1 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

Estabelece as normas operacionais do Processo Seletivo Vestibular, do 1º
Semestre de 2018, para ingresso nos cursos de graduação da Univesp e
dispõe sobre assuntos correlatos.
A Presidente da Fundação Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), no uso de suas
atribuições legais expede a presente Portaria, que estabelece as normas operacionais do Processo Seletivo
Vestibular do 1º semestre de 2018, para ingresso nos cursos de graduação em: Bacharelado de Engenharia
de Produção, Bacharelado de Engenharia de Computação, Licenciatura em Matemática, Licenciatura em
Pedagogia e curso superior de Tecnologia em Gestão Pública.
Artigo 1º - O ingresso nos cursos superiores oferecidos pela UNIVESP será realizado mediante processo
classificatório denominado Processo Seletivo Vestibular, com o aproveitamento dos candidatos até o limite
das vagas fixadas na presente portaria.
Artigo 2º - O Processo Seletivo Vestibular destina-se ao candidato portador de certificado de conclusão do
Ensino Médio, ou equivalente.
Artigo 3º - A realização deste Processo Seletivo Vestibular estará a cargo da Diretoria Acadêmica da
Univesp e sob a responsabilidade técnica e operacional da Fundação para o Vestibular da Unesp ­ VUNESP,
a quem caberá divulgar, no site www.vunesp.com.br/uvsp1703 com a necessária antecedência, as datas, os
locais de inscrição e de realização da prova, bem como todas as informações e procedimentos relacionados
ao Processo Seletivo Vestibular.
Artigo 4º - Neste Processo Seletivo Vestibular serão oferecidas, pela Univesp, 20.250 vagas, sendo:
Vagas
Curso
5.950
Pedagogia
1.200
Licenciatura em Matemática
5.100
Engenharia de Computação
5.450
Engenharia de Produção
2.550
Tecnologia em Gestão Pública **
** Curso oferecido pela FATEC.
§ 1º - As atividades presenciais e as provas serão realizadas nos Polos de apoio presencial em que o aluno
esteja matriculado.
§ 2º - Quando o interesse por um curso, num Polo, não atingir a relação de 1,0 candidato/vaga, ele será
objeto de estudo da Diretoria Acadêmica da Univesp para sua implantação. Caso a Diretoria Acadêmica
opte pela não implantação desse curso, nesse Polo, o candidato poderá eleger outro Polo de apoio
presencial que ofereça o mesmo curso, desde que não ultrapasse o limite de vagas disponíveis.
Artigo 5º - No ato da inscrição, o candidato escolherá até dois Polos de apoio presencial de sua preferência
onde o curso escolhido estiver sendo oferecido (Anexo I deste Edital), em ordem de prioridade (1ª opção e
2ª opção).
§ 1º - A chamada de candidatos será feita em ordem de opções de turma para a 1ª opção de Polo. A 2ª
opção de turma só será contemplada após serem esgotadas as 1as opções e assim sucessivamente.
§ 2º - A chamada de candidatos para a 2ª opção de Polo só ocorrerá após serem chamados todos os
candidatos aptos em 1ª opção em cada uma das turmas oferecidas naquele Polo.

2 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

Artigo 6º - As inscrições para este Processo Seletivo Vestibular serão efetuadas exclusivamente pelo site
www.vunesp.com.br/uvsp1703. No momento da inscrição do Vestibular o candidato deverá preencher seus
dados pessoais respeitando as informações que constam no seu documento de identificação.
Artigo 7º - Para se inscrever neste Processo Seletivo Vestibular, o candidato deverá observar os seguintes
períodos e procedimentos:
§ 1º - As inscrições deverão ser efetuadas no período das 10 horas do dia 27/11/2017 até às 16 horas do
dia 05/01/2018 (horário de Brasília), no site www.vunesp.com.br/uvsp1703.
§ 2º - O preenchimento da Ficha de Inscrição é de responsabilidade exclusiva do candidato. Dessa forma,
para realizar a inscrição, o candidato deverá cumprir todas as etapas, conforme procedimentos a seguir:
I. Ler atentamente na íntegra as instruções constantes nesta portaria, disponibilizada no site
www.vunesp.com.br/uvsp1703.
II. Localizar no site da Vunesp o link "UNIVESP - Processo Seletivo 1º Semestre 2018".
III. Clicar em INSCREVA-SE, identificar-se por uma das formas disponibilizadas pelo site para ter acesso a
ficha de inscrição.
IV. Responder ao questionário socioeconômico.
V. Indicar o seu próprio número de CPF. O candidato que ainda não possui CPF deverá consultar o site
receita.fazenda.gov.br, onde constam informações de como obtê-lo, para poder realizar a sua
inscrição.
VI. Fornecer os seus dados pessoais, bem como indicar, caso queira, os anos do ENEM (Exame Nacional do
Ensino Médio) que quer que seja considerada na nota da parte objetiva para ser integrada à nota final,
entre eles: 2015, 2016 e 2017. Será considerada apenas a melhor nota obtida entre os anos
informados.
VII. Responder ao item referente ao Sistema de Pontuação Acrescida ("PPI" ­ "Pretos, Pardos e Índios" se
assim se autodeclarar e "escolaridade pública" - se estudou o ensino médio em escola pública).
VIII. Indicar o curso que deseja cursar.
IX. Indicar o Polo de apoio presencial que ofereça o curso escolhido que pretende utilizar em 1ª opção e,
se desejar, indicar uma 2ª opção de Polo. O candidato fará a prova do Processo Seletivo Vestibular na
cidade sede do polo de 1ª opção.
X. Conferir todos os dados fornecidos na Ficha de Inscrição, ler atentamente o "requerimento de
inscrição" e confirmar as informações.
XI. Imprimir o boleto bancário para pagamento da taxa.
XII. Efetuar o pagamento da taxa de inscrição até a data limite estipulada no boleto.
§ 3º - A taxa de inscrição será no valor de R$ 47,88 (quarenta e sete reais e oitenta e oito centavos).
§ 4º - A inscrição somente será efetivada após o pagamento do boleto e posterior confirmação da quitação
pela rede bancária.
§ 5º - O candidato poderá confirmar a efetivação de sua inscrição no site www.vunesp.com.br/uvsp1703, na
área do candidato, depois de 2 dias úteis após o pagamento do boleto bancário. Caso constate algum
problema deverá contatar o Disque Vunesp, em dias úteis, das 08 horas às 20 horas, pelo telefone (11)
3874-6300. Não haverá remessa postal ou eletrônica de quaisquer documentos comprobatórios de
efetivação de inscrições, horários e locais de provas, sendo de integral responsabilidade dos candidatos a
obtenção destas informações.
§ 6º - A taxa de inscrição terá validade para o presente Processo Seletivo Vestibular e, uma vez paga, não
será devolvida, ainda que efetuada a mais ou em duplicidade.
§ 7º - Serão indeferidas as inscrições cuja data de pagamento do boleto bancário for posterior à data limite
de inscrição do presente Processo Seletivo Vestibular, não havendo, em hipótese alguma, a devolução da
taxa de inscrição.
§ 8º - Não serão aceitos, em hipótese alguma, recolhimentos da taxa de inscrição efetuados pelas seguintes
opções: agendamento de pagamento de título de cobrança; pagamento de conta por envelope;
transferência eletrônica; DOC e DOC eletrônico; ordem de pagamento, depósito comum em conta corrente
e cartão de crédito.

3 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

§ 9º - Para obtenção de 2ª via do boleto bancário, o candidato deverá acessar o site
www.vunesp.com.br/uvsp1703, na Área do Candidato, no link "2ª via do boleto bancário" e imprimir o
referido boleto, o qual estará disponível até às 16 horas da data limite do encerramento das inscrições, ou
seja, dia 05/01/2018.
§ 10 - É obrigatório o candidato tomar conhecimento de todas as datas, das normas e dos procedimentos
indicados nesta portaria e demais comunicados disponibilizados, na íntegra, no site
www.vunesp.com.br/uvsp1703.
§ 11 - A declaração falsa ou não comprovação de qualquer dado acarretará a desclassificação do candidato
e, consequentemente, a perda da vaga.
§ 12 - Não serão permitidas, em hipótese alguma, após o encerramento do período de inscrições do
Processo Seletivo Vestibular, alterações ou inclusões na Ficha de Inscrição, principalmente nos campos
"Curso", "Polo", "Ano do ENEM a ser considerado" e no Sistema de Pontuação Acrescida ("PPI ­ Pretos,
Pardos e Índios" e "escolaridade pública"), em qualquer etapa do presente Processo Seletivo Vestibular,
inclusive no dia do Exame.
§ 13 - Somente no ato da inscrição o candidato poderá indicar o ano do Exame Nacional de Ensino Médio
(ENEM), entre eles: 2015, 2016 e 2017, para efeito de cálculo da nota final do Processo Seletivo Vestibular.
Será considerada apenas a melhor nota entre os anos indicados.
§ 14 ­ A nota do Enem (percentual de acerto na escala de 0 a 100) será obtida mediante consulta em
sistema disponibilizado pelo Inep/MEC e a chave de acesso será o número do CPF indicado pelo candidato
no ato da inscrição, portando, a obtenção da nota obtida está condicionada ao correto fornecimento desse
número.
§ 15 - O não preenchimento do campo relativo ao ENEM na Ficha de Inscrição significa a sua não utilização.
§ 16 - O candidato que efetivar sua inscrição neste Processo Seletivo Vestibular realizará o Exame no
mesmo município onde se localiza o Polo em que pretende estudar em 1ª opção.
§ 17 - Após se inscrever no presente Processo Seletivo Vestibular, caso o candidato deseje verificar a
situação de sua inscrição e/ou o espelho do formulário de Inscrição, deverá acessar o site
www.vunesp.com.br/uvsp1703, na Área do Candidato.
§ 18 - A Univesp e a Vunesp não se responsabilizam pelo não preenchimento da Ficha de Inscrição por
motivo de ordem técnica referente aos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das
linhas de comunicação, bem como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados ou a
impressão da Ficha de Inscrição, nem tampouco do boleto bancário para pagamento da taxa.
§ 19 - Em caso de dúvidas, o candidato poderá acessar o "Fale Conosco" do site
www.vunesp.com.br/faleConosco, e encaminhar sua mensagem ou, ainda, entrar em contato com o
"Disque Vunesp" através do telefone (11) 3874-6300, em dias úteis, das 08 às 20 horas.
§ 20 - O candidato deverá guardar uma cópia de todos os documentos gerados no momento da inscrição,
bem como do boleto e do comprovante de pagamento, que poderão ser solicitados para a comprovação da
efetivação do pagamento do valor da inscrição.
Artigo 8º - O Processo Seletivo Vestibular da Univesp concederá redução de 50% do valor da taxa de
inscrição, em conformidade com a Lei Estadual nº 12.782, de 20 de dezembro de 2007, para candidatos que
preencham, CUMULATIVAMENTE, os seguintes requisitos:
I.
Estejam regularmente matriculados no ensino médio ou equivalente, no 3º Semestre da Educação
de Jovens e Adultos (EJA), em curso pré-vestibular ou em curso superior, em nível de graduação ou
pós-graduação; e
II.
Recebam remuneração mensal inferior a 2 (dois) salários mínimos ou estejam desempregados. Será
considerado desempregado o candidato que, tendo estado empregado, estiver sem trabalho no
momento e no período de até 12 meses anteriores à data da solicitação da redução da taxa.
§ 1º - O candidato que desejar solicitar o referido direito deverá acessar, no período das 10
horas de 27.11 às 23h59 de 01.12.2017, o link próprio do Processo Seletivo Vestibular, no endereço
eletrônico www.vunesp.com.br/uvsp1703. No formulário de inscrição optar pela opção "Redução de Taxa"

