UnB/CESPE ­ INMETRO

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
QUESTÃO 41

QUESTÃO 42

espaço
extracelular

espaço
intracelular

C

A
espaço
extracelular

Na figura acima, que ilustra uma região das membranas e paredes
celulares de duas células vegetais adjacentes, a sete indica
A uma especialização da parede celular que aumenta a área das
células.

espaço
intracelular

D

E
Internet: .

Considerando as figuras acima e o assunto a que elas se referem,
julgue os itens subsequentes.

I

A resistência elétrica de uma membrana é diretamente
proporcional à sua quantidade de proteínas.

II

Internet: .

Nas figuras A e E, estão ilustradas, respectivamente, proteínas
de transporte e de adesão celular.

III Em B e D, estão ilustradas proteínas transmembrana que agem
como receptores de sinal, pois transferem informação através
da membrana citoplasmática.
IV Embora as proteínas da membrana plasmática possam difundirse de modo relativamente livre dentro do plano da membrana,

B uma especialização da membrana plasmática que reforça a
aderência entre as células.
C uma estrutura composta essencialmente por celulose que
confere rigidez às células vegetais.
D placas densas de material citoplasmático, uma em cada célula
adjacente, que impedem o contato fisiológico entre células
vizinhas.
E um filamento citoplasmático que atravessa a parede celular e
interliga os protoplastos das células, permitindo a transferência
de informação e de metabólitos de uma célula à outra
adjacente.
QUESTÃO 43

A capacidade que as células eucarióticas possuem de organizar o
seu espaço interior, de adotar uma variedade de formas, de executar
movimentos coordenados e direcionados, e de promover o
movimento intracelular de moléculas, depende de uma intrincada
rede tridimensional de proteínas filamentosas que se estendem por
todo o citoplasma. Com relação às proteínas filamentosas que
constituem essa rede tridimensional, assinale a opção correta.

a proteína transmembrana como a ilustrada em F tem seus
movimentos restringidos por estar ancorada a um componente
do citoesqueleto.

Estão certos apenas os itens

A I e II.
B I e III.
C I e IV.
D II e IV.
E II, III e IV.

A Quando se formam, as proteínas filamentosas que constituem
o citoesqueleto adquirem o tamanho com o qual permanecerão.
B O movimento de um cílio ou de um flagelo é produzido pela
curvatura dos microfilamentos de actina e suas proteínas
associadas.
C Os neurofilamentos dos neurônios e os filamentos gliais dos
astrócitos constituem diferentes tipos de microfilamentos.
D Os microtúbulos, na metáfase, se restringem ao padrão de um
fuso. Na interfase, constituem uma rede complexa de
filamentos envolvidos no tráfego de organelas e na organização
do citoplasma.
E Em células não musculares, as proteínas filamentosas que
constituem o citoesqueleto encontram-se principalmente no
estado despolimerizado.

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­1­

UnB/CESPE ­ INMETRO
QUESTÃO 44

QUESTÃO 46

Um estudo citoquímico em fibroblastos ao nível de
microscopia eletrônica de transmissão, após a impregnação
prolongada com tetróxido de ósmio e pela detecção da enzima
tiaminopirofosfatase, mostrou os dois sáculos da face cis com as
suas porções centrais achatadas e as porções periféricas dilatadas
impregnadas pelo tetróxido de ósmio, enquanto o produto de reação
para detecção da enzima tiaminopirofosfatase foi observado nos
sáculos da região trans.
Com relação à organela citoplasmática referida no texto acima,
assinale a opção correta.
A Embora presente na maioria das células eucarióticas, tende a
ser mais proeminente nas células metabolicamente quiescentes.
B Em células eucarióticas, constitui um dos locais onde ocorrem
as modificações pós-traducionais que contribuem para a
correta localização e posicionamento das proteínas.
C Na sua cavidade interna, existe um fluido que contém grande
quantidade de enzimas necessárias ao processo de autofagia.
D Em células eucarióticas, constitui o principal sítio de
degradação de proteínas incorretamente dobradas.
E Em células vegetais, constitui o principal local de síntese do
polímero predominante na parede celular.
QUESTÃO 45

I
II

O revestimento amorfo que existe sobre a superfície luminal de
células animais tem como função o(a)
A
B
C
D
E

intercâmbio de íons e moléculas.
reconhecimento e adesão celular.
inibição de compartimentos funcionais.
aumento da área de superfície das células.
adesão às macromoléculas da matriz extracelular.

QUESTÃO 47

Células de organismos multicelulares agrupam-se para formar
associações estruturais e funcionais. Entretanto, essas associações
são constituídas de células e de uma matriz extracelular, um
complexo de macromoléculas produzidas pelas células e exportadas
por elas para o espaço intercelular. Com relação a esse assunto,
assinale a opção correta.
A Nos tecidos conjuntivos de matriz especializada, as fibras
colágenas têm como função resistir às forças de compressão.
B A deposição persistente de colágeno na matriz extracelular por
estímulo imunológico impede a deformação acentuada das
articulações.
C A matriz extracelular proporciona um arcabouço físico para a
estabilização da estrutura tecidual e modula a fisiologia dos
tecidos.
D No tecido conjuntivo mucoso, principal componente do cordão
umbilical, a matriz extracelular é composta predominantemente
de fibras de colágeno.
E As metaloproteinases são enzimas que atuam na degradação
dos componentes da matriz extracelular, inibindo a migração
celular necessária para o reparo tecidual.
QUESTÃO 48

Leslie P. Gartner e James L. Hiatt. Tratado de histologia. 1999.

Com auxílio da figura acima, assinale a opção correta, acerca das
estruturas celulares.
A A figura ilustra uma estrutura celular que contém uma
subestrutura membranosa envolvida no armazenamento de
cálcio, função semelhante à do retículo endoplasmático, uma
organela citoplasmática.
B A estrutura ilustrada na figura é envolvida por duas unidades
de membrana, sendo que o espaço existente entre as
membranas é contínuo com a luz das cisternas do complexo de
Golgi.
C Na figura, a região assinalada como I corresponde à forma
inativa da cromatina. Nela, a dupla hélice de DNA está
compactada, o que impede o processo de transcrição.
D A porção mais central da subestrutura II é formada por
subunidades ribossômicas em formação.
E A subestrutura II está presente nas diferentes fases do ciclo
celular.

Internet: .

O tecido assinalado na figura acima tem a função de
A
B
C
D

lubrificação.
distensibilidade.
proteção contra a perda de água.
transporte mediado por cílios de partículas aderidas ao muco
nas vias aéreas.
E transporte ativo por pinocitose e de secreção de moléculas
biologicamente ativas.

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­2­

UnB/CESPE ­ INMETRO
QUESTÃO 49

QUESTÃO 50

célula epitelial
lâmina
lúcida
lâmina
densa

lâmina
basal

fibras reticulares
(colágeno do tipo III)

placa de ancoragem
(colágeno do tipo IV)

I

fibrila de ancoragem
(colágeno do tipo VII)

II
Internet: .

Antonio Carlos Campos de Carvalho. In: Bioengenharia
de tecidos. Uso de células-tronco na prática médica.

A respeito da figura acima, que representa esquematicamente a
interface entre um tecido epitelial e um tecido conjuntivo, julgue os
itens que se seguem.

Com relação à matriz extracelular dos tecidos ilustrados nas figuras
I e II acima, assinale a opção correta.
A Os tecidos têm capacidade regenerativa eficiente, pois a sua
matriz é vascularizada.
B As fibrilas de colágeno que se associam para formar uma rede

I

Em todo o corpo, a estrutura acima forma uma barreira que
define compartimentos teciduais e, normalmente, restringe o
movimento das células epiteliais de um compartimento para
outro.

