PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE
ENGENHARIA QUÍMICA
DETALHAMENTO DO PROJETO PEDAGÓGICO
Perfil do Curso
O curso de Engenharia Química da Universidade Federal do Rio Grande do Sul foi
reconhecido pelo Decreto No 727 de 08 /12/1900 e, atualmente, o número de vagas anuais
para ingresso no curso é de 75, sendo 40 vagas destinadas para ingresso no primeiro
semestre e 35 vagas para o segundo semestre. O ingresso no Curso ocorre mediante
Concurso Vestibular, destinado a candidatos que concluíram, ou que estejam cursando, o
último ano do Ensino Médio ou equivalente. O número total de alunos matriculados no
curso de Engenharia Química em 2009/2 é de 436 alunos.
As disciplinas profissionalizantes do curso de Engenharia Química são de responsabilidade
do Departamento de Engenharia Química - DEQUI. Este Departamento faz parte da Escola
de Engenharia da UFRGS e iniciou suas atividades de ensino de graduação em 1958,
tendo formado 1463 Engenheiros Químicos até 2009/2. O DEQUI é também responsável
por algumas disciplinas dos cursos de Engenharia de Alimentos (Fenômenos de
Transporte, Termodinâmica e Projetos Industriais do Curso), Engenharia Ambiental
(Fenômenos de Transporte e Operações Unitárias), Química Industrial (Fenômenos de
Transporte e Operações Industriais) e Engenharia da Produção (Processos Químicos).
O Curso de Engenharia Química tem por objetivo a formação de profissionais capacitados
para pesquisar, analisar, projetar, operar e otimizar processos onde a matéria sofre
alterações de fase, de estado físico, de tamanho ou forma, de conteúdo energético ou de
composição. Estes processos existem, principalmente, nas indústrias de produtos químicos,
de materiais, de alimentos, etc., bem como na avaliação e no controle de poluição.
O Engenheiro Químico poderá atuar nas mais diversas áreas onde processos físicos,

químicos ou físico-químicos estejam envolvidos na elaboração de produtos. Alguns
exemplos são: indústrias químicas e petroquímicas, alimentícias, de celulose e papel,
cimento, cerâmica, meio ambiente, biotecnologia, química fina, etc.
COERÊNCIA DO CURRÍCULO DADAS AS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS
O curso de Engenharia Química da UFRGS possui carga horária total de 3980 horas,
sendo 3720 horas em sala de aula e 260 h de atividades extraclasses. Das 3720 horas,
3450 horas são relativas às disciplinas obrigatórias e 270 horas representam a carga
horária mínima exigida para as disciplinas eletivas.
Seguindo as diretrizes nacionais para os cursos de Engenharia, o curso de Engenharia
Química possui em seu currículo um núcleo de conteúdos básicos, um núcleo de conteúdos
profissionalizantes e um núcleo de conteúdos profissionalizantes específicos. A seguir
apresenta-se o detalhamento de cada núcleo.
O núcleo básico responde por 30,5% da carga horária total e compreende as seguintes
disciplinas:
· Cálculo e Geometria Analítica I ­ A
· Cálculo e Geometria Analítica II ­ A
· Álgebra Linear I-A
· Equações Diferenciais II
· Matemática Aplicada II
· Cálculo Numérico
· Probabilidade e Estatística
· Geometria Descritiva II-A
· Desenho Técnico I-A
· Desenho Técnico II-A
· Introdução À Programação
· Física I C
· Física II C
· Física III - D
· Física IV - D
· Química Geral Experimental
· Química Geral Teórica

O núcleo profissionalizante da estrutura curricular compreende 15,1% da carga horária total
e é constituído pelas disciplinas:
· Introdução à Engenharia Química
· Transferência de Calor e Massa I
· Transferência de Calor e Massa II
· Transferência de Quantidade de Movimento
· Termodinâmica
· Química Orgânica I - A
· Química Orgânica II - A
· Química Orgânica Experimental I-A
· Mecânica
· Eletricidade

O núcleo de conteúdos específicos ou núcleo profissionalizante específico compreende
54,4% da carga horária total e compreende as seguintes disciplinas/atividades:
· Introdução aos Processos da Indústria Química
· Operações Unitárias da Engenharia Química I
· Operações Unitárias da Engenharia Química II
· Operações Unitárias da Engenharia Química III- A
· Mecânica dos Fluidos Aplicada
· Laboratório de Engenharia Química
· Cálculo de Reatores
· Aplicações Industriais do Calor
· Engenharia Ambiental
· Controle de Processos Industriais
· Instrumentação de Processos Industriais
· Modelagem, Simulação e Otimização de Processos
· Planejamento e Projeto da Indústria Química I - A
· Planejamento e Projeto da Indústria Química II- A
· Bioengenharia para Engenharia Química
· Química Analítica Aplicada B

· Química Inorgânica para Engenheiros B
· Química Analítica Instrumental Aplicada -A
· Espectroscopia Orgânica
· Físico-Química I - B
· Físico-Química II - B
· Físico-Química III - B
· Físico-Química Experimental
· Administração e Finanças
· Engenharia Econômica e Avaliações
· Resistência dos Materiais A
· Ciência dos Materiais - D
· Higiene e Segurança do Trabalho - A
· Tópicos Jurídicos e Sociais
· Estágio Supervisionado
· Trabalho de Conclusão em Engenharia Química
Além destas disciplinas obrigatórias, o núcleo profissionalizante específico é constituído por
um conjunto de disciplinas eletivas que o aluno precisa escolher do elenco de disciplinas
oferecidas no currículo, contabilizando uma carga horária de 270 horas, correspondente a
18 créditos eletivos.
Além disso, o curso de Engenharia da Química da UFRGS conta com 260 horas de
atividades extraclasses, sendo:
- Estágio Curricular Supervisionado, com uma carga horária de 200 h;
- Trabalho de Conclusão de Curso, com uma carga horária de 60 h.