4 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

ao responder a pergunta sobre a opção de pagamento da taxa de inscrição e preencher com os dados ali
solicitados.
§ 2º - Após os procedimentos previstos no Artigo 7º, ao invés da impressão do boleto para pagamento, o
candidato que pretende obter redução de taxa deverá, até às 23h59 de 01.12.2017, acessar novamente a
Área do Candidato, selecionar o link "Envio de Documentos" e realizar o envio dos documentos que
comprovem o atendimento ao disposto nos incisos deste artigo, por meio digital (upload), atentando para o
que segue:
Os documentos selecionados para envio deverão ser digitalizados com tamanho de até 500 kB e em
uma das seguintes extensões: "pdf" ou "png" ou "jpg" ou "jpeg".
Não serão avaliados os documentos ilegíveis e/ou com rasuras ou proveniente de arquivo
corrompido.
Não serão considerados os documentos enviados pelos correios, por e-mail ou por quaisquer
outras formas não especificadas.
§ 3º - Para comprovação do disposto no Inciso I do presente artigo, o candidato deverá apresentar certidão
ou declaração expedida pela Instituição de ensino, em papel timbrado, assinada e com o carimbo do
responsável pela Instituição, comprovando ser estudante regularmente matriculado no ensino médio ou
equivalente, no 3º Semestre da Educação de Jovens e Adultos (EJA), em curso pré-vestibular ou em curso
superior, em nível de graduação ou pós-graduação.
§ 4º - Para comprovação de rendimento, o candidato deverá estar em uma das seguintes situações:
Empregado: xerocópia de contracheque de algum mês do ano de 2017.
Aposentado e pensionista: xerocópia do comprovante mensal de recebimento de aposentadoria ou
pensão de algum mês do ano de 2017.
- Caso o pensionista esteja empregado, este deverá apresentar xerocópia do contracheque de
algum mês do ano de 2017, juntamente com o comprovante mensal de recebimento de
pensão.
- Se o pensionista estiver desempregado, deverá apresentar também a declaração de
desempregado, juntamente com o comprovante mensal de recebimento de pensão.
Desempregado: folhas de rosto da carteira profissional (folha onde consta a foto e a folha onde
consta a qualificação civil); folha da carteira profissional onde está registrado o último contrato de
trabalho com a devida baixa/saída/dispensa ou declaração de desempregado.
Trabalhador autônomo ou informal ou eventual: declaração especificando a renda mensal, com
assinatura de duas testemunhas, com RG e endereço.
§ 5º - A Vunesp analisará a documentação enviada e divulgará o resultado da redução até o dia 18/12/2017
no site www.vunesp.com.br/uvsp1703.
§ 6º - Os candidatos que obtiverem redução parcial da taxa deverão acessar a área do candidato, no site
www.vunesp.com.br/uvsp1703 e imprimir a 2ª via do boleto bancário com a taxa de reduzida e efetuar o
pagamento até o dia 05/01/2018.
§ 7º - No caso de indeferimento da solicitação de redução, o candidato poderá interpor recurso no site
www.vunesp.com.br/uvsp1703, no período das 10 horas de 18/12 até às 10 horas de 20/12/2017, sendo o
resultado dos recursos divulgado no mesmo endereço eletrônico na data prevista de 22/12/2017.
§ 8º - Após análise recursal, no caso de indeferimento da solicitação de redução, os candidatos deverão
acessar a área do candidato, no site www.vunesp.com.br/uvsp1703 e imprimir a 2ª via do boleto bancário e
efetuar o pagamento, no valor integral de R$ 47,88 (quarenta e sete reais e oitenta e oito centavos), até o
dia 05/01/2018. No último dia de inscrição (05/01/2018) o link para a impressão da 2ª via do boleto
bancário estará disponível até às 16 horas apenas.
Artigo 9º - Candidatos com deficiência ou com mobilidade reduzida, que necessitarem de atendimento
específico deverão, além de se inscrever pela internet e declarar a sua necessidade na ficha de inscrição,
encaminhar à Fundação VUNESP, exclusivamente pelos correios, laudo emitido por especialista,
devidamente preenchido, assinado e carimbado pelo médico, que descreva com precisão, a espécie e o

5 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

grau ou nível de deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação
Internacional de Doenças ­ CID, bem como as condições necessárias para a realização das provas.
§ 1º Havendo necessidade de provas em tamanho ampliado, o candidato deverá indicar o grau de
ampliação.
§ 2º As provas são impressas em cores, portanto, o candidato Daltônico, ou seja, que tenha falta de
sensibilidade de percepção de determinadas cores deverá, também, seguir os mesmos procedimentos
iniciais.
§ 3º Aplica-se a necessidade de condições educacionais especiais para candidatos de unidades prisionais e
para candidatas em amamentação de prole.
§ 4º O atendimento ficará sujeito à razoabilidade do pedido e à análise de viabilidade operacional.
§ 5º O endereço da VUNESP para o envio é Rua Dona Germaine Burchard, 515, Água Branca, São Paulo, SP,
CEP 05002-062, devendo estar anotados, no envelope, os dizeres: UNIVESP - Processo Seletivo Vestibular
1º Semestre de 2018. Data limite para a postagem de remessa dos laudos: 05/01/2018.
§ 6º Na ausência das informações necessárias no momento da inscrição, bem como do encaminhamento
do laudo emitido por especialista até o dia 05/01/2018, o candidato não terá assegurado o seu direito ao
exame e local preparado para a sua condição especial, seja qual for o motivo alegado, pois não haverá
tempo hábil para a adequação e preparação, implicando, assim, na aceitação de realizar o seu Exame em
condições idênticas às dos demais candidatos.
§ 7º Não serão aceitos recursos de candidato portador de necessidades especiais que não realizar a
inscrição conforme as instruções constantes no caput deste artigo e no Artigo 7º desta Portaria.
§ 8º Os candidatos que se declararem portadores de necessidades especiais concorrerão em igualdade de
condições com os demais candidatos no tocante a pontuação, classificação geral e convocação para a
matrícula.
Artigo 10 - O Exame referente a este Processo Seletivo Vestibular será realizado em uma única data, dia
21/01/2018, às 14h, e terá duração de 4 (quatro) horas.
§ 1º - Após o início do Exame, o candidato deverá permanecer no mínimo até às 17 horas dentro da sala do
Exame, não sendo permitido levar o caderno de questões.
§ 2º - O portão da escola será aberto às 13 horas e fechado às 14 horas, impreterivelmente. Após o
fechamento do portão, não será permitida a entrada de nenhum candidato. Por esse motivo, o candidato
deverá chegar com antecedência de 1 (uma) hora, para localizar sua sala e sua carteira, evitando-se, assim,
possíveis imprevistos.
Artigo 11 ­ O candidato deverá confirmar a data e a hora e consultar o local e a sala de realização das
provas no site da VUNESP - www.vunesp.com.br/uvsp1703 - na área do candidato, no link "Local de prova",
a partir de 12/01/2018. Informações também poderão ser obtidas pela Central de teleatendimento ­
DISQUE VUNESP (11) 3874-6300, em dias úteis, das 8 horas às 20 horas.
§ 1º - A confirmação do local onde realizará o Exame será de inteira responsabilidade do candidato.
§ 2º - Não haverá envio da convocação pelos Correios, por e-mail ou por quaisquer outros meios.
§ 3º - O candidato deverá, obrigatoriamente, realizar o Exame no local determinado na convocação.
Artigo 12 - Para realizar o exame, o candidato deverá levar caneta esferográfica de tinta preta, lápis preto e
borracha, bem como apresentar o original de um dos seguintes documentos de identidade:
Documento de identidade expedido pelas Secretarias de Segurança Pública (RG), pelas Forças
Armadas e pela Polícia Militar.
Cédula de identidade de estrangeiros (RNE) dentro da validade.
Carteira nacional de habilitação (CNH).
Documento expedido por Ordens ou Conselhos Profissionais, que, por lei federal, valem como
documento de identidade em todo o país (exemplo: OAB, COREN, CREA e outros).
Carteira de trabalho e previdência social (CTPS).

