Boas Práticas de Manipulação
em Serviços de Alimentação




Módulo 5


Módulo
5
­
Manipuladores
e
Visitantes

Aula
1
­
Quem
é
o
manipulador
de
alimentos?

O
manipulador
de
alimento
é
qualquer
pessoa
do
serviço
de
alimentação
que
entra
em

contato
direto
ou
indireto
com
o
alimento.
Ou
seja,
é
a
pessoa
que
lava,
descasca,
corta,

rala,
cozinha,
prepara
os
alimentos.
É
um
engano
achar
que
o
manipulador
é
somente
a

pessoa
que
fica
dentro
da
cozinha,
manuseando
o
alimento.
Aqueles
que
recebem
as

matérias
primas,
servem
os
clientes,
ou
até
mesmo
realizam
a
limpeza
dos
locais
de

trabalho,
também
são
considerados
manipuladores
nos
serviços
de
alimentação.


Atenção!
As
pessoas
terceirizadas
que
trabalham
nos
serviços
de
alimentação
também
são

considerados
manipuladores
de
alimentos.



Aula
2
-
Uniforme


Um
aspecto
muito
importante
para
a
manipulação
segura
dos
alimentos
é
o
uso
de

uniforme
fornecido
pelo
serviço
de
alimentação.
Agora,
assista
o
vídeo
e
veja
um
exemplo

correto
de
um
manipulador
se
preparando
para
um
dia
de
trabalho.


É
responsabilidade
do
manipulador
mantê-lo
conservado
e
limpo.
Verifique
com
o

responsável
como
deve
ser
feita
a
lavagem
do
uniforme
e
solicite
outra
peça,
caso
esteja

desgastado.


Atenção
aos
intervalos:
procure
locais
adequados
e
limpos
para
o
descanso,
nunca
sente
no

chão,
em
escadas,
na
grama
ou
pátios
externos.
O
uniforme
pode
servir
de
transporte
de

microrganismos
prejudiciais
à
saúde
ou
patogênicos
para
o
interior
da
área
de
preparo
dos

alimentos,
contaminando-os.


Além
de
exclusivo,
o
uniforme
deve
ser
adequado
para
a
atividade.
Por
exemplo:
o
avental

plástico
deve
ser
usado
nos
procedimentos
de
higienização;
não
utilizar
luva
plástica
em

processos
que
envolvem
calor,
pois
podem
derreter
ou
grudar,
causando

queimaduras;
preferir
uniformes
de
cor
clara,
assim
a
sujeira
fica
visível,
indicando
a

necessidade
de
troca.

·

Quando
chegar
no
local
de
trabalho,
guarde
seus
objetos
pessoais
em
local

específico.
Não
são
permitidos
materiais
pessoais,
como
celular,
chaves,
guarda-
chuva,
bolsas,
mochilas
e
adornos,
nas
áreas
de
manipulação.
Estes
objetos
podem

ser
foco
de
contaminação
para
os
alimentos.



·

Em
seguida,
coloque
o
uniforme
completo.
É
recomendável
o
uso
de
calçados

confortáveis
e
fechados
para
prevenção
de
acidentes
de
trabalho.
O
calçado
deve

estar
limpo
e
conservado.
Os
cabelos
devem
estar
presos
e
completamente

protegidos
por
redes,
toucas
ou
outro
acessório
apropriado,
evitando
assim
que

caiam
sobre
os
alimentos.



·

Você
sabia
que
1mm
de
cabelo
pode
conter
até
50.000
microrganismos?
E
não
se

esqueça,
o
uniforme
deve
ser
usado
exclusivamente
nas
dependências
internas
do

serviço
de
alimentação,
e
trocados,
no
mínimo,
diariamente.