II

A estrutura mostrada é constituída pela lâmina basal, produzida
pelas células epiteliais e a lâmina reticular, esta produzida por
células do tecido conjuntivo.

III A lâmina lúcida, que consiste de glicoproteínas extracelulares,

são numerosas na matriz extracelular dos tecidos, nos quais
têm papel de aderência e filtração.
C A matriz extracelular do tecido II sofre calcificação, processo
que é parte normal e integrante da ossificação endocondral.
D As proteínas fibrosas mais frequentes na matriz extracelular do
tecido I distendem-se facilmente quando tracionadas.
E As moléculas de colágeno são os componentes fibrosos mais
frequentes na matriz extracelular do tecido I, enquanto que na
matriz extracelular do tecido II, os componentes fibrosos mais
frequentes são as moléculas de elastina.

e a lâmina densa, que consiste de proteínas transmenbranares,
atuam tanto como um filtro molecular quanto como um suporte

QUESTÃO 51

flexível para o epitélio subjacente.
IV A estrutura acima orienta a migração celular ao longo de sua
superfície durante a organogênese e reepitelização nos
processos de regeneração.

I

II

José Carneiro e L. C. Junqueira. Histologia básica. Ed. Guanabara Koogan, 2004.

Assinale a opção correta.

As figuras I e II acima ilustram a histogênese de dois tipos de
tecidos biológicos, que se originam do

A Apenas os itens I e II, estão certos.
B Apenas os itens I e III, estão certos.
C Apenas os itens I, II e III, estão certos.

A endoderma.
B mesoderma.
C ectoderma.

D Apenas os itens II, III e IV, estão certos.

D endoderma e mesoderma, respectivamente.

E Todos os itens estão certos.

E mesoderma e ectoderma, respectivamente.

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­3­

UnB/CESPE ­ INMETRO
QUESTÃO 52

QUESTÃO 54

Com relação à histofisiologia do tecido muscular, assinale a opção

Acerca das patologias celular e tecidual, assinale a opção correta.

correta.
A As células musculares estriadas esqueléticas, além da sua
capacidade contrátil, sintetizam proteínas de colágeno e matriz

A O aumento do volume das células, sem que ocorra divisão
celular, constitui um tipo de hiperplasia patológica.
B As alterações morfológicas da lesão celular são evidentes

extracelular.
B A chegada do potencial de ação ao retículo sarcoplasmático
das células musculares lisas permite que o cálcio nele
armazenado seja rapidamente liberado para o citoplasma.
C As células musculares estriadas esqueléticas de contração
rápida e descontínua possuem numerosas mitocôndrias e alta
capacidade para o metabolismo oxidativo.

mesmo que nenhum sistema bioquímico crucial tenha sido
atingido.
C Em órgãos atrofiados, a infiltração de tecido adiposo no espaço
que antes era ocupado pelo tecido do órgão induz a uma lesão
tecidual irreversível.

D O músculo cardíaco é capaz de uma resposta regenerativa mais

D Uma alteração reversível na qual um tipo de tecido epitelial é

eficiente do que o músculo esquelético, pois as células cárdicas

substituído por outro mais resistente, mas da mesma linhagem

entram em mitose e reparam o tecido destruído.
E Os corpos densos localizados no citoplasma das células

embrionária, pode representar uma substituição adaptativa das
células para suportar o ambiente adverso.

musculares lisas servem como contrapartida funcional dos
discos Z localizados nas células musculares estriadas
esqueléticas, isto é, funcionam como local de inserção dos
filamentos de actina.

E Quanto maior for a atividade proliferativa de um tecido, maior
será o seu grau de diferenciação.
QUESTÃO 55

QUESTÃO 53

Com relação à biologia tecidual, assinale a opção correta.

A Apesar de sua resistência às pressões e de sua dureza, o tecido
ósseo tem um caráter de plasticidade em razão da capacidade
de remodelar sua estrutura interna em resposta a modificações
nas forças a que está submetido.
B A presença de células gigantes que se originem dos macrófagos
Internet:.

Na figura acima, que ilustra uma secção de um cerebelo, a região
assinalada é constituída, predominantemente, de células da
neuróglia e de
A axônios mielinizados.
B axônios não mielinizados.
C corpos celulares dos neurônios.
D dendritos e corpos celulares dos neurônios.
E corpos celulares dos neurônios e axônios, mielinizados ou não.

e tenham grande capacidade de fagocitose e de digestão
intracelular é um indicativo de regeneração tecidual.
C Na

fase

embrionária,

a

apoptose

excessiva

de

neuroprogenitores está relacionada com inibição de doenças
neurodegenerativas.
D Os tecidos conjuntivos de matriz especializada têm como
funções a cicatrização e a defesa do organismo.
E As células que formam os tecidos epiteliais mostram baixa taxa
de renovação.

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­4­

UnB/CESPE ­ INMETRO
QUESTÃO 56

QUESTÃO 58

A evolução dos organismos multicelulares exigiu o
desenvolvimento de mecanismos para coordenar precisamente as
atividades das diferentes células. Para isso, as células enviam sinais
que devem ser reconhecidos por outras células e resultem em
respostas específicas. Com relação a esse assunto, assinale a opção
correta.
A A comunicação intercelular que requeira contato direto entre
as células é imprecisa para o controle da diferenciação celular
durante o desenvolvimento embrionário.
B A comunicação que ocorre entre duas células que mantêm
contato físico é um exemplo de sinalização autócrina.
C A interrupção no sistema de comunicação entre astrócitos e
neurônios pode ser a causa de diversas doenças encefálicas.
D A acetilcolina é uma molécula sinalizadora que induz a mesma
resposta em qualquer tipo celular.
E A habilidade que as células possuem em perceber e responder
ao seu ambiente é irrelevante na reparação tecidual.
QUESTÃO 57

ciclina B

D1 nuclear

ciclina E

ciclina A

ponto R
Leslie P. Gartner e James L. Hiatt. Tratado de histologia. 1999.

D. O. Morgan. Annu. Rev. Cell. Dev. Biol. 13:261, 1997.

O ciclo celular é controlado por proteínas que incluem as ciclinas
(C), as proteínas quinases dependentes de ciclinas (CDKs), seus
inibidores (CDKI) e outras que podem ser ativadoras ou inibidoras
desse processo. A respeito desse assunto, julgue os itens a seguir,
considerando as figuras acima.

molécula sinalizadora
fosfolipídio
inositol

receptor
proteico

I

citoplasma
proteína
sinalizadora 1
domínio quinase

proteína
sinalizadora 2
domínio quínase

proteína adaptadora

proteína
sinalizadora 3

O acúmulo gradual de ciclinas seguido pela sua rápida
degradação determina o sentido bidirecional do ciclo celular.
II A ativação de fatores que promovem a transcrição de genes que
codificam proteínas necessárias para síntese de DNA e que
codificam as ciclinas e as CDKs da fase S é uma condição
necessária para que a célula se comprometa a avançar pelo
ciclo celular ou sair até a fase M.
III Apesar de os níveis de ciclina B já serem substanciais antes do
início da fase M, as moléculas de ciclina B são incapazes de
formar complexos cataliticamente ativos até que ocorra a
transição de G2 para M.
IV O ponto R corresponde a uma fase em que uma célula decide
se permanecerá em G1 ou se avançará pela fase tardia de G1 e
daí para as outras fases do ciclo.

comuta prosseguimento do sinal

Estão certos apenas os itens.
B. Alberts, et al. Molecular biology of the cell. 4 ed. New York: Garland, 2002.