6 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

Passaporte brasileiro.
§ 1º - O documento de identidade que o candidato apresentar no dia do Exame deverá estar em boas
condições de visibilidade, de modo a possibilitar a conferência da foto, da assinatura e dos demais dados.
§ 2º - NÃO SERÃO ACEITOS, em hipótese alguma, como "documentos de identidade" os documentos
indicados na sequência, por serem destinados a outros fins: carteira ou caderneta escolar (RG escolar UMES - UBES), certidão de nascimento e/ou de casamento, título de eleitor, crachás e identidade funcional
de instituição pública ou privada.
§ 3º - NÃO SERÃO ACEITOS, ainda, protocolos e/ou cópias reprográficas (xerox), autenticadas ou nãoautenticadas, dos documentos de identidade ou quaisquer outros documentos não citados, inclusive
carteira funcional de ordem pública ou privada. SOMENTE SERÁ ACEITA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTO
DE IDENTIDADE ORIGINAL.
§ 4º - Em caso de perda, roubo ou extravio de "documento de identidade", o candidato deverá levar e
apresentar, obrigatoriamente, a via original e uma cópia do Boletim de Ocorrência Policial datado de no
máximo 90 (noventa) dias antes do dia do Exame. A cópia do Boletim de Ocorrência Policial será retida pelo
Coordenador de Prédio. Nesse caso, o candidato que não apresentar, no momento do Exame, o original e
uma cópia do Boletim de Ocorrência Policial SERÁ IMPEDIDO DE REALIZAR O EXAME. Não serão aceitos
para fins de identificação Protocolo de Boletim de Ocorrência Policial.
§ 5º - Enquanto o candidato estiver realizando o Exame, SERÁ TERMINANTEMENTE PROIBIDO utilizar régua,
esquadro, transferidor, compasso ou similares, calculadora, computador, notebook, tablets e similares,
telefone celular (manter totalmente desligado, inclusive sem a possibilidade de emissão de alarme sonoro
ou ruído de vibração, nas dependências do prédio onde o Exame será realizado), radiocomunicador ou
aparelho eletrônico similar, chapéu, boné, lenço, gorro, óculos escuros, máscara, corretivo ou quaisquer
outros materiais (papéis) estranhos ao exame. Quem trouxer qualquer desses objetos, deverão,
obrigatoriamente, mantê-los no chão ao lado da carteira, devidamente lacrados em embalagem plástica
fornecida pelo fiscal de sala.
§ 6º - Durante todo o período de realização do Exame, É PROIBIDO portar armas de qualquer espécie,
mesmo com documento de porte. O candidato que esteja portando arma de fogo, não fará a prova e será
eliminado automaticamente do Processo Seletivo Vestibular.
§ 7º - Durante todo o período de realização do Exame, É PROIBIDA a permanência de pessoas estranhas
e/ou acompanhantes de candidatos dentro do prédio e nos pátios, exceto para a candidata lactante
previamente avisado.
§ 8º - A Folha de Resposta deverão ser obrigatoriamente preenchidas com caneta esferográfica de tinta
preta.
§ 9º - Somente serão corrigidas as Redações que forem transcritas com caneta esferográfica de tinta preta.
As Redações transcritas a lápis não serão corrigidas e receberão nota zero.
Artigo 13 - Será desclassificado do presente Processo Seletivo Vestibular o candidato que:
Não comparecer no dia do Exame.
Chegar após o horário de fechamento dos portões, às 14 horas
Não apresentar um dos documentos de identificação originais exigidos.
Sair da sala sem autorização ou desacompanhado do Fiscal, com ou sem o caderno de questões
e/ou as folhas de respostas e de redação.
Retirar-se da sala de provas com a folha de respostas e/ou o caderno de questões e/ou a folha de
Redação.
Retirar-se do prédio em definitivo antes de decorridas 3 (três) horas do início do exame,
independente do motivo exposto.
Perturbar, de qualquer modo, a ordem no local de aplicação das provas, incorrendo em
comportamento indevido durante a realização do Exame.
Utilizar-se de qualquer tipo de equipamento eletrônico, de comunicação e/ou de livros, notas,
impressos e apontamentos durante a realização do exame.

7 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):



For surpreendido se comunicando ou tentando se comunicar com outro candidato durante o
exame e/ou realizar ou tentar realizar qualquer espécie de consulta durante o período das provas.
Retirar-se do prédio durante a realização do exame, independente do motivo exposto.
Realizar o exame fora do local determinado.
Utilizar ou tentar utilizar meio fraudulento em benefício próprio ou de terceiros, em qualquer
etapa do exame.
Não atender as orientações da equipe de aplicação durante a realização do exame.
Assinar e/ou se identificar na Folha de Redação.
Obtiver zero (0) na nota de qualquer uma das duas partes que compõem o Exame (Questões
objetivas e na Redação).
§ 1º - Detectada a tentativa ou fraude, por meio de vigilância eletrônica ou pelos Fiscais, o candidato estará
automaticamente desclassificado e sujeito a processo civil/criminal.
Artigo 14 - O Exame referente ao presente Processo Seletivo Vestibular será constituído de duas partes,
comuns a todos os cursos, a saber:
Uma redação;
Uma prova com 60 (sessenta) questões, cada uma com 5 (cinco) alternativas (A, B, C, D e E), sendo:
a. Língua Portuguesa e Literatura Brasileira ­ 15 (quinze) questões)
b. Língua Inglesa - 6 (seis) questões
c. História ­ 7 (sete) questões
d. Geografia ­ 7 (sete) questões
e. Biologia - 5 (cinco) questões
f. Química - 5 (cinco) questões
g. Física - 5 (cinco) questões
h. Matemática - 10 (dez) questões
Parágrafo Único - O programa das disciplinas é apresentado no Anexo III desta Portaria.
Artigo 15 - A nota final do candidato será calculada conforme indicado no Anexo IV desta Portaria.
§ 1º Na hipótese de anulação de alguma questão-teste, será atribuído ponto a todos os candidatos que
realizarem a prova.
§ 2º No caso de as notas finais serem iguais, o desempate ocorrerá, obedecendo a seguinte ordem de
desempate, conforme segue:
a) Prova de Redação.
b) Conjunto de questões de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira.
c) Conjunto de questões de Matemática.
d) Conjunto de questões de Ciências Naturais (Biologia, Química e Física).
e) Candidato de maior idade.
Artigo 16 - O gabarito oficial da prova será divulgado a partir das 10 horas do dia 22/01/2018, no site
www.vunesp.com.br/uvsp1703.
§ 1º O prazo para a interposição de recursos em face do gabarito da prova objetiva será de dois dias úteis,
contados da divulgação, ou seja, das 10 horas do dia 22/01/2018 até às 23h59 do dia 23/01/2018. Para
tanto, os candidatos deverão acessar o site www.vunesp.com.br/uvsp1703, na página específica do
Processo Seletivo Vestibular, e seguir as instruções nela contidas.
§ 2º O recurso deverá ser elaborado de forma individualizada, ou seja, 01 (um) recurso para cada questão e
a decisão será tomada mediante parecer técnico da Banca Examinadora.
§ 3º No caso de provimento do recurso interposto dentro das especificações, esse poderá, eventualmente,
alterar a nota/classificação inicial obtida pelo candidato para uma nota/classificação superior ou inferior,
ou ainda poderá ocorrer a desclassificação do candidato que não obtiver a nota mínima exigida para
habilitação.

8 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

§ 4º O recurso interposto fora da forma e dos prazos estipulados neste Capítulo não será conhecido, bem
como não será conhecido aquele que não apresentar fundamentação e embasamento, ou aquele que não
atender às instruções constantes do link "Recursos" na página específica do Processo Seletivo.
§ 5º Não será aceito e conhecido recurso interposto pelos Correios, por meio de fax, e-mail ou por qualquer
outro meio além do previsto neste Edital.
§ 6º Não será aceito pedido de revisão de recurso e/ou recurso de recurso.
§ 7º O gabarito divulgado poderá ser alterado em função da análise dos recursos interpostos e, caso haja
anulação ou alteração do gabarito, as provas serão corrigidas de acordo com o gabarito oficial definitivo.
§ 8º A interposição de recurso não obsta o regular andamento do cronograma do Processo Seletivo.
§ 9º No caso de recurso em pendência à época da realização de algumas das etapas do Processo Seletivo, o
candidato poderá participar condicionalmente da etapa seguinte.
§ 10 O candidato que não interpuser recurso no prazo mencionado será responsável pelas consequências
advindas de sua omissão.
§ 11Quando da publicação do resultado das provas, serão disponibilizados os espelhos das folhas
definitivas de respostas das provas escritas, bem como a grade de correção da Redação.
Artigo 17 - O presente Processo Seletivo Vestibular oferece bonificações, de forma a priorizar o ingresso
dos candidatos em três situações, na seguinte ordem:
Candidatos que, no ato da inscrição, se autodeclarem, pretos, pardos ou índios (PPI) e que
cursaram todo o Ensino Médio em escola pública no Brasil.
Candidatos que cursaram todo o Ensino Médio em escola pública no Brasil.
Candidatos que, no ato da inscrição, se autodeclarem PPI.
§ 1º - A Nota Final dos candidatos incluídos no inciso I deverá ser multiplicada pelo fator 1,20; a dos
incluídos no inciso II, pelo fator 1,15; e a dos incluídos no inciso III, pelo fator 1,10. Outros candidatos a esse
Processo Seletivo Vestibular, que não se enquadrem nos Incisos I a III acima e os que não declararem essa
condição na ficha, não terão direito aa bônus.
§ 2º - Os candidatos que realizaram o Projeto de Educação de Jovens e Adultos (EJA) poderão requerer a
bonificação na ficha de inscrição, desde que tenham realizado o curso em escolas públicas para benefícios
previstos nos Incisos I e II.
§ 3º - Entende-se por instituições públicas aquelas criadas e mantidas pelo poder público federal, estadual,
municipal ou pelo Distrito Federal, nos termos do inciso I, do art. 19, da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de
1996. A gratuidade do ensino não indica, necessariamente, que a escola seja pública. Escolas vinculadas a
fundações, cooperativas, Sistema S (SESI, SENAI, SESC, SENAC) etc., embora gratuitas, SÃO CONSIDERADAS
PARTICULARES em função de sua dependência administrativa junto ao setor privado. Do mesmo modo,
bolsas de estudo em Instituições particulares, ainda que integrais, não conferem o direito à bonificação
pelo item "escolaridade pública".
§ 4º - As certificações de conclusão do ensino médio decorrentes do Exame Nacional de Ensino Médio
(ENEM), do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (ENCCEJA), do Centro
Estadual de Jovens e Adultos (CEEJA) e afins (cuja modalidade de certificação não se caracteriza pela
necessidade de frequência/aulas), independentemente do tipo de instituição, não serão aceitas para efeito
de concessão de pontuação acrescida.
Artigo 18 - Para fins de classificação, serão consideradas as Notas Finais dos Candidatos (NFC), colocadas
em ordem decrescente, de acordo com a opção de Polo e curso.
Parágrafo único - A lista de classificação geral será divulgada no site www.vunesp.com.br/uvsp1703, no dia
14/02/2018 após as 14 horas, da qual constará o nome de todos os candidatos inscritos e as suas
classificações, conforme o Polo e a opção de curso e período.
Artigo 19 - A convocação para matrícula dos candidatos classificados neste Processo Seletivo Vestibular
será realizada por meio de lista elaborada com base na classificação obtida pelos candidatos, por ordem
decrescente de notas finais, até o limite de vagas oferecidas para cada Polo e curso.