Atividade do Curso
Nome do Curso: Engenharia Química
Titulação: Engenheiro Químico
Tempo de integralização: 10 semestres
Carga horária total: 3980 horas
Turnos de funcionamento: diurno
Local de funcionamento: Campus Centro/Campus do Vale
Forma de admissão: Concurso vestibular

Nº de ingressantes: 75 alunos por ano , sendo destes 40 no primeiro semestre e 35 no
segundo semestre.
O perfil esperado para ingressantes no curso de Engenharia Química é uma sólida
formação nas disciplinas de Matemática, Física e Química. Além disso, postura
investigativa, habilidade de comunicação bem como aprendizado e atualização contínuos
compõem o perfil esperado.
O Currículo do curso abrange uma seqüência de disciplinas e atividades ordenadas por
matrículas semestrais em uma seriação aconselhada. A Integralização Curricular é obtida
por meio de créditos atribuídos às disciplinas em que o aluno lograr aprovação. Um crédito
corresponde a quinze horas-aula, ou seja, o número de créditos obtidos em uma disciplina
é igual ao quociente do total da carga horária por quinze (número de semanas por
semestre). O Currículo do Curso de Engenharia Química é estruturado em 10 semestres, e
a listagem das disciplinas é acompanhada de uma seriação recomendada para cada
semestre letivo. Seguir a seriação recomendada é a melhor forma de o estudante concluir o
Curso na duração prevista. O Conselho Nacional de Educação (CNE) estabelece através
do Parecer 08/2007 uma carga horária mínima recomendada de 3600 horas para os cursos
de Engenharia. O currículo de curso de Engenharia Química da UFRGS estabelece uma
carga horária total de 3980 horas para o semestre 2009/2. Os limites para a integralização
do curso são um mínimo de 05 anos e máximo de 10 anos.
O Currículo do Curso é composto por disciplinas de formação geral e disciplinas de
formação profissional. As disciplinas de formação geral que compreendem os fundamentos
específicos e tecnológicos da Engenharia que são os seguintes: Matemática e Métodos
Numéricos, Química, Física, Ciências e Tecnologia dos Materiais Informática, Metodologia
Científica e Tecnológica e Expressão Gráfica.
A parte específica relativa à Engenharia Química é constituída por disciplinas de formação
profissional que possibilitam o conhecimento dos fundamentos, materiais, fenômenos,
sistemas, operações e processos. São abordados os seguintes tópicos: Balanços de Massa
e de Energia e Análise de Processos Produtivos; Transferência de Quantidade de
Movimento, de Calor e de Massa; Termodinâmica Física; Termodinâmica Química; Cinética
das Reações Químicas; Operações Unitárias envolvendo Transferência de Quantidade de
Movimento, de Calor, de Massa e Simultânea de Calor e de Massa; Operações Unitárias
em Sistemas Particulados; Engenharia de Meio Ambiente; Simulação e Controle de

Processos; Cálculo de Reatores e Engenharia Bioquímica.
As disciplinas do Curso estão, ainda, divididas entre aquelas de caráter obrigatório e
aquelas de caráter eletivo, sendo que nas eletivas o aluno deverá obter pelo menos 18
créditos, escolhendo disciplinas dentre as oferecidas. Existem, ainda, disciplinas adicionais
que não entram no cômputo dos créditos exigidos para a integralização curricular, sendo
estas oferecidas para enriquecimento do Currículo Pleno do Curso.
Completam o Currículo do Curso a realização de Estágio Supervisionado com uma carga
horária de 200 horas, a apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso e a obtenção de
6 créditos referentes a Atividades complementares.
ADEQUAÇÃO DA METODOLOGIA DE ENSINO À CONCEPÇÃO DO CURSO
As metodologias de ensino utilizadas pelos professores do curso seguem a concepção do
curso e as recomendações das diretrizes curriculares, no sentido de estimular o trabalho
individual e em grupo. São utilizados como métodos de ensino a prática em laboratórios,
seminários, palestras, discussões em aula, apresentações de trabalhos individuais,
trabalhos em classe e extraclasse e visitas a empresas.
Atividades extraclasses
O Curso de Engenharia Química inclui atividades extraclasses através de Estágio
Supervisionado, Estágio Não Obrigatório, Trabalho de Conclusão de Curso e Atividades
Complementares. A seguir são descritas individualmente cada uma destas atividades
complementares.
Estágio Supervisionado
O Estágio Supervisionado é obrigatório e tem por objetivo proporcionar ao estudante a
complementação do ensino ministrado na Universidade, servindo de aperfeiçoamento
técnico-científico, de treinamento prático, de relacionamento humano e de integração.
Possibilita, através da constatação de situações e problemas na indústria e sociedade em
geral, uma melhor integração entre a Universidade e a comunidade. Sua carga horária
mínima é de 200 horas as quais devem ser cumpridas em, no máximo, 30 horas semanais.
A avaliação do estágio é feita pelo professor responsável pela disciplina levando em
consideração as seguintes informações:
- ficha de avaliação respondida pelo supervisor do estágio do aluno na empresa;

- relatório do aluno com conceito emitido pelo professor orientador, previamente designado
pelo professor responsável pela disciplina.
O acompanhamento e a supervisão, tanto do estágio quanto da elaboração do relatório são
atribuições do professor orientador. O relatório de estágio é o principal instrumento de
avaliação do aluno e nele são observados criticamente o conteúdo, a apresentação e a
qualidade da redação.
Estágio Não Obrigatório
Ao discente do curso de Engenharia Química é facultada a realização de Estágio Não
Obrigatório em consonância com a Lei No 11.788 da Presidência da República. O Estágio
Não Obrigatório como ato educativo deve ter acompanhamento por um Professor
orientador na Universidade e por um Supervisor na Empresa.
São atribuições da COMGRAD/ENQ a indicação do professor orientador e a autorização do
Estágio de acordo com o plano de atividades e com a seriação recomendada para o
discente. O Estágio Não Obrigatório poderá ter duração de até 6 (seis) meses, não
ultrapassando 6 (seis) horas diárias e 30 (trinta) horas semanais. O estágio poderá ser
renovado semestralmente e não poderá exceder 2 (dois) anos. A empresa deverá enviar
relatórios semestrais com a avaliação do estagiário pelo Supervisor. Na ocasião da
renovação do estágio, o aluno deverá apresentar a avaliação do Supervisor e o Parecer do
Professor orientador.
Trabalho de Conclusão de Curso
O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para alunos de Engenharia Química passou a
ser exigido a partir de 2005/1. É organizado semestralmente pela Comissão de Graduação
que elabora o calendário de inscrições, o cronograma de apresentações e a constituição
das bancas avaliadoras.
O trabalho de conclusão é desenvolvido no último ano e é supervisionado por um professor
orientador. O aluno entrega e apresenta o trabalho a uma banca avaliadora composta de
dois professores da Instituição. O conceito final é obtido através da média das notas
atribuídas pela banca.
Créditos Complementares
As Atividades Complementares passaram a ser exigidos para os alunos ingressantes a
partir de 2008/1 e foi regulamentada através da Resolução No1/2007 da COMGRAD/ENQ.
São exigidos 6 créditos como número mínimo, referentes a atividades tais como:

Apresentação de trabalhos em eventos, Monitoria, Iniciação Científica e Cursos de
extensão, entre outros.