Em relação às informações contidas na figura acima, assinale a
opção correta.
A A figura mostra que uma molécula sinalizadora que se liga a
uma proteína transmembrana ativa vários tipos de proteínas
citoplasmáticas, amplificando o sinal que induz uma resposta
celular ao estímulo.
B O estágio final da cascata de transdução de sinais ilustrado na
figura é a inibição da transcrição do DNA.
C No nível de organização metazoária, as células de diferentes
tecidos, quando situadas próximas, não precisam enviar sinais
para que ocorra a comunicação entre elas.
D A transmissão de um sinal elétrico de um neurônio motor para
um músculo esquelético ocorre conforme ilustrado na figura.
E A figura ilustra um mecanismo de comunicação intercelular,
cujo sinal é um hormônio esteroide.

A
B
C
D
E

I e II.
I e III.
I e IV.
II e IV.
II, III e IV.

QUESTÃO 59

Durante o desenvolvimento embrionário, muitas células produzidas
em excesso são levadas à morte, o que contribui para a formação
dos órgãos e dos tecidos. Esse processo
A
B
C
D

requer depleção total do ATP.
aumenta a nitidez dos elementos nucleares.
ocorre sem ativação de células fagocitárias.
acontece em células fixadas para exames morfológicos, devido
à ação de substâncias que paralisam as funções celulares.
E não possibilita, quando ativado por danos no DNA, que seus
diferentes sinais indutores sejam detectados pelas
mitocôndrias.

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­5­

UnB/CESPE ­ INMETRO
QUESTÃO 60

QUESTÃO 62

A morte celular tem sido classificada, de forma geral, em necrose
e apoptose. Entretanto, é crescente na literatura científica o debate
a respeito do caráter mutuamente exclusivo das duas definições,
sendo possível a ocorrência de diferentes processos com distinções
tênues. Acerca das vias de morte celular, assinale a opção correta.

I

II

Com base nas figuras I e II acima e no assunto que elas suscitam,
assinale a opção correta.
A Durante o desenvolvimento do sistema imunológico, os
linfócitos que reagem contra autoantígenos são eliminados por
mecanismos de morte celular como o ilustrado em I.
B O processo ilustrado em I ocorre, geralmente, em células
isoladas. O processo ilustrado em II envolve grupos de células.
C Deficiências nos processos ilustrados são importantes para
inibir a proliferação de células tumorais.
D No processo ilustrado em I, ocorre liberação de enzimas
intracelulares para o espaço celular, enquanto que, no processo
ilustrado em II, ocorre retenção das enzimas intracelulares em
segmentos envolvidos pela membrana celular.
E As figuras ilustram manifestações de células que foram
agredidas por um estímulo nocivo. Quando esse estímulo for
retirado, o metabolismo celular será restabelecido.
QUESTÃO 61

A renovação celular desempenha um importante papel na
manutenção da arquitetura e no funcionamento normais dos tecidos.
Isso ocorre por meio de um equilíbrio dinâmico entre regeneração
e eliminação celular.
Rhem D. Medth e E. Brad Thompson. Cell Tissue Res. 2000, 301(1): 101-24.

Em relação ao processo mencionado no texto acima, julgue os itens
a seguir.
A renovação celular ocorre periodicamente, por exemplo, no
tecido epitelial uterino e das glândulas mamárias.
II Diferentes tecidos de um mesmo organismo apresentam taxa de
renovação constante.
III O epitélio gastrointestinal renova-se em razão de seu estado
funcional.
IV Neurônios e células da glia no sistema nervoso central adulto
são exemplos de células de elevado potencial de renovação.
V A renovação dos tecidos epiteliais e conjuntivo está
relacionada à sua capacidade de reparo após dano tecidual.

A A necrose é a morte celular acompanhada de uma resposta
inflamatória, resultante de intumescimento celular, perda da
integridade da membrana plasmática e extravasamento de
componentes celulares para o espaço extracelular.
B O processo necrótico ocorre aleatoriamente em tecidos
saudáveis.
C Apoptose é a morte celular que ocorre de forma aparentemente
aleatória em células individuais no contexto de tecidos
saudáveis, e mais extensivamente em etapas da ontogenia,
concomitante a acentuado processo inflamatório.
D A apoptose é um processo independente de gasto energético e
frequentemente envolve a expressão alterada de genes-chave
na regulação do ciclo celular.
E A necrose é iniciada, entre outros fatores, por receptores que
levam à ativação em cascata de pró-enzimas constitutivas
suficientes para levar à morte celular.
Texto para as questões 63 e 64
Os organismos multicelulares que apresentam ciclo de vida
relativamente longo estão sujeitos a desafios diversos, constantes,
e frequentemente intensos, a sua sobrevivência. Tecidos animais e
vegetais podem ser danificados por predadores, doenças e
acidentes. Ambos os reinos sobrevivem a esta ampla variedade de
insultos por meio de estratégias que incluem a manutenção de
células tronco-adultas ou da indução, em células diferenciadas, de
um potencial de pluripotência. Mecanismos de reprogramação
frequentemente empregam genes envolvidos no processo de
embriogênese, mas permanece a questão se a regeneração invoca a
embriogênese, mecanismos de padronização corpórea genéricos ou
circuitos gênicos particulares. Neste contexto, a regeneração é a
capacidade que tem um organismo completamente desenvolvido de
substituir partes perdidas por meio do crescimento e da
remodelagem de tecido somático.

I

Estão certos apenas os itens
A
B
C
D
E

I e III.
I e V.
II e IV.
II e V.
III e IV.

Kenneth D. Birbaum and Alejandro Sáchez Alvarado. Slicing across Kingdoms: Regeneration
in Plants and Animals. Cell 132(4): 697 - 710, 2008. e de Lewis Wolpert et al. "Princípios de
biologia do desenvolvimento". Porto Alegre: ARTMED Editora, 2000 (com adaptações).

QUESTÃO 63

Acerca do processo de regeneração, assinale a opção correta.
A Ao longo do processo evolutivo, insetos e outros artrópodos
perderam a capacidade de regenerar apêndices perdidos, como
pernas.
B Tanto o fígado como o baço de mamíferos têm capacidade de
regenerar-se caso parte deles seja removida.
C A soldadura de ossos fraturados não é considerada um
processo regenerativo.
D Alguns mamíferos têm a capacidade limitada de regenerar
dígitos perdidos.
E Nematódeos e organismos relacionados têm elevada
capacidade regenerativa.

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­6­

UnB/CESPE ­ INMETRO
QUESTÃO 64

QUESTÃO 66

Considerando a regeneração em vegetais, assinale a opção correta.
A A regeneração em vegetais requer a manutenção do meristema,
que origina os eixos principais da planta.

Com relação ao reparo do sistema nervoso, assinale a opção correta.

A Mesmo em modelos experimentais de dano à coluna espinhal,

B Meristemas de plantas em desenvolvimento, mas não de

o transplante de tipos celulares apropriados mostra-se incapaz

plantas adultas, contêm nichos de células-tronco que originam

de promover a regeneração axonal, os efeitos neuroprotetores

todos os tipos celulares da raiz e dos brotos.

pela secreção de neurotrofinas, a remielinização de axônios e

C O reparo dos cordões vasculares dos vegetais requer a
manutenção

da

especificidade

dos

tipos

celulares

diferenciados.
D A eficiência de regeneração a partir de protoplastos obtidos de
tecidos completamente diferenciados é maior do que aquela
atingida a partir de protoplastos obtidos de estágios iniciais do
desenvolvimento.
E Uma razão apropriada entre as concentrações dos hormônios

a angiogênese.
B A remielinização axonal, após dano no sistema nervoso central,
envolve as células de Schwann, da micróglia, oligodendrócitos
e astrócitos.
C Após dano, o restabelecimento da transmissão do impulso
nervoso independe da formação dos nódulos de Ranvier.

auxina e citocinina é requerida para o desenvolvimento das

D Interações entre axônios viáveis e astrócitos são necessárias

raízes, mas não para o desenvolvimento de brotos, a partir do

para que as células-tronco endógenas desempenhem seu papel

calo vegetal.

na remielinização.