9 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

§ 1º - A 1ª lista de convocados para matrícula também será divulgada no site
www.vunesp.com.br/uvsp1703, no dia 14/02/2018 após as 14 horas, a matrícula presencial que será
realizada EXCLUSIVAMENTE nos dias 15, 16 e 19/02/2018.
§ 2º - A 2ª lista, se houver, será formada por ordem de classificação dos candidatos suplentes para
matrícula das eventuais vagas disponíveis em cada polo e curso e será divulgada no site
www.vunesp.com.br/uvsp1703, no dia 21/02/2018 e a respectiva matrícula presencial deverá ser realizada
EXCLUSIVAMENTE nos dias 22, 23 e 26/02/2018.
§ 3º - A 3ª lista, se houver, será formada por ordem de classificação dos candidatos suplentes para
matrícula das eventuais vagas disponíveis em cada polo e curso e será divulgada no site
www.vunesp.com.br/uvsp1703, no dia 28/02/2018 e a respectiva matrícula presencial deverá ser realizada
EXCLUSIVAMENTE nos dias 01 e 02/03/2018.
§ 4º - Caso o candidato tenha indicado, no momento da inscrição, uma segunda opção, a chamada somente
ocorrerá após serem chamados todos os candidatos aptos em primeira opção.
§ 5º - Não serão fornecidas informações a respeito das listas de convocados por telefone, por carta, por email ou por fax.
§ 6º - Caso as vagas oferecidas não sejam preenchidas pelos candidatos convocados na 1ª, 2ª e 3ª lista,
outras poderão ser divulgadas, convocando os classificados, sempre em ordem decrescente de notas finais
e sempre com disponibilização no site www.vunesp.com.br/uvsp1703. Caberá exclusivamente ao candidato
acompanhar com devida frequência as publicações no referido site.
§ 7º - Os resultados deste Processo Seletivo Vestibular serão válidos apenas para o semestre letivo a que se
refere, não sendo necessária a guarda da documentação dos candidatos e da documentação relativa à
aplicação do exame por prazo superior a 120 (cento e vinte) dias.
§ 8º - É de inteira responsabilidade do candidato a verificação das listas de classificação e de convocação
para matrícula, nas datas estipuladas.
§ 9º - A partir de 14/02/2018, junto com o resultado e a convocação da 1ª lista de matrícula, será
disponibilizado no site www.vunesp.com.br/uvsp1703 o desempenho dos candidatos inscritos neste
Processo Seletivo Vestibular, sendo divulgada a nota de classificação geral, bem como as notas obtidas na
prova, por disciplina e a nota da redação.
§ 10 - A Univesp poderá, a seu critério, remanejar vagas de Polo de apoio presencial que não preencher
todas as suas vagas, esgotados todos os candidatos aptos em 1ª e 2ª opções, para Polo de apoio presencial
que tenha candidatos aptos em excesso e que disponha de espaço para abrigar os novos matriculados.
§ 11 - Na hipótese de existir mais de um Polo com candidatos excedentes e com condições de abrigar os
novos alunos, o remanejamento de vagas obedecerá a ordem decrescente de candidatos aptos existente.
O polo que não preencher o número suficiente de candidatos não abrirá o curso.
Artigo 20 - A matrícula dos candidatos convocados será realizada no Polo de inscrição ou na segunda
opção e dependerá da apresentação de uma foto 3X4 recente e dos seguintes documentos:
Certificado de conclusão do ensino médio e histórico escolar do ensino médio. Preferencialmente
cópia autenticada ou cópia simples acompanhada do original para validação da cópia no Polo.
Documento de identidade (RG ou RNE para estrangeiros). Cópia simples acompanhada da original.
Não serão aceitos outros documentos.
Cadastro de pessoa física (CPF). Cópia simples. O CPF poderá ser substituído pelo RG, quando nele
constar o número do CPF ou pela Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
Título de eleitor, para brasileiros maiores de 18 anos, com a certidão de quitação eleitoral.
Prova de estar em dia com as suas obrigações militares, para brasileiro do sexo masculino, que
completa 18 (dezoito) anos ou 45 (quarenta e cinco) anos de idade entre 1 de janeiro e 31 de
dezembro do ano da matrícula. Cópia simples do Certificado de Alistamento, nos limites da
validade, Certificado de Reservista, Certificado de Isenção ou Certificado de Dispensa de
Incorporação.

10 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

§ 1º - O candidato deverá providenciar, com antecedência, a documentação necessária para a efetivação de
sua matrícula, pois a Secretaria dos Polos Univesp não realizará, em hipótese alguma, a matrícula do
candidato convocado cuja documentação estiver incompleta, colocando a respectiva vaga à disposição dos
próximos classificados.
§ 2º - É de inteira responsabilidade do candidato convocado para matrícula o comparecimento ao Polo
Univesp em que vai estudar, no horário das 11 horas às 21 horas e levando todos os documentos
necessários.
§ 3º - Não será aceita apresentação de Boletim de Ocorrência para a dispensa da apresentação dos
documentos para efetivação da matrícula.
§ 4º - Não serão aceitos documentos de responsáveis para substituir os documentos dos candidatos como,
por exemplo, CPF do pai ou mãe.
§ 5º - Candidato matriculado em cursos superior de outra instituição pública deverá apresentar documento
comprobatório da desistência da primeira matrícula. As penalidades para esse descumprimento estão
previstas na Lei nº 12.089 de 11 de novembro de 2009.
§ 6º - O candidato que se valer dos benefícios dispostos no Artigo 17, conforme o declarado, deverá
apresentar no ato da matrícula, os documentos comprobatórios, a saber:
- Quanto a condição de PPI, a declaração de próprio punho, conforme modelo no anexo VI, aos que se
autodeclarem Preto ou Pardo e a Certidão de Registro Administrativo expedida pela FUNAI, aos que
declararem ser Índio
- Quanto a condição de escolaridade pública, o histórico escolar que demonstre escolaridade pública no
ensino médio.
- A falta de comprovação implicará na desclassificação sumária do candidato deste Processo Seletivo
Vestibular, independentemente de sua classificação, com ou sem a bonificação.
§ 7º - Não serão aceitos históricos, certificados e/ou diplomas de nível superior, tampouco carteiras de
órgãos de registro de categoria (COREN, CREA etc.) para comprovação da conclusão do ensino médio.
§ 8º - O candidato que fez o Enem e obteve o certificado ou declaração de proficiência do Ensino Médio
poderá utilizar este documento em substituição ao Certificado e Histórico Escolar do Ensino Médio. A
certificação não é emitida pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), mas sim pelas
Secretarias Estaduais de Educação e pelos Institutos Federais, devidamente cadastrados para tal fim
(Portaria Nº 144, de 24 de maio de 2012). O candidato que cursou EJA, ENCEJA ou curso equivalente ao
Ensino Médio obrigatoriamente deverá apresentar o certificado de conclusão e o histórico escolar
correspondente.
§ 9º - O candidato com estudos realizados no exterior, equivalentes ao Ensino Médio, em parte ou
completo, deverá apresentar parecer de equivalência de estudos emitido pela Secretaria Estadual de
Educação.
§ 10 - Alguns históricos escolares já contém o certificado de conclusão do Ensino Médio.
§ 11 - O menor de 18 anos deverá apresentar o documento mencionado no inciso IV e V deste artigo, em
até 6 (seis) meses da data de realização da matrícula.
§ 12 - Não serão aceitos, em hipótese alguma, documentos por via postal, por e-mail, via fax ou fora do
prazo.
§ 13 - Para a efetivação da matrícula o candidato estrangeiro precisará portar visto de estudante ou outro
visto que permita o estudo, devidamente registrado no Ministério da Justiça, de acordo com o artigo 30 do
Estatuto do Estrangeiro (Lei nº 6.815, de 19/08/1980, com as alterações da Lei nº 6.964, de 09/12/1981).
§ 14 - Se impossibilitado de comparecer para realizar a matrícula, o candidato poderá indicar um
representante portando uma procuração específica com firma reconhecida em cartório para o ato de
matrícula e para as assinaturas de declarações, juntamente com os documentos exigidos do processo, e
apresentação da cédula de identidade do procurador, na seguinte conformidade:
a) Por instrumento particular, se o candidato for maior de 18 anos.
b) Por instrumento público e com assistência de um dos pais ou do responsável legal, se o candidato
for menor de 18 anos.

11 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

c) Por instrumento particular, se o candidato for menor de 18 anos e seu procurador for um dos pais
ou seu responsável legal.
d) A Univesp não se responsabilizará por eventuais erros cometidos no preenchimento do
requerimento de matrícula. A declaração de próprio punho, conforme modelo no anexo VI, quando
da condição de PPI não poderá ser feita por procurador, seguindo a forma do parágrafo 1º deste
artigo.
Artigo 21 - O candidato que, dentro do prazo destinado à matrícula, não apresentar a foto e os documentos
citados no artigo anterior, não poderá matricular-se na Univesp e as notas ou a classificação a ele atribuídas
no exame deste Processo Seletivo Vestibular não terão qualquer valor. Desta forma, o candidato perderá o
direito à vaga e não será incluído em quaisquer outras listas que, porventura, sejam divulgadas.
Artigo 22 - É expressamente vedada a permuta de vagas entre candidatos classificados neste Processo
Seletivo Vestibular.
Artigo 23 - Todas as datas mencionadas no Cronograma do Anexo IV são prováveis, sujeitas a alterações,
sendo de inteira responsabilidade do candidato acompanhar os eventos nos meios informados na presente
Portaria.
Parágrafo único ­ Caso haja necessidade de alteração das datas previstas no Cronograma, serão alteradas
para datas posteriores, sendo divulgadas com antecedência.
Artigo 24 - Integram esta Portaria o Anexo I - Cursos oferecidos nos Polos, períodos e número de vagas; o
Anexo II ­ Cronograma; o Anexo III ­ Programa do Processo Seletivo Vestibular; o Anexo IV - Cálculo da nota
do exame e da nota final; Anexo V - Modelo de Procuração Particular; Anexo VI ­ Autodeclaração; Anexo VI
­ Endereço dos Polos.
Artigo 25 - Os casos omissos serão decididos pela Univesp e pela Vunesp, consideradas as respectivas
competências, no que tange à realização deste Processo Seletivo.
Artigo 26 - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

MARIA ALICE CARRATURI PEREIRA
Presidente da Univesp
São Paulo, 21 de novembro de 2017.

