Thabata Coaglio Lucas

VALIDAÇÃO DO REPROCESSAMENTO DE
CATETERES CARDÍACOS ANGIOGRÁFICOS: UMA
AVALIAÇÃO DA FUNCIONALIDADE E
INTEGRIDADE

Belo Horizonte - MG
2008

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

0

Thabata Coaglio Lucas

VALIDAÇÃO DO REPROCESSAMENTO DE
CATETERES CARDÍACOS ANGIOGRÁFICOS: UMA
AVALIAÇÃO DA FUNCIONALIDADE E
INTEGRIDADE

Dissertação apresentada ao Curso de Mestrado
da Escola de Enfermagem da Universidade
Federal de Minas Gerais, como requisito
parcial à obtenção do título de Mestre em
Enfermagem.
Área de concentração: Saúde e Enfermagem
Orientadora: Profª Drª Adriana Cristina de
Oliveira
Co-orientador:

Prof. Dr.
Barbosa

Belo Horizonte
Escola de Enfermagem da UFMG
2008

Marcos

Pinotti

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

1

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

2

Este trabalho é vinculado ao Núcleo de Estudos e
Pesquisa em Infecção Relacionada ao Cuidar em Saúde
(NEPIRCS) da Escola de Enfermagem da UFMG.

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

3

Universidade Federal de Minas Gerais
Escola de Enfermagem
Programa de Pós-Graduação em Enfermagem

Dissertação intitulada "Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos:
uma avaliação da funcionalidade e integridade", de autoria da mestranda Thabata Coaglio
Lucas, aprovada pela banca examinadora constituída pelos seguintes professores:

______________________________________________________
Prof. Dr. Marcos Pinotti Barbosa - Departamento de Engenharia Mecânica/Bioengenharia/UFMG
Co-orientador

______________________________________________________
Prof. Dr. Rudolf Huebner - Departamento de Engenharia Mecânica/Bioengenharia/UFMG

______________________________________________________
Profª Drª Anaclara Ferreira Veiga Tipple - Faculdade de Enfermagem/UFG

_________________________________________________________
Profª Drª Cláudia Maria de Mattos Penna
Coordenadora do Programa de Pós-Graduação da Escola de Enfermagem da UFMG

Belo Horizonte, 18 de dezembro de 2008

Av. Professor Alfredo Balena, 190 - Belo Horizonte, MG - 30130-100 - Brasil ­ tel/fax: (031) 34099853.

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

4

Dedicatória

Dedico este trabalho aos meus pais, Ailton e Lúcia
e aos meus irmãos Aytube e Mikaill , sem os quais
não estaria aqui hoje alcançando este objetivo.
Foram eles quem caminharam ao meu lado nesta jornada e a eles todo meu amor...

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

5

Agradecimentos
À Deus,
Deus que esta presente em cada momento de minha vida, por me conceder discernimento, capacidade e
sabedoria em meio às dificuldades.
À minha orientadora, Profª. Drª. Adriana Cristina
Cristina de Oliveira,
Oliveira, por me abrir as portas para a
pesquisa, pelos ensinamentos e confiança. Agradeço a oportunidade que me foi dada.
Ao meu co-orientador, Prof. Dr. Marcos Pinotti Barbosa
Barbosa,
arbosa, que confiou em mim e acreditou que esta
dissertação pudesse acontecer. Sou grata pela oportunidade, disponibilidade para a utilização do
laboratório e apoio para a realização deste trabalho.
Ao Prof. Dr. Rodrigo Oréfice pelo apoio, paciência e pela disponibilidade em me conduzir nos testes
mecânicos
Aos meus pais, Ailton e Lúcia, pela confiança e por me incentivarem a não desanimar e, sobretudo, por
sempre estarem ao meu lado
Aos meus irmãos, Aytube e Mikaill, por sempre trazerem alegria, apoio incentivo e possibilitarem que esta
jornada fosse mais leve.
Ao Henrique Gomes
Gomes, Raísa Dias, Tálita Sono e Fábio
Fábio Lúcio,
Lúcio,
Pela disponibilidade, companheirismo, ensinamentos e paciência durante o desenvolvimento deste trabalho.
À todos os alunos do laboratório da Bioengenharia da Universidade federal de Minas Gerais, por
todas as contribuições e discussões que apoiaram o desenvolvimento desta pesquisa.
A todas amigas e companheiras da EEUFMG, em especial a Liliam,Milene,Tércia,
Larissa e Quésia
À Ivone Mussel, Rosangela Santos e Vanda Manoel,
Manoel queridas companheiras e amigas da
Central de Material e Esterilziação do HC/UFMG, pela confiança, apoio e envolvimento
nesta pesquisa.
Ao Seu João Batista,
Batista responsável pela oficina mecânica da física, pela disponibilidade e
imprescindível colaboração técnica para a construção da bancada.
A CAPES
CAPES ­ Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior ­ pela ajuda
financeira com a bolsa de pesquisa.