Boas Práticas de Manipulação
em Serviços de Alimentação



Aula
3
­
Hábitos
De
Higiene


Módulo 5


Depois
de
tudo
que
aprendemos
sobre
microrganismos,
podemos
compreender
o
quanto
é

importante
que
o
manipulador
tenha
bons
hábitos
de
higiene.
Esta
prática
inclui,
higienizar

frequentemente
as
mãos,
tomar
banho
e
realizar
adequada
higiene
oral,
escovando
os

dentes
e
passando
o
fio
dental
diariamente.


Como
a
grande
quantidade
de
microrganismos
patogênicos
é
encontrada
na
boca,
no
nariz
e

nos
ouvidos,
o
manipulador
não
deve
tossir
e
espirrar
sobre
os
alimentos,
cantar,
assoviar

ou
falar
desnecessariamente.


Não
é
permitido
fumar
nas
dependências
do
serviço
de
alimentação.
Falar
ao
celular
e

manusear
o
dinheiro
durante
a
manipulação
são
práticas
incorretas
que
favorecem
a

contaminação
dos
alimentos.
Você
imagina
quantos
microrganismos
podem
estar
presentes

em
uma
cédula
de
dinheiro
ou
moeda?


Mantenha
as
unhas
curtas,
limpas
e
sem
esmalte
ou
base.
As
unhas
são
locais
de
acúmulo

de
microrganismos,
além
disso,
lascas
de
unha
e
de
esmalte
representam
um
perigo
físico.

Durante
a
manipulação,
não
é
permitido
o
uso
de
barba
e
maquiagem.


Os
adornos
pessoais,
como
brincos,
pulseiras,
anéis,
aliança,
colares,
relógio,
piercing
e

correntes,
devem
ser
retirados.
Isso
porque
esses
objetos
acumulam
sujeira
e

microrganismos,
dificultam
a
higiene
pessoal
e
podem
cair
nos
alimentos
ou
enganchar
em

equipamentos,
provocando
acidentes
de
trabalho.


Aula
4
­
Higienização
Das
Mãos


Higienizar
as
mãos
é
uma
das
melhores
formas
de
evitar
a
contaminação
dos
alimentos
por

microrganismos
patogênicos.
Veja
como
higienizá-las
corretamente.
O
processo
feito
de

maneira
errada
ou
incompleta
não
elimina
os
microrganismos.

Veja
como
higienizar
as
mãos.


1
-
Molhe
as
mãos.

2
-
Esfregue-as
com
sabonete
líquido,
tendo
o
cuidado
para
que
as
unhas
e
os
espaços
entre

os
dedos
também
sejam
limpos.
Esfregue
a
palma,
o
dorso
das
mãos,
o
polegar
e
o
punho.

Quando
for
iniciar
as
atividades
também
higienize
o
antebraço.

3
-
Enxágue
com
água
corrente
retirando
todo
o
sabonete.

4
-
Seque-as
com
papel
toalha.
O
manipulador
não
pode
tocar
no
lixo
para
dispensar
o
papel

toalha,
portanto
a
lixeira
deve
estar
equipada
com
pedal.

5
-
Esfregue
as
mãos
com
um
pouco
de
produto
antisséptico,
como
álcool
gel.


ATENÇÃO:
Se
o
sabonete
líquido
utilizado
apresentar
função
antisséptica
esta
etapa
não
é

necessária.
Pronto!
Suas
mãos
estão
limpas
para
manipular
os
alimentos.







Boas Práticas de Manipulação
em Serviços de Alimentação

Módulo 5


Durante
a
higienização,
é
comum
esquecer
de
esfregar
algumas
áreas
das
mãos.
A

figura

abaixo
ilustra
essa
situação.




Os
manipuladores
devem
higienizar
cuidadosamente
as
mãos
ao
chegar
ao
trabalho,
antes
e

após
manipular
alimentos,
após
qualquer
interrupção
do
serviço,
após
tocar
materiais

contaminados,
após
usar
os
sanitários
e
sempre
que
se
fizer
necessário.
Ao
usar
as
mãos

para
proteger
a
boca
e
nariz
quando
tossir
ou
espirrar,
não
se
esqueça
de
higienizá-las!


