiologia de
orgãos e sistemas/Semiologia/Ensino Tutorial/Habilidades Clínicas: 1. Atenção primária
em saúde. 2. Estratégia de saúde da família. 3. Semiologia médica na atenção básica. 4.
Fisiologia e fisiopatologia das doenças mais prevalentes do adulto. 5. Autoimunidade e
mecanismos de lesão tecidual. 6. Manejo das doenças cardiovasculares no adulto. 7. Saúde
do adulto na atenção primária. 8. Neoplasias do aparelho digestório. 9. Diagnóstico e
terapia das doenças hematológicas. 10. Doenças pulmonares obstrutivas crônicas. 11.
Hipertensão arterial sistêmica. 12. Coma. 13. Prevenção e detecção precoce do câncer. 14.
Atendimento pré-hospitalar do pacientes politraumatizado. 15. Novas diretrizes curriculares
nacionais dos cursos de medicina.
15.3.5 Campo de Conhecimento: Docência nas profissões da saúde/informática
médica/habilidades de comunicação/educação na comunidade/integração ensinoserviço/ensino tutorial/fundamentos do SUS: 1. Atenção primária em saúde; 2. Estratégia
de saúde da família; 3. Avaliação de estudantes; 4. Avaliação de programas; 5. Métodos
ativos de ensino-aprendizagem; 6. Organização de currículos médicos; 7. Busca de fontes
de informação em saúde; 8. Profissionalismo em saúde; 9. Ensino baseado na comunidade;
10. Responsabilidade social da escola medica; 11. Ensino por competências profissionais;
12. Padrões de informação em saúde; 13. Informática em saúde pública; 14. Políticas
públicas de educação na saúde; 15. Novas diretrizes curriculares nacionais dos cursos de
medicina.
15.3.6 Campo de Conhecimento: Farmacologia geral/farmacologia clínica/citologia e
biologia celular/histologia/ensino tutorial/fundamentos do SUS: 1. Atenção primária em
saúde; 2. Estratégia de saúde da família; 3. Farmacocinética; 4. Farmacodinâmica; 5.
Interação medicamentosa; 6. Uso indevido de medicamentos; 7. Medicamentos utilizados
nas grandes síndrome clínicas; 8. Intoxicações medicamentosas e risco de iatrogenia no
idoso; 9. Assistência farmacêutica no SUS; 10 . Transcrição e síntese proteica; 11. Uso
racional de antibióticos; 12. Solicitação e interpretação de exames laboratoriais; 13.
Diagnóstico laboratorial e tratamento medicamentoso das doenças segundo os programas
do MS; 14. Infecção relacionada à assistência à saúde (infecção hospitalar); 15. Novas
diretrizes curriculares nacionais dos cursos de medicina.
15.3.7 Campo de Conhecimento: Ginecologia e Obstetrícia/Genética Humana e

Médica/Educação
na
Comunidade/integração
ensino-serviço/Semiologia/Ensino
tutorial/habilidades clínicas/fundamentos do SUS: 1. Atenção primária em saúde. 2.
Estratégia de saúde da família. 3. Investigação e tratamento das infecções congênitas. 4.
Síndromes genéticas. 5. Gametogênese e fertilização humana. 6. Endocrinologia do ciclo
grávido puerperal e modificação do organismo materno. 7. Distúrbios menstruais. 8.
Planejamento familiar. 9. Doenças sexualmente transmissíveis. 10. Neoplasias do aparelho
genital feminino e mamas. 11. Climatério. 12. Diabetes melito e gestação. 13. Assistência
pré-natal. 14. Mecanismos e assistência do trabalho de parto normal e distócico. 15. Novas
diretrizes curriculares nacionais dos cursos de medicina.
15.3.8 Campo de Conhecimento: Infectologia/Microbiologia Médica/Protozoologia
Parasitária Humana/Helmintologia Humana/Ensino Tutorial: 1. Atenção primária em
saúde; 2. Estratégia de saúde da família; 3. Resposta imunológica geral e específica e
vacinas; 4. Parasitoses mais frequentes nas diferentes regiões do Brasil; 5. Mobilidade
populacional e doenças infectoparasitárias; 6. Agentes oportunistas; 7. DSTs e AIDS; 8.
Hepatites; 9. Hanseníase; 10. Impacto das doenças infecciosas e parasitárias sobre o
paciente, família e comunidade; 11. Protozooses intestinais e helmintoses; 12.
Meningoencefalites; 13. Tuberculose; 14. Salmoneloses; 15. Novas diretrizes curriculares
nacionais dos cursos de medicina.
15.3.9
Campo
de
Conhecimento:
Matemática/Álgebra/Análise/Geometria
e
Topologia/Matemática Aplicada: 1. Integral de Riemann- Área e Comprimento de Curva;
2. Integral imprópria. 3. Aplicações da Integral: Volume de Sólido de Revolução e Área de
Superfície de Revolução; 4. Coordenadas Polares: Área de Região e Comprimento de
Curvas; 5. Curvas de Nível e Gráfico de Funções de Várias Variáveis; 6. Limite e
Continuidade de Funções de Várias Variáveis; 7. Máximos e Mínimos para Funções de
Várias Variáveis; 8. Integral Múltipla; 9. Mudança de Variável em Integrais Múltiplas.
Coordenadas Polares, Coordenadas Cilíndricas e Coordenadas Esféricas; 10. Aplicações
das Integrais Duplas e Triplas no Cálculo de Área e Volume; 11. Matriz de Transformação
Linear e Transformação Linear de uma Matriz; 12. Equações Diferenciais Ordinárias de 1a
ordem.
15.3.10 Campo de Conhecimento: Medicina da Família e Comunidade/Educação na
Comunidade/integração
ensino-serviço/Semiologia/Ensino
Tutorial/Habilidades
Clínicas/Fundamentos do SUS: 1. Redes de atenção à saúde: o que são e como se insere
nelas o médico da Atenção Básica do SUS. 2. Diagnóstico de saúde comunitário: o que é,
quais seus elementos e como se realiza.3. Atenção primária à saúde: origens, conceito,
características e atributos. 4. Clínica médica em APS e o papel do médico na equipe de
saúde. 5. Experiência com a doença, sofrimento e cura. 6. Medicina centrada na pessoa:
origens, conceito e características. Panorama nacional e internacional. 7. Condições
crônicas de saúde: prevalência, diagnóstico e manejo em APS 8. Problemas comuns na
infância: prevalência, diagnóstico e manejo em APS. 9. Atenção à saúde da mulher:
problemas prevalentes e manejo em APS. 10. Atenção à saúde do idoso em APS. 11.
Prevenção quaternária. 12. Atenção pré-natal, da puérpera e do recém-nascido. 13.
Atributos da atenção primária: integralidade, longitudinalidade, porta de entrada. 14.
processos de trabalho da APS: territorialização, atenção domiciliar e trabalho em grupos.
15. Novas diretrizes curriculares nacionais dos cursos de medicina.