Perfil do Egresso
O profissional deverá possuir conhecimento profundo dos fundamentos da Engenharia
Química e ser consciente das suas responsabilidades para com a sociedade, tanto do
ponto de vista econômico, como no cuidado com o meio ambiente e no bem estar social..
Além disso, deve possuir capacidade efetiva de trabalhar em equipe, demonstrando boas
habilidades de comunicação e com consciência da necessidade do aprendizado e da
atualização contínuos.
A formação técnico-científica do profissional egresso deverá ser ampla e geral, de forma a
capacitá-lo a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica
e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando suas diferentes
dimensões sociais.
Habilidades e Competências
As seguintes Habilidades e Competências são desenvolvidas ao longo do curso de
Engenharia Química, nas diferentes disciplinas ou atividades que compõem o curso:
Habilidades
· iniciativa e atitude;
· capacidade de raciocínio lógico e abstrato;
· capacidade analítica e de síntese;
· visão integradora;
· capacidade em fragmentar para resolver problemas;
· capacidade crítica;
· capacidade de ação transformadora;
· capacidade de fazer analogias a partir de fundamentação básica;
· capacidade de obtenção e sistematização de informações;
· capacidade de comunicação;

Competências
· aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à
Engenharia;
· comunicar-se eficientemente nas formas escrita e gráfica;
· ter visão e atuar em equipe multidisciplinar;
· identificar demandas da sociedade e propor soluções;
· ter como valor a compreensão e a aplicação da ética e da responsabilidade profissional;
· projetar e conduzir experimentos e interpretar resultados;
· conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos;
· planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de engenharia;
· realizar vistoria, avaliação, laudo e parecer técnicos;
· realizar assistência, assessoria e consultoria;
· executar, fiscalizar e conduzir serviço técnico;
· identificar, formular e resolver problemas de engenharia;
· desenvolver e/ou utilizar novas ferramentas, técnicas e tecnologias;
· supervisionar e avaliar criticamente a operação e a manutenção de sistemas e processos;
· avaliar o impacto das atividades de engenharia no contexto social e ambiental;
· avaliar a viabilidade econômica de projetos de engenharia;
· assumir a postura de permanente busca de atualização profissional.
As Habilidades e Competências desenvolvidas são o alicerce para as atividades que
podem ser atribuídas aos egressos de Engenharia Química. De acordo com a Resolução
No 1010/2005 do CONFEA, estas atividades são:
1- Gestão, supervisão, coordenação e orientação técnica.
2- Coleta de dados, estudo, planejamento, projeto e especificação.
3- Estudo de viabilidade técnico-econômica e ambiental.
4- Assistência, assessoria e consultoria.
5- Direção de obra ou serviço técnico.
6- Vistoria, perícia, avaliação, monitoramento, laudo, parecer técnico, auditoria, arbitragem.
7- Desempenho de cargo ou função técnica.
8- Treinamento, ensino, pesquisa, desenvolvimento, análise, experimentação ensaio
divulgação técnica, extensão.

9- Elaboração de orçamento.
10- Padronização, mensuração e controle de qualidade.
11- Execução de obra ou serviço técnico.
12- Fiscalização de obra ou serviço técnico.
13- Produção técnica especializada.
14- Condução de serviço técnico.
15- Condução de equipe de instalação, montagem operação, reparo ou manutenção.
16- Execução de instalação, montagem operação, reparo ou manutenção.
17- Operação, manutenção de equipamento ou instalação.
18- Execução de desenho técnico.

Forma de Acesso ao Curso
O ingresso no Curso ocorre mediante Concurso Vestibular, destinado a candidatos que
concluíram, ou que estejam cursando, o último ano do Ensino Médio ou equivalente.
O número de vagas anuais para ingresso no curso é de 75, sendo 40 vagas destinadas
para ingresso no primeiro semestre e 35 vagas para o segundo semestre.
A política de ações afirmativas da UFRGS reserva 30% das vagas para candidatos
egressos de escolas públicas, das quais metade é reservada para candidatos
autodeclarados negros.
As vagas para ingresso extravestibular são decorrentes das desistências, recusa de
matrícula ou jubilamento de alunos. Quando disponíveis, estas vagas são destinadas para
transferência interna de alunos de outros cursos da UFRGS ou transferência voluntária de
outras IES.
O curso de Engenharia Química também participa do Programa de Estudante-Convênio de
Graduação (PEC-G) da UFRGS, oferecendo 2 vagas anuais para estudantes provenientes
de países com os quais o Brasil mantém acordo.

Sistema de Avaliação do Projeto do Curso
A avaliação do curso de Engenharia Química é realizada em consonância com o Projeto de
Avaliação Institucional da Secretaria de Avaliação Institucional, dentro dos Ciclos
Avaliativos da UFRGS.
Quanto à sua organização:
Internamente, possui uma Comissão de Graduação, com a coordenação do curso e suas
representações. Neste nível, são resolvidas questões de caráter interno ao andamento do
curso. Para as questões de caráter institucional, a Comissão de Graduação se dirige
diretamente à Direção e ao Conselho da Escola/UFRGS. Dessa instância, questões de
reconhecimento interno passam pela Câmara de Graduação (CAMGRAD/UFRGS) e pelo
Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade (CEPE/UFRGS). Questões
relacionadas ao registro acadêmico são resolvidas pelo Departamento de Controle e
Registro Discente (DECORDI/UFRGS); já as relacionadas ao suporte tecnológico,
encaminhadas ao Centro de Processamento de Dados (CPD/UFRGS).
Avaliação da Instituição:
A Administração Central da UFRGS conta com a Secretaria de Avaliação Institucional que
é responsável pela coordenação e pela articulação das diversas ações de avaliação
desenvolvidas pela Instituição, sejam elas demandas internas ou externas. A UFRGS tem
tradição em avaliação interna e externa iniciada com a implementação, em 1994, do
Programa de Avaliação Institucional ­ PAIUFRGS, vinculado ao PAIUB , desenvolvido ao
longo de quatro anos, e mantida através do PAIPUFRGS - 2º Ciclo Avaliativo, iniciado em
2002, cuja meta principal foi avaliar o cumprimento da missão da Universidade na sua
finalidade de educação e produção dos conhecimentos integrados no ensino, na pesquisa,
na extensão, na gestão acadêmica e administrativa, em cada Unidade Acadêmica, tendo
por base os princípios da Pertinência Social e da Excelência sem Excludência. A Escola
têm um Núcleo de Avaliação de Unidade (NAU), que trabalha sob acompanhamento do
Conselho da Unidade e realiza Seminários Anuais de Avaliação, com base em instrumentos
e procedimentos sistemáticos de avaliação. A partir da aprovação da Lei nº. 10.861/2004
(SINAES), a UFRGS iniciou um movimento de articulação do PAIPUFRGS ­ 2º Ciclo
Avaliativo com as orientações do SINAES, resultando no PAIPUFRGS ­ 3º Ciclo Avaliativo,
em curso.

Assim, a avaliação interna da UFRGS passou a ser regida pelo Programa

PAIPUFRGS/SINAES, mantendo o cerne do programa existente e ampliando-o com as
concepções da Lei 10.861/2004.