QUESTÃO 65

E Animais transgênicos apresentando mutações em genes

A rápida cicatrização de cortes e de abrasões na pele

oligodendrócitos-específicos apresentam degeneração axonal,

exemplifica processos de reparo natural nos quais a formação de

indicando que os oligodendrócitos são necessários ao processo

novo tecido deriva de diferentes populações de células-tronco,
incluindo epidermais, mesenquimais, derivadas da crista neural e
células-tronco circulantes. Participam ainda componentes da matriz

de mielinização, mas não à manutenção da integridade axonal.
QUESTÃO 67

extracelular, mediadores solúveis e citocinos.
Quanto ao reparo pós-fratura dos ossos, assinale a opção correta.
Timothy J. Nelson; Atta Behfar e André Terzic. Strategies for therapeutic repair: the
R3 regenerative medicin paradigm. In: Clin Transl Sci. 1(2): 168-71, 2008 e Sabine A.
Eming; Thomas Krieg e Jeffrey M Davidson. Gene Therapy and Wound Healing In:
Clin

Dermatol.

25(1):

79-92,

2007

(com

adaptações).

A No reparo de fraturas ósseas, os osteoclastos são os sensores
primários das forças mecânicas necessárias à remodelação do

Tendo como referência o texto acima, assinale a opção correta
acerca do processo de reparo.
A Imediatamente após o dano, a ativação da cascata de
coagulação sanguínea, primeiro evento da hemostase, requer
a fosforilação de proteínas efetoras.
B A formação de tecido granuloso envolve as proteínas fibrina,
fibronectina, vitronectina e trombospondina, entre outras.
C Células necessárias ao reparo migram livremente através da
substância fundamental amorfa do tecido conjuntivo.
D Após a coagulação sanguínea, queratinócitos liberam fatores
solúveis que vão recrutar as células inflamatórias.
E O processo de reparo tecidual é comumente divido em quatro
fases: alteração da homeostase, inflamação, formação de tecido
granuloso e remodelação.

tecido ósseo.
B O calo ósseo corresponde ao tecido de reparo das fraturas
ósseas e deriva das células do pericôndrio.
C A organização histológica do calo ósseo depende da
mobilidade do sítio da fratura. A imobilização resulta em um
calo primariamente ósseo, enquanto a instabilidade da fratura
resulta na produção de uma proporção maior de cartilagem
hialina no calo.
D Osteoblastos e osteócitos são os principais tipos celulares
envolvidos na remodelação do calo ósseo.
E As células osteoprogenitoras requeridas ao processo de reparo
ósseo derivam da crista neural.

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­7­

UnB/CESPE ­ INMETRO

Texto para as questões de 68 a 71
O campo da Biologia Regenerativa, aplicado à Medicina
Regenerativa, é uma área de pesquisa em expansão que almeja
tratamentos terapêuticos para doenças ou injúrias que a medicina
convencional, e mesmo as novas drogas, não podem eficientemente
tratar. A medicina regenerativa está focada no desenvolvimento de
células, tecidos e órgãos com o propósito de restaurar o
funcionamento por meio de transplantes. Várias estratégias estão
sendo investigadas, incluindo terapias com células autólogas,
linhagens celulares estabelecidas em cultura, células derivadas de
células-tronco de diferentes origens, assim como células e tecidos
derivados de animais geneticamente modificados. Baseada no perfil
genético e molecular de cada paciente individualmente, a medicina
regenerativa integra a biologia das células-tronco, a
farmacogenética, a imunologia, os avanços nas técnicas de
diagnóstico e prognóstico, a bioengenharia e a bioinformática.
William L. Fodor. Tissue Engineering and cell based therapies, from the bench
to the clinic: the potential to replace, repair and regenerate. Reproductive
Biology and Endocrinology 2003, I: p. 102 e Timothy J. Nelson; Atta Behfar and
André Terzic. Strategies for therapeutic repair: the "R3" regenerative
medicine paradigm. Clin Transl Sci. 1(2): p. 168 - 171, 2008 (com adaptações).

QUESTÃO 68

Acerca da medicina regenerativa, assinale a opção correta.
A A reprogramação nuclear, um fenômeno epigenético, é capaz
de desdiferenciar células adultas a um estado embrionário.
B A base da reprogramação nuclear consiste na alteração das
sequências de nucleotídeos de genes controladores do ciclo
celular, de modo a modificar os padrões de expressão tecidoespecíficos.
C A reprogramação nuclear de células somáticas diferenciadas é
atingida in vitro por agentes químicos e enzimas capazes de
alterar o perfil de acetilação do DNA.
D Em abordagens experimentais epigenéticas, a diferenciação
celular pós-reprogramação nuclear é obtida por meio da
interferência na maquinaria basal de transcrição.
E A manutenção do perfil de metilação do DNA genômico é
requerida para o sucesso das técnicas de reprodução assistida
animal por transferência nuclear.
QUESTÃO 69

Ainda com relação à medicina regenerativa, assinale a opção
correta.
A Drogas como a ciclosporina e a rapamicina são utilizadas para
potencializar os resultados dos transplantes autólogos.
B As maiores dificuldades nas terapias empregando células
alogênicas têm sido encontradas em transplantes de áreas de
tecido conjuntivo, cartilagem e pele.
C Porcos transgênicos expressando genes humanos são
alternativas promissoras para os xenotransplantes.
D A utilização terapêutica de células-tronco embrionárias e de
outras células-tronco pluripotentes apresenta a vantagem de
não oferecer risco de transformação oncogênica.
E A inexistência de células-tronco renais tem dificultado os
estudos a respeito de tratamentos para a falência renal.

QUESTÃO 70

Com base na medicina regenerativa, julgue os itens a seguir.
I

O encapsulamento celular, estratégia em que células vivas são
retidas dentro de uma membrana semipermeável, vem sendo
empregado em procedimentos de gametogênese in vitro,
cultura de embriões, preservação celular e liberação controlada
de sêmen.
II O desenvolvimento de suportes tridimensionais
biocompatíveis, capazes de promover o crescimento de células
em condições que mimetizem o ambiente da matriz
extracelular, é um dos principais objetivos da engenharia
biomédica.
III Entre os polímeros empregados como suporte para o
crescimento celular visando à medicina regenerativa, destacamse os polissacarídios amido, celulose, ácido algínico, ágar,
quitina e dextrana.
IV As reações do hospedeiro ao implante de biomateriais incluem,
na sequência: dano tecidual, interações sangue-biomaterial,
formação de matriz provisória, inflamação aguda, inflamação
crônica, desenvolvimento de tecido granuloso, reação ao corpo
estranho e fibrose/ formação de cápsula fibrosa.
Assinale a opção correta.
A Apenas os itens I, II e III estão certos.
B Apenas os itens I, II e IV estão certos.
C Apenas os itens I, III e IV estão certos.
D Apenas os itens II, III e IV estão certos.
E Todos os itens estão certos.
QUESTÃO 71

Com relação à medicina regenerativa mediante o emprego de tecido
cartilaginoso, assinale a opção correta.
A O sucesso de transplantes de cartilagem empregados em
aloenxertos é limitado pela rejeição imune.
B A proliferação de condroblastos é inibida por compostos como
ácido algínico, ácido hialurônico e fibrina.
C A variação encontrada nas taxas de proliferação de
condroblastos cultivados em diferentes suportes sólidos reflete
as diferenças no transporte de fatores solúveis, na densidade
celular, na sinalização célula-célula e no metabolismo da
matriz extracelular.
D A terapia regenerativa com cartilagem deve almejar a formação
da cartilagem fibrosa, que apresenta as propriedades
bioquímicas e mecânicas necessárias a um reparo completo e
durável.
E O crescimento em comprimento dos ossos longos é obtido pela
estimulação do crescimento aposicional da cartilagem hialina
presente na placa epifisária.