15.3.11 Campo de Conhecimento: Medicina Veterinária/Anestesiologia Animal: 1.
Medicação pré-anestésica em cães e gatos; 2. Medicação pré-anestésica em equinos e
ruminantes; 3. Anestesia local; 4. Anestesia dissociativa e neuroleptoanalgesia em cães e
gatos; 5. Anestesia geral intravenosa em cães e gatos; 6. Anestesia geral intravenosa em
equinos e ruminantes; 7. Anestesia geral inalatória: princípios gerais e equipamentos; 8.
Técnicas anestésicas em grandes animais a campo; 9. Ressuscitação cardiorrespiratória em
cães e gatos; 10. Anestesia em animais silvestres e de laboratório; 11. Farmacoanalgesia em
cães e gatos; 12. Farmacoanalgesia em equinos e bovinos; 13. Farmacocinética e
farmacodinâmica; 14. Fármacos antiinflamatórios; 15. Farmacologia do sistema
cardiovascular; 16. Intoxicação medicamentosa em cães e gatos.
15.3.12 Campo de Conhecimento: Medicina Veterinária/Clínica Cirúrgica Animal/Clínica
Cirúrgica de Grandes Animais: 1. Afecções cirúrgicas do sistema tegumentar de grandes
animais. 2. Afecções clínico-cirúrgicas do sistema locomotor de grandes animais. 3.
Afecções cirúrgicas da parede abdominal de grandes animais. 4. Afecções cirúrgicas do
sistema digestório de equinos. 5. Afecções clínico-cirúrgicas do sistema digestório de
ruminantes. 6. Afecções e técnicas cirúrgicas do sistema genito-urinário em grandes
animais. 7. Afecções cirúrgicas do puerpério em grandes animais. 8. Cirurgias de cabeça,
pescoço e tórax em grandes animais. 9. Princípios básicos e técnicas de fixação de fraturas
em grandes animais. 10. Aplicações de técnicas de videocirurgia em grandes animais.
15.3.13 Campo de Conhecimento: Pediatria/Embriologia/Genética Humana e
Médica/Semiologia/Ensino tutorial/Habilidades clínicas: 1. Manejo do recém-nascido
normal e patológico na sala de parto. 2. Alimentação na criança e no adolescente. 3.
Distúrbios nutricionais na infância e na adolescência. 4. Imunizações. 5. Síndromes
diarreicas. 6. Doenças prevalentes do aparelho respiratório na infância e na adolescência. 7.
Anemias na infância e na adolescência. 8. Injúrias intencionais e não-intencionais em
pediatria. 9. Atenção primária em saúde e NASF (nucleo de apoio à saúde da família). 10.
Investigação e tratamento das infecções congênitas. 11. As doenças genéticas prevalentes.
12. A consulta pediátrica. 13. Desenvolvimento neuropsicomotor. 14. Doenças infecciosas
prevalentes na infância e no adolescente. 15. Novas diretrizes curriculares nacionais dos
cursos de medicina.
15.3.14 Campo de Conhecimento: Psiquiatria/Psicologia do Desenvolvimento
Humano/Psicologia Social/Ensino Tutorial: 1. Atenção primária em saúde; 2. Estratégia de
saúde da família; 3. Aspectos psicodinâmicos do desenvolvimento humano; 4. Aspectos
psico-afetivos de uma vida saudável; 5. A relação médico-paciente; 6. O lugar da perda e
da morte na experiência humana; 7. A avaliação psiquiátrica; 8. Neurobiologia das doenças
mentais; 9. Emergências psiquiátricas; 10. Novas diretrizes curriculares nacionais dos
cursos de medicina; 11. Prevenção quaternária; 12. Projetos terapêuticos singulares; 13.
Clínica ampliada e interdisciplinaridade; 14. Transtornos psiquiátricos: fisiopatologia,
cursos clínicos e terapêutica.; 15. Transtornos mentais comuns: conceitos, acolhimento e
acompanhamento na atenção primária.
15.3.15 Campo de Conhecimento: Recursos Florestais e Engenharia Florestal/Técnicas e
Operações Florestais: 1. Mecanização na implantação e manutenção de florestas. 2.

Sistemas e métodos mecanizados e semi-mecanizados de colheita florestal. 3.
Planejamento, implantação e manutenção de estradas florestais. 4. Rendimentos
operacionais e custos relacionados à colheita e ao transporte florestal. 5. Técnicas de
derrubada, desgalhamento, traçamento e descascamento. 6. Exploração de impacto
reduzido. 7. Ergonomia e Segurança do trabalho na colheita e transporte florestal. 8.
Máquinas e equipamentos para a colheita e transporte florestal. 9. Manejo de plantações e
florestas nativas visando a produção de produtos madeireiros e não madeireiros. 10.
Análise econômica de projetos florestais.
15.3.16 Campo de Conhecimento: Saúde Coletiva Educação na Comunidade/integração
ensino-serviço/ensino tutorial/fundamentos do SUS: 1. Vigilância epidemiológica. 2.
Transição demográfica, epidemiológica e nutricional. 3. Diagnóstico: sensibilidade,
especificidade
e
valores
preditivos.
4.
Níveis
de
complexidade
e
organização/hierarquização do SUS. 5. Redes de atenção e sistema de referência e
contrarreferência. 6. Territorialização na atenção primária. 7. Teorias causais do processo
saúde-doença. 8. Políticas públicas em saúde. 9. Financiamento em saúde. 10. Educação
popular em saúde. 11. Integração ensino-serviço. 12. A legislação que rege o SUS. 13.
Atenção primária em saúde. 14. Estratégia de saúde da família. 15. Novas diretrizes
curriculares nacionais dos cursos de medicina.
15.3.17 Campo de Conhecimento: Sociologia da Saúde/Saúde e Sociedade/Ensino Tutorial:
1. Atenção primária em saúde; 2. Estratégia de saúde da família; 3. História da medicina; 4.
Ética e conduta médica; 5. Ética e a construção da cidadania; 6. Ética e pesquisa; 7.
Conduta em situações críticas: morte e emergências; 8. O direito dos pacientes crônicos e
terminais ; 9. Grupos populacionais vulneráveis ; 10. Cultura e saúde; 11. Sociologia da
saúde; 12. O médico e a equipe de saúde; 13. Relação médico-paciente-família; 14. O
médico e a equipe de saúde; 15. Novas diretrizes curriculares nacionais dos cursos de
medicina.
15.4 Campus de Joinville
15.4.1 Campo de Conhecimento: Ciência da Computação/Teoria dos Grafos: 1. Algoritmos
de pesquisa e de ordenação; 2. Pilhas, Filas e Listas encadeadas; 3. Árvores. Algoritmos de
Busca e Balanceamento em árvores; 4. Grafos: fundamentos, caminhos, problemas de
interligação e subconjuntos; 5. Problemas de coloração, fluxos, planaridade e ciclos em
Grafos; 6. Paradigma de programação orientado à objetos; 7. Padrões de projeto; 8.
Gerência de Processos; 9. Comunicação, Concorrência e Sincronização de Processos; 10.
Gerenciamento de Memória e a alocação dinâmica.
15.4.2 Campo de Conhecimento: Engenharia Civil/Construção Civil: 1. Metodologias
construtivas e as suas aplicações; 2. Tecnologias construtivas em obras de infraestrutura; 3.
Patologias na construção e medidas preventivas; 4. Novas técnicas de construção.
Edificações inteligentes; 5. Industrialização da construção de edifícios; 6. Coordenação e
compatibilização de projetos na indústria de construção de edifícios; 7. Serviços
preliminares e canteiros de obras de edifícios; 8. Sustentabilidade e eficiência na indústria
da construção de edifícios e obras de infraestrutura urbana; 9. Análise de custos diretos e
indiretos. Composição de custos unitários; 10. Vedações verticais e esquadrias de edifícios.

Coberturas e impermeabilizações de edifícios.
15.4.3 Campo de Conhecimento: Engenharia Civil/Estruturas: 1. Vigas hiperestáticas por
linha elástica, por superposição, por analogia de Mohr. 2. Linhas de influência em
estruturas isostáticas e hiperestáticas. 3. Análise das Tensões no estado plano. Círculo de
Mohr. 4. Propriedades estruturais do concreto e do aço. Comportamento tensãodeformação. 5. Análise e concepção estrutural: análise de carregamentos, combinações de
ações e segurança. 6. Dimensionamento e verificação de vigas à flexão e cisalhamento.
Deformação: efeito da retração e fluência. 7. Concreto protendido. Aplicação. Perda de
aderência. 8. Estruturas de Aço: Dimensionamento nos estados limites. Barras tracionadas e
comprimidas. 9. Estruturas de Madeira: Características das madeiras. Dimensionamento:
peças tracionadas, peças comprimidas. 10. Conceitos de Pontes e Grandes Estruturas.
Elementos necessários ao projeto.
15.4.4 Campo de Conhecimento: Engenharia Civil/Geotécnica: 1. Água no solo:
permeabilidade, fluxo unidimensional e bidimensional, tensões devidas à percolação,
piezômetros. 2. Tensões no solo: princípio das tensões efetivas, tensões normais devidas ao
peso próprio e devidas a carregamentos externos. 3. Deformações em solos: recalques
elásticos, por adensamento primário e por adensamento secundário. Evolução dos recalques
com o tempo. 4. Métodos para aceleração de recalques. Aterros sobre solos compressíveis.
5. Resistência ao cisalhamento: critérios de ruptura, ensaios para determinação da
resistência ao cisalhamento, resistência de areias, argilas e solos residuais. 6. Métodos para
melhoramento de solos: Compactação de solos (estática e dinâmica), tratamentos químicos.
7. Geotécnica aplicada à barragens e portos: Ensecadeiras, diques, fundações de barragens,
filtros, segurança de barragens, monitoramento geotécnico em barragens 8. Estruturas de
contenção: muros, cortinas, paredes diafragma. 9. Estruturas de contenção: tirantes e
grampos. 10. Estabilidade de encostas e taludes: causas e condicionantes de instabilidades.
Estabilidade de encostas e taludes: métodos para análise de estabilidade de encostas e
taludes.
15.4.5 Campo de Conhecimento: Engenharia de Transportes: 1. Demanda de transportes:
modelagem de escolha discreta; modelo Logit multinominal; modelo Probit. 2. Demanda de
transportes: técnica de preferência declarada; técnica de preferência observada; 3. Pesquisas
e coleta de dados em demanda de transportes; análise de bancos de dados de demanda de
transportes. 4. Modelo de quatro etapas: modelos de geração de viagens; modelos de
distribuição de viagens; modelos de divisão modal; modelos de alocação de fluxo. 5.
Operações de sistemas de transportes: características técnicas e operacionais dos modos de
transporte; coordenação das modalidades de transportes; os transportes no Brasil e novas
perspectivas; 6. Estudos de tráfego: técnicas de coleta e tratamento de dados; 7.
Equipamentos de controle de tráfego; 8. Centrais de controle de tráfego: rodoviário,
ferroviário e aeroviário; 9. Logística de suprimentos: dimensionamento e controle de
estoque; compras e negociação; 10. Logística de distribuição: armazenagem; canais de
distribuição; operadores logísticos.
15.4.6 Campo de Conhecimento: Engenharia Mecânica/Engenharia Civil/Engenharia Naval
e Oceânica/Fundamentos Gerais de Projetos das Máquinas/Expressão Gráfica/Desenho
Técnico: 1. Funcionamento do sistema visual humano. 2. Formas de visualização humana.