Sistema de Avaliação do Processo de Ensino e Aprendizagem
As metodologias de ensino utilizadas pelos professores do curso seguem a concepção do
curso e as recomendações das diretrizes curriculares, no sentido de estimular o trabalho
individual e em grupo. São utilizados como métodos de ensino a prática em laboratórios,
seminários, palestras, discussões em aula, apresentações de trabalhos individuais,
trabalhos em classe e extraclasse e visitas a empresas.
O processo de ensino-aprendizagem é avaliado tanto com base na avaliação do professor
e sua atuação docente, como com foco no e a partir do aluno e seu desempenho. No caso
da avaliação docente, é o aluno que, acessando um formulário próprio no Portal do Aluno
do site da UFRGS, atribui conceitos a cada tópico ali referido. As respostas podem ser lidas
pelo professor diretamente interessado para que, com base nelas, continue aprimorando
seu trabalho. Estes resultados também fazem parte do processo de Progressão Funcional,
realizado por cada professor, a cada dois anos.
Embora, a avaliação se dê de forma contínua, cumulativa, descritiva e compreensiva, é
possível particularizar esses três momentos no processo, quais sejam: acompanhamento
do percurso cotidiano de estudos do aluno, pelo docente (presença, interesse,
participação...); realização de provas e produção de trabalhos escritos e performáticos,
reais ou virtuais (sites, objetos virtuais, etc), mas sempre entregues presencialmente, que
possibilitem sínteses dos conhecimentos trabalhados; e apresentação de resultados de
estudos e pesquisas realizadas, com performance presencial coletiva, apresentados
durante os Seminários Integradores Presenciais. Somente após a realização e participação
nessas avaliações é que é feita a valoração final do desempenho do aluno, traduzida em
conceito final de cada disciplina.
A avaliação dos alunos é realizada utilizando os conceitos A ­ Excelente, B ­ Bom, C ­
Regular e D - Aproveitamento insuficiente. O conceito final C (equivalente a 60% de
aproveitamento acadêmico) é o mínimo exigido para aprovação em qualquer atividade

curricular, incluindo o estágio em sala de aula.
A titulação de Engenheiro Químico é conferida ao graduando que: Obtiver aprovação em
todas as atividades curriculares; Cumprir o total de horas previstas para a prática
pedagógica; Cumprir todas as atividades transversais solicitadas pelo curso; Obtiver a
freqüência mínima exigida nas atividades curriculares, que é de 75% (setenta e cinco por
cento).

Trabalho de Conclusão do Curso
O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para alunos de Engenharia Química passou a
ser exigido a partir de 2005/1. É organizado semestralmente pela Comissão de Graduação
que elabora o calendário de inscrições, o cronograma de apresentações e a constituição
das bancas avaliadoras.
O trabalho de conclusão é desenvolvido no último ano e é supervisionado por um professor
orientador. O aluno entrega e apresenta o trabalho a uma banca avaliadora composta de
dois professores da Instituição. O conceito final é obtido através da média das notas
atribuídas pela banca.
Em 2010/1 o Trabalho de Conclusão sofreu uma alteração curricular e passou a ser
denominado Trabalho de Diplomação em Engenharia Química. Seguem as novas
diretrizes.
OBJETIVO
O Trabalho de Diplomação em Engenharia Química tem como objetivos:
- possibilitar ao aluno a aplicação dos conhecimentos, habilidades e competências
adquiridas ao longo do curso;
- estimular para que o aluno possa integrar os conhecimentos adquiridos nas diferentes
etapas do curso em um trabalho consistente relacionado à Engenharia Química;
-capacitar o aluno na elaboração e apresentação de um trabalho sistematizado.
METODOLOGIA E EXPERIÊNCIAS DE APRENDIZAGEM
A disciplina envolve encontros semanais em horário livre do aluno com o professor
orientador

para

acompanhamento

e

discussão;

atividades

e

seminários

de

acompanhamento pela coordenação da disciplina em horário fixo; elaboração do trabalho
escrito e defesa perante uma banca constituída por professores e/ou profissionais de

Engenharia Química.
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
Seminários
São realizados três (3) seminário de acompanhamento no decorrer do semestre. O escopo
a ser abordado em cada seminário é o seguinte:
1º Seminário- Apresentação e justificativa do tema escolhido. Metodologia. Plano de
trabalho e Cronograma de execução.
2º Seminário- Resultados Parciais e próximas etapas.
3º Seminário- Introdução. Metodologia. Resultados e Discussão. Conclusões
Trabalho Escrito
O trabalho escrito deverá ser apresentado no prazo previsto e de acordo com as
orientações para a elaboração do mesmo. Serve de instrumento de avaliação para a Banca
e para o professor orientador.
Defesa oral do trabalho
É a avaliação do trabalho pela banca constituída por professores e/ou profissionais da
Engenharia Química
Conceito Final
O conceito final será obtido considerando as seguintes notas parciais: a) avaliação dos
seminários de acompanhamento (NS), b) avaliação do trabalho pelo professor orientador
(NP) e c) avaliação da apresentação oral e do trabalho escrito pela banca (NB1 e NB2).

Estágio Curricular
O Estágio Supervisionado é obrigatório e tem por objetivo proporcionar ao estudante a
complementação do ensino ministrado na Universidade, servindo de aperfeiçoamento
técnico-científico, de treinamento prático, de relacionamento humano e de integração.
Possibilita, através da constatação de situações e problemas na indústria e sociedade em
geral, uma melhor integração entre a Universidade e a comunidade. Sua carga horária
mínima é de 200 horas as quais devem ser cumpridas em, no máximo, 30 horas semanais.
A avaliação do estágio é feita pelo professor responsável pela disciplina levando em

consideração as seguintes informações:
- ficha de avaliação respondida pelo supervisor do estágio do aluno na empresa;
- relatório do aluno com conceito emitido pelo professor orientador, previamente designado
pelo professor responsável pela disciplina.
O acompanhamento e a supervisão, tanto do estágio quanto da elaboração do relatório
são atribuições do professor orientador. O relatório de estágio é o principal instrumento de
avaliação do aluno e nele são observados criticamente o conteúdo, a apresentação e a
qualidade da redação.
O Estágio Curricular é regulamentado pela Resolução Nº 29/2009 do Conselho de Ensino
Pesquisa e Extensão (CEPE) e pela Resolução Nº 05/2009 da Comissão de Graduação
(COMGRAD) que segue
RESOLUÇÃO No 05/2009