12 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

ANEXO I - Cursos oferecidos nos Polos e número de vagas
Cidade/Polo

Adamantina
Aguaí
Alumínio
Americana
Américo Brasiliense
Amparo
Aparecida
Apiaí
Araçariguama
Araçatuba
Araçoiaba da Serra
Artur Nogueira
Arujá
Bady Bassit
Bariri
Barra Bonita
Bastos
Bernardino de
Campos
Bertioga
Biritiba Mirim
Boa Esperança do
Sul
Bocaina
Bom Jesus dos
Perdões
Borborema
Botucatu
Brodowski
Caçapava
Cachoeira Paulista
Caconde
Cafelândia
Campo Limpo
Paulista
Capela do Alto
Capivari
Carapicuíba
Casa Branca
Catanduva
Cerquilho

Engenharia de
Computação

Engenharia de
Produção

50
50

50
50
50
50

50
50
50
50
50
50
50
50
50

Cursos
Licenciatura em
Matemática

50

50

50
50
50
50
50
50
50
50

50
50
50

50
50
50
50
50

50
50

50

50
50

50
50

50

50

50

50

50

50
50

50
50
50

50
50
50
50
50
50

50
50
50
50
50
50

50
50
50
50
50
50
50

50

50

50
50
50

**Tecnólogo Em
Gestão Pública

50
50

50
50
50
50
50
50
50

Pedagogia

50
50
50
50
50
50
50

50
50

50

50
50

50
50
50
50
50
50
50

50
50
50

13 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

Cesário Lange
Charqueada
Colina
Conchal
Conchas
Cordeirópolis
Cosmópolis
Cravinhos
Cunha
Dois Córregos
Elias Fausto
Engenheiro Coelho
Espírito Santo do
Pinhal
Flórida Paulista
Francisco Morato
Franco da Rocha
Garça
Guaíra
Guararema
Guaratinguetá
Guariba
Hortolândia
Iacanga
Ibirá
Igarapava
Ilhabela
Ipaussu
Iperó
Itaí
Itanhaém
Itápolis
Itaquaquecetuba
Itupeva
Ituverava
Jaboticabal
Jacareí
Jacupiranga
Jaguariúna
Jambeiro
Juquiá
Laranjal Paulista
Leme
Lençóis Paulista

50
50
50
50
50

50
50
50

50
50
50
50
50
50
50
50
50

50
50
50
50
50
50
50

50

50

50
50
50
50
50
50
50
50
50

50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50

50

50
50
50

50
50
50

50
50
50
50
50
50

50

50

50
50

50
50
50
50
50
50
50
50

50
50

50

50
50
50
50
50
50

50

50
50
50
50
50
50
50
50

50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50

50
50
50
50
50

50
50
50

50
50

14 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

Limeira
Lins
Lorena
Louveira
Mairinque
Maracaí
Marília
Matão
Mineiros do Tietê
Miracatu
Mogi das Cruzes
Monte Alto
Nova Granada
Olímpia
Ouroeste
Pacaembu
Paraibuna
Penápolis
Pirajuí
Pirassununga
Poá
Pompéia
Pontal
Porto Feliz
Potim
Potirendaba
Presidente
Bernardes
Quatá
Queluz
Rio Claro
Rio das Pedras
Salesópolis
Santa Bárbara
d'Oeste
Santa Branca
Santa Cruz das
Palmeiras
Santa Cruz do Rio
Pardo
Santa Gertrudes
Santa Isabel
Santo André
São Caetano do Sul
São Carlos

50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50

50
50
50
50

50
50
50
50
50

50
50
50
50
50
50
50
50
50
50

50
50
50
50
50
50
50

50
50
50
50
50
50
50
50

50
50
50

50
50
50
50

50
50
50

50
50
50
50
50
50
50
50
50

50

50

50

50
50
50
50

50
50
50
50
50

50

50

50

50

50

50

50

50

50

50
50
50
50

50
50
50
50
50

50
50
50
50
50

50
50

50
50
50

50
50
50

50

50
50

50

15 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

São Pedro
São Simão
Sarapuí
Sertãozinho
Socorro
Sorocaba
Sumaré
Suzano
Tambaú
Taquaritinga
Taquarituba
Tarumã
Tatuí
Tietê
Torrinha
Tupã
Urupês
Vargem Grande
Paulista
Várzea Paulista
Vera Cruz
Viradouro
Votorantim

50
50
50
50
50
50
50

50
50
50
50
50
50
50
50
50

50
50
50

50
50
50
50

50
50

50
50

50
50

50
RESUMO
5.100
** Curso oferecido pela FATEC.

50
50
50
50
5.650

50

50
50

50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50
50

50

50

50

50
50
5.950

2.550

50
50
50
50
50

50

50

1.200

16 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

ANEXO II - Cronograma

Datas

Eventos

27/11/2017 a 05/01/2018 (até às 16 horas)

Inscrição para o Processo Seletivo Vestibular no
site www.vunesp.com.br/uvsp1703.

27/11 a 01/12/2017

Inscrição para redução da taxa de inscrição para o
Processo
Seletivo
Vestibular
no
site
www.vunesp.com.br/uvsp1703.

18/12/2017

Divulgação do resultado da análise dos pedidos de
redução de taxa de inscrição no site
www.vunesp.com.br/uvsp1703.

18 e 19/12/2017

Recurso referente ao indeferimento do pedido de
redução da taxa de inscrição através do site
www.vunesp.com.br/uvsp1703.

22/12/2017

Divulgação no site www.vunesp.com.br/uvsp1703
da análise dos recursos dos pedidos de redução da
taxa de inscrição.

12/01/2018

Publicação oficial dos locais de prova e Convocação
para
as
Provas
no
site
www.vunesp.com.br/uvsp1703.

21/01/2018

Aplicação da prova objetiva e redação.

22/01/2018

Divulgação no site www.vunesp.com.br/uvsp1703
do Gabarito Oficial da prova.

22 a 23/01/2018

Interposição de questionamentos das questões de
provas no site www.vunesp.com.br/uvsp1703.

14/02/2018 após as 14h00

Publicação oficial do resultado e da lista de
convocados para matrícula em 1ª chamada no site
www.vunesp.com.br/uvsp1703.

15, 16 e 19/02/2018

Data para os candidatos convocados na 1ª
chamada efetivarem a matrícula presencial no polo
de sua 1ª opção.

21/02/2018

Publicação oficial da lista de convocados para
matrícula
em

chamada
no
site
www.vunesp.com.br/uvsp1703.

22, 23 e 26/02/2018

Data para os candidatos convocados na 2ª
chamada efetivarem a matrícula presencial no polo
de sua 1ª opção.

17 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

26/02/2018

Inícios do período letivo ­ Ingressantes e
Veteranos.

28/02/2018

Publicação oficial da lista de convocados para
matrícula
em

chamada
no
site
www.vunesp.com.br/uvsp1703.

01 e 02/03/2018

Data para os candidatos convocados na 3ª
chamada efetivarem a matrícula presencial no polo
de sua 1ª opção.

Acompanhar

Novas chamadas poderão feitas se restarem vagas. O
candidato deve acompanhar com frequência as publicações
no site www.vunesp.com.br/uvsp1703.

18 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

ANEXO III - Programa das Provas para o Processo Seletivo Vestibular Univesp

LÍNGUA PORTUGUESA
Leitura e interpretação de diversos tipos de textos (literários e não literários). Relações entre textos: verbais
e não verbais. Sinônimos e antônimos. Sentido próprio e figurado das palavras. Pontuação. Classes de
palavras - emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem: substantivo, adjetivo, numeral,
artigo, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção. Concordância verbal e nominal. Regência verbal
e nominal. Voz Ativa e Passiva. Colocação pronominal. Crase.
LITERATURA BRASILEIRA
Desde as origens até a atualidade. Autores e obras mais representativos, como também épocas ou "escolas
literárias" a que eles pertencem. Interpretação de textos e suas relações com a realidade cultural que os
produziu, nomeadamente com os processos literários dos quais se mostram como índices exemplares.
LÍNGUA INGLESA
Compreensão geral do sentido e do propósito do texto, bem como características do seu gênero textual.
Compreensão de ideias específicas expressas em frases e parágrafos e a relação entre frases e parágrafos
distintos no texto. Localização de informações específicas em um ou mais trechos do texto. Identificação de
marcadores textuais, tais como conjunções, advérbios, preposições etc. e sua função precípua no texto em
análise. Compreensão do significado de itens lexicais fundamentais para a correta interpretação do texto
seja por meio de substituição (sinonímia), equivalência entre inglês e português, ou explicitação da carga
semântica da palavra ou expressão. Localização da referência textual específica de elementos, tais como
pronomes, advérbios, entre outros, sempre em função de sua relevância para a compreensão das ideias
expressas no texto. Compreensão da função de elementos linguísticos específicos, tais como "modal verbs",
por exemplo, na produção de sentido no contexto em que são utilizados.
Observação importante: não serão propostas questões que exijam o domínio de terminologia
gramatical.

HISTÓRIA
O mundo greco-romano: instituições políticas; a colonização grega, o helenismo e o império romano; mito e
pensamento na Antiguidade Clássica. Idade Média: feudalismo, mentalidade e religiosidade; os árabes e a
expansão muçulmana. Formação do mundo moderno; a ascensão da burguesia e a formação dos estados
nacionais; expansão mercantil europeia, descobertas marítimas e colonizações; o Renascimento e as
Reformas Religiosas. Ocupação territorial e colonização portuguesa do Brasil. Sistema colonial no Brasil:
natureza e caracterização da sociedade brasileira. A era revolucionária: revoluções inglesas do século XVII;
nascimento das fábricas; a Revolução Francesa; movimentos de independência nas Américas.
Desagregação do sistema colonial no Brasil e movimentos de rebeldia e emancipação. A independência do
Brasil e a consolidação do regime monárquico. Expansão econômica no Brasil e a questão do trabalho
escravo e do trabalho livre. Nacionalismo e utopias no século XIX. Expansionismo europeu no século XIX. O
regime republicano brasileiro e sua consolidação: estrutura do poder; expansão agrícola e crescimento
industrial; movimentos sociais rurais e urbanos. Revolução Russa. Primeira Guerra Mundial e a Crise de
1929. Crise política de 1930: Vargas e o Estado Novo. Nazismo alemão e fascismo italiano. Segunda
Guerra Mundial. Guerra Fria. Reorganização política e populismo no Brasil. Nacionalismo e
desenvolvimento no Brasil dos anos 50. Cidade, industrialização e os problemas urbanos brasileiros.

19 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):
Governos militares de 1964 a 1985 no Brasil. Produção e movimentação cultural nos anos 60. Redefinições
políticas e econômicas nos anos 80 e 90. Democratização política e movimentos sociais pós-governos
militares no Brasil. Os anos 90, a implementação de políticas neoliberais no Brasil e a resistência a essas
políticas.