3. Sistema de projeção ortogonal (mongeano). 4. Elementos básicos de construção-reta,
plano e ponto. 5. Mecanismos de determinação de verdadeira grandeza (rebatimento e
mudança de plano). 6. Construção de objetos envolvendo intersecção, secção, planificação
e modelagem. 7. Vistas ortogonais e auxiliares. 8. Cotagem. 9. Tolerância dimensional. 10.
Perspectiva isométrica. 11. Sistemas CAD voltados ao desenho técnico e projetos de
engenharia. 12. Desenho arquitetônico: perspectivas, vistas e cortes.
15.4.7 Campo de Conhecimento: Matemática/Matemática Aplicada: 1. Derivadas parciais e
aplicações; 2. Métodos de integração; 3. Integrais impróprias; 4. Integrais múltiplas; 5.
Integrais de linha; 6. Integrais de superfície; 7. Teorema da Divergência e Teorema de
Stokes; 8. Espaços vetoriais; 9. Diagonalização de operadores; 10. Operadores Ortogonais.
15.4.8 Campo de Conhecimento: Projetos de Máquinas: 1. Locomotivas diesel: princípios
de funcionamento. 2. Motor Diesel: características e componentes. 3. Motor Diesel:
parâmetros. 4. Ciclos de Trabalho: Motor de Quatro Tempos. 5. Ciclos de Trabalho: Motor
de Dois Tempos. 6. Sistemas auxiliares do motor diesel 7. Suspensão mecânica:
fundamentos e aspetos dinâmicos. 8. Molas helicoidais e feixes de mola. 9. Vibração livre
de um grau de liberdade. 10. Dimensionamento de eixos.
15.5 Campus Reitor João David Ferreira Lima ­ Florianópolis
15.5.1 Centro de Ciências Agrárias
15.5.1.1 Departamento de Engenharia Rural
15.5.1.1.1 Campo de Conhecimento: Engenharia Agrícola/Construções Rurais e
Ambiência: 1. Instalações para animais (suínos, bovinos, avicultura, ovinos e caprinos,
outros); 2. Ambiência de edificações: conceitos gerais; 3. Ambientes para animais e
plantas; 4. Projetos de edificações rurais (desenho técnico); 5. Materiais de construção; 6.
Saneamento rural; 7. Introdução a sistemas estruturais de edificações; 8. Obras hidráulicas
(captação, transporte e armazenagem); 9. Projeto hidrossanitário; 10. Eletrificação rural.
15.5.2 Centro de Ciências Biológicas
15.5.2.1 Departamento de Farmacologia
15.5.2.1.1 Campo de Conhecimento: Farmacologia/Farmacologia Cardiorrenal/Fisiologia:
1. Fármacos utilizados no tratamento da angina e do infarto do miocárdio; 2. Sistema
renina-angiotensina-aldosterona como alvo na farmacoterapia de doenças cardiovasculares
e renais; 3. Fármacos utilizados no tratamento da hipertensão; 4. Os rins como alvo de
fármacos para o tratamento de doenças cardiovasculares; 5. Fármacos utilizados no
tratamento da insuficiência cardíaca congestiva; 6. Fármacos utilizados no tratamento de
arritmias cardíacas; 7. Sistema nervoso central como alvo na farmacoterapia de doenças
cardiovasculares; 8. Fármacos utilizados no tratamento de dislipidemias; 9. Fármacos
utilizados como anticoagulantes, antiagregantes plaquetários e trombolíticos; 10. Interações
entre fármacos utilizados no tratamento de doenças cardiovasculares e renais.

15.5.2.1.2
Campo
de
Conhecimento:
Farmacologia/Neuropsicofarmacologia/Fisiologia/Bioquímica/Biofísica/Neurociências: 1.
Aspectos básicos e clínicos do uso de antidepressivos como analgésicos; 2. Bases
farmacológicas para o desenvolvimento de novos analgésicos; 3. Farmacologia da
transmissão nociceptiva espinhal; 4. Farmacocinética dos analgésicos opióides; 5. Aspectos
básicos da ação analgésica dos opióides; 6. Aspectos básicos e clínicos do uso de
anticonvulsivantes como analgésicos; 7. Aspectos clínicos do uso de opióides como
analgésico; 8. Aspectos básicos da ação dos inibidores de ciclooxigenase como analgésicos;
9. Aspectos clínicos do uso de inibidores da ciclooxigenase como analgésicos; 10. Aspectos
básicos e clínicos do uso dos canabinoides como analgésicos.
15.5.2.2 Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia
15.5.2.2.1 Campo de Conhecimento: Bacteriologia e Micologia Médica: 1. Organização
celular e sub-celular de bactérias e fungos: Estrutura e funções. 2. Evolução da
patogenicidade de bactérias e fungos. 3. Mecanismos de virulência e patogenicidade de
bactérias e fungos. 4. Mecanismos de ação dos antimicrobianos utilizados na terapia das
doenças humanas. 5. Mecanismos de resistência de bactérias e fungos aos antimicrobianos.
6. Métodos diagnósticos de infecções causadas por bactérias e fungos de interesse médico.
7. Epidemiologia molecular de infecções causadas por bactérias e fungos de interesse
médico. 8. A interação microbiota-hospedeiro na homeostasia e doença.9. Genética de
bactérias e fungos de interesse médico: Regulação gênica e genômica.10. Biotecnologia:
Manipulação genética de bactérias e fungos aplicada à saúde humana.
15.5.2.2.2 Campo de Conhecimento: Microbiologia Industrial e de Fermentações: 1.
Prospecção e caracterização de microrganismos de importância industrial; 2. Biofilmes
microbianos e suas relações com os bioprocessos; 3. Desenvolvimento de inóculos para
fermentação industrial; 4. Parâmetros metabólicos críticos relacionados ao uso de
biorreatores em bioprocessos; 5. Transferência de oxigênio e respiração microbiana em
biorreatores; 6. Estratégias de cultivos em biorreatores como ferramentas de investigação;
7. Desenvolvimento e seleção de meios de cultura microbianos para aplicação industrial; 8.
Isolamento, preservação e melhoramento de microrganismos de importância industrial; 9.
Recuperação e purificação de produtos fermentados; 10. Bioprocessos no desenvolvimento
de kits diagnósticos e/ou vacinas; 11. Tecnologias para análise microbiológica e
conservação de alimentos; 12. Qualidade microbiológica na fabricação de alimentos.
15.5.3 Centro de Ciências da Educação
15.5.3.1 Departamento de Ciência da Informação
15.5.3.1.1 Campo de Conhecimento: Ciência da Informação/Engenharia de
Produção/Engenharia do Conhecimento/Administração: 1. Gestão da inovação tecnológica:
governo, universidade e sociedade; 2. Inteligência competitiva e marketing da informação;
3. Gestão da informação e do conhecimento: epistemologia, processos e sistemas; 4.
Planejamento estratégico, teoria dos jogos e simulação de cenários; 5. Gestão de riscos e
negociação; 6. Resolução de problemas reais e tomada de decisão; 7. Acessibilidade
informacional e inclusão digital; 8. Informação e avaliação do desempenho organizacional;