A Comissão de Graduação do Curso de Engenharia Química, em reunião realizada em 02
de dezembro de 2009, nos termos da Resolução nº 29/2009 do CEPE
RESOLVE
Estabelecer Regulamentação complementar para a autorização de Estágio não obrigatório
para os alunos do Curso de Engenharia Química
Art. 1º - Somente poderá ser autorizado para realizar estágio não obrigatório o aluno que
tenha uma formação mínima de Engenharia, no semestre de solicitação, correspondendo a:
§ 1º - Ter um índice de ordenamento I1 = 4 ou maior.
§ 2º - Ter pelo menos 50% dos créditos obrigatórios do curso.
Art 2º - O Aluno deverá ter um aproveitamento mínimo, no semestre imediatamente anterior
ao do estágio, dado por:
§ 1º - Integralizar um número de créditos maior que 12,5, equivalente à TIM do curso
dividida por dois.
§ 2º - Aprovação em 60% dos créditos matriculados no semestre imediatamente anterior.
Sempre prevalecerá o maior destes dois requisitos, exceto quando faltarem menos do que

25 créditos para a conclusão do curso.
Art 3º - O aluno deverá ter um número mínimo de créditos matriculados no semestre de
realização do estágio igual a 18 (dezoito).
Art. 4º - No Termo de Compromisso deverá constar, obrigatoriamente, o plano de
atividades, um profissional da empresa que o supervisionará durante a realização do
estágio e um professor orientador indicado pela COMGRAD.
Art. 5º - A cada renovação de estágio o aluno deverá apresentar relatório de atividades ao
professor orientador, a quem caberá recomendar ou não a renovação do estágio através de
formulário da COMGRAD.
§1º - O aluno deverá apresentar uma avaliação do profissional que o supervisionou durante
a realização do estágio.
§2º - Cada renovação do estágio estará condicionada à recomendação pelo orientador e ao
cumprimento dos artigos 1º a 4º.

Perfil de Formação
Em anexo encontra-se o fluxograma das atividades curriculares do curso juntamente com o
currículo do curso contendo a relação de disciplinas, pré-requisitos, carga horária e número
de créditos.

Ato Autorizativo Anterior ou Ato de Criação
O curso de Engenharia Química foi reconhecido pelo Decreto No 727 de 08 /12/1900.

Política de atendimento a Portadores de Necessidades
Especiais
O curso de Engenharia Química segue a política e atos normativos da UFRGS a respeito
dos portadores de necessidades especiais.

Docentes do Curso
Periodo Letivo Referência: 2011/1 - Número semestres: 3
ACIRETE SOUZA DA ROSA SIMOES
ADA MARIA DE SOUZA DOERING
ADRIANA RAFFIN POHLMANN
ADRIANO DE PAULA FONTAINHAS BANDEIRA
ADRIANO LISBOA MONTEIRO
ALEXANDER GRANITOFF
ALEXANDRE LUIS BRAUN
ALEXANDRE RODRIGUES PACHECO
ALEXANDRE SACCO DE ATHAYDE
ALEXANDRE SOBRAL DE REZENDE
ALEXANDRE TAVARES BARAVIERA
ALINE SCHILLING CASSINI
ALOIR ANTONIO MERLO
ALVARO ANTONIO DAITX VALLS
ALVARO BARCELLOS ONOFRIO
ALVARO LUIZ DE BORTOLI
ALVARO MENEGUZZI
ALVERI ALVES SANT ANA
ALVINO ALVES SANT ANA
Ana Paula Luz Wagner
ANA PAULA OLIVEIRA MULLER
ANDERSON MACIEL
ANDRÉ CHERUBINI ALVES
ANDRE LUIS KORZENOWSKI
ANDRE MENEGHETTI
ANDREA MOURA BERNARDES
ANDREIA NEVES FERNANDES
ANNELISE KOPP ALVES
ANTONIO ENDLER
ARAGON ERICO DASSO JUNIOR
Bárbara Seelig Pogorelsky
BARDO ERNST JOSEF BODMANN
BRANCA FREITAS DE OLIVEIRA
Bruno München Wenzel
CARLA SCHWENGBER TEN CATEN
CARLOS ALBERTO KRAHL
CARLOS FELIPE LARDIZABAL RODRIGUES
CARLOS FELIPE LARDIZABAL RODRIGUES
CARLOS HOPPEN
CAROLINA CARDOSO MANICA
CILAINE VERONICA TEIXEIRA
CLARA ISMERIA DAMIANI BICA

CLARISSE MARIA SARTORI PIATNICKI
CLAUDIA ALCARAZ ZINI
CLAUDIA KUSIAK
CLAUDIO RADTKE
CLAUS IVO DOERING
CRISTIANE SARDIN PADILLA DE OLIVEIRA
CRISTIANO KRUG
CRISTINA ALBA WILDT TORREZZAN
CYDARA CAVEDON RIPOLL
DAGOBERTO ADRIANO RIZZOTTO JUSTO
DANIA MARIA DE CASTRO MOREIRA
DANIEL ADRIAN STARIOLO
DANIEL EDUARDO WEIBEL
DANIEL SERGIO PRESTA GARCIA
DEBORAH PINHEIRO DICK
DENISE BERNAUD MAGHOUS
DENISE SCHERMANN AZAMBUJA
DENIZE REGINA CARNIEL
DENNIS RUSSOWSKY
DIEGO EDUARDO LIEBAN
Diego Romeira Cigaran Chaves
DIMITER HADJIMICHEF
DIMITRIOS SAMIOS
DIOGO POMPÉU DE MORAES
DIOGO SEIBERT LÜDTKE
EDILSON VALMIR BENVENUTTI
EDUARDO FEISTAUER
EDUARDO HENRIQUE DE MATTOS BRIETZKE
EDUARDO MELIGA POMPERMAYER
EDUARDO ROLIM DE OLIVEIRA
ELIANE ANGELA VEIT
ELISABETA D ELIA GALLICCHIO
ELISMAR DA ROSA OLIVEIRA
ELIZABETH QUINTANA FERREIRA DA COSTA
Elizandra Martinazzi
Elízeo Angel Lissner
Eluza Toledo Pinheiro
EMILSE MARIA AGOSTINI MARTINI
EVANDRO MANICA
Evelise Fonseca dos Santos
Everton da Silveira Farias
FABIANO SEVERO RODEMBUSCH
FABIO BONI
FABIO GONCALVES TEIXEIRA
FABIO SOUTO DE AZEVEDO
FERNANDO AUGUSTO BOEIRA SABINO DA SILVA
FERNANDO BATISTA BRUNO
FERNANDO ROSA DO NASCIMENTO
FLAVIA MALTA BRANCO

