A Engenharia Biomédica
em Portugal
Mário Forjaz Secca

Faculdade de Ciências e Tecnologia
8 de Maio de 2012
9 de Maio de 2012

O que é a
Bioengenharia
ea
Engenharia Biomédica?

9 de Maio de 2012

O Século Biotecnológico
"... a biologia definirá o progresso
científico no século 21."
Business Week, 10 de Março de 1997

9 de Maio de 2012

O Futuro da Ciência
· "...o que vai a Ciência fazer no século
XXI? A minha esperança é a de que
venhamos a testemunhar nos
próximos anos, entre outras coisas,
uma explosão da bio-engenharia, com
novas formas de distribuição de
medicamentos, orgãos artificiais,
etc."
Pierre-Gilles de Gennes, Nobel 1991
9 de Maio de 2012

Faz sentido distinguir
entre
Bioengenharia
e
Engenharia Biomédica?
9 de Maio de 2012

· Poderá fazer, mas mais
uma questão de gosto do
que uma questão de
essência.

· "Bio" "Engenharia"
· "Engenharia" "Bio" "Médica"
9 de Maio de 2012

O Que é a Eng. Biomédica
· É uma Engenharia multidisciplinar que
integra os princípios da Física, da Química,
da Matemática e das Ciências e os
métodos de engenharia

para estudar a

Biologia e os sistemas biológicos, a
Medicina e os sistemas de saúde e para
aplicar a tecnologia no melhoramento da
saúde e da qualidade de vida.
9 de Maio de 2012

As Engenharias tradicionais
· As engenharias tradicionais são
definidas pelos seus métodos, teoria
e instrumentação aplicados a várias
áreas.
(Electrotécnica, Química,
Mecânica, Civil, Informática)
9 de Maio de 2012

A Engenharia Biomédica
· A Engenharia Biomédica é definida
pela sua área de aplicação, utilizando
métodos, teorias e instrumentação de
muitas outras áreas.

9 de Maio de 2012

Diferenças nas Engenharias
· A maior parte das Engenharias
aparece por diferenciação
· A Engenharia Biomédica aparece por
integração

9 de Maio de 2012

O Paradoxo da Eng. Biomédica
· Apesar de parecer ser uma
Engenharia muito limitada, com
aplicações dirigidas à Medicina,
Biologia e ao corpo humano, a gama de
disciplinas cobertas torna-a muito
versátil.
9 de Maio de 2012

O Que é a Eng. Biomédica
· Não é só Medicina!!!
· É também Biologia, num sentido lato.
· E... muito mais!!!
9 de Maio de 2012

O ensino da Engenharia
Biomédica em Portugal

9 de Maio de 2012

Ensino em EBM
Cursos
Instituto Superior Técnico / Univ. Técnica de Lisboa

Eng. Biomédica

2001

Faculdade de Ciências e Tecnologia / Univ. Nova de Lisboa
Faculdade de Ciências e Tecnologia / Univ. Coimbra

Eng. Biomédica
Eng. Biomédica

2001
2002

Universidade do Minho

Eng. Biomédica

2002

Faculdade de Engenharia / Univ. Porto

BioEngenharia

2006

ESTGB / Inst. Polit. Bragança

Eng. Biomédica

2006

ESEIG / Inst. Polit. Porto
ESTS / Inst. Polit. Setúbal

Eng. Biomédica
Eng. Biomédica

2006
2006

Faculdade de Ciências / Univ. Lisboa

Eng. Biomédica

2007

ECVA / Univ. Trás-os-Montes e Alto Douro

BioEngenharia

2007

ISEC / Inst. Polit. Coimbra

Eng. Biomédica

2007

ESTG / Inst. Polit. Portalegre

BioEngenharia

2007

ECT / Univ. Trás-os-Montes e Alto Douro
Univ. Beira Interior

Eng. Biomédica
BioEngenharia

2008
2009

9 de Maio de 2012

Ensino em EBM
Cursos

2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011

IST/UTL
FCT/UNL

Eng. Biomed.
Eng. Biomed.

FCT/UC
UMinho

25
15

25
45

35
47

35
50

35
60

35
65

40
55

50
55

50
55

50
55

50
55

Eng. Biomed.

50

50

50

50

59

59

45

45

45

45

Eng. Biomed.

45

43

45

45

45

50

50

50

50

50

FEUP/UP
BioEng.
ESTGB/IPBragança Eng. Biomed.

24
40

40
60

60
60

60
60

60
60

60
44

ESEIG/IPPorto

Eng. Biomed.

27

27

25

15

25

28

ESTS/IPSetúbal
FC/UL

Eng. Biomed.
Eng. Biomed.

33

66
40

83
40

86
40

70
40

41
40

ECVA/UTAD

BioEng.

40

37

33

33

19

ISEC/IPCoimbra

Eng. Biomed.

20

20

25

25

35

ESTG/IPPortalegre
ECT/UTAD

BioEng.
Eng. Biomed.

30

35
23

30
30

25
30

2
30

UBI

BioEng.

30

30

30

609

598

529
3924

40

9 de Maio de 2012

165

175

180

190

328

527

583

Áreas da
Engenharia Biomédica

9 de Maio de 2012

Áreas de Eng. Biomédica
·
·
·
·
·
·
·
·
·
·
·
·
·
·
·
·
9 de Maio de 2012

Bioengenharia Ortopédica
Bioinformática e informática médica
Bioinstrumentação
Biomateriais
Biomecânica
Biomecatrónica
Bionanotecnologia
Biónica (orgãos artificiais)
Biossensores
Electrónica Biomédica
Engenharia Celular, de Tecidos e Genética
Imagem Médica
Engenharia de Reabilitação
Engenharia Clínica
Fisiologia de sistemas
Neuro Engenharia

O ensino da EBM
· Cada escola especializar-se-á
nalgumas áreas apenas. Aquelas
em que tem docentes
especializados.