9. Planejamento, gestão e avaliação da qualidade: sistemas, métodos e certificação; 10.
Empreendedorismo, liderança e responsabilidade social.
15.5.3.2 Departamento de Estudos Especializados em Educação
15.5.3.2.1 Campo de Conhecimento: Educação do Campo/Educação (Observar o disposto
no ítem 14.3.2): 1. A educação do campo no contexto da educação brasileira; 2.
Movimentos sociais do campo e experiências educacionais/escolares; 3. Relação entre
trabalho e educação do campo; 4. Legislação e políticas públicas para a educação do campo
no Brasil: limites e avanços na democratização do ensino; 5. Formação inicial e continuada
de professores para atuação nos diferentes níveis e modalidades da educação do campo; 6.
Organização do trabalho pedagógico: produção do conhecimento e relação com cultura e os
saberes produzidos pelos sujeitos do campo; 7. Alternativas de organização do trabalho nas
escolas do campo e a questão da permanência e continuidade nos estudos; 8. Cultura
escolar e sujeitos/classes sociais no campo: contradições existentes nos e entre os projetos
agrário e educacional; 9. Elementos teórico-metodológicos para transformação das escolas
do campo: currículo, gestão e avaliação escolar; 10. Reflexões sobre tempos e espaços
educativos nas escolas do campo; 11. A escola do campo como agência de
desenvolvimento: relação escola-comunidade; 12. A produção do livro didático e de
materiais pedagógicos para as escolas do campo.
15.5.3.2.2 Campo de Conhecimento: Educação/Educação Especial: 1. Políticas públicas
para a educação especial; 2. O papel das instituições especializadas no processo de
escolarização de estudantes da educação especial; 3. A atuação dos profissionais da
educação especial na educação básica. 4. Estudantes da educação especial; 5. História da
educação especial no Brasil; 6. Estudantes da educação especial e a relação
desenvolvimento e aprendizagem; 7. Recursos de acessibilidade educacional e práticas
pedagógicas na educação básica; 8. Educação especial e processos de escolarização na
educação básica; 9. Perspectivas teóricas e abordagens pedagógicas na educação especial;
10. Fundamentos teóricos e ação docente na educação especial; 11. Pesquisa em educação
especial.
15.5.3.3 Departamento de Metodologia de Ensino
15.5.3.3.1 Campo de Conhecimento: Ensino/Ensino de Geociências/Educação do Campo
(Observar o disposto no ítem 14.3.2): 1. Formação docente e o ensino da Geociências na
perspectiva da Educação do Campo; 2. As diretrizes curriculares de Geografia e as
abordagens da geociências na Educação do Campo; 3. Interdisciplinaridade: conceitos
unificadores na estruturação de currículo e na organização do trabalho docente da área de
Ciências da Natureza e Ciências Humanas na Educação do Campo; 4. Formação e funções
ambientais do solo e seu ensino na Educação do Campo; 5. Etnopedologia e interações
entre conhecimento científico e popular no contexto da educação do campo; 6. Dinâmica e
processos do sistema terra relacionados com contexto do campo; 7. Paisagens e natureza:
conflitos socioambientais no campo; 8. Cartografia escolar e as geotecnologias no ensino
de Geografia na Educação do Campo; 9. Biogeografia no ensino de Geografia na Educação
do Campo; 10. O ensino de Climatologia na Educação do Campo; 11. As transformações
espaciais do campo catarinense a partir das relações sociedade-natureza; 12. A pedagogia

da alternância/regime de alternância na relação com o ensino de geociências e a Educação
do Campo.
15.5.3.3.2 Campo de Conhecimento: Ensino/Ensino de Geografia/Educação do Campo
(Observar o disposto no ítem 14.3.2): 1. Formação Docente e o Ensino da Geografia na
perspectiva da Educação do Campo; 2. As diretrizes curriculares de Geografia e as
abordagens geográficas na Educação do Campo; 3. Os conceitos da Geografia na Escola do
Campo: espaço, território, paisagem, região e lugar; 4. Agricultura e produção do espaço
rural e sua relação com o Ensino de Geografia nas escolas do campo; 5. A questão agrária
no Brasil e a relação com a Educação do Campo; 6. Formação do capitalismo e da
agricultura no Brasil. a inserção desse debate na Educação do Campo; 7. Relações espaciais
entre cidade-campo no território de Santa Catarina, possibilidades e desafios para a
Educação do Campo; 8. O espaço agrário brasileiro no contexto da Globalização; 9. As
transformações espaciais do campo catarinense a partir das relações sociedade-natureza; 10.
Importância do conceito de Territorialidade na Geografia da Educação do Campo; 11. A
pedagogia da alternância/regime de alternância na relação com o ensino de geografia e a
educação do campo.
15.5.4 Centro de Ciências da Saúde
15.5.4.1 Departamento de Cirurgia
15.5.4.1.1 Campo de Conhecimento: Medicina/Cirurgia/Cirurgia Experimental: 1. Ética no
uso de animais em experimentação; 2. Ética na pesquisa em humanos; 3. Assepsia e
antissepsia; 4. As fases da cirurgia: diérese, hemostasia e síntese; 5. Nós cirúrgicos e
materiais de sutura; 6. Alterações sistêmicas do trauma cirúrgico; 7. Alterações locais do
trauma cirúrgico; 8. Acesso venoso; 9. Traqueostomia e cricotireotomia; 10. Derivações
digestivas.
15.5.4.1.2 Campo de Conhecimento: Medicina/Cirurgia/Cirurgia Torácica: 1. Avaliação de
risco operatório em cirurgia torácica. 2. Endoscopia Respiratória: diagnóstica e terapêutica.
3. Traumatismo torácico. 4. Cirurgia da traquéia. 5. Tratamento cirúrgico das doenças
pleurais: pneumotórax, empiema e derrame pleural neoplásico. 6. Tratamento cirúrgico das
doenças supurativas do pulmão: bronquiectasias, abscesso e tuberculose. 7. Avaliação
cirúrgica dos tumores do mediastino. 8. Avaliação cirúrgica do câncer de pulmão. 9.
Avaliação cirúrgica da parede torácica: tumores e anomalias congênitas. 10. Avaliação da
Hiperidrose com ênfase no tratamento cirúrgico. 11. Estágio atual do transplante de
pulmão.
15.5.4.2 Departamento de Enfermagem
15.5.4.2.1 Campo de Conhecimento: Enfermagem/Enfermagem Medico Cirúrgica: 1.
Sistematização do cuidado de enfermagem; 2. Fundamentos para o cuidado profissional de
enfermagem; 3. Cuidados de Enfermagem nas intercorrências clínicas; 4. Cuidados de
Enfermagem nas intercorrências Crônicas; 5. Cuidados de Enfermagem nas intercorrências
Agudas/Críticas; 6. Cuidados de Enfermagem ao cliente idoso; 7. Cuidados de Enfermagem
a família; 8. Cuidados de Enfermagem ao cliente cirúrgico; 9. Cuidados de Enfermagem

sob o olhar de diferentes teorias e metodologias de cuidado; 10. A ética e bioética como
essenciais no cuidado de enfermagem e saúde; 11. As bases e as habilidades para ação
investigativa e sua vinculação com a formação e a prática profissional de enfermagem; 12.
A formação profissional em enfermagem no Brasil; 13. O processo de trabalho em saúde e
enfermagem; 14. Organização e gestão do cuidado de Enfermagem em unidades de
internação; 15. O Sistema Único de Saúde: princípios, planejamento, organização,
acolhimento, políticas de saúde em alta e média complexidade, e vigilância em saúde.
15.5.4.2.2 Campo de Conhecimento: Enfermagem/Enfermagem Obstétrica: 1. Rede de
atenção à saúde da mulher e do recém-nascido. 2. Políticas Públicas de Atenção à saúde da
mulher e do recém-nascido. 3. Legislação na atenção obstétrica e neonatal. 4. Educação em
saúde no cuidado à mulher e ao recém-nascido. 5. Atenção pré-concepcional. 6. Cuidados
no planejamento familiar. 7. Metodologia da assistência no cuidado à mulher e ao recémnascido. 8. Atenção ao pré-natal na gestação de risco habitual. 9. O cuidado de enfermagem
na gestação de alto-risco. 10. O cuidado de enfermagem à mulher e ao recém-nascido no
centro obstétrico. 11. O cuidado de enfermagem à mulher e ao recém-nascido o alojamento
conjunto. 12. O cuidado de enfermagem à mulher e ao recém-nascido no puerpério na
atenção básica. 13. O cuidado de enfermagem ao recém-nascido grave ou potencialmente
grave.[de risco]. 14. O cuidado de enfermagem na promoção, proteção e apoio ao
aleitamento materno. 15. O cuidado de enfermagem à mulher na prevenção de câncer de
colo uterino e na detecção precoce de câncer de mama.
15.5.4.3 Departamento de Ginecologia e Obstetrícia
15.5.4.3.1 Campo de Conhecimento: Medicina/Ginecologia e Obstetrícia: 1. Distúrbio da
Menstruação; 2. Climatério; 3. Anticoncepção; 4. Lesões precursoras e carcinoma de colo
uterino; 5. Nódulo de Mama; 6. Endometriose; 7. Endocrinologia do ciclo grávido
puerperal; 8. Hipertensão Arterial na Gravidez; 9. Abortamento; 10. Doença Hemolítica
Perinatal; 11. Sofrimento fetal Agudo; 12. Avaliação da maturidade e vitalidade fetal; 13.
Infecções na Gravidez.
15.5.4.4 Departamento de Odontologia
15.5.4.4.1 Campo de Conhecimento: Odontologia/Endodontia: 1. Etiopatogenia e
diagnóstico das alterações pulpares e periapicais; 2. Tratamento das doenças da polpa e do
periápice; 3. Propriedades e características dos instrumentos e materiais de uso
endodôntico; 4. Endodontia em dentes permanentes jovens; 5. Endodontia regenerativa; 6.
Acidentes em Endodontia; 7. Traumatismo dental; 8. Reabsorções dentárias; 9. Relações
EndoPerio e EndoOrto; 10. Endodontia Automatizada.
15.5.4.5 Departamento de Saúde Pública
15.5.4.5.1 Campo de Conhecimento: Administração/Política e Planejamento
Governamentais/Saúde Coletiva/Saúde Pública: 1. Redes de Atenção à Saúde no Brasil,
arcabouço legal e aspectos operacionais. 2. Estado e Políticas Sociais: dilemas
contemporâneos. 3. Programação Local em saúde, instrumentos e estratégias. 4. Sistemas
de Informações em Saúde como instrumentos de Vigilância e Gestão em Saúde. 5. Gestão