FLAVIO TADEU VAN DER LAAN
GABRIEL VIEIRA SOARES
GABRIELA SPORLEDER STRAATMANN
GABRIELA ZUBARAN DE AZEVEDO PIZZATO
GEÍSA GAIGER DE OLIVEIRA
GERARDO GUIDO MARTINEZ PINO
GIAN MACHADO DE CASTRO
GILBERTO LIMA THOMAS
GILBERTO LUIZ FERREIRA FRAGA
GILLES GONÇALVES DE CASTRO
GILSON GIURIATTI
GISELI RABELLO LOPES
Grasiela Martini
GRISELDA LIGIA BARRERA GALLAND
GUILHERME PANTALEAO DA SILVA PRIEBE
GUNTER EBELING
GUSTAVO JAVIER ZANI NUNEZ
HENRI IVANOV BOUDINOV
HENRI STEPHAN SCHREKKER
HENRIQUE JORGE BRODBECK
HORACIO ENRIQUE FORTUNATO
INACIO BENVEGNU MORSCH
INES MARTINA LERSCH
IRENE MARIA FONSECA STRAUCH
IRENE TERESINHA SANTOS GARCIA
ISABEL CRISTINA TESSARO
IVONE MALUF MEDERO
JACQUELINE ARGUELLO DA SILVA
JACQUES AVELINE LOUREIRO DA SILVA
JANE LUCIA WILHELM BERWANGER
Jaqueline Pinto Vargas
JASON ALFREDO CARLSON GALLAS
JAYME ANDRADE NETO
JEAN MARIE DESIR
JEFERSON JACOB ARENZON
JOANA MOHR
JOAO BATISTA DA PAZ CARVALHO
JOAO BATISTA MARIMON DA CUNHA
JOAO BEAL VARGAS
JOAO HELDER OLMEDO RODRIGUES
JOAO HENRIQUE FERREIRA FLORES
JOAO RICARDO MASUERO
JOCELISE JACQUES DE JACQUES
JOHNNY FERRAZ DIAS
Jonathan Henrique Efigenio de Oliveira
JONDER MORAIS
JORGE FERNANDO HAUSSEN
JORGE LUIS DOMINGUEZ RODRIGUEZ
JORGE OTAVIO TRIERWEILER

JOSE AFONSO BARRIONUEVO
JOSE CARLOS BIGNETTI
JOSÉ EDUARDO DAMAS MARTINS
JOSE LUIS FARINATTI AYMONE
JOSE RIBEIRO GREGORIO
JULEANE MARQUES BOEIRA
JULIAN PENKOV GESHEV
JULIANA FRONZA
JULIO CEZAR SILVEIRA JACQUES JUNIOR
JUNIOR SACCON FREZZA
KARINA ROSSINI
KARLA SALVAGNI HEINECK
KATIA BERNARDO GUSMAO
KELEN SOARES TRENTIN
KELSON MOTA TEIXEIRA DE OLIVEIRA
LEA MARIA DORNELES JAPUR
LEANDRO FARINA
LEANDRO LANGIE ARAUJO
LEANDRO ROSA CAMACHO
LELIZ TICONA ARENAS
LEONARDO FERNANDES GUIDI
LEONARDO PRANGE BONORINO
LIANA BEATRIZ COSTI NACUL
LIANE LUCY DE LUCCA FREITAS
LIANE WERNER
LIGIA DAMASCENO FERREIRA MARCZAK
LILIANA AMARAL FERIS
LILIANE BASSO BARICHELLO
LORI VIALI
LUCIA ALLEBRANDT DA SILVA RIES
LUCIANO DENARDIN DE OLIVEIRA
Luciano Pereira Luduvico
LUIS ALBERTO SEGOVIA GONZALEZ
LUIS DE FRANCA GONCALVES FERREIRA
LUIS GUSTAVO DONINELLI MENDES
LUIS OTAVIO CAMPOS ALVARES
LUIZ ELODY LIMA SOBREIRO
LUIZ EMILIO ALLEM
MAGDA BERCHT
MAGNO VALÉRIO TRINDADE MACHADO
MANOEL FABRICIO FLORES DA CUNHA
MANUELA LONGONI DE CASTRO
MARA BERTRAND CAMPOS DE ARAUJO
MARCELO BARBALHO PEREIRA
MARCELO FARENZENA
MARCELO MAIA ROCHA
MARCIA MARTINELLI
MARCIA MESSIAS DA SILVA
MÁRCIO ANTÔNIO MARTINS SANTANA

MARCIO LAZZAROTTO
MARCO ANTONIO GIACOMELLI
MARCOS ANTONIO ZEN VASCONCELLOS
Marcos Bernardo Lamb
MARCOS JOSE LEITE SANTOS
Marcos Pradella
MARGOT JOHANNA CAPELA ANDRAS
MARIA DO CARMO MARTINS ALVES
MARIA GORETI RODRIGUES VALE
MARIA INES REINERT AZAMBUJA
MARIA PAULA GONCALVES FACHIN
Marilei Bender Xavier
MARILIZ GUTTERRES SOARES
MARION DIVERIO FARIA POZZI
MARLA AZARIO LANSARIN
Mateus Beck Rutzig
MAURICIO MOREIRA E SILVA BERNARDES
MICHEL CHARLES PIPER
MICHELE OBERSON DE SOUZA
MIGUEL ANGELO CAVALHEIRO GUSMAO
MILTON ROBERTO HEINEN
MIRELE SANCHES FERNANDES LAPIS
NADYA PESCE DA SILVEIRA
NICEIA CHIES DA FRE
Nicolau Matiel Lunardi Diehl
NILO SERGIO MEDEIROS CARDOZO
NILSON ROMEU MARCILIO
NORBERTO HOLZ
OSCAR WILLIAM PEREZ LOPEZ
OSVALDO DE LAZARO CASAGRANDE JUNIOR
PAOLO ROBERTO LIVOTTO
PASCUAL ISOLDI PINKOSKI
PATRICIA DOS SANTOS CORREA
Patricia Lisandra Guidolin
PAULA BETTIO STAUDT
PAULO ANTONIO BARROS OLIVEIRA
PAULO AUGUSTO NETZ
PAULO EDI RIVERO MARTINS
PAULO FERNANDO BRUNO GONCALVES
PAULO HENRIQUE DIONISIO
PAULO HENRIQUE SCHNEIDER
PAULO JOSE GALLAS
PAULO RICARDO DE AVILA ZINGANO
PEDRO LUIS GRANDE
PEDRO RAFAEL BOLOGNESE FERNANDES
RAFAEL DE PELEGRINI SOARES
RAFAEL PERETTI PEZZI
RAFAEL RIGAO SOUZA
RAQUEL GIULIAN

