PROGRAMA DE ENSINO
UNIDADE UNIVERSITÁRIA: UNESP ­ CÂMPUS DE ILHA SOLTEIRA
CURSO: ENGENHARIA
(Resolução UNESP nº 74/2004 - Currículo: 4)
HABILITAÇÃO:
OPÇÃO:
DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL: Departamento de Engenharia Mecânica
CÓDIGO

DISCIPLINA OU ESTÁGIO

T. E. M. S. Bioengenharia: Modelagem do
Sistema Circulatório Humano

MEC127
4
OBRIGATORIA/
OPTATIVA/
ESTAGIO

CARGA HORÁRIA
TOTAL

4

COREQUISITO

ANUAL

MEC0930 Resistência dos
Materiais II
MEC0939 Mecânica dos
Fluidos I

Optativa

CRÉDITOS

PRÉ-REQUISITO

60

(

)

SERIAÇÃO
IDEAL/PERÍO
DO
4ª / 8º

SEMESTRAL
1º SEM. ( )
2º SEM. ( X )

DISTRIBUIÇÃO DA CARGA HORÁRIA
TEÓRICA
30

PRÁTICA

TEÓRICOPRÁTICA

OUTRAS

30

NÚMERO MÁXIMO DE ALUNOS POR TURMA
AULAS TEÓRICAS
15

AULAS PRÁTICAS

AULAS TEÓRICOPRÁTICAS

OUTRAS

15

OBJETIVOS: (ao término da disciplina o aluno deverá ser capaz de)
·
·
·

Aplicar os conceitos básicos de mecânica dos fluidos, mecânica dos sólidos e
fenômenos de transporte em sistemas biológicos
Conhecer a reologia do sangue e hemodinâmica, bem como, as doenças
relacionadas ao sistema circulatório humano e os procedimentos;
Modelar numericamente o sistema circulatório humano.

CÓDIGO E DISCIPLINA: MEC1274 ­ T.E.M.S. BIOENGENHARIA: MODELAGEM DO
SISTEMA CIRCULATÓRIO HUMANO
CURSO: Engenharia Mecânica (Resolução UNESP nº 74/2004 - Currículo: 4)
.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: (Título e descriminação das Unidades)
1. Conceitos básicos de mecânica dos fluidos;
2. Conceitos básicos de mecânica dos sólidos;
3. Fenômenos de transporte em sistemas biológicos;
4. Reologia do sangue e hemodinâmica;
5. Circulação de sangue em dispositivos conectados ao sistema cardiovascular;
6. Doenças relacionadas ao sistema circulatório humano;
7. Procedimentos cirúrgicos no sistema circulatório;
8. Modelagem numérica do sistema circulatório humano
9. Ensaios experimentais.

METODOLOGIA DE ENSINO:
Aulas teóricas, aulas práticas e aulas de exercícios.
A exposição das aulas teóricas será, muitas vezes, auxiliada com o recurso do retroprojetor
e com a apresentação de elementos de máquinas disponíveis no DEM. As aulas práticas
serão desenvolvidas nos laboratórios do DEM.
Serão, também, recomendadas leituras suplementares sobre tópicos relacionados ao
curso.
Na primeira aula prática haverá treinamento dos alunos em relação ao uso, limpeza e
armazenamento de EPI's e apresentação das normas de segurança.
PODERÁ SER INCLUÍDO ESTÁGIO DOCÊNCIA.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA E COMPLEMENTAR: (de tal forma que as primeiras sejam
concisas e dêem conta do conteúdo programático das disciplinas)
BÁSICA:
John Denis ENDERLE, Joseph D. BRONZINO, Susan M. BLANCHARD. Introduction to
biomedical engineering. Elsevier Academic Press, 2th edition, 2005.
Stanley DUNN, Alkis CONSTANTINIDES, Prabhas V. MOGHE. Numerical Methods in
Biomedical Engineering. Elsevier Academic Press, 3th edition, 2006.
n Wiley & Sons, Inc., 1998. ISBN 0 471 12262-9

COMPLEMENTAR:
Alvin SILVERSTEIN, Virginia B. SILVERSTEIN. The circulatory system - Human body
systems. Twenty-First Century Books, 2th edition, 2001.
2

CÓDIGO E DISCIPLINA: MEC1274 ­ T.E.M.S. BIOENGENHARIA: MODELAGEM DO
SISTEMA CIRCULATÓRIO HUMANO
CURSO: Engenharia Mecânica (Resolução UNESP nº 74/2004 - Currículo: 4)

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM:
Na avaliação desta disciplina serão fixadas metas a serem cumpridas em diversas fases
do projeto de bioengenharia, sendo feito um relatório parcial das atividades. No final do
projeto será apresentado um relatório final. Com base neste relatório e do
acompanhamento feito pelo professor durante todo o curso será atribuída uma nota
denominada média final (MF). A aprovação ocorrerá se a MF>ou= a 5.0.
Haverá período de recuperação (aplicação de uma prova final)

EMENTA: (Tópicos que caracterizam as unidades do programa de ensino)
Conceitos básicos de mecânica dos fluidos e mecânica dos sólidos, fenômenos de
transporte em sistemas biológicos, reologia do sangue e hemodinâmica, circulação de
sangue em dispositivos conectados ao sistema cardiovascular; doenças relacionadas ao
sistema circulatório humano; procedimentos cirúrgicos no sistema circulatório;
modelagem numérica do sistema circulatório humano e ensaios experimentais.

APROVAÇÃO:
CONSELHO DE
DEPARTAMENTO

CONSELHO DE CURSO

Aprovado em reunião de
21/03/2013.
Prof. Dr. André Luiz Seixlack
Chefe do Depto de Engenharia
Mecânica

3

CONGREGAÇÃO