participativa e Controle Social no SUS. 6. Atenção Primária à Saúde: Estratégias de
Organização. 7. Políticas de Saúde: definição, características e financiamento. 8. Modelos
de Gestão e Vigilância em Saúde. 9. Políticas de Formação profissional para o SUS. 10.
Políticas de Saúde para grupos populacionais vulneráveis e minorias: elementos de
programação e gestão em saúde. 11. Políticas de saúde para doenças transmissíveis:
elementos de programação e gestão em saúde. 12. Políticas de saúde para doenças crônicas
não transmissíveis: elementos de programação e gestão em saúde.
15.5.5 Centro de Ciências Físicas e Matemáticas
15.5.5.1 Departamento de Matemática
15.5.5.1.1 Campo de Conhecimento: Matemática/Algebra; Análise; Geometria e Topologia;
Matemática Aplicada: 1. Teorema da Função Implícita em R^n; 2. Compacidade em
Espaços Métricos; 3. Integral de Riemann em R^n; 4. Diferenciação em R^n; 5. Existência
e Unicidade de Soluções para Equações Diferenciais Ordinárias; 6. Teorema Espectral de
Operadores Auto-adjuntos; 7. Teorema da Divergência e Aplicações; 8. Teoremas de
Isomorfismo para Anéis; 9. Quadrados Mínimos; 10. Teorema de Resíduos e Aplicações.
15.5.5.2 Departamento de Física
15.5.5.2.1 Campo de Conhecimento: Ensino/Ensino de Ciências e Matemática: 1. Forças
centrais; 2. Leis de conservação; 3. Estabilidade e pequenas oscilações; 4. Equações de
maxwell; 5. Ondas eletromagnéticas; 6. Radiação do corpo negro; 7. Átomo de hidrogênio;
8. Dualidade onda. partícula; 9. Leis da termodinâmica; 10. Introdução à relatividade
restrita; 11. Interferência e difração.
15.5.5.2.2 Campo de Conhecimento: Física Experimental/Física da matéria
condensada/Física Atômica e Molecular/Astrofísica Observacional/Óptica Quântica: 1.
Estabilidade e pequenas oscilações; 2. Leis da termodinâmica; 3. Equações de maxwell; 4.
Átomo de hidrogênio; 5. Forças centrais e espalhamento; 6. Interferência e difração; 7.
Estatísticas quânticas; 8. Propriedades elétricas da matéria; 9. Propriedades magnéticas da
matéria; 10. Interação da radiação com a matéria.
15.5.5.2.3 Campo de Conhecimento: Física Teórica/Física da matéria condensada/Física
nuclear e de hádrons/Física atômica e molecular/Óptica quântica/Informação
quântica/Mecânica estatística/Astrofísica estelar e astrofísica extragalática: 1. Leis da
termodinâmica; 2. Equações de maxwell; 3. Átomo de hidrogênio; 4. Teoria clássica da
radiação eletromagnética; 5. Teoria da relatividade especial de einstein; 6. Formalismo
lagrangiano e hamiltoniano; 7. Estatísticas quânticas; 8. Ensembles micro. canônico;
canônico e gran. canônico; 9. Simetrias e leis da conservação; 10. Oscilador harmônico
quântico.
15.5.5.3 Departamento de Química
15.5.5.3.1 Campo de Conhecimento: Química/Química Orgânica: 1. Reações radicalares.
Formação, estabilidade e reações. 2. Reações de substituição nucleofílica alifática. 3.

Reações de eliminação em carbono saturado. 4. Análise conformacional de moléculas
acíclicas e cíclicas. 5. Estereoquímica de compostos orgânicos. 6. Reações de substituição
eletrofílica e nucleofílica aromática. Conceito de aromaticidade. 7. Adição e substituição
nucleofílica a compostos carbonilados. 8. Reações de adição a ligações múltiplas carbonocarbono. Adições nucleofílicas e eletrofílicas. Adição aos sistemas conjugados. 9. Reações
Pericíclicas. 10. Compostos nitrogenados heterocíclicos. 11. Ácidos e Bases: Conceitos
gerais. Forças de ácidos e bases (Ka e pKa). Equilíbrio nas reações ácido-base. Ácidos e
bases orgânicos. 12. Estruturas de Lewis. Efeitos estéricos e estruturais: Efeito indutivo,
ressonância, mesomeria e efeitos de campo. 13. O átomo de carbono. Orbitais atômicos.
Hibridização de orbitais. Ligações químicas (sigma e pi). Orbitais moleculares. 14. Análise
orgânica: identificação e determinação estrutural.
15.5.6 Centro de Ciências Jurídicas
15.5.6.1 Departamento de Direito
15.5.6.1.1 Campo de Conhecimento: Direito Administrativo: 1. Sujeitos do Direito
Administrativo. Pessoas Administrativas. 2. A Administração Pública. Conceito. Natureza.
Fins. Organização da Administração Pública: entes e órgãos públicos ­ Decreto Lei nº
200/67; administração direta e indireta, descentralização e desconcentração administrativa.
3. Reforma Administrativa: Emenda Constitucional nº19/1998.4. Teoria do Ato
administrativo: conceito; atributos; estrutura e controle jurisdicional (discricionariedade
administrativa); classificação e extinção dos atos administrativos. 5. Licitação e Contratos
Administrativos: Estatuto geral licitatório ­ Lei nº 8666/93; conceito características,
clausulas exorbitantes, dispensa e inexigibilidade. 6. Parcerias Público Privadas: Lei nº
11079/2004; Concessão patrocinada e concessão administrativa. 7. Novas figuras
contratuais: contrato de gestão, consórcios públicos. 8. Serviços Públicos: Lei nº 8987/95;
conceito, características, regime jurídico, concessão, permissão e autorização dos serviços
públicos. 9. Regime dos agentes públicos estatuto federal, regime especial e regime do
emprego público; 10. Controle da administração pública: controle externo e interno,
processo administrativo ­ Lei nº 9784/99; processo administrativo disciplinar ­ Lei nº
8112/90. 11. Improbidade administrativa ­ Lei nº 8429/92. Conceito e aplicabilidade.
15.5.6.1.2 Campo de Conhecimento: Direito Civil: 1. Ações jurídicas e direito subjetivo:
noções gerais, espécies e limites ao exercício. 2. Negócio jurídico: existência, validade e
eficácia. 3. Prescrição e decadência. 4. Interpretação e conversão do negócio jurídico. 5.
Transmissão das obrigações. 6. Adimplemento e extinção das obrigações. 7. Princípios
informadores do direito contratual. 8. Inadimplemento das obrigações. 9. Responsabilidade
civil: requisitos da obrigação da indenizar. 10. Responsabilidade civil: principais
modalidades, teorias e princípios informadores. 11. Responsabilidade civil: conceito de
dano e novas modalidades de danos indenizáveis. 12. Teoria geral dos contratos: formação,
vícios redibitórios, evicção e extinção dos contratos. 13. Contratos em espécie. 14.
Enriquecimento sem causa e gestão de negócios. 15. Propriedade. Aquisição e perda. 16.
Posse. 17. Regime de bens entre os cônjuges. 18. Relações de parentesco 19. Sucessão
legítima. 20. Sucessão testamentária.
15.5.6.1.3 Campo de Conhecimento: Direitos Especiais: Prática Jurídica Civil e Penal: 1.