RAQUEL SANTOS MAULER
REGIO PIERRE DA SILVA
RENATO ARTHUR PAIM HALFEN
RENATO CATALUNA VESES
RENATO PAKTER
RENATO PEREZ RIBAS
Renato Schneider Rivero Jover
RICARDO ANTONIO LUCAS CAMARGO
RICARDO BAUMHARDT NETO
RICARDO MARTINS DE MARTINS
RICARDO REGO BORDALO CORREIA
RICARDO VINICIUS BOF DE OLIVEIRA
RITA MARIA CUNHA DE ALMEIDA
ROBERTO BINS ELY
ROBERTO CABRAL DE MELLO BORGES
ROBERTO FERNANDO DE SOUZA
Rodrigo Sychocki da Silva
ROGERIO FEROLDI MIORANDO
ROSANA CÓRDOVA GUIMARÃES
ROSANDRA SANTOS MOTTOLA LEMOS
ROSANE MICHELE DUARTE SOARES
ROSANE RECH
ROSÂNGELA ASSIS JACQUES
ROSELAINE BATISTA
ROSELI MARIA BROCHIER KIST
SAMIR MAGHOUS
SANDRO CAMPOS AMICO
Sandro Rama Fiorini
SEBASTIAN GONCALVES
SERGIO RIBEIRO TEIXEIRA
SERGIO RICARDO DE AZEVEDO SOUZA
SERGIO VICOSA MOLLER
SILVIA MARGONEI TAMBORIM TAKEUCHI
SILVIO LUIS PEREIRA DIAS
SILVIO LUIZ SOUZA CUNHA
SONIA MARLI BOHRZ NACHTIGALL
Stéfano Drimon Kurz Mór
STELA MARIS DE JEZUS CASTRO
SUZANA TRINDADE AMARAL
TALITA FURLANETTO MENDES
TANIA LUISA KOLTERMANN DA SILVA
TERESA TSUKAZAN DE RUIZ
Theodoro Becker de Almeida
TIAGO JOSUE MARTINS SIMOES
Tiago Lima da Silva
TIAGO PASCOAL FILOMENA
TRISTAO JULIO GARCIA DOS SANTOS
VALSSARA DALIA DOS SANTOS
Vanessa Venturi

VANIA KRAEMER
VILSON VILLA
VIRGINIA MARIA RODRIGUES
WAGNER DE OLIVEIRA CORTES
WALDIR LEITE ROQUE
William Kelbert Nitschke

Grade Curricular
Currículo:
Créditos Obrigatórios:
Créditos Eletivos:
Créditos Complementares:
Período Letivo:

ENGENHARIA QUÍMICA
230
18
6
2009/2

Etapa 1
Código

Disciplina

Carga Horária

Crédito

Caráter

MAT01353

CÁLCULO E GEOMETRIA ANALÍTICA I - A

90

6

Obrigatória

FIS01181

FÍSICA I-C

90

6

Obrigatória

ENG07730

INTRODUÇÃO A ENGENHARIA QUÍMICA

30

2

Obrigatória

QUI01003

QUÍMICA GERAL EXPERIMENTAL

60

4

Obrigatória

QUI01004

QUÍMICA GERAL TEÓRICA

60

4

Obrigatória

Etapa 2
Código

Disciplina

Carga Horária

Crédito

Caráter

MAT01355

ÁLGEBRA LINEAR I - A

60

4

Obrigatória

MAT01354

CÁLCULO E GEOMETRIA ANALÍTICA II - A

90

6

Obrigatória

FIS01182

FÍSICA II-C

90

6

Obrigatória

MAT02219

PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA

60

4

Obrigatória

QUI01012

QUÍMICA ANALÍTICA APLICADA B

60

4

Obrigatória

QUI01014

QUÍMICA INORGÂNICA PARA ENGENHEIROS B

60

4

Obrigatória

Etapa 3
Código

Disciplina

Carga Horária

Crédito

Caráter

MAT01167

EQUAÇÕES DIFERENCIAIS II

90

6

Obrigatória

FIS01044

FÍSICA III - D

90

6

Obrigatória

QUI03309

FÍSICO-QUÍMICA I - B

60

4

Obrigatória

ARQ03317

GEOMETRIA DESCRITIVA II-A

30

2

Obrigatória

INF01040

INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO

60

4

Obrigatória

ENG07024

INTRODUÇÃO AOS PROCESSOS DA INDÚSTRIA QUÍMICA

30

2

Obrigatória

QUI02233

QUÍMICA ORGÂNICA I - A

60

4

Obrigatória

Carga Horária

Crédito

Caráter

Etapa 4
Código

Disciplina

INF01211

ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO

60

4

Adicional

FIS01045

FÍSICA IV - D

45

3

Obrigatória

QUI03310

FÍSICO-QUÍMICA II - B

60

4

Obrigatória

ENG03062

INTRODUÇÃO À ENGENHARIA NUCLEAR I

60

4

Adicional

ENG07007

LINGUAGEM C PARA ENGENHEIROS QUÍMICOS

30

2

Eletiva

MAT01168

MATEMÁTICA APLICADA II

90

6

Obrigatória

QUI01015

QUÍMICA ANALÍTICA INSTRUMENTAL APLICADA -A

75

5

Obrigatória

QUI02235

QUÍMICA ORGÂNICA II - A

60

4

Obrigatória

ENG07020

TRANSFERÊNCIA DE CALOR E MASSA I

75

5

Obrigatória

Etapa 5
Código

Disciplina

Carga Horária

Crédito

Caráter

MAT01169

CÁLCULO NUMÉRICO

90

6

Obrigatória

QUI02234

ESPECTROSCOPIA ORGÂNICA

30

2

Obrigatória

QUI03004

FÍSICO-QUÍMICA EXPERIMENTAL

60

4

Obrigatória

QUI03319

FÍSICO-QUÍMICA EXPERIMENTAL I - A

45

3

Adicional

QUI03320

FÍSICO-QUÍMICA III - B

60

4

Obrigatória

ENG03063

INTRODUÇÃO À ENGENHARIA NUCLEAR II

60

4

Adicional

ENG01156

MECÂNICA

60

4

Obrigatória

INF01212

METODOLOGIA DE PROGRAMAÇÃO

60

4

Adicional

ENG07022

TERMODINÂMICA

75

5

Obrigatória

ENG07021

TRANSFERÊNCIA DE QUANTIDADE DE MOVIMENTO

60

4

Obrigatória

Etapa 6
Código

Disciplina

Carga Horária

Crédito

Caráter

ARQ03318

DESENHO TÉCNICO I-A

60

4

Obrigatória

ENG04058

ELETRICIDADE D

60

4

Obrigatória

QUI03321

FÍSICO-QUÍMICA EXPERIMENTAL II - A

45

3

Adicional

ENG07751

INTRODUÇÃO AOS POLÍMEROS

60

4

Eletiva

ENG07010

MECÂNICA DOS FLUIDOS APLICADA

60

4

Obrigatória

ENG07754

OPERAÇÕES UNITÁRIAS DA ENGENHARIA QUÍMICA I

60

4

Obrigatória

QUI02004

QUÍMICA ORGÂNICA EXPERIMENTAL I-A

60

4

Obrigatória

ENG01140

RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS A

60

4

Obrigatória

ENG07039

TECNOLOGIA DO COURO I - A

75

5

Eletiva

ENG03064

TEORIA DOS REATORES NUCLEARES

60

4

Adicional

ENG07025

TÓPICOS ESPECIAIS EM CATÁLISE

45

3

Eletiva

45

3

Eletiva

60

4

Obrigatória

ENG07027
ENG07023

TÓPICOS ESPECIAIS EM TRANSFERÊNCIA DE QUANTIDADE DE
MOVIMENTO
TRANSFERÊNCIA DE CALOR E MASSA II

Etapa 7
Código

Disciplina

Carga Horária

Crédito

Caráter

ENG07758

CÁLCULO DE REATORES

90

6

Obrigatória

ENG02010

CIÊNCIA DOS MATERIAIS - D

60

4

Obrigatória

ARQ03319

DESENHO TÉCNICO II-A

60

4

Obrigatória

ENG07030

ENGENHARIA AMBIENTAL

60

4

Obrigatória

ITA02004

ENGENHARIA DE ALIMENTOS A

45

3

Eletiva

ENG03065

ENGENHARIA DE REATORES NUCLEARES

60

4

Adicional

ENG03051

FUNDAMENTOS DE RADIOLOGIA INDUSTRIAL

60

4

Eletiva

ENG07026

FUNDAMENTOS DE REOLOGIA

60

4

Eletiva

QUI01153

INTRODUÇÃO À CIÊNCIA DE POLÍMEROS EXPERIMENTAL

60

4

Eletiva

ENG07761

OPERAÇÕES UNITÁRIAS DA ENGENHARIA QUÍMICA II

75

5

Obrigatória

ENG07011

PROCESSOS DE SEPARAÇÃO POR MEMBRANAS

45

3

Eletiva

ENG07040

TECNOLOGIA DO COURO II - A

75

5

Eletiva

Etapa 8
Código

Disciplina

Carga Horária

Crédito

Caráter

ENG03052

ANÁLISE DE RISCOS INDUSTRIAIS

60

4

Eletiva

ENG07764

APLICAÇÕES INDUSTRIAIS DO CALOR

60

4

Obrigatória

ITA02003

BIOENGENHARIA PARA ENGENHARIA QUÍMICA

45

3

Obrigatória

ENG07044

CONTROLE DE PROCESSOS INDUSTRIAIS

75

5

Obrigatória

ITA02005

ENGENHARIA BIOQUÍMICA A

45

3

Eletiva

ENG07752

FUNDAMENTOS DO PROCESSAMENTO DE POLÍMEROS

60

4

Eletiva

ENG07045

LABORATÓRIO DE ENGENHARIA QUÍMICA

75

5

Obrigatória

ENG07763

OPERAÇÕES UNITÁRIAS DA ENGENHARIA QUÍMICA III - A

75

5

Obrigatória

ENG03066

TÉCNICAS E MEDIDAS NUCLEARES

60

4

Adicional

Carga Horária

Crédito

Caráter

Etapa 9
Código

Disciplina

ADM01134

ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS

60

4

Obrigatória

ENG09008

ENGENHARIA DA QUALIDADE A

60

4

Eletiva

ENG07753

FUNDAMENTOS DA CIÊNCIA E ENGENHARIA DE POLÍMEROS

60

4

Eletiva

ENG07043

INSTRUMENTAÇÃO DE PROCESSOS INDUSTRIAIS

30

2

Obrigatória

ENG07012

LABORATÓRIO DE ENGENHARIA QUÍMICA III

45

3

Eletiva

ENG07046

MODELAGEM, SIMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS

60

4

Obrigatória

ENG07765

PLANEJAMENTO E PROJETO DA INDÚSTRIA QUÍMICA I - A

60

4

Obrigatória

Carga Horária

Crédito

Caráter

Etapa 10
Código

Disciplina

ENG01168

CONFIABILIDADE NA ENGENHARIA

60

4

Eletiva

ADM01135

ENGENHARIA ECONÔMICA E AVALIAÇÕES

30

2

Obrigatória

ENG07799

ESTÁGIO SUPERVISIONADO VI

200

0

Obrigatória

MED05011

HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO - A

30

2

Obrigatória

ENG07766

PLANEJAMENTO E PROJETO DA INDÚSTRIA QUÍMICA II - A

45

3

Obrigatória

DIR04423

TÓPICOS JURÍDICOS E SOCIAIS

30

2

Obrigatória

TRABALHO DE CONCLUSÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA

60

0

Obrigatória

Eletiva/Facultativa
Código

Disciplina

Carga Horária

Crédito

Caráter

ENG07051

INTRODUÇÃO AOS FENÔMENOS DE TRANSPORTE NA ATMOSFERA

45

3

Eletiva

ENG07049

LINGUAGEM JAVA PARA ENGENHARIA QUÍMICA

45

3

Eletiva

ENG02227

MATERIAIS E MEIO- AMBIENTE

60

4

Eletiva

QUI03323

PROCESSOS CATALÍTICOS INDUSTRIAIS

90

6

Eletiva

ENG07005

PROCESSOS DE TRATAMENTO DE EFLUENTES

45

3

Eletiva

ENG07048

TECNOLOGIA DO CARVÃO

45

3

Eletiva

ENG07769

TÓPICOS ESPECIAIS EM ENERGIA

45

3

Eletiva

ENG07008

TÓPICOS ESPECIAIS EM ENERGIA II

45

3

Eletiva

ENG07047

TÓPICOS ESPECIAIS EM ENGENHARIA AMBIENTAL

45

3

Eletiva

ENG07004

TÓPICOS ESPECIAIS EM FENÔMENOS DE TRANSPORTE II

45

3

Eletiva

45

3

Eletiva

ENG07013

TÓPICOS ESPECIAIS EM MODELAGEM, SIMULAÇÃO E CONTROLE DE
PROCESSOS

ENG07770

TÓPICOS ESPECIAIS EM OPERAÇÕES UNITÁRIAS

45

3

Eletiva

ENG07003

TÓPICOS ESPECIAIS EM OPERAÇÕES UNITÁRIAS II

45

3

Eletiva

ENG07050

TÓPICOS ESPECIAIS EM PROJETOS DA INDÚSTRIA QUÍMICA

45

3

Eletiva

ENG07009

TÓPICOS ESPECIAIS EM REATORES

45

3

Eletiva

ENG07767

TÓPICOS ESPECIAIS EM TECNOLOGIA INORGÂNICA

45

3

Eletiva

ENG07001

TÓPICOS ESPECIAIS EM TECNOLOGIA INORGÂNICA II

45

3

Eletiva

ENG07768

TÓPICOS ESPECIAIS EM TECNOLOGIA ORGÂNICA

45

3

Eletiva

ENG07002

TÓPICOS ESPECIAIS EM TECNOLOGIA ORGÂNICA II

45

3

Eletiva