Como
as
fezes
são
altamente
contaminadas,
os
sanitários
apresentam
um
grande
número

de
microrganismos.
Por
isso,
é
fundamental
higienizar
as
mãos
após
usar
o
sanitário.

Pesquisas
indicam
que
a
metade
das
pessoas
esquece
de
lavar
as
mãos
quando
sai
do

sanitário.


Outro
local
que
possui
alta
carga
microbiana
é
o
lixo.
Em
função
disso,
após
o
manuseio
do

lixo,
deve-
se
higienizar
as
mãos.




Aula
5
­
Saúde
Dos
Manipuladores


Quando
apresentar
qualquer
alteração
em
sua
saúde,
incluindo
corte
ou
feridas
nas
mãos,

comunique
ao
responsável
para
que
o
mesmo
avalie
a
necessidade
de
afastá-lo

temporariamente
de
sua
função.
A
pessoa
doente
(com
diarréia,
vômito,
gripe,
dor
de

garganta
ou
conjuntivite)
apresenta
um
alto
número
de
microrganismos
patogênicos
em
seu

corpo
que
pode
facilmente
contaminar
os
alimentos.
Os
machucados
como
cortes,
feridas
e

arranhões
também
têm
um
alto
número
desses
microrganismos.







Boas Práticas de Manipulação
em Serviços de Alimentação

Módulo 5


Faça
exames
periódicos
e
cuide
da
sua
saúde!




Aula
6
­
Orientações
E
Capacitações


É
responsabilidade
dos
serviços
de
alimentação
oferecer
aos
seus
manipuladores

capacitações
periódicas
em
higiene
pessoal,
manipulação
higiênica
dos
alimentos
e
doenças

transmitidas
por
alimentos.
Aproveite
essas
oportunidades
para
esclarecer
suas
dúvidas
e

reavaliar
suas
práticas.


Caso
tenha
alguma
dificuldade
durante
a
rotina
de
trabalho,
esclareça
junto
ao
responsável

pelo
serviço
de
alimentação.
Os
cartazes
fixados
nos
locais
de
trabalho
devem
servir
de

orientação
aos
manipuladores
sobre
hábitos
adequados
de
higiene.



Aula
7
­
Visitantes
Na
Área
De
Manipulação


O
acesso
à
área
de
manipulação
de
alimentos
deve
ser
restrito
aos
manipuladores,
mas

algumas
pessoas
externas
ao
estabelecimento,
que
não
fazem
parte
do
quadro
de

funcionários,
podem
ter
interesse
ou
necessidade
de
entrar
nas
áreas
internas.


Essas
pessoas
são
denominadas
visitantes
e
incluem
os
clientes,
fiscais,
consultores
e

fornecedores.
Os
visitantes,
para
entrar
no
ambiente
de
produção,
precisam
seguir
as

mesmas
regras
de
quem
está
trabalhando
lá.

Adornos
como
brincos
e
relógios
precisam
ser
retirados.
Os
cabelos
devem
ser
protegidos

com
touca
ou
rede.
A
roupa
deve
estar
limpa
e
um
avental
pode
ser
colocado
por
cima

delas.
A
empresa
pode
emprestar
esse
avental,
garantindo
assim
sua
limpeza
correta.

Além
disso,
não
devem
falar
desnecessariamente,
tossir
e
espirrar
sobre
os
alimentos.
Os

visitantes
não
podem
tocar
os
alimentos,
utensílios
e
equipamentos
da
área
de

manipulação,
mesmo
que
higienizem
as
mãos.

Até
mesmo
os
funcionários
do
setor
administrativo
e
o
dono
da
empresa,
se
quiserem

entrar
no
local
de
preparo
de
alimentos,
devem
seguir
todas
essas
regras.