Parte Geral no novo Código de Processo Civil. 2- Ação de Alimentos. 3. Ação de
Investigação de Paternidade. 4- Ação de Usucapião. 5- Ações Possessórias e Petitórias. 6.
A Defesa do Consumidor. 7. União estável. 8. Inventário. 9. Inquérito Policial. 10. Ação
Penal. 11. Processo e procedimento penal. 12. Habeas Corpus. 13. Nulidades no Processo
Penal. 15. Juizados Especiais Criminais. 16. Juizados Especiais Cíveis. 17. Formas
autocompositivas e heterocompositivas de tratar os conflitos (conciliação; negociação;
mediação; arbitragem e jurisdição) e a Resolução nº 125 do CNJ. 18. Acesso à justiça,
Crises da jurisdição e a legitimidade estatal para tratar conflitos. 19. Ferramentas da
Mediação e da Conciliação. 20. Processo de conhecimento; processo de execução; processo
nos tribunais e meio de impugnação das decisões judiciais no novo Código de Processo
Civil.
Prova prática: Redação de peça(s) processual(is) relativa(s) a problema elaborado com
fundamento no conteúdo de ponto(s) do programa.
15.5.7 Centro de Comunicação e Expressão
15.5.7.1 Departamento de Expressão Gráfica
15.5.7.1.1 Campo de Conhecimento: Programação Visual: 1. Branding: histórico; conceitos
e metodologia; 2. Sistema de identidade visual; 3. Identidade de marca; 4. Estratégias de
Aplicações de marca; 5. Design editorial: história, conceitos, classificação e metodologia;
6. Projeto e planejamento gráfico editorial impresso e digital (revista, jornal, livro); 7.
Produção Gráfica; 8. História da Fotografia, conceito e classificação da Fotografia; 9.
Aplicações da Fotografia (composição/enquadramento; técnicas de Iluminação); 10.
Processo digital: materiais, impressão e acabamentos; tratamento de imagem para
fotografia PB e colorida e fotomontagem.
Prova prática: Não há necessidade de o candidato trazer nenhum tipo de material para a
prova. Conhecimentos Técnicos e conceituais na área de Projeto Branding e Editorial com
possibilidade de foco em fotografia. Não haverá possibilidade de uso de material
bibliográfico durante a realização da prova prática. Metodologia de aferição para avaliação
dos candidatos: adequação do resultado apresentado pelo candidato aos objetivos relativos
à prova; no momento do sorteio do ponto da prova prática, os critérios (técnicos e
conceituais) serão detalhados (com o intuito de deixar o mais claro possível a avaliação).
15.5.7.2 Departamento de Língua e Literatura Estrangeiras
15.5.7.2.1 Campo de Conhecimento: Linguística, Letras e Artes/Línguas Estrangeiras
Modernas (Alemão)/Literaturas Estrangeiras Modernas (Alemão): 1. Bürgerlicher
Realismus; 2. Deutschsprachige Frauenliteratur; 3. Lernen anhand von Projekten; 4.
Theorien zum Zweitsprachenerwerb; 5. Wortschatzarbeit; 6.
Geschriebenes und
gesprochenes
Deutsch;
7.
Funktionalistische
Übersetzungstheorien;
8.
Übersetzungsprinzipien (frei, treu, loyal etc.); 9. Aktuelle deutschsprachige Literatur; 10.
Poesie im DaF-Unterricht; 11. Nominalkonstruktionen im Deutschen; 12. Modus und
Modalität im Deutschen; 13. Übersetzen mittels Computerprogrammen; 14. Literarische
Übersetzung.
15.5.8 Centro de Desportos

15.5.8.1 Departamento de Educação Física
15.5.8.1.1 Campo de Conhecimento: Educação Física/Esporte Adaptado e Paralímpico: 1.
Regulamentação e adaptações esportivas para o Esporte Paralímpico; 2. Desenvolvimento
científico e tecnológico no Esporte Paralímpico; 3. Esporte Paralímpico como campo de
conhecimento: concepções e perspectivas investigativas; 4. Perspectivas do esporte
adaptado na escola; 5. O esporte adaptado e a inclusão social; 6. Esporte adaptado e a
promoção da saúde e lazer; 7. Metodologia do Treinamento no esporte Paralímpico; 8.
Processo de ensino-aprendizagem do Goalball; 9. Processo de ensino-aprendizagem do
Futebol de 5; 10. Processo de ensino-aprendizagem da Bocha Paralímpica; 11. Processo de
ensino-aprendizagem do Atletismo Paralímpico; 12. Processo de ensino-aprendizagem do
Handebol em cadeira de rodas; 13. Processo de ensino-aprendizagem do Basquete em
cadeira de rodas; 14. Processo de ensino-aprendizagem do Voleibol sentado; 15. Processo
de ensino-aprendizagem do Tênis em Cadeira de Rodas; 16. Metodologia de ensinoaprendizagem da Natação Paralímpica.
15.5.8.1.2 Campo de Conhecimento: Educação Física/Ginástica: 1. Evolução do sentido e
significado da Ginástica: da Grécia aos dias atuais; 2. Os métodos de ginástica na era
moderna e suas repercussões e intervenções na instituição escolar; 3. A Ginástica como
"sinônimo" de educação física no sistema escolar brasileiro na primeira metade do século
xx; 4. A Ginástica como conteúdo da cultura corporal/movimento: concepções e
perspectiva; 5. As abordagens/metodologias de ensino inovadoras surgidas na Educação
Física brasileira frente ao conteúdo Ginástica; 6. Ginástica Geral na Educação Física
escolar: possibilidades; 7. Fundamentos básicos e estruturação de exercícios ginásticos; 8.
Planejamento e execução de programas de Ginástica de Academia na atualidade; 9.
Processo ensino-aprendizagem da Ginástica Artística; 10. Processo de ensinoaprendizagem da Ginástica Rítmica; 11. Processo de ensino-aprendizagem da Ginástica
Acrobática; 12. Processo de ensino-aprendizagem da Ginástica Geral.
15.5.9 Centro de Filosofia e Ciências Humanas
15.5.9.1 Departamento de História
15.5.9.1.1 Campo de Conhecimento: História da América Colonial: 1. Interdisciplinaridade
e fontes de pesquisa no estudo das sociedades ameríndias; 2. Diversidade cultural e sóciopolítica dos povos ameríndios; 3. A conquista da América: leituras historiográficas; 4.
Estrutura político-administrativa e ordem jurídica dos impérios coloniais nas Américas; 5.
As Américas na dinâmica econômica global (séculos XVI-XVIII); 6. Escravidão e outras
formas de trabalho compulsório nas Américas; 7. Rebeliões e outras formas de resistência
de índios, africanos e colonos; 8. Relações interétnicas, mestiçagens e formação das
sociedades coloniais; 9. Religiosidades e práticas culturais nas sociedades coloniais; 10.
Territórios e fronteiras na construção dos espaços coloniais; 11. A vida cotidiana nos
espaços coloniais: cultura material, relações com o ambiente e relações de gênero; 12.
Ideias e circulação da cultura impressa nas Américas; 13. Reformas Bourbônicas.
15.5.9.2 Departamento de Filosofia

15.5.9.2.1 Campo de Conhecimento: Filosofia/Ética e Filosofia Política: 1. A filosofia
prática de Aristóteles; 2. Contratualismo na primeira modernidade (de Hobbes a Rousseau);
3. A filosofia prática de Kant; 4. A filosofia prática de Hegel; 5. Utilitarismo; 6. Política e
condição humana (Arendt, Foucault, Agamben); 7. A teoria da justiça de John Rawls; 8.
Ética do discurso e democracia deliberativa; 9. Ética aplicada (bioética, ética animal, ética
ambiental); 10. Direitos humanos.
15.5.9.2.2 Campo de Conhecimento: Filosofia/Filosofia Contemporânea: 1. Interpretação e
sentido; 2. Modernidade e pós-modernidade; 3. Filosofia e linguagem; 4. Filosofia e
história; 5. Filosofia e conhecimento; 6. Ética, meta-ética e ética aplicada; 7. Filosofia e
política; 8. A subjetividade; 9. A naturalização da filosofia; 10. A questão do método em
filosofia.
15.5.9.2.3 Campo de Conhecimento: Filosofia/Filosofia da Ciência: 1. O reducionismo na
ciência. 2. Leis, causação e explicações científicas. 3. Realismo científico e formas de
antirrealismo. 4. Teoria, observação e experimentação. 5. A especificidade das ciências da
vida. 6. Questões ontológicas das ciências. 7. As especificidades das ciências humanas. 8.
A estrutura das teorias científicas. 9. Valores epistemológicos e pragmáticos. 10. Tipos de
modelos científicos.
15.5.9.3 Departamento de Geociências
15.5.9.3.1 Campo de Conhecimento: Sensoriamento Remoto/Geologia/Cartografia
Geológica: 1. Uso de geotecnologias em geologia: cartografia, sensoriamento remoto e
SIG. 2. Georreferenciamento: projeção cartográfica, elipsóide de referência, datum
geodésico, precisão. Técnicas de georreferenciamento. 3. Uso de bancos de dados
(orientado a objetos, relacional, hierárquico) em geologia: SIG e RDBMS. 4. SIG: técnicas
para tratamento e análise de dados e informações espaciais em geologia. 5. Levantamento e
uso integrado de dados e informações espaciais em geologia utilizando sistemas GIS ­
Geographic Information Systems, LIS ­ Land Information Systems e AM/FM ­ Automated
Mapping/Facilities Management. 6. Modelo Digital de Terreno (MDT e MDE): aspectos
teóricos e aplicados à cartografia geológica. 7. Fotogeologia apliacada a produtos de
sensoriamento remoto aeroportado e orbital: i) diferentes formas de relevo e seus prováveis
condicionantes litológicos e estruturais; ii) como ferramenta auxiliar no mapeamento
geológico de litologias, associações litológicas, estruturas primárias e deformacionais: fotoanálise e foto-interpretação. 8. Uso integrado de produtos de sensoriamento remoto,
aerogeofísicos e SIG em cartografia geológica regional e de detalhe. 9. Produtos de
sensoriamento remoto em geociências: Princípios físicos, de processamento e interpretação.
10. Planejamento, montagem e uso de Sistemas de Informação Geográfica (SIG) em
cartografia geológica. 11. Sensores Remotos operantes nas regiões do visível,
infravermelho e micro-ondas: princípios físicos, produtos, aplicações, cobertura sistemática
e não sistemática. 12. Uso integrado de produtos de sensoriamento remoto, aerogeofísicos e
SIG nas explorações mineral e hidrogeológica.
15.5.9.4 Departamento de Sociologia e Ciência Política