GEOGRAFIA
A organização do espaço geográfico nacional e mundial e suas representações. O processo de
industrialização nos países desenvolvidos e subdesenvolvidos. A urbanização X a industrialização. O
crescimento das cidades: as megalópoles, as metrópoles e os centros regionais. A relação campo - cidade.
A questão agrária e agrícola. A concentração de terras e a especulação imobiliária. A estrutura fundiária no
Brasil. A agroindústria, a pecuária e o extrativismo no Brasil. Os domínios morfoclimáticos brasileiros e
mundiais. A questão ambiental: preservação e conservação dos recursos naturais no Brasil e no mundo. A
poluição do ar e das águas. A divisão regional do Brasil: divisão oficial do IBGE (as cinco macrorregiões). A
população brasileira: crescimento vegetativo, as desigualdades sociais, o desemprego e a questão da
moradia. O processo migratório: a migração campo - cidade. A divisão internacional do trabalho: os países
capitalistas desenvolvidos; a dependência econômica: os países subdesenvolvidos. O processo de
descolonização afro-asiático. A URSS, o Leste Europeu e o fim da Guerra Fria. A globalização e a formação
dos blocos econômicos. O continente americano e as relações internacionais: EUA, Canadá e América
Latina.

BIOLOGIA
Níveis de organização da matéria: a posição do homem na biosfera e a interdependência
sociedade/natureza. Organização molecular da matéria viva: situação do nível molecular entre os níveis
integrativos de organização da matéria viva; biomoléculas: características e funções; o papel da água e dos
compostos inorgânicos. Organização celular: situação do nível celular entre os demais níveis integrativos;
propriedades emergentes que caracterizam o nível celular; células procarióticas e eucarióticas; origem da
célula eucariótica e evolução da pluricelularidade; membranas biológicas; transferências de substâncias e
relações da célula com o meio; as organelas celulares: caracterização, relação e estrutura. Função;
bioenergética, fermentação, quimiossíntese, fotossíntese e respiração; o núcleo e os cromossomos; o DNA
como material genético; replicação do DNA; o DNA e a coordenação do metabolismo celular; transcrição e
tradução; processos de divisão celular em procariotos e eucariotos; fissão binária, mitose e meiose;
sistemas biomoleculares não celulares: os vírus. Nível orgânico: situação do nível dos organismos entre os
demais níveis integrativos; propriedades emergentes que caracterizam os organismos; organismos
autótrofos e heterótrofos; estratégias de obtenção de energia; fisiologia vegetal comparada: absorção,
condução, crescimento, reprodução; fisiologia animal comparada: revestimento, sustentação, locomoção,
digestão, respiração, circulação, excreção, integração e coordenação de sistemas fisiológicos; a
preservação da espécie e os mecanismos de reprodução sexuada e assexuada; aspectos da sexualidade
humana e planejamento familiar; etapas do desenvolvimento embrionário; genética e Leis de Mendel;
padrões de herança; fenótipo, genótipo e meio ambiente; mutações gênicas; genética de populações. Nível
ecológico de organização: propriedades emergentes que caracterizam o nível ecológico; conceito de
ecossistema; fatores bióticos e abióticos; cadeias e teias alimentares; relações entre os seres vivos;
doenças, endemias e epidemias; a poluição ambiental e a ação do homem sobre os ecossistemas; tópicos
de educação ambiental. Evolução e diversidade biológica: a evolução e as questões históricas e filosóficas;
o papel unificador da Teoria da Evolução na Biologia; Teoria Darwiniana da Evolução; Teoria Sintética da
Evolução (Neodarwinismo); origem da vida: evolução dos grandes grupos; caracterização taxonômica;
noções de sistemática biológica.

20 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

QUÍMICA
Estrutura da matéria: modelos atômicos (Dalton, Thomson, Rutherford e Bohr); número atômico e número
de massa; elementos químicos, íons; propriedades gerais e específicas da matéria; substâncias puras e
misturas. Estrutura atômica e ligações químicas: classificação periódica dos elementos químicos; ligações
químicas; forças intermoleculares; polaridade das moléculas; número de oxidação. Funções inorgânicas:
óxidos, ácidos, bases e sais. Constantes atômicas e moleculares: massa atômica e átomo-grama; massa
molecular e molécula grama; número de Avogadro e conceito de mol. Fases da matéria: fase sólida, líquida,
gasosa e plasma; propriedades gerais; conceito de vapor e de tensão superficial de líquidos; mudanças de
fase; gás ideal e leis dos gases ideais; pressão atmosférica. Reações químicas: leis ponderais das reações
químicas: Lavoisier, Proust e Dalton; agente oxidante e redutor; balanceamento de reações químicas e
cálculos estequiométricos simples. Termoquímica: reações exotérmicas e endotérmicas; calor de reação;
energia de ligação; Lei de Hess. Eletroquímica: noções de Eletroquímica e suas aplicações em pilhas e
processos de eletrodeposição. Soluções: conceito de soluções e classificação de soluções; solubilidade;
soluções diluídas, concentradas, saturadas, supersaturadas e insaturadas; expressões de concentrações de
soluções: g/L, p.p.m., fração molar, título em massa, molaridade e molalidade; diluição de soluções e
misturas. Equilíbrio químico: reação reversível e o conceito de equilíbrio químico; constante de equilíbrio
químico; grau de dissociação e grau de ionização; deslocamento, equilíbrio e o princípio de Le Chatelier;
conceito de ácido-base de Arrhenius, Bronsted e Lewis; equilíbrio iônico na água; pH e pOH de soluções.
Compostos de carbono: propriedades do átomo de carbono; tetravalência e formação de cadeias; ligações
simples, duplas e triplas; classificação das cadeias carbônicas; aromaticidade; propriedades de
condutividade elétrica, solubilidade, reatividade, densidade e resistência ao aquecimento,
comparativamente às dos compostos inorgânicos. Funções orgânicas: conceitos fundamentais; relação
entre estrutura e propriedades físicas: ponto de fusão, ponto de ebulição e solubilidade; propriedades
químicas fundamentais e identificação das principais reações; compostos orgânicos complexos:
identificação das estruturas e dos grupos funcionais presentes.
Separação de misturas, reações orgânicas: esterificação, saponificação, reações de oxidação de álcoois.

FÍSICA
Fundamentos da Física: Grandezas físicas, sistemas de unidades e conversão de unidades, grandezas
escalares e vetoriais, vetor força: resultante de forças e decomposição de forças, representação gráfica de
uma relação funcional entre duas grandezas. Descrição do movimento: Movimento em uma direção:
movimento uniforme, movimento uniformemente variado, análise gráfica dos movimentos. Movimento em
duas dimensões: lançamento de projéteis. Dinâmica de força: Leis de Newton, equilíbrio dinâmico, força de
contato, força de atrito, força de resistência em um fluido, peso de um corpo e aceleração da gravidade,
análise de sistemas mecânicos com cordas e polias, plano inclinado, quantidade de movimento linear, lei da
gravitação universal de Newton, sistema solar, campo gravitacional da Terra, velocidade de escape.
Dinâmica de energia: Trabalho de uma força constante, energia mecânica (conservação e dissipação),
energia potencial (elástica e gravitacional), energia cinética, potência mecânica, choques: impulso, energia,
quantidade de movimento, coeficiente de restituição. Dinâmica de rotação: Velocidade angular e linear,
aceleração angular e tangencial, aceleração centrípeta, sistemas de polias acopladas por correia e
engrenagens. Estática: Forças em equilíbrio, equilíbrio do ponto material, momento de uma força ou torque,
equilíbrio do corpo extenso. Hidrostática: Densidade e pressão, lei de Stevin, pressão atmosférica, princípio
de Pascal, empuxo, equilíbrio hidrostático, teorema de Arquimedes. Calor e temperatura: Termometria:
escalas termométricas, Calorimetria e Termodinâmica: calor latente e calor sensível, equilíbrio térmico,
trocas de calor, transições de fase, propriedades térmicas da matéria, gases perfeitos, primeira lei da

21 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):
Termodinâmica, estado térmico, trabalho realizado em uma transformação gasosa, diagramas de pressão,
volume e temperatura. Óptica e ondas: Reflexão: leis da reflexão, espelhos planos e esféricos. Refração:
índice de refração, leis da refração, reflexão total, prismas, lentes e instrumentos ópticos, óptica da visão e
defeitos visuais. Ondas mecânicas e eletromagnéticas: pulsos, ondas planas e ondas esféricas, equação
das ondas, velocidade de propagação, frequência e comprimento de onda, onda sonora, acústica,
ressonância, reverberação, eco e efeito Doppler, difração de ondas, interferência, polarização, caráter
ondulatório da luz e espectro eletromagnético. Eletricidade e magnetismo: Eletrostática: cargas elétricas,
condutores e isolantes, lei de Coulomb, campo elétrico e potencial elétrico, energia potencial elétrica.
Eletrodinâmica: força eletromotriz e diferença de potencial, intensidade de corrente elétrica, resistência
elétrica e resistividade, capacitores, dielétricos, associação de resistores e associação de capacitores,
circuitos elétricos resistivos, lei de Kirchhoff, potência elétrica. Magnetismo: campo magnético gerado por
correntes e por ímãs, lei de Ampère, força magnética sobre íons em movimentos, força magnética sobre
condutores com correntes elétricas. Força entre condutores paralelos. Indução eletromagnética: fluxo
magnético, lei de indução de Faraday, lei de Lenz. Noções de física moderna: Átomo: níveis de energia,
emissão e absorção de radiação, núcleo atômico e radioatividade, partículas elementares e propriedades
físicas da matéria.