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

6

Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por
humildade, considerando os outros superiores a si
mesmo, nem cuidando cada um do que é seu, mas
também o que é dos outros.
Filipenses 2, 1- 4

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

7

RESUMO
LUCAS, T. C. Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma
avaliação da funcionalidade e integridade. 2008. 122 f. Dissertação (Mestrado em
Enfermagem) - Escola de Enfermagem, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo
Horizonte, 2008.
O reprocessamento de materiais odonto-médico-hospitalares em virtude dos resíduos
químicos advindos do processo de limpeza e esterilização que interagem com os polímeros
podem gradualmente deteriorar os cateteres, alterando suas propriedades mecânicas,
relacionada com a funcionalidade dos materiais, (resistência à tração) e químicas, relacionada
com a integridade molecular e micro-estrutural da cadeia polimérica, (alteração na estrutura
molecular dos polímeros, micro-fissuras, rugosidade e imperfeições superficiais). Tais
alterações podem implicar na ocorrência de eventos adversos em pacientes, despertando para
questionamentos em relação a uma prática ética e segura da instituição e de seus profissionais.
Este estudo teve como objetivo validar o reprocessamento de cateteres cardíacos
angiográficos quanto às suas características de funcionalidade e integridade. Tratou-se de uma
pesquisa experimental, comparativa e controlada que foi realizada nos laboratórios da
Bioengenharia e da Engenharia de Polímeros e Compósitos da Universidade Federal de Minas
Gerais. A funcionalidade do cateter foi avaliada por meio de ensaio de tração e a integridade
pela Espectroscopia na Região do Infravermelho (FTIR) e Microscopia Eletrônica de
Varredura (MEV). Os resultados evidenciaram uma tendência à redução da deformação média
na força máxima e aumento da rigidez a cada acréscimo do número de reprocessamento
(p|t|
[95% Conf. Interval]
-------------+---------------------------------------------------------------número_de_~o |
.046
.0026706
17.22
0.000
.039685
.052315
_cons |
1.052222
.0150285
70.02
0.000
1.016685
1.087759
------------------------------------------------------------------------------

107

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

. predict res,res

-.04

-.02

Residuals
0

.02

.04

rvfplot

1.1

1.2

1.3
Fitted values

1.4

1.5

0.25

0.50
Empirical P[i] = i/(N+1)

0.75

1.00

0.00

0.25

Normal F[(res-m)/s]
0.50
0.75

1.00

Pnorm res

0.00

kdensity res
(n() set to 9)

20

15
Density

10

5
-.04

-.02

0
Residuals

.02

.04

108

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

swilk res
Shapiro-Wilk W test for normal data
Variable |
Obs
W
V
z
Prob>z
-------------+------------------------------------------------res |
9
0.95903
0.602
-0.800 0.78808

estat hettest
Breusch-Pagan / Cook-Weisberg test for heteroskedasticity
Ho: Constant variance
Variables: fitted values of absorbância
chi2(1)
Prob > chi2

=
=

3.52
0.0607

109

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

110

Anexos

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

ANEXOS
ANEXO A
Aprovação do Departamento de Enfermagem Básica da EEUFMG

111

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

112

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

ANEXO B
Parecer da Diretoria de Ensino, Pesquisa e Extensão do HC/UFMG

113

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

ANEXO C
Micrografias da MEV
Ampliação de 3000x e 2500x

FIGURA 1 - Micrografia do cateter controle (2500 x). Belo Horizonte, 2008

FIGURA 2 - Micrografia do cateter reprocessado quatro vezes (2500 x).
Belo Horizonte, 2008

114

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

FIGURA 3 - Micrografia do cateter reprocessado cinco vezes (2500x).
Belo Horizonte, 2008

FIGURA 4 - Micrografia do cateter reprocessado seis vezes (2500x). Belo
Horizonte, 2008

115

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

FIGURA 5 - Micrografia do cateter reprocessado oito vezes (2500x). Belo
Horizonte, 2008

FIGURA 6 - Micrografia do cateter reprocessado nove vezes (2500x). Belo
Horizonte, 2008

116

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

Ampliação de 1000x

FIGURA 1 - Micrografia do cateter controle (1000x). Belo Horizonte, 2008

FIGURA 2 - Micrografia do cateter controle destacando as microporosidades bem
delimitadas 1000x. Belo Horizonte, 2008

117

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

FIGURA 3 - Micrografia do cateter reprocessado quatro vezes (1000x). Belo
Horizonte, 2008

FIGURA 4 - Micrografia do cateter reprocessado quatro vezes, indicando detalhes
das microfissuras e microarranhões. Belo Horizonte, 2008

118

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

FIGURA 5 - Micrografia do cateter reprocessado cinco vezes (1000x). Belo
Horizonte, 2008

FIGURA 6 - Micrografia do cateter reprocessado cinco vezes, indicando o
aparecimento de fendas (1000x). Belo Horizonte, 2008

119

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

FIGURA7 - Micrografia do cateter reprocessado seis vezes, indicando profundas
reentrâncias e protusões (1000x). Belo Horizonte, 2008

FIGURA 8 - Micrografia do cateter reprocessado seis vezes, indicando a fenda e
arranhões (1000x). Belo Horizonte, 2008

120

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

FIGURA 9 - Micrografia do cateter reprocessado oito vezes (1000x). Belo
Horizonte, 2008

FIGURA 10 - Micrografia do cateter reprocessado oito vezes, destacando a
profundidade das fendas (1000x). Belo Horizonte, 2008

121

Validação do reprocessamento de cateteres cardíacos angiográficos: uma avaliação da funcionalidade e integridade

FIGURA11 - Micrografia do cateter reprocessado nove vezes (1000x). Belo
Horizonte, 2008

122