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­8­

UnB/CESPE ­ INMETRO
QUESTÃO 72

Imortalidade, juventude e saúde eterna. Sonhos que
norteiam a mente humana possivelmente desde o dia em que o
homem tomou conhecimento da própria morte e do próprio
envelhecimento. Nesse contexto, conhecer a sequência do genoma
humano, a priori, parecia um caminho ideal para o controle do que
parecia ser o manual de instruções dos organismos.
Tendo como referência inicial o texto acima, assinale a opção
correta a respeito da estrutura do genoma humano.

Texto para as questões 74 e 75
A tecnologia do DNA recombinante tornou-se
efetivamente possível somente após a descrição, na década de 70 do
século XX, das enzimas de restrição. Por meio dessa tecnologia, é
possível, por exemplo, transferir genes de mamíferos para bactérias
e torná-las produtoras, como se elas fossem fábricas. Para tanto, são
utilizados vetores, sendo que a molécula oriunda da fusão de dois
fragmentos de DNA é conhecida como molécula de DNA
recombinante. Um passo preliminar na tecnologia do DNA
recombinante é a construção de bibliotecas de DNA.
QUESTÃO 74

A O genoma humano é composto por uma única molécula de
DNA dupla fita que se localiza no núcleo celular, de onde

Tendo como referência inicial o texto acima, assinale a opção
correta a respeito das enzimas de restrição.

dirige toda a maquinaria celular que ocorre no citoplasma.
B O genoma humano é composto por genes constituídos de uma
região reguladora e uma região codificadora, localizadas na
dupla fita de DNA, adjacentes uns aos outros ao longo de toda
a cadeia.
C A menor parcela do genoma humano é composta por genes, e
a maior parte do genoma é composta por regiões
aparentemente não relacionadas à codificação gênica.
D A maior parcela do genoma humano é composta por regiões
que eram genes e hoje não apresentam função, os pseudogenes,
e a menor parcela é composta por regiões gênicas.
E O genoma humano, situado no núcleo celular e distribuído em
46 cromossomos lineares, é composto pelas sequências, que
são os genes, responsáveis pela definição das características
fenotípicas do ser humano.
QUESTÃO 73

Assinale a opção correta acerca do funcionamento dos genes em
eucariotos.
A Os genes eucariotos têm regulação gênica, enquanto os não
eucariotos são constitutivos.
B Os genes são caracterizados por serem transcritos no momento
e lugar correto ao longo da embriogênese e nas demais etapas
do desenvolvimento.
C Os genes são caracterizados por desempenhar uma função
especifica, isto é, cada gene está diretamente relacionado com
a produção de uma enzima ou proteína.
D Os genes são caracterizados por terem uma sequência de bases
nucleotídicas que se mantêm inalteradas ao longo da vida do
indivíduo.
E Os genes de cada espécie são caracterizados por terem
sequências de bases que são únicas para cada espécie.

A São produzidas por células de mamíferos e utilizadas para a
regulação gênica de genes bacterianos a partir da transferência
de genes de mamíferos para as bactérias.
B São produtos de genes eucariontes relacionados com a
regulação gênica, acionando a transcrição nos momentos
corretos durante o desenvolvimento.
C São produtos de genes bacterianos, cuja função natural é
proteger a bactéria pela quebra ou rompimento de cadeias
duplas de DNA exógeno.
D São enzimas bacterianas utilizadas para a ligação química e,
portanto, para a fusão entre genes bacterianos e genes
eucariontes.
E São produtos gênicos bacterianos, cuja função celular é a
ligação do DNA viral oriundo de infecções ao DNA
bacteriano.
QUESTÃO 75

Com relação aos vetores citados no texto, assinale a opção correta.
A O plasmídio bacteriano é um DNA circular extracromossômico
que contém genes para resistência a antibióticos, uma
característica que facilita a identificação de clones
recombinantes.
B O plasmídio bacteriano tem origem no DNA nuclear bacteriano
e contém genes para resistência a antibióticos, que é uma
característica utilizada para a incorporação de DNA exógeno.
C Os bacteriófagos são bactérias utilizadas como vetores na
clonagem devido à sua característica de não ocasionar
patologias no receptor.
D Os retrovírus que contêm genes para resistência a antibióticos
podem ser utilizados como vetores na incorporação de genes
bacterianos em células eucariontes.
E Os YACs, que têm origem vegetal, são utilizados como vetores
devido à sua característica de autorreplicação, o que gera
inúmeras cópias do DNA recombinante.

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­9­

UnB/CESPE ­ INMETRO
QUESTÃO 76

Um grande questionamento acerca da medicina regenerativa é o
risco teórico de desenvolvimento de câncer como efeito colateral do
tratamento. Do ponto de vista conceitual, o termo câncer se refere
a um grupo de

QUESTÃO 78

A

descoberta

do

grande

potencial

de

proliferação

e

desenvolvimento das células-tronco (CTs) trouxe a tão esperada
promessa de tratamento de um grande número de doenças, genéticas
ou não, para as quais não existia tratamento. Além disso, as CTs são

A células com crescimento celular programado para a formação
de um tumor maligno e a invasão de tecidos adjacentes em
decorrência da modificação direcionada no genoma do
individuo.
B doenças caracterizadas pelo crescimento celular descontrolado
e a invasão celular de tecidos adjacentes em decorrência de
modificações genéticas acumuladas, as quais podem ser na
sequência gênica ou alterações epigenéticas.
C tecidos com crescimento descontrolado e à invasão de órgãos
adjacentes em decorrência de alterações cromossômicas que
alteram a sequência gênica.
D células com crescimento controlado e à restrição de
crescimento provocada pelo encontro físico com células
adjacentes em decorrência de alterações no número de
cromossomos.
E doenças caracterizadas pelo aparecimento de tumores
múltiplos em diversos tecidos, podendo ser do tipo sólido ou
líquido, em decorrência de alterações na sequência de DNA em
resposta a estímulos ambientais.
QUESTÃO 77

Como toda terapia nova, a terapia gênica tem de ser inicialmente
testada em modelos animais, antes do último teste em humanos. Em
linhas gerais, a terapia gênica pode ser realizada efetuando a
transferência direta de genes ou usando-se células vivas como
veículo de transporte dos genes de interesse. Ambos os processos
apresentam vantagens e desvantagens e vêm sendo alvo de intensas
pesquisas buscando protocolos mais seguros e eficientes. Com
relação à transferência direta de genes, assinale a opção correta.
A Uma das células-alvo tradicionais para receber a transferência
direta de genes são as hemácias, pois elas circulam por todo o
organismo, podendo levar o produto gênico para os mais
diferentes órgãos e tecidos.
B Em decorrência de a maquinaria de produção proteica ser
idêntica em todos os tipos celulares de uma dada espécie, a
transferência direta de genes não demanda que essa
transferência seja feita para um tecido específico.
C Uma das opções para a transferência gênica direta é o
empacotamento do gene em vírus, como adenovirus e
retrovírus, modificados geneticamente.
D A transferência direta de genes não pode ser realizada para
células do sistema imune, pois estas irão interpretar o gene
como sendo um antígeno.
E Um exemplo desse tipo de terapia gênica é a retirada de células
da medula óssea de paciente com leucemia, a irradiação e uma
posterior reintrodução dessas células.