MATEMÁTICA
1. Conjuntos numéricos: representação de conjuntos, subconjuntos, união e interseção de conjuntos;
números reais (racionais e irracionais): operações, módulo, desigualdades, representação decimal; sistema
de numeração na base 10 e em outras bases; sequências numéricas, progressões aritmética e geométrica.
2. Funções: funções polinomiais do primeiro e do segundo graus e seus gráficos, equações e inequações
de primeiro e segundo graus; logaritmos, exponenciais e potências: propriedades, operações, funções
logarítmica e exponencial e seus gráficos. 3. Contagem e probabilidade: princípios de contagem, arranjos,
combinações, permutações; espaço amostral, eventos, conceito de probabilidade; probabilidade da união e
da interseção de eventos; probabilidade condicional. 4. Sistemas lineares: modelagem e resolução de
problemas. 5. Geometria plana: Teorema de Tales e Teorema de Pitágoras; perímetro e área de polígonos e
circunferências/círculos. 6. Geometria espacial: área e volume de prismas, pirâmides, cilindros e esferas. 7.
Trigonometria: relações trigonométricas no triângulo retângulo (seno, cosseno e tangente); resolução de
situação problema. 8. Tratamento da Informação: gráficos e tabelas; medidas de tendência central (média,
mediana e moda).
REDAÇÃO
Na prova de redação, espera-se que o candidato produza uma dissertação em prosa na norma-padrão da
língua portuguesa, a partir da leitura de textos auxiliares, que servem como um referencial para ampliar os
argumentos produzidos pelo próprio candidato. Ele deverá demonstrar domínio dos mecanismos de coesão
e coerência textual, considerando a importância de apresentar um texto bem articulado.
A prova de redação será avaliada conforme os critérios a seguir:
A) Tema: considera-se se o texto do candidato atende ao tema proposto. A fuga completa ao tema
proposto é motivo suficiente para que a redação não seja corrigida em qualquer outro de seus aspectos,
recebendo nota 0 (zero) total.
B) Estrutura (gênero/tipo de texto e coerência): consideram-se aqui, conjuntamente, os aspectos
referentes ao gênero/tipo de texto proposto e à coerência das ideias. A fuga completa ao gênero/tipo de
texto é motivo suficiente para que a redação não seja corrigida em qualquer outro de seus aspectos,
recebendo nota 0 (zero) total. Avalia-se aqui como o candidato sustenta sua tese em termos
argumentativos e como essa argumentação está organizada, considerando-se a macroestrutura do texto

22 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):
dissertativo (introdução, desenvolvimento e conclusão). No gênero/tipo de texto, avalia-se também o tipo
de interlocução construída: por se tratar de uma dissertação, deve-se prezar pela objetividade, sendo
assim, o uso de primeira pessoa do singular e de segunda pessoa (singular e plural) poderá ser
penalizado. Será considerada aspecto negativo a referência direta à situação imediata de produção
textual (ex.: como afirma o autor do primeiro texto/da coletânea/do texto I; como solicitado nesta
prova/proposta de redação). Na coerência, será observada, além da pertinência dos argumentos
mobilizados para a defesa do ponto de vista, a capacidade do candidato de encadear as ideias de forma
lógica e coerente (progressão textual). Serão consideradas aspectos negativos a presença de
contradições entre as ideias, a falta de partes da macroestrutura dissertativa, a falta de desenvolvimento
das ideias, a falta de autonomia do texto e/ou a presença de conclusões não decorrentes do que foi
previamente exposto.
C) Expressão (coesão e modalidade): consideram-se nesse item os aspectos referentes à coesão textual
e ao domínio da norma-padrão da língua portuguesa. Na coesão, avalia-se a utilização dos recursos
coesivos da língua (anáforas, catáforas, substituições, conjunções etc.) de modo a tornar a relação entre
frases e períodos e entre os parágrafos do texto mais clara e precisa. Serão considerados aspectos
negativos as quebras entre frases ou parágrafos e o emprego inadequado de recursos coesivos. Na
modalidade, serão examinados os aspectos gramaticais como ortografia, morfologia, sintaxe e
pontuação, bem como a escolha lexical (precisão vocabular) e o grau de formalidade/informalidade
expressa em palavras e expressões.
Será atribuída nota zero à redação que:
a) fugir ao tema e/ou gênero propostos;
b) apresentar nome, rubrica, assinatura, sinal, iniciais ou marcas que permitam a identificação do
candidato;
c) estiver em branco;
d) apresentar textos sob forma não articulada verbalmente (apenas com desenhos, números e/ou
palavras soltas);
e) for escrita em outra língua que não a portuguesa;
f) apresentar letra ilegível e/ou incompreensível;
g) apresentar o texto definitivo fora do espaço reservado para tal;
h) apresentar 7 (sete) linhas ou menos (sem contar o título);
i) for composta predominantemente por cópia de trechos da coletânea ou de quaisquer outras partes
da prova.
j) apresentar formas propositais de anulação, como impropérios, trechos jocosos ou a recusa explícita
em cumprir o tema proposto.

Observações importantes
Cada redação é avaliada por dois examinadores independentes e, quando há discrepância na atribuição
das notas, o texto é reavaliado por um terceiro examinador independente. Quando a discrepância
permanece, a prova é avaliada pelos coordenadores da banca.
O espaço para rascunho no caderno de questões é de preenchimento facultativo. Em hipótese alguma o
rascunho elaborado pelo candidato será considerado na correção da prova de redação pela Banca
Examinadora.
Em hipótese alguma o título da redação será considerado na avaliação do texto. Ainda que o título
contenha elementos relacionados à abordagem temática, a nota do critério que avalia o tema só será
atribuída a partir do que estiver escrito no corpo do texto.
Textos curtos, com apenas 15 (quinze) linhas ou menos, serão penalizados no critério que avalia a
expressão.
As propostas de redação da Fundação Vunesp apresentam uma coletânea de textos motivadores que
servem como ponto de partida para a reflexão sobre o tema que deverá ser abordado. Textos compostos
apenas por cópias desses textos motivadores receberão zero total e textos em que seja identificada a

23 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):
predominância de trechos de cópia em relação a trechos autorais terão a nota final diminuída
drasticamente.

24 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

ANEXO IV - Cálculo da nota da prova e da nota final
Para o cálculo da nota final será utilizado o seguinte critério:
Nota das questões da prova.
A nota das questões objetivas da prova será dada por:
P = (100 x NPC)/60
Em que:
NPC = Número de acertos na prova objetiva.
Nessa parte da prova, o candidato que prestou o ENEM poderá utilizar a nota da parte objetiva da prova do
ENEM, dada pelo percentual de acerto na escala de 0 a 100. A nota final (N) para as questões objetivas
será dada por:
N = ((4 x P) + (1 x ENEM))/5 se ENEM for maior que P
OU
N = P, se ENEM for menor ou igual a P.
Em que:
P: é a nota obtida nas questões objetivas da prova da Univesp.
ENEM: é o percentual de acerto na parte objetiva da prova do ENEM (escala de 0 a 100). Atenção:
A nota divulgada pela INEP é dada pelo TRI (Teoria de Resposta ao Item) o que difere do percentual
de acertos utilizados na fórmula. O percentual de acerto é obtido na base oficial do INEP/MEC e
consiste basicamente no (número de acerto x 180)/100.
Nota Final
A nota final do candidato será dada pela igualdade:
NF = ((8 x N) + (2 x R))/10
Em que:
N: é a nota final da parte objetiva da prova (valor máximo 100).
R: é a nota obtida na redação (valor máximo 100).
NF: é a nota final da prova sem considerar a o Sistema de Pontuação Acrescida (Valor máximo 100).

Para o cálculo da Nota Final do Candidato (NFC) será adotado o seguinte critério:
NFC = NF x 1,20, se no ato da inscrição o candidato se autodeclarou preto, pardo ou índio (PPI) e declarou
ainda que cursou todo o Ensino Médio ou equivalente em escola pública no Brasil;
NFC = NF x 1,15, se no ato da inscrição o candidato não se autodeclarou PPI e declarou que cursou todo o
Ensino Médio ou equivalente em escola pública no Brasil;
NFC = NF x 1,10, se no ato da inscrição o candidato se autodeclarou PPI;
NFC = NF, se no ato da inscrição o candidato não se autodeclarou em nenhuma das situações anteriores.

25 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

ANEXO V - Modelo de Procuração Particular
PROCURAÇÃO

Eu,

_________________________________________________________,

__________________________________________________________________

filho(a)

de

e

de

______________________________________________________________________ nascido(a) em ________ de
_____________________ de __________, no município de __________________________,

residente à

_______________________________
_______________________

no

município

__________________________________

,

de

________________________

portador(a)

do

documento

de

,

Estado

identidade

RG

de


___________________________ , pela presente nomeia e constitui seu (sua) bastante procurador(a) o(a) Sr(a)
___________________________________________
__________________________________________________________

residente
no

à
município

de

_______________________________ , Estado de __________________ portador(a) do documento de identidade RG
nº _________________________ , para o fim específico de matrícula resultante do Processo Seletivo Vestibular
Univesp do primeiro semestre de 2018, junto ao Curso de ______________________________________, no Polo de
Apoio Presencial (de) ___________________________.

_______________, ____ de __________________ de _________

_______________________________________________

26 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

ANEXO VI - Modelo de Autodeclaração
AUTODECLARAÇÃO

Eu,

_________________________________________________________,

__________________________________________________________________

filho(a)

de

e

de

______________________________________________________________________ nascido(a) em ________ de
_____________________ de __________, no município de __________________________, residente à
_______________________________
_______________________
no
município
de
________________________
,
Estado
de
__________________________________,
portador(a)
do
documento
de
identidade
RG

___________________________ , declaro, sob as penas da lei, que sou _________________ (preto ou pardo) e estou
ciente de que, em caso de falsidade ideológica, ficarei sujeito às sanções prescritas no Código Penal* e às demais
cominações legais aplicáveis.
_________________________ , ______ de ____________________ de _____

___________________________
Assinatura do(a) Candidato(a)

_____________________________________
Assinatura do pai ou responsável no caso
de candidato(a) menor de idade

*O Decreto Lei nº 2.848, de 07 de dezembro de 1940 - Código Penal - Falsidade Ideológica
Art. 299: omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir
declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade
sobre fato juridicamente relevante:
Pena - reclusão, de um a cinco anos, e multa, se o documento é público, e reclusão de um a três anos, e multa,
se o documento é particular.