9 de Maio de 2012

Mercado de trabalho
em
Engenharia Biomédica

19
9 de Maio de 2012

Mercado de trabalho
· Investigação
· Sistema de Saúde (Hospitais e Clínicas)
· Indústria:
­ Equipamentos médicos
­ Farmacêutica
­ Outras
· Consultoria!!!
·
9 de Maio de 2012

O resto...

O conhecimento
· "... o conhecimento científico hoje
em dia tem uma validade média de 5
anos!"
Hermann Gilly, 2007

9 de Maio de 2012

· A maioria das pessoas está a
trabalhar em trabalhos que não
existiam à 10 anos atrás!
· Daqui a 10 (ou 5!) anos muitos de nós
estaremos a trabalhar em trabalhos
que ainda não existem!!!

9 de Maio de 2012

SPEB
Sociedade Portuguesa
de
Engenharia Biomédica

23
9 de Maio de 2012

SPEB
www.spebiomedica.org

24
9 de Maio de 2012

A SPEB

· A Sociedade Portuguesa de

Engenharia Biomédica foi criada a 25
de Janeiro de 1989 no Porto,
principalmente com investigadores do
Porto e de Aveiro.

· Como Sociedade de Investigação
9 de Maio de 2012

A SPEB

· Passámos a ter pessoas formadas em
Engenharia Biomédica

· A Sociedade Portuguesa de Engenharia
Biomédica não pode mais ser uma
Sociedade de investigadores.

· Precisa de envolver o ensino e a
profissão

9 de Maio de 2012

SPEB
· Investigação
· Ensino
· Profissão
· Indústria
9 de Maio de 2012

SPEB
· Informação, divulgação, promoção e
defesa da Engenharia Biomédica em
Portugal.

9 de Maio de 2012

A SPEB
· Página da Internet
· Grupos de investigação em Portugal.
· Grupo sobre Ensino
· Ligação com Física Médica e Engenharia Hospitalar
· Grupo sobre Engenharia Clínica
· Empresas de EBM
· Ligação com IFMBE - Rev. MBEC
· Conferência e Seminários
9 de Maio de 2012

A direcção da SPEB
·Direcção:
·­ Presidente - Mário Forjaz Secca (FCT/UNL)
·­ Secretário - Pedro Vieira (FCT/UNL)
·­ Tesoureiro - Pedro Miranda (FC/UL ­ IBEB)
·Assembleia:
·­ Presidente ­ José Domingos Santos (UPorto)
·­ Secretário - Carla Silva (FCT/UNL)
·­ Secretário - Eduardo Borges Pires (IST)
· Conselho Fiscal:
·­ Presidente - João Paulo Cunha (UAveiro)
·­ Relator - Miguel Morgado (FC/UC)
·­ Secretário ­ Miguel Gama (UMinho)
9 de Maio de 2012

IFMBE
International Federation of
Medical and Biological Engineering
Federação Internacional de
Engenharia Biomédica
31
9 de Maio de 2012

A IFMBE
· Federação das Sociedades Nacionais de
Engenharia Biomédica (46)
· É uma ONG para a OMS.
Em África há apenas duas sociedades federadas:
· África do Sul
· Nigéria

9 de Maio de 2012

Distribuição pelo mundo

9 de Maio de 2012

Missão da IFMBE
· Objectives are scientific, technological, literary, and
educational.
· Mission: to encourage, support, represent and unify the worldwide Medical and Biological Engineering Community in order to
promote health and quality of life through the advancement of
research, development, application and management of
technology.
· Within the field of medical, clinical and biological engineering
its aims are to encourage research and the application of
knowledge, to disseminate information and promote
collaboration.

9 de Maio de 2012

Objectivos da IFMBE
· Act as the leader in representing the
international community of medical and
biological engineering.
· Promote the development of the medical
and biological engineering profession.
· Strengthen the recognition and to rise
awareness of the profession in the public
domain.

9 de Maio de 2012

Objectivos da IFMBE
· Advance collaboration between
national, international and
transnational societies and
organizations, industry, governments
and non-governmental organizations
engaged in health care and in
biomedical research and its
applications
· Recommend policies and provide
guidelines in appropriate professional,
educational and ethical areas
9 de Maio de 2012

A IFMBE
· Presidente - Herb Voigt
· Vice-Presidente - Ratko Magjarevic
· Antigo Presidente - Makoto Kikuchi
· Tesoureiro - Shankar Krishnan
· Secretário - James Goh
· Assembleia de Sociedades c/ Chairman (Mário Forjaz
Secca) e Vice-Chairman (Andrel Linnenbank)
· Conselho de Administração
· Vários Comitês
9 de Maio de 2012

A IFMBE
· Organiza uma conferência mundial cada três anos:
· Seoul 2006
· Munique 2009
· Beijing 2012
· Apoia várias conferências locais, como:
· MBEC
· MEDICON - Próxima em Sevilha 2013
· Nordic-Baltic
· CLAIB
9 de Maio de 2012

A IFMBE

· Working Group on Developing Countries
· Chairman: Mário Forjaz Secca

9 de Maio de 2012

A IFMBE
· Colaboração com outras organizações
como a:
· EWH - Engineering World Health

· Apoio à Tecnologia Biomédica no países
em Desenvolvimento

9 de Maio de 2012

IEEE Portugal EMBS Chapter

· Temos bons contactos e colaboração com
com a secção portuguesa da IEEE-EMBS:
http://sites.ieee.org/portugal-embs/

9 de Maio de 2012

Mário Forjaz Secca: [email protected]
9 de Maio de 2012