uma grande fonte de conhecimento para a ciência básica,
principalmente para o estudo da diferenciação celular. Do ponto de
vista de proliferação, as CTs multipotentes têm a capacidade de
A formar múltiplos tipos celulares pertencentes a uma linhagem
celular específica.
B formar todas as linhagens celulares do corpo, mesmo que não
restrita a um tecido específico.
C formar apenas um tipo celular, sendo que a mesma é restrita a
um tecido específico.
D romper bloqueios mecânicos tissulares e formar diversos tipos
celulares de inúmeros tecidos.
E formar apenas tecidos derivados da endoderme.
QUESTÃO 79

As CTs embrionárias são promissoras para a produção de grandes
quantidades de células para transplantes. Contudo, o crescimento
potencialmente irrestrito das CTs embrionárias pode levar à
formação de teratomas, que resultam do desenvolvimento anormal
de células pluripotentes sob a forma de tumores
A encapsulados formados por tecidos derivados da endoderme.
B encapsulados formados por tecidos derivados das três camadas
germinativas.
C encapsulados formados por tecidos derivados da mesoderme.
D encapsulados formados por tecidos derivados das três camadas
da ectoderme.
E não encapsulados formados por tecidos derivados das três
camadas germinativas.
QUESTÃO 80

CTs mesenquimais adultas são consideradas não imunogênicas e
adequadas para transplantes alogênicos. As propriedades que
contribuem para que as CTs sejam não imunogênicas incluem
A MHC I+
B MHCI!
C MHCII!
D CD40+
E CD80+

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­ 10 ­

UnB/CESPE ­ INMETRO
QUESTÃO 81

Uma das linhagens de CTs embrionárias humanas já produzidas que
ganhou grande destaque na mídia foi obtida mediante transferência
nuclear a partir de uma célula somática para um ovócito receptor
cujo DNA nuclear fora removido. Esse processo de transferência
nuclear consiste na
A remoção do DNA nuclear de um ovócito fertilizado e na
injeção do núcleo da célula a ser clonada. O DNA mitocondrial
corresponde àquele do ovócito receptor.
B remoção do DNA nuclear de um ovócito não fertilizado e na
injeção do núcleo da célula a ser clonada. O DNA mitocondrial
corresponde àquele da célula doadora.
C remoção do DNA nuclear de um ovócito fertilizado e na
injeção do núcleo da célula a ser clonada. O DNA mitocondrial
corresponde àquele da célula doadora.
D injeção do DNA de um espermatozóide em um ovócito não
fertilizado. O DNA mitocondrial corresponde àquele do
ovócito receptor.
E remoção do DNA nuclear de um ovócito não fertilizado e na
injeção do núcleo da célula a ser clonada. O DNA mitocondrial
corresponde àquele do ovócito receptor.
QUESTÃO 82

Uma das metodologias utilizadas para a manipulação gênica é o
silenciamento de genes específicos pela interferência de RNA.
Nessa técnica de interferência pequenos fragmentos de
A RNA de fita simples (siRNAs) são sintetizados e introduzidos
diretamente na célula ou expressos em vetores de DNA. Uma
vez dentro da célula, esses fragmentos levam à degradação do
RNAm que contém a sequência exata do siRNA.
B RNA de dupla fita (siRNAs) são sintetizados e introduzidos
diretamente na célula ou expressos em vetores de DNA. Uma
vez dentro da célula, esses fragmentos levam à degradação do
RNAm que contém a sequência exata do siRNA.
C RNA de dupla fita (siRNAs) são sintetizados e introduzidos
diretamente na célula ou expressos em vetores de DNA. Uma
vez dentro da célula, esses fragmentos levam à degradação do
DNA que contém a sequência exata do siRNA.

QUESTÃO 83

O termo imprinting genômico, que nomeia um dos tipos principais
de modificação epigenética, refere-se à
A expressão diferencial de determinado gene de acordo com sua
origem parental. Esse fenômeno é regulado pela acetilação do
DNA. Genes acetilados são genes inativos.
B expressão de determinado gene independente da sua origem
parental. Esse fenômeno é regulado pela metilação do DNA.
Genes metilados são genes inativos.
C expressão de determinado gene independente da sua origem
parental. Esse fenômeno é regulado pela metilação do DNA.
Genes metilados são genes ativos.
D expressão diferencial de determinado gene de acordo com sua
origem parental. Esse fenômeno é regulado pela metilação do
DNA. Genes metilados são genes inativos.
E expressão de determinado gene independente da sua origem
parental. Esse fenômeno é regulado pela acetilação de histonas
do DNA. Genes acetilados são genes inativos.
QUESTÃO 84

É bem-sucedido o uso da terapia gênica no tratamento da síndrome
da imunodeficiência combinada severa (SICS). Essa doença, com
herança ligada ao cromossomo X, é caracterizada pelo bloqueio
prematuro na diferenciação dos linfócitos T e NK (natural killer).
Os indivíduos com essa doença são suscetíveis a todo tipo de
infecção. A doença é conhecida popularmente como doença do
menino da bolha de plástico, uma vez que alguns pacientes foram
confinados em bolhas de plástico logo após o diagnóstico, com o
objetivo de impedir o contato com agentes infecciosos. A terapia
gênica para o tratamento da SICS, utilizando retrovírus, vem sendo
utilizada desde o ano 2000. Os retrovírus são vírus
A não envelopados, cujo genoma é constituído de RNA. O RNA
é convertido em DNA por meio da transcriptase reversa e esse
DNA é inserido em pontos aleatórios do genoma do
hospedeiro.
B envelopados, cujo genoma é constituído de DNA. O DNA do
vírus é inserido diretamente em pontos aleatórios do genoma
do hospedeiro.
C envelopados, cujo genoma é constituído de um dímero de
RNA. O RNA do vírus é inserido diretamente em pontos
aleatórios do genoma do hospedeiro.

D RNA de fita simples (siRNAs) são sintetizados e introduzidos
diretamente na célula ou expressos em vetores de DNA. Uma
vez dentro da célula, esses fragmentos levam à degradação de
diversos tipos de RNA.

D envelopados, cujo genoma é constituído de um dímero de
RNA. O RNA é convertido em DNA por meio da transcriptase
reversa e esse DNA é inserido em pontos aleatórios do genoma
do hospedeiro.

E RNA de dupla fita (siRNAs) são sintetizados e introduzidos
diretamente na célula ou expressos em vetores de DNA. Uma
vez dentro da célula, esses fragmentos levam à degradação de
proteínas.

E não envelopados, cujo genoma é constituído de um dímero de
RNA. O RNA é convertido em DNA por meio da transcriptase
reversa e esse DNA é inserido em pontos específicos do
genoma do hospedeiro.

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­ 11 ­

UnB/CESPE ­ INMETRO
QUESTÃO 85

QUESTÃO 88

No Brasil, além dos bancos privados de cordão umbilical, foi
implantada uma rede nacional, ainda em expansão, denominada
BrasilCord. Até novembro de 2009, a rede já havia recebido a
doação de mais de 6 mil cordões, disponíveis para transplantes
alogênicos. Já os bancos privados visam, principalmente, aos
transplantes autólogos. As CTs do cordão umbilical podem ser
usadas em transplante autólogo visando tratamento de indivíduos
com

Vários biomateriais sintéticos ou naturais, como polímeros,
cerâmicas e metais, vêm sendo pesquisados e aplicados de diversas
maneiras na medicina regenerativa. Acerca dos biomateriais
utilizados como substratos em terapias de regeneração tecidual,
assinale a opção correta.

A
B
C
D
E

B As células migram mais lentamente em substratos mais rígidos.

distrofia muscular de Duchenne.
anemia falciforme.
acondroplasia.
síndrome de Down.
leucemia.