15.5.9.4.1 Campo de Conhecimento: Sociologia/Teoria Sociológica Contemporânea: 1.
Interacionismo Simbólico; 2. Teoria Crítica; 3. Teoria da Estruturação; 4. Teoria da Prática,
Campo e Habitus; 5. Teoria da Sociedade de Risco; 6. Pós-Modernidade; 7. Sociologia
histórica; 8. Teoria dos sistemas; 9. Sociologia figuracional e do processo civilizatório; 10.
Teoria das redes sócio-técnicas.
15.5.10 Centro Sócio-Econômico
15.5.10.1 Departamento de Ciências Contábeis
15.5.10.1.1 Campo de Conhecimento: Ciências Contábeis/Contabilidade Tributária: 1.
Tributação das Pessoas Jurídicas ­ lucro real. 2. Tributação das Pessoas Jurídicas ­ lucro
presumido. 3. Critérios fiscais e Contábeis para avaliação dos estoques. 4. ICMS ­ Lei
complementar nº 87/1996 e alterações posteriores. 5. ISS ­ Lei complementar nº 116/03 e
alterações posteriores. 6. Contribuição para o Pis/Pasep e Contribuição social sobre o
Faturamento ­ aspectos gerais aplicáveis as pessoas jurídicas. 7. Governança tributária e
Planejamento tributário. 8. Imposto sobre produtos Industrializados ­ decreto nº 7.212/10.
9. Sistema público de escrituração ­ Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007 e alterações
posteriores. 10. Sistema público de escrituração ­ Escrituração Fiscal Digital; 11. Sistema
público de escrituração - Escrituração Fiscal Digital. EFD-Contribuições.
15.5.10.2 Departamento de Ciências da Administração
15.5.10.2.1 Campo de Conhecimento: Administração Financeira: 1. Sistema Financeiro
Nacional: intermediação financeira. Políticas Fiscal, Monetária e Cambial no Modelo ISLM-BP; Oferta de moeda, nível de preços e balanço de pagamentos. 2. Administração
financeira de curto prazo: capital de giro; ciclo operacional e ciclo de caixa, modelo de
Fleuriet, Modelos de gestão de caixa; gestão de crédito; gestão de estoques; modalidades de
financiamento de curto prazo. 3. Estrutura de Capital; Alavancagem financeira; Custo de
Capital; Política de dividendos. 4. Decisão de investimento de longo prazo: risco e retorno;
Modelo de Markowitz; CAPM; Medidas TIR, PAYBACK; VPL, MTIR; gestão baseada em
valor; Avaliação de ações; Administração de Carteiras de Investimentos; Precificação de
Ativos de Capital. Escolha sob incerteza. 5. Governança corporativa; teoria de agência e
expropriação, estrutura de propriedade, mecanismos internos e externos de governança. 6.
Avaliação de empresas. Finanças Corporativas: Fusões e Aquisições. 7. Risco e Retorno e
Teoria das Carteiras. 8. Mercados Futuros e de Opções. 9. Finanças Comportamentais/
pessoais. 10. Finanças Internacionais.
15.5.10.3 Departamento de Economia e Relações Internacionais
15.5.10.3.1 Campo de Conhecimento: Economia/Teoria Econômica: 1. Teoria do
Consumidor. 2. Teoria da Firma. 3. Equilíbrio Geral. 4. Instituições, Custos de Transação e
Custos de Mensuração. 5. Organização da produção. aglomeração, redes de firma e cadeias
globais de valor. 6. Abordagem evolucionista da firma: rotinas, busca, seleção, paradigmas
e trajetórias tecnológias. 7. Modelo IS-LM-BP. 8. Inflação e a Curva de Phillips. 9. Rigidez
nominal e modelos novo-keynesianos; 10. Teoria de investimento de Keynes: expectativa,
incerteza e preferência pela liquidez. 11. A hipótese da fragilidade financeira em Minsky.

12. Papel da poupança e o circuito financiamento, investimento, poupança e funding.
15.5.11 Centro Tecnológico
15.5.11.1 Departamento de Arquitetura e Urbanismo
15.5.11.1.1 Campo de Conhecimento: Arquitetura e Urbanismo/Projeto de Arquitetura e
Urbanismo/Planejamento e Projeto da Edificação: 1. Linguagens Contemporâneas em
Arquitetura e Urbanismo e o Ensino do Projeto Arquitetônico. 2. A Relação EnsinoAprendizagem na Concepção e Desenvolvimento do Projeto de Arquitetura. 3. O Desenho
e os Modelos Físico e Digital como Instrumentos de Concepção e de Elaboração do Projeto
de Arquitetura. 4. A Formação do Arquiteto e a Contemporaneidade: da Assistência
Técnica Gratuita à "Arquitetura do Espetáculo". 5. Inovações e Permanências no
Desenvolvimento do Projeto de Arquitetura. 6. O Processo de Concepção em Arquitetura:
métodos, instrumentos, procedimentos e subjetividade. 7. Arquitetura como Prática Social:
limites e possibilidades. 8. Estratégias Didático-Pedagógicas no Ateliê de Projeto:
tectônica, materialidade e sistemas prediais. 9. O Projeto Arquitetônico, o Processo de
Execução e a Obra: suas relações, autonomia, limites e controle. 10. O EnsinoAprendizagem do Projeto de Arquitetura: procedimentos metodológicos e a prática
profissional. 11. Arquitetura como Relação: entre o espaço aberto e o construído, entre o
espaço público e o privado, entre o espaço externo e o interno. 12. A Dimensão Artística da
Arquitetura: a poética no processo do Projeto de Arquitetura. 13. A Participação do Usuário
na Elaboração do Projeto Arquitetônico: limites, possibilidades e responsabilidade social do
Arquiteto e Urbanista.
Prova prática:
Natureza: os candidatos deverão elaborar uma proposta espacial a partir de documentos de
apoio fornecidos pela banca. Forma: a proposta deverá apresentar: 1) memorial sucinto; 2)
desenhos; e 3) croquis da solução apresentada. Duração: a prova deverá ser realizada dentro
de um tempo máximo de três horas. Instrumentos: cada candidato deverá portar
lapiseira/lápis, borracha, escalímetro e outros materiais de desenho para a realização da
prova. Equipamentos eletrônicos não serão permitidos. A banca examinadora fornecerá a
cada candidato os desenhos e informações relevantes para a realização da prova e três
folhas de desenho para a comunicação da proposta. Critérios de avaliação: os candidatos
serão avaliados levando-se em conta: 1) a fundamentação da proposta (memorial sucinto);
2) a qualidade da solução apresentada; e 3) a comunicação gráfica do estudo como um todo.
15.5.11.2 Departamento de Automação e Sistemas
15.5.11.2.1 Campo de Conhecimento: Engenharias/Engenharia Elétrica/Automação
Eletrônica de Processos Elétricos e Industriais: 1. Sistemas a Eventos Discretos:
conceituação e exemplos; 2. Redes de Petri: conceituação e aplicações em Sistemas a
Eventos Discretos; 3. Autômatos e linguagens: conceituação e aplicações em Sistemas a
Eventos Discretos; 4. Teoria de Controle supervisório: metodologia e aplicações; 5.
Modelagem de sistemas a eventos discretos com o tempo; 6. Verificação formal de
propriedades em Sistemas a Eventos Discretos; 7. Simulação de Sistemas de Automação
Discreta; 8. Avaliação de Desempenho de Sistemas de Automação Discreta; 9.
Controladores Lógico-Programáveis: conceituação, linguagens de programação e