27 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

ANEXO VII ­ Endereço dos Polos

Polo
Adamantina
Aguaí
Alumínio
Americana
Américo Brasiliense
Amparo
Aparecida
Apiaí
Araçariguama
Araçatuba
Araçoiaba da Serra
Artur Nogueira
Arujá
Bady Bassit
Bariri
Barra Bonita
Bastos
Bernardino de Campos
Bertioga
Biritiba Mirim
Boa Esperança do Sul
Bocaina
Bom Jesus dos Perdões
Borborema
Botucatu
Brodowski
Caçapava
Cachoeira Paulista
Caconde
Cafelândia
Campo Limpo Paulista
Capela do Alto
Capivari
Carapicuíba
Casa Branca
Catanduva
Cerquilho
Cesário Lange
Charqueada

Endereço
Alameda dos Expedicionários, 84, Centro
Avenida Olinda Silveira Cruz Braga, 200, Parque Interlagos
José Ermírio de Moraes, 798, Vila Industrial
Rua das Hortências, 1555, Cidade Jardim
Rua Toledo Piza, s/n, Centro
Rua Gustavo de Souza, 108, Ribeirão
Praça Pe. Victor Coelho de Almeida, 100, Jardim São Paulo
Rua Amarílio Gorgonha da Silva, 112, Centro
Avenida Progresso, 25, Cintra Gordinho
Rua Conselheiro Crispiniano, 550, Jardim Alvorada
Avenida Luane Milanda Oliveira, 500, Jardim Nossa Senhora Salete
Rua XV de Novembro, 1400, Jd. Planalto
Rua Mamede Barbosa, 105, Centro Residencial
Rua Fernando Correia Pires, 74, Bairro Colina Sul
Rua Regina Pizza Beltrame, 126 Área B, Quadra H, J. Panorama
Rua Carlos Tozelli, 07, COAB
Rua Almirante Alexandrino, 622, Centro
Praça da Bandeira, 270, Centro
Avenida Anchieta, 8619, Jardim Rafael
Rua Ayrton Senna da Silva, 100, Bairro Jardim Alvorada A
Rua Tenente Penha, 841, Centro
Rua XV de novembro, 925 - Centro
Avenida Eliseu Correa Dias, 325, Jardim Belo Horizonte
Rua José Theodoro Puzzi, 515, Vila Mariana
Praça Dom Luiz Maria de Sant'Ana, 215, Centro
Rua Carlos Chagas, 590, Parque Nossa Senhora das Graças
Rua André Santos de Oliveira Lima, 15, Vila André Martins
Rua Bernardino de Campos, 103
Praça Coronel Gustavo Ribeiro, 92, Centro
Pátio da Estação 01, s/nº, Centro
Rua Maria do Carmo, 11, Vila Cardoso
Avenida Professor Castorino de Almeida, 300
Antonio Ribeiro de Godoy s/n, Jardim São Marcos
Av. Francisco Pignatari, 650 - Vila Gustavo Correia
Avenida Renato Pistelli, 810, Centro
Rodovia Washington Luis, SP-310 Km 382
Avenida Corradi II, 380, Centro
Rua Camargo Barros, 1210, Centro
Rua Querubim Ferreira da Almeida, 251, Jardim Gelsomina

28 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

Colina
Conchal
Conchas
Cordeirópolis
Cosmópolis
Cravinhos
Cunha
Dois Córregos
Elias Fausto
Engenheiro Coelho
Espírito Santo do Pinhal
Flórida Paulista
Francisco Morato
Franco da Rocha
Garça
Guaíra
Guararema
Guaratinguetá
Guariba
Hortolândia
Iacanga
Ibirá
Igarapava
Ilhabela
Ipaussu
Iperó
Itaí
Itanhaém
Itápolis
Itaquaquecetuba
Itupeva
Ituverava
Jaboticabal
Jacareí
Jacupiranga
Jaguariúna
Jambeiro
Juquiá
Laranjal Paulista
Leme
Lençóis Paulista

Praça Lamounier de Andrade, 101, Centro
R. Alvaro Ribeiro, 287, Centro
Praça Riradentes, 149, Centro
Rua Galdino de Souza Barbosa, 400, Jardim Cordeiro
Avenida da Saudade, 528, Vila José Kalil Aun
Rua Orácio Sabino Coimbra, 577, Jardim Auvorada
Ladeira Vinte de Abril, s/n°, Centro
Avenida Vasco da Gama, 164, Jardim Arco-íris
Avenida Osvaldo Maluf, 250, Vila Anchieta
Rua Gumercindo Faveri, 65, Jardim Luis Fávero
Praça Irmão Estavão, s/n, Jardim das Rosas
Avenida dos Expedicionário, 190, Centro
Rua Progresso, 354, Centro
Rua Cinco de Maio, 97, Vila Maggi
Avenida Presidente Vargas, 2331, José Ribeiro
1A, 2000 - Ruas 16B //18B, Complexo Habitacional Prefeito José
Pugliesi
Rua Doutor Armindo , 567, Nogueira
Praça Condessa de Frontin, 76, Centro
Rua Rui Barbosa, 1244, Jardim Progresso
Rua Capitão LuorivalMey, 750, Jardim Santana
Rua Antonio Trentim, 263, Jardim Paraizo
Rua São Vicente de Paulo, 1003, Centro
Rua Azarias Arantes, s/n Prédio Puami, Bairro Vila Gomes
Avenida Professor Malaquias de Oliveira Freitas, 95, Barra Velha
Av. Emilia Rodrigues Moraes Leite, 30, Cocaja I
Rua Luiz Rossi, 107, Jardim Irene
Avenida Amantino Rolin de Moura, 2135, Jardim Novo Horizonte
Avenida João Batista Leal, 241, Centro
Rua Rodrigues Alves, 1703, Cecap
Rua MMDC, 92, Centro
Avenida Emilio Chechinato, 95, Jardim Alegria
R. Omaguás, 810, Jardim Marajoara
Rua General Osório, 215, Centro
Rua Faria Lima, 155, Jardim Santa Maria
Avenida 23 de Junho, 649, Vila Elias
Rua Bahia, 140, Jardim São João
Rua Coronel Batista, 267, Centro
Rua 10 de Abril
Rua Duque de Caxias, s/nº
Rua Emílio Violin, 194, Vila Bela Vista
Avenida Lázaro Brigido Dutra, 2000, Jardim Ibaté

29 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

Limeira
Lins
Lorena
Louveira
Mairinque
Maracaí
Marília
Matão
Mineiros do Tietê
Miracatu
Mogi das Cruzes
Monte Alto
Nova Granada
Olímpia
Ouroeste
Pacaembu
Paraibuna
Penápolis
Pirajuí
Pirassununga
Poá

Rua Piauí, 472, Vila Cláudia
Estrada Mário Covas Junior (Lins Guaimbê), Km 1, Vila Guararapes
Av. São José, 150, Vila Buck
Rua Pasqual Dinofre, 82, Jardim Lago Azul
Avenida Doutor Gaspar Júnior, 172, Centro
Avenida São Paulo, 885, Centro
Av. Monte Carmelo, 800, Fragata C
Avenida Daniel Antonio de Brito, 241, Nova Matão
Rua Municipal, 445, Centro
Avenida Dona Evarista de Castro Ferreira, 08, Centro
Rua Antenor Leite da Cunha, 55, Nova Mogilar
Avenida Maria Deamo Tarraga, 221, Residencial Real Paraíso
Rua Julio Frasson, 512, Bairro da Estação
Rua Bernardino de Campos, 366, Centro
Rua Fernão Dias Paes Lemes,1449, Centro
Rua Amador Rodrigues, 349, Vila Peres
Rua Geral Santana, 55, Centro
Avenida Goiás, 448, Vila América
Praça Doutor Pedro da Rocha Braga, 155, Centro
Avenida Brasil, 1053, Vila Esperança
Avenida Vital Brasil, 1075, Vila Monteiro

Pompéia

Rua Epaminondas de Toledo Pizza, S/N, Flandria

Pontal
Porto Feliz
Potim
Potirendaba

João Totti, nº 824, Village Tropical
Rua Conego Belotti, 200, Centro
Rua Rio Grande do Sul, 45, Jardim Alvorada
Largo Bom Jesus, 990, Centro

Presidente Bernardes

Rua Arthur Hideki Yanai, 86, Vila Ocidente

Quatá
Queluz
Rio Claro
Rio das Pedras
Salesópolis
Santa Bárbara d'Oeste
Santa Branca
Santa Cruz das Palmeiras
Santa Cruz do Rio Pardo
Santa Gertrudes
Santa Isabel
Santo André
São Caetano do Sul
São Carlos

Avenida Rodolfo Sebastião Giorgi, 244, Centro
Praça Padre Francisco das Chagas Lima, 168, Alto da Igreja
Avenida Cinco, 445, Centro
Rua Adhemar de Barros, 550, Centro
Rua Terezinha, 65, Bragança, Distrito Nossa Senhora dos Remédios
Rua José Paiosin, 315, Residencial Santa Rosa II
Rua Nove de Julho, 140, Santa Cecília
Avenida do Café, 720, Centro
Rua Rodolfo Casanova, 50, Vila João Picin
Rua Cordeirópolis, 175, Jardim Paulista
Rua das Rosas, 780, Jardim Novo Éden
Estrada da Cata Preta, 810, Vila João Ramalho
Avenida Goias, 3400, Barcelona
Rua conde de Pinhal, 27, Jardim Dona Fransisca

30 de 30

Portaria Univesp PR Nº 38, de 21 de novembro de 2017.
Retificação publicada no DOE de 01/12/2017 (páginas 66 e 67):

São Pedro
São Simão
Sarapuí
Sertãozinho

Rua Jorge de Toledo s/n, Jardim Cássio Paschoal Padovani
Rua Bandeira Vilela, 414, Centro
Rua Dr. Julio Prestes, 780, Vila Ana Maria
Rua Osvaldo Bertuso, 126, Conjunto Habitacional "Antonio
Nadaleto Mazer

Socorro

Rua Herlan Vasconcellos Conti, s/n - Jardim Santa Teresinha

Sorocaba
Sumaré
Suzano
Tambaú
Taquaritinga
Taquarituba
Tarumã
Tatuí
Tietê
Torrinha
Tupã
Urupês
Vargem Grande Paulista
Várzea Paulista
Vera Cruz
Viradouro
Votorantim

Avenida General Osório, 1840, Vl. Barão
Avenida Rebouças, 3321, Carlos Basso
R. Gen. Francisco Glicério, 1334, Centro
Praça Padre Donizetti Tavares de Lima, 159, Centro
avenida Dr. Flávio Henrique Lemos, 585, Portal Itamaracá
Rua Marechal Floriano Peixoto, 988, Centro
Rua Girassol, 201
Rodovia Mário Batista Mori, 971, Jardim Aeroporto
Rua Luiz Montanham, 190, Bairro Terra Nova
Rodovia SP 304 Amauri Barroso de Souza Km 247
Rua Tapuias s/n - núcleo Fepasa
Rua José Bonifácio, 804, Centro
Avenida Bela Vista, 123, Jardim Bela Vista
Avenida Ipiranga, 151, Centro
Rua Paulo Guerreiro Franco, 459, Centro
Rua Durval Marçal Vieira, 671, Jardim das Palmeiras
Av. Vereador Newton Soares, 291, Centro