QUESTÃO 86

Uma característica essencial das CTs hematopoiéticas é a
capacidade de autorrenovação. Essa capacidade está associada à
maior expressão da enzima telomerase. A respeito dessa enzima,
assinale a opção correta.
A É uma transcriptase reversa cuja função é remover sequências
repetitivas de DNA na extremidade 3' dos cromossomos.
B Não é uma transcriptase reversa. Sua função é adicionar
sequências repetitivas de DNA na extremidade 3' dos
cromossomos.
C É uma transcriptase reversa, cuja função é adicionar sequências
repetitivas de DNA na extremidade 3' dos cromossomos.
D Não é uma transcriptase reversa. Sua função é remover
sequências repetitivas de DNA na extremidade 3' dos
cromossomos.
E É uma transcriptase reversa cuja função é impedir que
sequências de DNA sejam removidas ou adicionadas na
extremidade 3' dos cromossomos.
QUESTÃO 87

Marcadores celulares de superfície podem ser utilizados na
distinção entre CTs dos demais tipos celulares. A principal técnica
que permite essa distinção é a imunofenotipagem por citometria de
fluxo. A imunofenotipagem
A classifica as células por tamanho e complexidade e utiliza
anticorpos policlonais marcados com fluorocromos que
distinguem diferentes antígenos celulares.
B não classifica as células por tamanho, utiliza anticorpos
policlonais marcados com fluorocromos que distinguem
diferentes anticorpos celulares.
C não classifica as células por tamanho, utiliza anticorpos
monoclonais marcados com fluorocromos que distinguem
diferentes antígenos celulares.
D classifica as células por tamanho e complexidade e utiliza
antígenos marcados com fluorocromos que distinguem
diferentes anticorpos celulares.
E classifica as células por tamanho e complexidade e utiliza
anticorpos monoclonais específicos marcados com
fluorocromos que distinguem diferentes antígenos celulares.

A A nanoestrutura da superfície dos citados materiais altera a
adesão das células ao biomaterial.
C As células proliferam melhor em substratos mais moles.
D A nanoestrutura da superfície dos mencionados materiais não
influencia a adesão celular.
E A migração e a proliferação celular não são influenciadas pela
rigidez do material.
QUESTÃO 89

Fatores de crescimento celular podem ser utilizados na terapia
tecidual, a fim de estimular a regeneração do tecido. Os fatores de
crescimento aplicados na bioengenharia tecidual incluem o
A FGFRs e o OCT4.
B OCT4 e o NANOG.
C BMPs e FGFs.
D OCT4 e BMPs.
E BMPs e FGFRs.
QUESTÃO 90

É comum que distúrbios genéticos ocasionem vários sintomas, o
que requer, normalmente, tratamentos diversos. Isso decorre, em
especial, do efeito pleiotrópico dos genes envolvidos e, muito
comumente, altera rotas metabólicas, o que pode levar a excessos
de determinados metabólitos e carência do produto final. Acerca
desse assunto, julgue os próximos itens.
I

Quando o distúrbio genético decorre da falta de uma enzima,
é possível utilizar um repertório de tratamentos, entre os quais
as terapias celulares e gênicas.
II O efeito pleiotrópico dos genes resulta da participação de
diversos genes na etiologia das doenças.
III A utilização da terapia gênica como tratamento para carência
de metabólitos visa suprir o organismo com enzimas
sintetizadas por bactérias recombinantes.
Assinale a opção correta.
A Apenas os item I está certo.
B Apenas o item II está certo.
C Apenas os itens III está certo.
D Apenas os itens II e III estão certos.
E Todos os itens estão certos.

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­ 12 ­

UnB/CESPE ­ INMETRO
QUESTÃO 91

Um dos grandes problemas a ser enfrentado pelas terapias gênicas
é a heterogeneidade genética de locus. Estes problemas requerem
que os diagnósticos moleculares sejam cada vez mais precisos.
Considerando esse assunto, julgue os itens a seguir.
I

É necessário saber qual alelo o indivíduo porta para que a
terapia tenha efeito eficaz.
II É necessário ter uma descrição clínica precisa para definir o
gene envolvido com a doença e com isso direcionar a terapia
gênica.
III É necessário saber exatamente qual gene está envolvido para
que a terapia gênica tenha possibilidade de fazer efeito.
Assinale a opção correta.
A
B
C
D
E

Apenas o item I está certo.
Apenas o item II está certo.
Apenas o item III está certo.
Apenas os itens II e III estão certos.
Todos os itens estão certos.

QUESTÃO 92

O xeroderma pigmentoso é uma doença genética
caracterizada pela deficiência na capacidade de reverter (ou
consertar) danos que ocorrem no DNA, em especial, aqueles que a
luz ultravioleta (UV), presente na radiação solar, provoca. Devido
a essa deficiência no mecanismo de reparo do DNA, os pacientes
com xeroderma pigmentoso apresentam elevada fotossensibilidade
e desenvolvem precocemente lesões degenerativas na pele, tais
como sardas, manchas, e diversos cânceres da pele.
Tendo o texto acima como referência inicial, assinale a opção
correta com relação aos mecanismos de dano e de reparo de DNA.
A A alquilação é a transferência de grupos metil ou etil, que
reagem com as bases do DNA, levando a uma modificação das
bases e, consequentemente, a um erro no pareamento.
B A radiação UV-A leva à formação de dímeros de pirimidina
entre citosinas e timinas adjacentes.
C A radiação UV-B gera quebras na dupla-fita do DNA.
D As radiações ionizantes levam à formação de radicais livres.
Esse tipo de dano ao DNA é dito indireto.
E A depurinação é a perda de citosinas do DNA.
QUESTÃO 93

Assinale a opção correta com relação ao cultivo de células de
mamífero.
A O cultivo de fibroblastos deve ser feito em suspensão para
promover melhor crescimento celular.
B No cultivo de células, o CO2 é usado na respiração celular.
C A adição de tripsina no meio promove a adesão celular ao
substrato.
D Culturas preparadas diretamente a partir do tecido de um
organismo são ditas primárias.
E A cultura de células sempre leva à desdiferenciação celular.

QUESTÃO 94

A inserção de segmentos de DNA em pontos do genoma, como
proposto na terapia gênica, pode ocorrer de maneira semelhante na
natureza com os elementos transponíveis. Inicialmente descobertos
no milho, os elementos transponíveis já foram identificados na
maioria dos genomas. Acerca desses elementos, assinale a opção
correta.
A Os elementos transponíveis não afetam a regulação gênica.
B A inserção de elementos transponíveis não altera a sequência
de DNA.
C Os elementos transponíveis podem atuar como enhancers,
afetando assim a expressão gênica.
D Os elementos transponíveis não contribuem para o surgimento
de novos genes.
E As sequências Alu são elementos transponíveis exclusivos de
procariotos.
QUESTÃO 95

Com relação aos métodos químicos e físicos de direcionamento dos
genes que podem ser utilizados na terapia gênica, assinale a opção
correta.
A A eletroporação consiste na abertura de orifícios transitórios na
membrana celular, por meio da corrente elétrica, permitindo a
incorporação de fragmentos de DNA.
B O bombardeio de partículas consiste em bombardear célulasalvo, levando-as à apoptose.
C Os lipossomos são bolhas de sacarídios que aumentam a
permeabilidade celular.
D A eletroporação consiste na ruptura de células-alvo mediante
corrente elétrica, levando-as à apoptose.
E No bombardeio de partículas, a abertura de orifícios na
membrana celular é realizada por meio da microinjeção de
partículas eletricamente carregadas.
QUESTÃO 96

O desenvolvimento embrionário é influenciado por fatores
genéticos e ambientais. Os fatores que prejudicam o
desenvolvimento embrionário incluem os agentes teratogênicos que
agem sobre o organismo em formação, produzindo anomalias. Com
relação a esses agentes, assinale a opção correta.
A Drogas que não tenham efeito teratogênico isoladamente
também não terão efeito quando juntas.
B O genótipo materno não tem influência no efeito de
teratógenos.
C Doenças maternas na gestação não têm efeito teratogênico.
D As radiações e as drogas são exemplos de agentes
teratogênicos.
E O estresse durante a gestação tem efeito teratogênico.