aplicações; 10. Sistema de Supervisão (SCADA).
15.5.11.3 Departamento de Engenharia Civil
15.5.11.3.1 Campo de Conhecimento: Engenharia Civil/Estruturas/Mecânica das
Estruturas: 1. Teoria da Elasticidade: Tensões; 2. Teoria da Elasticidade: Deformações; 3.
Teoria da Elasticidade: Relações constitutivas; 4. Teoria da Elasticidade: Princípios
energéticos; 5. Teoria da Elasticidade: Teoria de placas; 6. Teoria da Elasticidade: Teoria
de vigas; 7. Teoria da Elasticidade: Torção; 8. Mensuração de deformações; 9. Princípios
gerais de extensometria e aquisição de dados; 10. Análise estatística de dados
experimentais.
15.5.11.3.2 Campo de Conhecimento: Fundações e Escavações/Mecânica das
Rochas/Mecânica dos Solos/Obras de Terra e Enrocamento: 1. Resistência ao
Cisalhamento; 2. Percolação e Adensamento; 3. Empuxos e Estruturas de Contenção; 4.
Estabilidade de Taludes e Encostas Naturais 5. Ensaios de Campo e Técnicas de
Instrumentação; 6. Estruturas de Maciços Rochosos Aplicado a Obras de Engenharia Civil;
7. Ensaios de laboratório e Técnicas de Instrumentação; 8. Solos Tropicais; 9. Aterro Sobre
Solos Moles; 10. Utilização de Softwares em Estabilidade de Taludes e Percolação e
Adensamento.
15.5.11.4 Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas
15.5.11.4.1 Campo de Conhecimento: Engenharia de Produção/Engenharia
Econômica/Análise de Custos/Avaliação de Projetos: 1. Modelos econômicos aplicados à
Engenharia de Produção; 2. Planejamento Econômico Financeiro; 3. Finanças; 4. Teoria da
produção e do consumo; 5. Gestão patrimonial; 6. Microeconomia; 7. Viabilidade
econômica e financeira de projetos e empreendimentos; 8. Gestão e controle de custos; 9.
Teoria de investimentos; títulos e mercado de capitais; 10. Economia Ambiental.
15.5.11.4.2 Campo de Conhecimento: Engenharia de Produção/Higiene e Segurança do
Trabalho/Processos de Trabalho: 1. Projeto e Organização do Trabalho; 2. Sistemas de
Higiene e Segurança do Trabalho; 3. Gestão de Riscos no Ambiente de Trabalho; 4.
Dimensão Ergonômica do Trabalho; 5. O Ambiente e as Doenças do Trabalho; 6.
Engenharia de Processos, Métodos e Tempos; 7. Arranjo Físico e Movimentação de
Materiais; 8. Dimensionamento de Recursos; 9. Eficiência das Operações Produtivas; 10.
Técnicas de Registro e Análise de Operações Produtivas.
15.5.11.5 Departamento de Engenharia Elétrica
15.5.11.5.1 Campo de Conhecimento: Engenharia Elétrica/Eletrônica Industrial, Sistemas e
Controles Eletrônicos: 1. Conversores cc-cc com alto ganho e alto rendimento; 2. Correção
de fator de potência para retificadores monofásicos; 3. Correção de fator de potência para
retificadores trifásicos; 4, Retificadores multipulso; 5. Inversores multiníveis; 6.
Conversores cc-ca conectados à rede elétrica; 7. Modulação PWM aplicada a conversores
cc-ca; 8. Modelagem orientada ao controle de conversores estáticos; 9. Conversor direto de
frequência com modulação em alta frequência; 10. Controle vetorial de máquinas elétricas;

11. Aplicações de semicondutores de banda proibida larga em Eletrônica de Potência.
15.5.11.6 Departamento de Engenharia Mecânica
15.5.11.6.1 Campo de Conhecimento: Engenharia Mecânica/Processos de Fabricação: 1.
Manufatura Avançada visando a utilização eficiente de recursos; 2. Integração de projeto,
seleção de materiais e manufatura de produtos; 3. Automação de robotização da
manufatura; 4. Manufatura integrada por computador; 5. Manufatura aditiva de
componentes mecânicos; 6. Novos processos de fabricação: sinterização por laser, plasma e
híbridos; 7. CAM (Manufatura Assistida por Computador) usada na fabricação de produtos;
8. Projeto de células de manufatura; 9. Mapeamento de fluxo de valor na manufatura; 10.
Gestão da qualidade na manufatura; 11. Manufatura sustentável.
15.5.11.6.2 Campo de Conhecimento: Processos de Fabricação/Máquinas de Usinagem (e
Conformação)/Processos de Fabricação, Seleção Econômica: 1. PROCESSOS DE
USINAGEM: aspectos históricos e evolução ao longo dos tempos, destacando o nível de
desenvolvimento tecnológico atual e as tendências para desenvolvimentos futuros;
relevância sob o ponto de vista da economia dos países e em relação à produção de outros
bens; aspectos relacionados com meio ambiente e sustentabilidade. 2. PROCESSOS DE
USINAGEM COM FERRAMENTAS DE GEOMETRIA DEFINIDA: tipos de processos e
respectivas aplicações; grandezas, parâmetros, formação de cavacos; geometria das
ferramentas; tipos de materiais para ferramentas e suas características; desgaste/avarias das
ferramentas; forças de corte; fatores relacionados a textura e integridade das peças obtidas
por tais processos. 3. PROCESSOS DE USINAGEM COM FERRAMENTAS DE
GEOMETRIA NÃO DEFINIDA: tipos de processos e respectivas aplicações; grandezas,
parâmetros, formação de cavacos; tipos de ferramentas e suas características, materiais
para ferramentas e suas características; desgaste das ferramentas; fatores relacionados a
textura e integridade das peças obtidas por tais processos. 4. PROCESSOS NÃO
CONVENCIONAIS E ESPECIAIS DE USINAGEM: fundamentos e aplicações dos
processos de remoção por descargas elétricas, por ação química e eletroquímica; remoção
por laser; fatores relacionados a textura e integridade das peças obtidas por tais processos.
5. MÁQUINAS-FERRAMENTA: fundamentos de projetos para construção das máquinas;
conceito de sistema. subsistemas e componentes; tipos de máquinas convencionais e com
CNC, suas respectivas características e aplicações; aspectos relacionados com a instalação e
manutenção das máquinas. 6. MEIOS LUBRI-REFRIGERANTES (FLUIDOS DE
CORTE): funções; tipos e suas características; formas de aplicação; manutenção, filtragem
e descarte dos fluidos; cuidados com a saúde dos operadores; fatores relacionados com o
meio ambiente e sustentabilidade. 7. USINABILIDADE DOS MATERIAIS: critérios de
determinação; fatores que influenciam; aspectos técnicos e econômicos relacionados. 8.
CUSTOS NA USINAGEM: fundamentos; custos com ferramentas e de usinagem;
otimização dos processos. 9. TEXTURA E INTEGRIDADE DE SUPERFÍCIES
USINADAS: fundamentos sobre textura e integridade; relevância para as superfícies
técnicas; fatores que determinam as características da textura e da integridade de uma
superfície; métodos, parâmetros, tecnologias e equipamentos disponíveis para caracterizar,
avaliar e/ou medir a textura e a integridade das superfícies.10. MATERIAIS PARA
FERRAMENTAS DE CORTE: Materiais para ferramentas de geometria definida (aço
rápido, metal duro, cerâmicas e cermet; revestimentos de ferramentas, classificação e

aplicações); Materiais para processos abrasivos (óxido de alumínio, carboneto de silício,
diamante e nitreto de boro cúbico); classificação e aplicações.
15.5.11.6.3 Campo de Conhecimento: Dinâmica dos Corpos Rígidos, Elásticos e Plásticos:
1. Métodos de Dinâmica Analítica: Princípio de Hamilton e Equações de Lagrange; 2.
Análise de sistemas multi-corpos rígidos e elásticos; 3. Vibrações em estruturas: vigas,
placas e cascas; 4. Método de Elementos Finitos aplicado a vibrações de estruturas; 5.
Problemas de Autovalores e Autovetores; 6. Analise Modal; 7. Vibrações aleatórias em
estruturas; 8. Controle de vibrações; 9. Técnicas de ajuste de modelos; 10. Técnicas
experimentais em dinâmica de estruturas.
15.5.11.6.4 Metalurgia de Transformação/Soldagem: 1. Processo de Soldagem MIG/MAG
e suas versões modernas, baseadas em controle da forma de onda; 2. Processo de Soldagem
TIG e suas versões modernas, na configuração autógena e com adição de material; 3.
Processo de Soldagem Plasma com adição de ligas em pó - PTA-P; 4. Monitoração e
Análise de dados de soldagem a arco elétrico; 5. Tecnologias de Sensoriamento (laser,
sensores indutivo, apalpadores, próprio arco) para Automação da Soldagem; 6. Automação
da Soldagem: Técnicas de tecimento longitudinal e transversal; 7. Automação da
Soldagem: Sistemas, equipamentos e processos para soldagem orbital, revestimentos
metálicos e fabricação de tubos; 8. Metalurgia e Procedimentos de Soldagem de aços ao
Carbono, aços inoxidáveis e ligas especiais de alto desempenho ao desgaste; 9. Processos e
Metalurgia de Soldagem de Alumínio;10. Ensaios Destrutivos e Não Destrutivos para
Inspeção de Soldas.

Florianópolis, 11 de dezembro de 2015.
MICHELE AMORIM LIMA HENRIQUES