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­ 13 ­

UnB/CESPE ­ INMETRO
QUESTÃO 97

A distinção entre um efeito ambiental e um efeito genético na
definição de uma característica é fundamental para que as terapias
gênicas e com CTs sejam uma opção de tratamento. Por exemplo,
a focomelia, ou ausência de desenvolvimento completo dos
membros superiores, é um sinal clínico de diversas síndromes
genéticas, mas também pode ser causada por agentes ambientais,
simulando uma característica genética. Esse fenômeno é conhecido
por
A antecipação genética.
B fenocópia.
C imprinting genômico.
D heterogeneidade de genes.
E expressividade variável.
QUESTÃO 98

Um dos fatores cruciais na terapia gênica é o conhecimento do gene
que será alvo da alteração em função da técnica, o que inclui a
regulação da expressão gênica do mesmo. Para tanto, o
conhecimento da estrutura e funcionamento básico do gene é de
suma importância para aqueles que irão atuar nessa área, ou seja,
tanto na manipulação como na fiscalização e no desenvolvimento
de normas. Acerca do conceito válido de genes, julgue os seguintes
itens.
I

Genes são segmentos de ácido nucleico responsáveis pela
produção de RNAs, sendo que parte desses dará origem a
polipeptídios.

II

Os genes estão localizados no núcleo celular.

III Os genes têm sua expressão controlada por regiões
reguladoras, como promotores e enhancers.

Assinale a opção correta.
A Apenas o item I está certo.

QUESTÃO 99

Com relação a estrutura de genes eucariotos, assinale a opção em
que se encontra descrita a estrutura mais conhecida hoje de gene.
A Encontra-se na direção 5'- 3' da molécula de DNA, iniciandose com uma região promotora, seguindo por uma região de
controle da transcrição, éxons, íntrons e códon de parada.
Geralmente, é precedido por um enhancer situado a 3' do
gene.
B Encontra-se na direção 5'- 3' da molécula de DNA, iniciandose com uma região de controle da transcrição, éxons, íntrons,
alças regulatórias e um códon de parada. Geralmente, é
precedido por um enhancer situado a 5' do gene.
C Encontra-se na direção 3' ­ 5' da molécula de DNA, iniciandose com uma região de controle da transcrição, seguido por
éxons, íntrons e uma região de controle do final da transcrição.
Geralmente precedido por um enhancer situado a 3' do gene.
D Encontra-se na direção 5'- 3' da molécula de DNA, iniciandose com uma região promotora, seguindo por éxons, íntrons e
uma região de final da transcrição. Geralmente, é precedido
por um enhancer situado a 5' do gene.
E Encontra-se na direção 3' ­ 5' da molécula de DNA, iniciandose com uma região promotora, seguido por éxons, íntrons,
alças regulatórias e uma região de controle do final da
transcrição. Geralmente, é precedido por um enhancer situado
a 3' do gene.
QUESTÃO 100

A organização estrutural cromossômica tem relação com a ativação
e a inativação de genes, pois a molécula de DNA tem que estar
acessível ao aparato de transcrição. Na metáfase da mitose, por
exemplo, quando o cromossomo atinge seu grau máximo de
compactação, pouquíssimos genes são transcritos. Com relação a
esse tema, assinale a opção correta.
A A interação entre a molécula de DNA e proteínas do tipo
histonas, a base da compactação cromossômica, inicia-se na
prófase, tanto da mitose quanto da meiose, e finaliza na
telófase.
B O cromossomo eucarioto é composto por um tipo de ácido
nucleico, o DNA, e um tipo de proteína: as histonas.
C Para que a transcrição ocorra, é necessário que a molécula de
DNA esteja livre de proteínas e enzimas histônicas e não
histônicas.

C Apenas os itens I e III estão certos.

D A compactação cromossômica impede a transcrição em
decorrência das interações covalentes entre a molécula de
DNA e as histonas.

D Apenas os itens II e III estão certos.

E

B Apenas o item II está certo.

E Todos os itens estão certos.

O menor grau de compactação cromossômica é a interação
entre a molécula de DNA e um octâmero de proteínas do tipo
histonas, o nucleossomo.

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­ 14 ­

UnB/CESPE ­ INMETRO

PROVA DISCURSIVA
·

·
·

Nesta prova, faça o que se pede, usando os espaços para rascunho indicados no presente caderno. Em seguida, transcreva os textos
para o CADERNO DE TEXTOS DEFINITIVOS DA PROVA DISCURSIVA, nos locais apropriados, pois não serão avaliados
fragmentos de texto escritos em locais indevidos.
Em cada questão, qualquer fragmento de texto além da extensão máxima de trinta linhas será desconsiderado. Será desconsiderado
também o texto que não for escrito na folha de texto definitivo correspondente.
No caderno de textos definitivos, identifique-se apenas no cabeçalho da primeira página, pois não será avaliado texto que tenha
qualquer assinatura ou marca identificadora fora do local apropriado.
QUESTÃO 1

pâncreas
ilhotas de
Langerhans

célula Beta

fibras musculares
vaso sanguíneo

insulina

glicose

Charles A. Goldthwaite. Are stem cells the next frontier for diabetes treatment? In: Regenerative
medicine, National Institute of Health In: Internet:

(com adaptações).

De acordo com a Federação Internacional da Diabetes, essa doença afeta cerca de 7% da população
mundial, número que vem aumentando continuamente em função da maior expectativa de vida, da mudança
de hábitos e do aumento da obesidade. Entre os diversos tipos de diabetes já descritos, existem aqueles com
alta contribuição genética e outros em que o componente ambiental prevalece. Apesar de a diabetes poder
ser controlada, ela não pode ser curada. A terapia com células-tronco e a terapia gênica surgem como
alternativas para o tratamento da diabetes.

Considerando que o fragmento de texto e a figura acima têm caráter unicamente motivador, redija um texto dissertativo que apresente uma
proposta técnica para o uso de células-tronco no tratamento da diabetes. Ao elaborar seu texto, aborde, necessariamente, os seguintes
aspectos:

<

questões técnicas do uso de células-tronco;

<

transplante autólogo ou alogênico: usos e restrições.

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­ 15 ­

UnB/CESPE ­ INMETRO

RASCUNHO ­ QUESTÃO 1
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­ 16 ­

UnB/CESPE ­ INMETRO
QUESTÃO 2

Tecidos altamente expostos ao estresse externo são intensamente regenerados, como os epitélios
intestinal e cutâneo, bem como tecidos caracterizados por alta taxa de renovação, como as células
sanguíneas. Além disso, tecidos lesados por trauma, doença ou senescência podem ser eventualmente
regenerados, quando necessário.

Considerando que o fragmento de texto acima tem caráter unicamente motivador, redija um texto dissertativo acerca da medicina
regenerativa. Ao elaborar seu texto, aborde, necessariamente, os seguintes aspectos:

<

importância e desafios da medicina regenerativa;

<

utilização das células-tronco na terapia regenerativa;

<

vantagens e desvantagens do uso de células-tronco embrionárias e adultas em terapias regenerativas.

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­ 17 ­

UnB/CESPE ­ INMETRO

RASCUNHO - QUESTÃO 2
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Cargo 1: Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade -- Bioengenharia Tecidual

­ 18 ­